Aos cérebros novidadeiros | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Meu beijo gay
>>> A história de Rogério Xavier e da SPX (2023)
>>> Waldstein por Andsnes
>>> Festival de Inverno Ouro Preto
>>> Para gostar de ler
>>> Dos livros que li
>>> O legado de Graciliano Ramos
>>> Mané, Mané
>>> Ele é o Rei
>>> Corpos
Mais Recentes
>>> A arquitectura do universo de Robert Jastrow pela Edições 70 (1971)
>>> Conselho De Amiga de Siobhan Vivian pela Novo Conceito (2012)
>>> As Quatro Leis da Multiplicação Financeira de Arão Henrique Xavier pela Ministerio Prospere (2008)
>>> Focus 2 de Sue Kay, Vaughan Jones, Daniel Brayshaw pela Pearson (2021)
>>> Arcanos e Mitos Herméticos de Vera Facciollo pela Do autor (2006)
>>> Psicologia e Educação de Anna Maria Baeta pela Forma & Ação (2006)
>>> O giz vermelho de Iris Van Der Heide pela Martins Fontes (2006)
>>> Titi E Tati Um Dia Na Escola de Claudia Lins pela Mundo Leitura (2022)
>>> Idéias - Como Usá-las Para Renovar Seus Negócios, Sua Carreira E... de Joey Reiman pela Futura (2004)
>>> O Jardim Das Aflicoes de Olavo De Carvalho pela Vide editorial (2019)
>>> Tecendo A Cidadania de Vera Maria Candau pela Vozes (1995)
>>> Kalki de Gore Vidal pela Rocco (2000)
>>> Tem um monstro no meu jardim de Janaina Tokitaka pela Cata Sonho (2011)
>>> Seu Futuro Astrológico de Linda Goodman pela Record (1993)
>>> The Beautiful and Damned - Penguin Classics (Capa Dura) de F. Scott Fitzgerald pela Penguin Classics (2010)
>>> Washington D.C de Gore Vidal pela Rocco (1993)
>>> Memoria De Mis Putas Tristes de Gabriel García Márquez pela Sudamericana (2004)
>>> Documentário: Contribuilçao à Memória da Comunidade Judaica Brasileira de Samuel Malamud pela Imago (1992)
>>> Cachinhos de Ouro de Robert Southey pela Ftd (2013)
>>> Documentário: Contribuilçao à Memória da Comunidade Judaica Brasileira de Samuel Malamud pela Imago (1992)
>>> O Lobo De Wall Street de Jordan Belfort pela Planeta (2008)
>>> Juliano de Gore Vidal pela Rocco (1986)
>>> Sapo Comilão de Fernando Vilela pela Dcl (2012)
>>> Eu E Você No Fim Do Mundo de Siobhan Vivian pela Intrinseca (2017)
>>> Transitos Astrologicos - Um Caminho Para O Autoconhecimento de Nezilda Passos pela Roca (1994)
COLUNAS

Quinta-feira, 11/8/2011
Aos cérebros novidadeiros
Carla Ceres
+ de 3900 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Cérebros precisam de exercício. Pesquisas sugerem que problemas mentais vinculados ao envelhecimento demoram mais para se manifestar em pessoas que praticam atividades físicas e intelectuais. Atividades simples como caminhar, ler, escrever e jogar poderiam até desacelerar o avanço do Mal de Alzheimer. Atividades complexas, então, nem se fala.

Que tal desenhar ou escrever com a mão esquerda, se você for destro? Se você já é craque em sudoku ou palavras cruzadas, pode passar de jogador a criador desses desafios. Pouco importa se você já é ambidestro, maratonista e ganha a vida projetando videogames. Seu cérebro sempre vai precisar de novidades que o obriguem a sair da rotina, pensando diferente. Nada como um bom estranhamento para balançar nossas certezas e nos deixar atentos.

Sorte sua que tenho uma sugestão sob medida para quem gosta de ler. Um dos livros mais estranhos que li ultimamente chama-se Amberville - A lista da morte (Amarilys/Manole, 2010), de Tim Davys. É tão diferente que deve adiar a senilidade por uns dois anos. Mas só recomendo se você não tiver preconceito contra bichos de pelúcia.

Acredite e aceite: todos os personagens de Amberville são bichos de pelúcia (com exceção, talvez, da mariposa que faz uma ponta na história e é rapidamente morta logo no início). O romance nada infanto-juvenil, sucesso mundial da literatura sueca, narra as aventuras de Eric Urso em Mollisan Town, uma cidade de ruas tão coloridas que mais parece um tabuleiro de jogo dividido em quadrantes/bairros. Amberville, um dos quatro bairros, dá nome ao primeiro dos quatro livros ambientados na cidade.

Eric é um urso de pelúcia, casado com a encantadora Emma Coelho. Depois de uma juventude no mundo do crime, Eric Urso tornou-se um profissional de sucesso em uma grande agência de publicidade. Tudo está tranquilo em sua vida até o momento em que seu antigo patrão, Nicholas Pombo, chefão do crime em Mollisan Town, invade seu apartamento, manda seus capangas, dois gorilas de pelúcia, destruírem os móveis e incumbe Eric de uma tarefa talvez impossível: tirar o nome de Nicholas Pombo da lista da morte.

Não há nada de fofinho nos personagens de Amberville. Eles roubam, matam, torturam, consomem drogas, traem, conspiram, mas também amam, filosofam e sacrificam-se. À primeira vista, tem-se a impressão de que o fato de serem animais de pelúcia não passa de uma estratégia de marketing para chamar a atenção dos leitores. Acontece que a própria lista da morte só poderia existir em um universo habitado por criaturas desse tipo. Os bichos de pelúcia não nascem. São entregues a seus pais pelos Entregadores de filhotes. E não morrem de velhice. São recolhidos pelos Choferes e nunca mais aparecem. A lista da morte seria a lista dos animais que os Choferes devem recolher, mas muitos a consideram apenas uma lenda.

Nicholas Pombo acredita que seu nome esteja na lista e, se Eric Urso não conseguir tirá-lo de lá, os gorilas de Pombo acabarão com Emma Coelho. A partir daí, o romance ganha ares de aventura, com Eric Urso reunindo um grupo de amigos do submundo para cumprir a missão. Violência, intrigas e perseguições não faltam, mas os personagens também têm profundidade psicológica.

O misterioso autor de Amberville, que usa o pseudônimo Tim Davys e não aparece em entrevistas, estudou psicologia e filosofia o suficiente para tornar a equipe de Eric Urso interessante. O primeiro a entrar para o time é Tom-Tom Corvo, um corvo forte, ingênuo, agressivo, com traumas de infância e ataques de pânico. O segundo é Sam Gazela, homossexual, irreverente, sádico, viciado em comprimidos. O último é Cobra Marek, um escritor e pintor muito bom em planos e conspirações.

Amberville tem um clima de filme noir. Embora Emma Coelho não seja uma perfeita coelha fatale, os demais personagens seguem os clichês do gênero. São moralmente ambíguos, corruptos e violentos. Boa parte da ação ocorre à noite, o que atenua o colorido da cidade. Sobram ambientes exóticos e suspeitos: o Cassino Monokowski, quartel general de Nicholas Pombo; o lixão, onde o mundo do crime despeja seus mortos; as catacumbas, onde um gato enterrado vivo se arrepende por falar demais.

Parece um livro terrível? Nada disso. Se você gosta de romances policiais, cheios de crimes e intrigas, vai gostar de Amberville. Suas histórias intrincadas, com flashbacks e mudanças no foco narrativo garantem um exercício agradável a cérebros atentos. O estranho universo do romance é lógico dentro de suas próprias leis e, como se não bastasse a mera diversão, nos brinda com indagações tortuosamente filosóficas.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros.

Para ir além






Carla Ceres
Piracicaba, 11/8/2011

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Bruxas no banheiro de Marta Barcellos
02. Até eu caí nessa de Marta Barcellos
03. Vai lavar uma pia de louça que passa de Adriana Baggio
04. Uma nova forma de captação para projetos culturais de Marcelo Spalding
05. Luiz Antonio de Assis Brasil de Marcelo Spalding


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres em 2011
01. Nerdcast e seu toque de Midas - 22/12/2011
02. Ilustres convidados - 19/5/2011
03. Frankenstein e o passado monstruoso - 13/1/2011
04. Lendas e conspirações do 11 de setembro - 24/11/2011
05. Música e humor - 2/6/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/8/2011
14h03min
Carla, ao ler as suas palavras... A vontade de ler o livro começa a despertar. Sua narrativa nos faz querer conhecer mais sobre a história. Um abraço carinhoso
[Leia outros Comentários de Tatiana Moreira]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Fim é Sempre o Recomeço
Japer
Dpl
(1999)



How To... Bookmarks - Chambers Crossword Dictionary
Elaine Higgleton, una Mcgovern e Catherine S.
Readers Digest
(2002)



A Mulher do Meu Marido (lacrado)
Jane Corry
Record
(2018)



Augusto e Lea - Um Caso de Desamor em Tempos Modernos
José Carlos Sebe B. Meihy
Contexto
(2006)



A Nova Secretária - Metacompetente - Proativa - Dinâmica
Laurinda Grion
Madras
(2008)



De um Grande Amor e de Uma Perdição Maior Ainda
Letícia Wierzchowski
Record
(2007)



Livro Gibis The Promised Neverland Vol. 12
Kaiu Shirai
Panini Comics
(2020)



Seja Seu Próprio Psicólogo
Miguel Lucas
Paulus
(1994)



Pensar e Ser Si Mesmo: Preleções Sobre a Subjetividade
Dieter Henrich
Vozes
(2018)



The Art of Japanese Gardening
Takashi Sawano
Hamlyn
(1981)





busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês