Agonia | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
>>> Conrado Hubner fala a Pedro Doria
Últimos Posts
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
>>> Cinema: Curtíssimas terá estreia neste sábado (28)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> A todos que passem por aqui
>>> João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente
>>> Neruda, oportunista fantasiado de santo
>>> VTEX e Black & Decker sobre transformação digital
>>> Apresentação
>>> Fetiches de segunda mão
>>> Em busca do vampiro de Curitiba
>>> Millennials
Mais Recentes
>>> Marcas de Nascença de Nancy Huston pela L&Pm (2007)
>>> A Reportagem de Danillo Nunes pela do Autor (1980)
>>> Eu Fico Loko de Christian Figueiredo de Caldas pela Novas Paginas (2015)
>>> A Cidade de Melanie Wallace pela Benvira (2012)
>>> As Belas Coisas, Que é do Céu Contê-las de Dinaw Mengestu pela Nova Fronteira (2008)
>>> O Beijo das Sombras de Richelle Mead pela Rocco (2021)
>>> O Beijo das Sombras de Richelle Mead pela Rocco (2021)
>>> Pesadelos e Paisagens Noturnas - Vol.I de Stephen King pela Objetiva (2011)
>>> Temas de Psicologia Juridica de Leila Maria Torraca de Brito pela Relume Dumará (2005)
>>> Evangelho por Emmanuel - Comentários ao Evangelho Segundo Mateus de Francisco Cândido Xavier pela Feb (2015)
>>> A Casa do Califa de Tahir Shah pela Roça Nova (2008)
>>> Personagens da Boa Nova de Federação Espírita do Paraná pela Fep (2010)
>>> Personagens da Boa Nova de Federação Espírita do Paraná pela Fep (2010)
>>> Francisco - o Sol de Assis de Divaldo Franco e Cezar Braga Said pela Leal (2014)
>>> Salomé - o Encanto das Mulheres Que Surgem do Céu de Sandra Carneiro pela Vivaluz (2014)
>>> Eight early tantras of the great perfection - elixir ambrosia de Christopher wilkinson pela Christopher wilkinson (2016)
>>> O Homem Que Amava os Cachorros de Leonardo Padura pela Boitempo (2014)
>>> O fogo invisível: O segredo mais importante da humanidade está prestes a ser revelado de Javier Sierra pela Planeta (2018)
>>> Moreira da Silva: O último dos malandros de Alexandre Augusto pela Sonora (2013)
>>> O Bairro: Viva a Nossa Turma - Geografia e História de Aracy do R. Antunes; Maria de L. de A. Trindade pela Access (2013)
>>> Antes de Nascer o Mundo de Mia Couto pela Companhia das Letras (2016)
>>> Teogonia: A Origem dos Deuses- edição revisada e acrescida do original grego de Hesíodo pela Iluminuras (1995)
>>> Bíblia de Jerusalém - Média Encadernada de Deus e Vários autores pela Paulus (2004)
>>> Madame Bovary de Gustave Flaubert pela Abril Cultural (1979)
>>> Gente pequena também tem direitos de Malô Carvalho pela Autêntica (2012)
COLUNAS >>> Especial Eleições 2010

Segunda-feira, 18/10/2010
Agonia
Daniel Bushatsky

+ de 7000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Um dos piores sentimentos humanos é a agonia. Ela significa, segundo o dicionário eletrônico Houaiss, "forma de aflição ou sofrimento agudo, de origem física ou moral", que pode nos impedir de tomar decisões ou nos incomodar até conseguirmos chegar a uma solução satisfatória.

E esta agonia vem me perseguindo. É muito difícil se livrar deste sentimento durante nosso dia a dia com as nossas questões internas, nossas experiências e sempre tendo mais o que refletir. Como saber se já está bom? Como fazer escolhas corretas?

Porém, a agonia também pode vir de eventos externos. Separei três que recentemente me incomodaram em demasia. Me sinto aflito só de pensar e gostaria de compartilhar com vocês.

O despertar foi com os 33 trabalhadores chilenos, que passaram mais de um mês e meio soterrados a 700 metros de profundidade, na mina de cobre e ouro San José, na árida região do Atacama. É verdade que não estava lá, mas só de pensar em estar soterrado, sem previsão de ver a luz solar por um bom tempo, já me daria um imenso desespero.

Fora isto, algumas reportagens, embora verdadeiras, destacaram de forma fria que o desastre seria de grande valia para estudos biológicos e sociais nos seres humanos. Se parece até humor negro falar disso agora, que dirá quando eles ainda estavam lá embaixo!

O segundo episódio, afeta a mim e aos brasileiros. Meu Deus, como é que continuamos a ser obrigados a escolher um candidato para qualquer um dos cargos públicos eleição após eleição? De Netinho a Mulher Pêra. De Tiririca, "pior não fica", a Dilma, a mulher que assina o próprio programa de candidatura sem ler. Não sobra um em quem votar! Me dá agonia a falta de vergonha dos candidatos ou de suas famílias, que os aprovam!

Onde está o famoso homem público? Virtuoso, carismático, com jogo de cintura e que não devasta o Imposto de Renda de terceiros de forma tão banal e rude? Que pena... só dá para escolher por eliminação. Amargo ver que o futuro do Brasil está condenado!

O terceiro foco externo de agonia me veio quando eu estava lendo o belo romance histórico de Isabel Allende, A ilha sob o mar. A passagem, que vou transcrever em seguida, envolve o ex-senhor da escrava Tété e a própria escrava, neste momento já com sua carta de alforria em mãos: "Tété lembrou o conselho habitual de Père Antoine e sondou muito fundo em sua alma, mas não conseguiu achar nenhum lampejo de generosidade. Quis explicar a Valmorain (ex-senhor) que, por aquelas mesmas razões, não podia ajudá-lo: pelo que haviam passado juntos, pelo que sofrera enquanto era sua escrava e por seus filhos (conjuntos). O primeiro ele arrancara dela ao nascer, e a segunda seria destruída a qualquer momento, se ela se descuidasse. Mas não conseguiu dizer nada daquilo. 'Não posso. Me perdoe, monsieur', foi a única coisa que disse. Levantou-se hesitante, trêmula pelas batidas do próprio coração, e, antes de sair, deixou sobre a cama de Valmorain a carga inútil do seu ódio, que já não desejava continuar arrastando consigo. Retirou-se silenciosamente daquela casa pela porta de serviço".

O trecho é maravilhoso. Sem comentar o óbvio, como a renovação do personagem Tété que não mais servirá (libertou-se) àquele senhor, mas como também deixou seu ódio lá ― sentimento difícil de livrar, ainda mais depois de seguidos estupros e violências físicas e morais de toda ordem. Fico imaginando se a cena não carrega, também, uma tensão enorme, com Valmorain se humilhando ao pedir ajuda a uma ex-escrava e Tété constrangida, presa em sua humildade, desesperada para sair o mais rápido daquela casa, que a humilhou e açoitou durante anos, negando tal ajuda. Uma revanche? Acho que não!

Mas não é só tensão. O que me deixou com um nó na garganta foram a aflição e sofrimento agudo (agonia!), que ela e os escravos deveriam sentir sem saber seu destino, mesmo que livres. Foi a falta de poder de decisão!

Os três episódios como que caíram em cima de mim. Não tinha intenção alguma de ficar agoniado com eles, mas a aflição tem seu lado positivo: pensar em possíveis soluções e tentar atacar os problemas conscientemente.

É difícil não nos incomodarmos com situações extremas, como as dos mineiros. Já a dos políticos, resta pesquisar e escolher alguém para acreditar. E a da escrava, épocas passadas? A intenção, porém, nesse momento, é só despertar esse sentimento, que poderá ajudar em melhorias. Ou refletimos e melhoramos, ou teremos que conviver com este horrível incômodo dentro de nós.

Enquanto vou pensando como, saio pela porta de serviço...


Daniel Bushatsky
São Paulo, 18/10/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Paisagem interna agreste de Elisa Andrade Buzzo
02. Dos sentidos secretos de cada coisa de Ana Elisa Ribeiro
03. Srta Peregrine e suas crianças peculiares de Ricardo de Mattos
04. Intervenção militar constitucional de Gian Danton
05. livros não salvam o mundo. nem as pessoas. de Ítalo Puccini


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2010
01. Agonia - 18/10/2010
02. Big Brother da Palmada - 9/8/2010
03. Simplicidade ou você quer dormir brigado? - 31/5/2010
04. A interpretação dos chatos - 1/3/2010
05. Dilma e o Big Mac - 1/11/2010


Mais Especial Eleições 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/10/2010
10h43min
Realmente esse mundo deixa todos agoniados, belo texto, parabéns.
[Leia outros Comentários de Fabio]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Schmidt Libertado
Louis Begley
Companhia das Letras
(2002)



Através do Tempo
Francisco Cândido Xavier
Lake
(1972)



Contos de Aventuras e Magia das Mil e uma Noites
Leontina Barca
Principio
(2007)



Triste Fim de Policarpo Quaresma
Lima Barreto
Ática
(1993)



Andrea Salgado
Andrea Salgado
Rio
(2005)



Árvores e Madeiras Úteis no Brasil - Manual de Dendrologia Brasileira
Carlos Toledo Rizzini
Edgard Blücher
(1995)



The New Tycoons
Jason Kelly
Bloomberg Press
(2012)
+ frete grátis



Museu Pelé
Gino Caldatto Barbosa; Ney Caldatto Barbosa
Magma Cultural
(2014)



Como Ser Feliz o Tempo Todo - 1ª Edição
Paramahansa Yogananda
Pensamento
(2008)



Os Melhores Contos
Rubem Braga
Global
(1999)





busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês