Pelo meio de Os Sertões | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto aborda riqueza da tradicional Festa da Carpição
>>> Canto dos Recuados - espetáculo musical mergulha na cultura afrobarroca
>>> Primeiro Roteiro
>>> Festival Cine Inclusão abre inscrições de curtas-metragens com o tema terceira idade
>>> Musical Guerra de Papel estreia dia 3 de setembro no Teatro Viradalata
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
>>> Poesia como Flânerie, Trilogia de Jovino Machado
>>> O mundo é pequeno demais para nós dois
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Verdadeiros infiltrados: em defesa de Miami Vice
>>> Assim ninguém leva meus livros
>>> Dia Marisa: todas as mulheres merecem
>>> O Filho da Noiva
>>> O rei nu do vestibular
>>> Selvageria Nunca Sai de Moda
>>> Você cumpre as promessas de final de ano?
>>> A cabeça de Steve Jobs
>>> O sublime Ballet de Londrina
>>> A vida subterrânea que mora em frente
Mais Recentes
>>> É Por Isso Que O Brasil Não Vai de Age pela Age (2021)
>>> Equinox de Jambo pela Jambo (2021)
>>> Planejamento e Organização do Turismo de Ivan Fernandes pela Campus Elsevier (2021)
>>> Equipes Campeãs - Potencializando o Desempenho de Sua Equipe de Sebrae pela Sebrae (2021)
>>> Star Wars - Império e Rebelião - o Fio da Navalha de Martha Wells pela Universo Geek (2017)
>>> O Cozinheiro do Rei D. João VI de Hélio Loureiro pela Planeta (2014)
>>> A Conspiração Colombo de Steve Berry pela Record (2014)
>>> Sobreviventes do Holandês Voador de Brian Jacques pela Bertrand Brasil (2008)
>>> O Efeito Medici de Frans Johansson pela Best Seller (2008)
>>> Era Uma Vez Uma Ponte... de Vivilendo pela Vivilendo (2021)
>>> Coaching de Relacionamentos a Dois de Ritah Oliveira pela Qualitymark (2017)
>>> Sensibilidade à Flor da Pele de Helena Polak pela Clube De Autores (2018)
>>> Fronteiras da Física - Vol II de Jucimar Peruzzo pela Clube De Autores (2019)
>>> Ervas Aromáticas de La Fonte pela La Fonte (2021)
>>> A Imprensa Entre Antígona e Maquiavel de Renato Janine Ribeiro pela Referencia (2016)
>>> Esboço Para Uma Teoria Das Emoções de Lpm pela Lpm (2021)
>>> Towards a Post-fordist Welfare State de Roger Burrows, Brian D Loader pela Routledge (1994)
>>> Pimenta Neves - uma Reportagem de Luiz Octavio de Lima pela Scortecci (2013)
>>> O Estado do Planeta de Carlos Gabaglia Pena pela Record (1999)
>>> Escassez De Razão de Liberdade pela Liberdade (2021)
>>> Escola De Vendas K.L.A de Ser Mais pela Ser Mais (2021)
>>> A Estratégia Do Oceano Azul de Kim Mauborgne pela Elsevier (2008)
>>> Confissões de um Vira-lata de Origenes Lessa - Orlando Pedroso pela Global (2012)
>>> ESocial. Você E Sua Empresa Estão Preparados? de Leader pela Leader (2021)
>>> Ensaios E Conferências de Vozes pela Vozes (2021)
COLUNAS

Quinta-feira, 12/12/2013
Pelo meio de Os Sertões
Carla Ceres

+ de 4000 Acessos

Alguns livros exigem tanto de seus leitores em termos de vocabulário, prática de leitura e bagagem cultural que chega a parecer pedantismo afirmar que gostamos deles. Isso acontece porque obras complexas costumam reunir, além se um seleto grupo de verdadeiros apreciadores, uma horda arrogante, que mal passou das primeiras páginas, mas jura ter lido, entendido e adorado cada vírgula.

O Ulisses, do escritor irlandês James Joyce, poderia disputar o record mundial na modalidade "reunião de falsos fãs". A literatura brasileira, porém, não deixa de contribuir com o fenômeno. Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa, e Os sertões, de Euclides da Cunha, já levaram muitos alunos do colegial à suspeita de que todo livro contendo "sertão" no título seja incompreensível e, como diria Euclides, aspérrimo. Certos professores, por sua vez, glorificam essas obras-primas das quais só conhecem trechos, resumos, versões simplificadas, adaptações para televisão, cinema ou quadrinhos.

Livros difíceis costumam deixar o leitor numa sinuca de bico. Se não leu, é um ignorante; se admite que começou a ler e desistiu, é burro; se diz que gostou, é mentiroso e/ou esnobe. Já passei por essas três situações com vários livros. Venho de uma família de leitores que me permitia pegar o que quisesse nas estantes de casa. Aos dez anos, saltei de Monteiro Lobato para A política, de Aristóteles. O aviso do meu pai foi "Esse livro é bom, mas você ainda vai precisar ler muitos outros antes de conseguir gostar dele. Claro que pode tentar ler agora, mas, se achar chato, troque por outro". Dito e feito: li um pouquinho, não entendi nada e guardei a filosofia pra depois, sem traumas.

Quem tentou enfrentar Os sertões e desistiu tem toda a minha simpatia porque fiz o mesmo algumas vezes, até entender que estava abordando a obra pelo trecho mais inóspito aos leitores modernos. O livro se divide em três partes: A terra, O homem e A luta. Começar pelo começo é pedir para desanimar. A terra parece mais um texto acadêmico a respeito do sertão do que um romance. Descreve em minúcias o relevo, o solo, a flora, a fauna, os ciclos das secas. Tudo muito novo e interessante para o leitor de 1902, ano em que Euclides lançou sua obra-prima.

Vale lembrar que, durante a Guerra de Canudos (1896-1897), nem o próprio exército brasileiro conhecia direito a região. A estrada do Calumbi, que encurtou em mais de um dia a marcha das tropas pelo sertão, só foi descoberta após milhares de mortes, graças a "informações de alguns vaqueiros leais". Acontece, porém, que o leitor atual vê imagens do semiárido nordestino desde a infância. Estudamos relevo, clima, vegetação e tipos humanos de todas as regiões do Brasil com a ajuda de filmes. Se quisermos saber como é um determinado traje típico, basta procurar na internet. Ninguém precisa descrevê-lo para nós nem nos explicar a função das peças que o compõem. Uma foto nos aviva a memória porque já vimos essas roupas em uso, em alguma telenovela regionalista ou de época.

Por esses e outros motivos, concordo com o antropólogo Darcy Ribeiro: "Para ler Os Sertões, salte a primeira parte, A Terra, ultrapassada, pretensiosa e chata, mas leia". Comece direto por O homem e vá se acostumando, aos poucos, com o estilo, o vocabulário e as teorias científicas atualmente descartadas que Euclides utilizou para contar a história da Guerra de Canudos.

Fiel à ciência de sua época mesmo diante de fatos que a contradiziam, o autor acreditava na existência de raças superiores e inferiores, bem como na de sub-raças retardatárias. Seu coração, porém, toma o partido dos sertanejos, "nossos patrícios retardatários", que, embora fanáticos e supersticiosos, demonstravam bravura, nobreza, inteligência, esperteza, força, lealdade e heroísmo. Encanta-se com os feitos dos jagunços "caçadores de exércitos" e ironiza os inúmeros erros das expedições militares que marcharam para combatê-los e falharam miseravelmente.

Mesmo começando pelo meio, Os sertões está longe de ser um livro fácil. Os termos técnico-científicos atrapalham; o texto, cheio de explicações dentro de explicações, desorienta; os superlativos eruditos desse escritor sapientíssimo tornam certas passagens acérrimas. Isso ainda não é motivo para desistir. A obra é excelente. Seria covardia abandoná-la sem luta. Além do mais, nós temos a internet, onde podemos, sem custo algum, ler o texto integral e, também, ouvi-lo em uma gravação LibriVox. Basta decidir por onde se deseja começar. Prefere ouvir desde o começo ou a partir de O homem (section 06)? Claro, nem todo mundo vai conquistar Os sertões, mas, se você já leu muitos livros, pode ser conquistado e se interessar até pela primeira parte.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros. http://carlaceres.blogspot.com/


Carla Ceres
Piracicaba, 12/12/2013


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres em 2013
01. Histórias de gatos - 4/4/2013
02. Um livro canibal - 9/5/2013
03. Em busca de cristãos e especiarias - 7/11/2013
04. Autodidatas e os copistas da vez - 7/2/2013
05. Brasileiros aprendendo em inglês - 17/1/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Osamu Tezuka 1975 1989 a Consagração do Gênio
Toshio Ban
Conrad do Brasil
(2003)



Manual de Direito Previdenciário Acidentes de Trabalho
Odonel Urbano Gonçalves
Atlas
(2001)



1001 Dúvidas de Portugês
José de Nicola e Ernani Terra
Saraiva
(1997)



Os Seis Livros da República - Livro Segundo - 1ª Edição
Jean Bodin
Ícone
(2011)



Dicionário Escolar-francês-português/português-francês
Roberto Alvim Corrêa
Mec
(1958)



Personalidade
Rotter
Interamericana
(1980)



O Caminho da Felicidade - Torne-se um Anjo na Terra - 1ª Edição
Ryuho Okawa
Irh Press do Brasil
(2017)



Casamento , Término & Reconstrução - 8ª Ed - Revista e Atualizada
Maria Tereza Maldonado
Integrare
(2009)



Qual É a Cor do Amor
Patrícia Senna e Emerson Pontes
Prazer de Ler
(2011)



O Machão
Harold Robbins
Circulo do Livro
(1974)





busca | avançada
80332 visitas/dia
2,6 milhões/mês