2021, o ano da inveja | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> CLUBE DO CONTO APRESENTA 'UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE' COM A ESCRITORA AVE TERRENA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Café com crítica cultural
>>> Por Tutatis!
>>> Macunaíma, de Mário de Andrade
>>> História da leitura (II): o códice medieval
>>> As Pérolas Que Eram Teus Olhos
>>> O livro digital Toy Story para iPad: revolução?
>>> Banana Republic
>>> Saudosismo
>>> 7 coisas que aprendi
Mais Recentes
>>> A Doutrina Trabalhista Brasileira (imperdível, Confira!) de Nelson Câmara pela Brasil Multicultural (2019)
>>> A Senhora de Avalon - Confira !!! de Marion Zimmer Bradley pela Rocco (1997)
>>> Longman Lexicon of Contemporary English de Tom Mcarthur pela Longman do Brasil (1981)
>>> Os Três Mosqueteiros - Coleção Clássicos Universais de Alexandre Dumas pela Melhoramentos (2008)
>>> Internet para Crianças- Tudo o Que as Crianças, Pais e Educadores... de Rick Mintzer; Carol F. Mintzer pela Madras (2002)
>>> O Diário de Edward, o Hamster ( 1990-1990 ) de Miriam Elia e Ezra Elia pela Todavia (2019)
>>> De Amor e Maldade de Anne Rice pela Rocco (2011)
>>> De Lintellect a Lintuition de Alice A. Bailey pela Editions Lucis (1977)
>>> A Escalada do Homem de J. Bronowski pela Martins / Unb (1979)
>>> Pensée de Lhumanité de Léon Tolstoi pela Ledition Moderne (1912)
>>> Agartha: a Journey to the Stars de Meredith Young-sowers pela Stillpoint Publishing (1984)
>>> Relatos umbandistas de André Cozta (Ditado por Pai Thomé do Congo) pela Madras (2014)
>>> A Pesca Submarina de António Ribera pela Editorial Presença
>>> Estamos Prontos - Reflexões Sobre o Desenvolvimento do Espírito... de Francisco do Espírito Santo Neto pela Boa Nova (2012)
>>> Avaliação dos Resultados Em Treinamento Comportamental de Bettyna P. B. Gau Beni e Outros: Recursos Humanos8 pela Qualitymark (2002)
>>> Lições de Sucesso de Thomas J. Neff; James M. Citrin pela Negocio (1999)
>>> Princípios de Administração Financeira de Stephen A. Ross; Randolph W. Westerfield pela Atlas (2000)
>>> Contos e Lendas da Mitologia Grega de Claude Pouzadoux; Frederick Mansot pela Companhia das Letras (2003)
>>> The Theatre of Tennessee Williams Volume 1 de Tennessee Williams pela New Directions (1990)
>>> Sistema Privado de Financiamento do Agronegócio - 2ª Ed de Renato Buranello pela Quartier Latin (2011)
>>> O Campeão de Lady Isobel - (confira!!) de Carol Townend pela Harlequin (2018)
>>> Madame Bovary de Gustave Flaubert pela Barnes Noble (2005)
>>> The Best of Modern Screen de Mark Bego pela Columbus Books (1986)
>>> Chicken Soup For the Teenage Soul III de Jack Canfield pela Health Communication (2000)
>>> Fenomenologia da Percepção / 3ª Ed - Confira !!! de Maurice Merleau -ponty pela Martins Fontes (2006)
COLUNAS

Sexta-feira, 8/1/2021
2021, o ano da inveja
Luís Fernando Amâncio

+ de 3900 Acessos

Nunca fui um entusiasta do réveillon. Talvez seja um apego à memória infantil, quando o fim de ano tinha todas as expectativas concentradas no Natal. Papai Noel, presentes, mesa farta... ali estava o ponto alto do ano, o motivo para cada criança no mundo se comportar naqueles 12 meses anteriores.

Já a virada do ano, para um pirralho, é um tanto insossa. Uma festa com cara de fim de festa. Arroz com lentilhas? Vestir branco? Simpatias com sementes de uvas e pulo de ondinhas? Nada disso era melhor do que ganhar o brinquedo que, naquela altura do campeonato, já estava quebrado.

Só que a gente cresce e começa a entender um pouco sobre a simbologia das coisas. É importante fechar ciclos, renovar as esperanças e recomeçar o ano com a sensação de estar diante de página em branco. Sobretudo quando o ano anterior se chama 2020.


Sejamos claros: não foi fácil. Exceto para a Amazon, que cresceu como nunca nessa pandemia. Mas, para pessoas normais, foi um desafio viver com o avanço de uma doença desconhecida e seus inevitáveis impactos econômicos.

Todavia, eu tenho um alerta para o leitor: dificilmente 2021 será um ano assim tão melhor para o brasileiro. Ao menos se meus conhecimentos em energias e boas vibrações estiverem corretos. Pois, se o destino do ano está ligado à forma que a gente o inicia, o prognóstico não poderia ser pior.

Não importa a cor da roupa íntima ou a qualidade do espumante: ninguém inicia o ano realmente bem. Primeiro, porque a gente já começa com uma sensação de excessos: a gula cultivada na abundância das festas, a ressaca por misturar bebidas exóticas e a preguiça paquidérmica de avistar o primeiro dia útil logo ali. Sem falar na depressão quando, ampliando o olhar, nos deparamos com o caminhão de contas para pagar em janeiro. Ou seja, a gente até faz festa, mas é para esconder o astral negativo no início do ano.

Nesse réveillon do covid 19, então, o brasileiro ainda possui o agravante da inveja. Estamos afundados até o pescoço nesse sentimento tão condenável. E o pior: nossa inveja está descontrolada. Tudo começou com os velhinhos ingleses, cuja vacinação, desde dezembro do ano passado, seria uma imagem de esperança para o mundo.

Não para o Brasil.

Esse é o nível da desgraça. Invejar um grupo de senhoras e senhores que mal podem comer sua porção de peixe e batatas-fritas sem se preocupar com o colesterol. Eu pensava que o brasileiro só invejaria o povo inglês pelo o fato de o campeonato de futebol deles não parar no período de fim de ano – por ironia do destino, isso ocorreu aqui em 2020, como consequência da pandemia.

Mas as imagens dos idosos britânicos sendo imunizados foi só o começo. Agora, invejamos também os canadenses, norteamericanos, argentinos, mexicanos... É só dar F5 nos noticiários e um novo país apresenta o calendário de vacinação. Enquanto isso, o governo brasileiro continua receitando o negacionismo para conter a pandemia.

Sendo assim, segue a minha previsão: 2021 será o ano da inveja para nós. Fico na torcida para que seja uma inveja construtiva, se é que isso existe. É importante tornar esse sentimento ruim em algo útil. Depois de lamentar por não sermos neozelandeses, por exemplo, precisamos refletir sobre o que nos deixa tão longe da organização de outros países.

Uma dica: talvez a diferença passe pelo fato de termos uma liderança política que se preocupa mais em ser pitoresca do que em ser competente. Ter um presidente que “come pão de sal com leite condensado” e produz frases de tiozão do pavê pode não ser o melhor remédio contra uma pandemia. Tampouco ivermectina ou cloroquina.

Vamos lembrar disso em 2022. Pois, se 2021 será o ano da inveja, 2022 ainda pode ter salvação.


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 8/1/2021


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O 'casamento' de Martin Scorsese e DiCaprio de Eduardo Maretti
02. Mídia Ninja coloca o eixo em xeque de Humberto Pereira da Silva
03. Tempo vida poesia 1/5 de Elisa Andrade Buzzo


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2021
01. Eleições na quinta série - 17/9/2021
02. 20 contos sobre a pandemia de 2020 - 21/5/2021
03. Faça você mesmo: a história de um livro - 29/1/2021
04. Você é rico? - 23/4/2021
05. 2021, o ano da inveja - 8/1/2021


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Nunca desista de seus sonhos
Augusto Cury
Sextante
(2015)



O Capital no Século XXI
Thomas Piketty
Intrinseca



Era uma Vez... o Corpo Humano - a Visão
Diversos
Globo/ Planeta
(1995)



La Vita in 1/1000
Walter Leonardi
Edizioni Emozioni
(2022)



Contos
Machado de Assis
Ática
(2009)



Arariba Portugues 8° Ano - Guia de Estudos
Editora Moderna
Moderna
(2013)



Literatura Infantil - Estudos
Bárbara Vasconcelos de Carvalho
Lotus



Cidade do Sol
Khaled Hosseini
Nova Fronteira
(2007)



O Ônibus das Estrelas
Martin Oliver
Scipione
(2004)



A Pizza Literária
Sétima Fornada
Sobrames
(2002)





busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês