As iluminações musicais de Rodrigo Garcia Lopes | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Talvez...
>>> 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1
>>> A felicidade, segundo Freud
>>> Memória das pornochanchadas
>>> Magia além do Photoshop
>>> Meu Telefunken
>>> Meu Telefunken
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Sombras Persas (X)
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Mais Recentes
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Charlottes Web de E. B. White / Garth Williams pela Harper USA (1992)
>>> Fotoleitura de Paul R. Scheele pela Summus (1995)
>>> O Rosto Materno de Deus de Leonardo Boff pela Vozes (2000)
>>> Terapia do Abraço 2 de Kathleen Keating pela Pensamento (2012)
>>> História Resumida da Civilização Clássica - Grécia/Roma de Michael Grant pela Jorge Zahar (1994)
>>> Cães de Guerra de Frederick Forsyth pela Record (1974)
>>> Jogo Duro de Mario Garnero pela Best Seller (1988)
>>> Psicologia do Ajustamento de Maria Lúcia Hannas, Ana Eugênia Ferreira e Marysa Saboya pela Vozes (1988)
>>> Uma Mulher na Escuridão de Charlie Donlea pela Faro (2019)
>>> Pra discutir... e gerar boas conversas por aí de Donizete Soares pela Instituto GENS (2015)
>>> Educomunicação - o que é isto de Donizete Soares pela Projeto Cala-boca já morreu (2015)
>>> Ficções fraternas de Livia Garcia-Roza - organizadora pela Record (2003)
>>> Prisioneiras de Drauzio Varella pela Companhia das Letras (2017)
>>> O diário de Myriam de Myriam Rawick pela Dark Side Books (2018)
>>> Contos de Rubem Fonseca pela Nova Fronteira (2015)
>>> Notícias - Manual do usuário de Alain de Botton pela Intrínseca (2015)
>>> Um alfabeto para gourmets de MFK Fisher pela Companhia das Letrs (1996)
>>> Os Mitos Celtas de Pedro Paulo G. May pela Angra (2002)
>>> A vida que ninguém vê de Eliane Brum pela Arquipélago Editorial (2006)
>>> As Cem Melhores Crônicas Brasileiras de Joaquim Ferreira dos Santos - organizador pela Objetiva (2007)
>>> O tigre na sombra de Lya Luft pela Record (2012)
>>> Elza de Zeca Camargo pela Casa da Palavra (2018)
>>> Sexo no cativeiro de Esther Perel pela Objetiva (2007)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2009)
>>> Coisa de Inglês de Geraldo Tollens Linck pela Nova Fronteira (1986)
>>> As mentiras que os mulheres contam de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2015)
>>> Equilíbrio e Recompensa de Lourenço Prado pela Pensamento
>>> Cadernos de História e Filosofia da Ciência de Fátima R. R. Évora (org.) pela Unicamp (2002)
>>> Revista Internacional de Filosofia de Jairo José da Silva (org.) pela Unicamp (2000)
>>> Dewey um gato entre livros de Vicki Myron pela Globo (2008)
>>> Ilha de calor nas metrópoles de Magda Adelaide Lombardo pela Hucitec (1985)
>>> Sua santidade o Dalai Lama de O mesmo pela Sextante (2000)
>>> Meninas da noite de Gilberto Dimenstein pela Ática (1992)
>>> Paulo de Bruno Seabra pela Três (1973)
>>> Grandes Enigmas da Humanidade de Luiz C. Lisboa e Roberto P. Andrade pela Círculo do livro (1969)
>>> A História de Fernão Capelo Gaivota de Jonathan Seagull pela Nórdica (1974)
>>> Os Enigmas da Sobrevivência de Jacques Alexander pela Edições 70 (1972)
>>> Mulheres visíveis, mães invisíveis de Laura Gutman pela Best Seller (2018)
>>> Construir o Homem e o Mundo de Michel Quoist pela Duas cidades (1960)
>>> Vida Positiva de Olavinho Drummond pela Olavinho Drummond (1985)
>>> Força para Viver de Jamie Buckingham pela Arthur S. DeMoss (1987)
>>> Consumidos de David Cronemberg pela Alfaguara (2014)
>>> Viver é a melhor opção de André Trigueiro pela Correio Fraterno (2015)
>>> O Caso da Borboleta Atíria de Lúcia Machado de Almeida pela Ática (1987)
>>> Cânticos de Cecília Meireles pela Moderna (1995)
>>> Caminho a Cristo de Ellen G. White pela Cpb - Casa Publicadora Brasileira (2019)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Nova Cultural (1986)
>>> Le Divorce de Diane Johnson pela Record (1999)
COLUNAS

Terça-feira, 20/8/2013
As iluminações musicais de Rodrigo Garcia Lopes
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 3400 Acessos

As notas do piano, que abrem solitariamente a décima música do CD, mantendo-se por alguns segundos, servem como guia a nos levar e nos deixar em um estado de suspensão dramático-temporal. Em seguida, a voz grave de Rodrigo Garcia Lopes ressoa pausada e poderosa: "Não diga que você não liga/ a mínima/ pra toda essa/ luminosidade...". A letra da música prossegue até seu término, com a voz de Lopes se sobrepondo à base jazzística do piano, baixo, bateria e violão. A voz desaparece por alguns segundos para que a base instrumental nos carregue novamente para outro estado de suspensão, agora mais dramático, quando, então, a voz de Lopes, mais poderosa e penetrante, nos invade com uma emoção irresistível retomando os versos iniciais: "Não diga que você não liga/ a mínima/ pra toda essa/ luminosidade...".

Assim, é impossível não estar atento a cada detalhe não só dessa música, mas de todo o CD, em que letra, arranjos e projeto gráfico se conjugam para produzir uma experiência onde "o pensamento não se detém em nada/ mas vagueia/ entre cada coisa vívida", como diz outro verso da música "Iluminações".

É uma alegria entrar em contato com um CD autoral como Canções do Estúdio Realidade, gravado por Rodrigo Garcia Lopes, que foge completamente aos formatos enlatados que a indústria musical tem produzido para um público de "cabeças ocas" e "vidas vazias". Aqui o ouvinte deve se deter no tempo que a arte exige para as experiências que só a música e a poesia podem nos dar. Aqui se exige o adeus ao mundo como "fábula de papel".

Rodrigo Garcia Lopes é poeta, tradutor e músico e estas vivências se entrecruzam de forma surpreendente ao longo do CD, trazendo para suas canções referências (diretas ou indiretas) musicais e poéticas (e de outra área como o cinema) caras ao artista. Jazz, Rap, MPB, música pop (Dylan, Lou Reed, Arrigo Barnabé, por exemplo), poesia Beat (e sua tradição formadora com Rimbaud, Keats, Shelley, Baudelaire, dentre outros poetas que com certeza influenciaram o músico, como Augusto de Campos, João Cabral, Sylvia Plath, Leminski, Valéry etc) e música erudita. Esses universos vibram ao longo do disco em pequenos lampejos que se entrecruzam na criação de cada canção.

Além das deliciosas canções, o CD é em si mesmo um belíssimo objeto artístico, com fotos, textos e as letras das músicas, nos fazendo ver que tudo nesse trabalho foi pensado para ser uma conjunção entre as várias artes.

As epígrafes na abertura do CD são pistas dos interesses de Lopes. A principal, uma citação de Dante Alighieri: "Canção: palavras postas em música". Aqui anuncia-se a importância que as palavras têm para o músico, fazendo do universo da criação poética a ponte necessária para que a música exista em seguida. E com certeza essa operação da poesia (já em si música) indica caminhos que as construções instrumentais devem tomar ao longo das composições. Por exemplo, veja-se a música "Vertigem (um corpo que cai)", onde a ideia de uma situação em caracol (a mente enlouquecida) passeia por acordes musicais como cortes cinematográficos em climas que remetem ao cinema de Hitchcock e à poesia simbolista. E a fotografia do encarte reforça a ideia, num caracol que não se completa, cortado vertiginosamente.

Outras epígrafes, como as de Burroughs e Macedonio Férnandez, nos conclamam a retomar o universo (e através da canção isso é possível, pois ela é espaço) e ver a realidade como "aberto mistério", lugar da possibilidade das iluminações. Na canção "Álibi", os versos dizem: "Surpresos no passeio das sílabas /.../ beijamos o momentâneo /.../ e simplesmente somos".

Essas iluminações da realidade aparecem nas fotografias do CD, como no registro de folhas mortas caídas ao chão, numa paisagem ao entardecer, nas marcas de uma velha parede, no brilho luminoso que atravessa um vidro com gotas de chuva, no reflexo de uma Nova York noturna sobre os vidros de um prédio, na explosão de uma onda do mar, na forma contrastante entre flores róseas e folhas mortas ocres.

O conjunto das doze músicas nos faz pensar num universo amplo de "correspondências" entre sons, imagens e palavras. Ressoam aqui e ali, como "tempos reencontrados", a nossa memória, tomada pelos prazeres que músicas, filmes e poesias nos causaram ao longo da vida. Ouvir e retomar a audição do CD é uma exigência para que todos os detalhes se revelem, que todas as conexões sejam feitas, e cada vez que voltamos ao início novas configurações parecem se estabelecer entre todos os elementos das músicas.

São várias as referências musicais que se encontram no CD. Para ficar só em um exemplo, os acordes iniciais de "Alba" remetem à tradição da música mineira de Lô Borges, Milton Nascimento e Beto Guedes, e tanto seu acompanhamento quanto suas letras soam no registro dessa tradição musical. O contrabaixo nos faz pensar imediatamente na sonoridade das gravações de Yuri Popov junto aos músicos das Gerais, como Toninho Horta.

A felicidade do encontro dos excelentes músicos para a criação do CD é notável. O diálogo musical que se estabeleceu pressupõe uma sintonia fina entre a sensibilidade de todos no processo de criação de cada música.

Como exigia Baudelaire para os poemas, que fossem criados pela imaginação livre e lapidados como um diamante, em "Canções do Estúdio Realidade" encontra-se o mesmo princípio. No CD ecoa, como nas iluminuras, o trabalho de músicos-artesãos dotados de grande competência, cujo desejo é revelar em cada detalhe a beleza púrpura das canções, que nos parecem perfumadas pelo imaginativo cheiro do sândalo.



Para ir além:

Visite o blog do artista para ver videos, filmes, noticias de suas publicações, etc:

http://estudiorealidade.blogspot.com.br/


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 20/8/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O espírito de 1967 de Celso A. Uequed Pitol
02. Discutir, debater, dialogar de Duanne Ribeiro
03. Entrevista com Luiz Felipe Pondé de Humberto Pereira da Silva
04. As duas divas da moderna literatura romântica de Luis Eduardo Matta
05. Considerações de um Rabugento de Abdalan da Gama


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2013
01. A Última Ceia de Leonardo da Vinci - 12/2/2013
02. Mondrian: a aventura espiritual da pintura - 22/1/2013
03. Gerald Thomas: arranhando a superfície do fundo - 26/2/2013
04. Cinquenta tons de cinza no mundo real - 3/9/2013
05. O corpo-reconstrução de Fernanda Magalhães - 18/6/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MATEMÁTICA FINANCEIRA
JOSÉ DUTRA VIEIRA SOBRINHO
ATLAS
(1982)
R$ 5,50



OS 500
MATTHEW QUIRK
PARALELA
(2013)
R$ 22,00



AIRBRUSHING FOR FINE & COMMERCIAL ARTISTS
ROBERT PASACHAL
VRN
(1982)
R$ 30,00



DEUS: TESE, ANTÍTESE, SÍNTESE
PAULO RESENDE
SAGA
(1969)
R$ 25,82



INVOCAÇÃO - TRILOGIA DARKEST POWERS
KELLEY ARMSTRONG
NOVO SÉCULO
(2012)
R$ 10,00



CONFISSÕES DE UM COMEDOR DE ÓPIO
THOMAS DE QUINCEY
L&PM POCKET
(2002)
R$ 12,00



COMENTÁRIOS AO NOVO CÓDIGO CIVIL - VOL. XIV ART. 966 A 1195
ARNOLDO WALD
FORENSE
(2005)
R$ 200,00



SEGMENTAÇÃO OPÇÕES ESTRATÉGICAS PARA O MERCADO BRASILEIRO
RAIMAR RICHERS / CECÍLIA PIMENTA LIMA
NOBEL
(1991)
R$ 13,00



UM MILHÃO N°39 BATMAN PLANETA PRISÃO!
DC COMICS
ABRIL 50 ANOS
R$ 20,00



O OUTRO DESAFIO
JULIO LOBOS
DO AUTOR
(1987)
R$ 27,00





busca | avançada
47273 visitas/dia
1,3 milhão/mês