Em busca de cristãos e especiarias | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Evento de reinauguração da Praça do Centro de Convenções da Unicamp
>>> Oficina Som Entre Fronteiras está com inscrições abertas
>>> Projeto “Curtas de Animação” com estudantes da zona rural de Valinhos/SP
>>> Novos projetos do Festival de Dança de Joinville promovem atividades culturais para 120 alunos
>>> Toca do Morcego anuncia agenda primavera/verão 2022/2023
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Erik Satie
>>> Ronnie James Dio em 1983
>>> O Leão e o Unicórnio
>>> O outro Carpeaux
>>> Something that grows
>>> Façam suas apostas
>>> Tempo de aspargos
>>> No caso de a Dilma sair, quem assume?
>>> Return to the Little Kingdom, by Michael Moritz
>>> O que mais falta acontecer?
Mais Recentes
>>> Manifesto Comunista/ Teses de Abril de Marx e Engels pela Boitempo (2017)
>>> População Brasileira de Richard Gabriel Viviani pela Sistema Coc
>>> Katmandu e Outros Contos de Anna Maria Martins pela Global (2011)
>>> Os Ricos e Elegantes de Ruth Harris pela Record (1978)
>>> 1808 Como uma Rainha Louca, um Príncipe Medroso e uma Corte Corrupta.. de Laurentino Gomes pela Planeta (2008)
>>> Soa e Web Services Em Java de Cleuton Sampaio pela Brasport (2006)
>>> Manual da Arbitragem de Joel Dias e Figueira Junior pela Revista dos Tribunais (1997)
>>> O Que Você Pode Fazer para Tratar Dores e Ataques do Coração de Fernando B. Ximenes - Trad. pela Ediouro (1982)
>>> Achei Que Meu Pai Fosse Deus: e Outras Histórias Verdadeiras da Vida.. de Paul Auster (orgs.) pela Companhia das Letras (2005)
>>> Isaac Newton e Sua Maçã de Kjartan Poskitt pela Cia. das Letras (2002)
>>> Fugindo do Ninho de Richard Bach pela Record (1996)
>>> Santa Catarina: 100 Anos de História Vol. 2 o Livro de Celestino Sachet Sérgio Sachet pela Rbs (1998)
>>> Histórias Extraordinárias de Edgar Allan Poe pela Nova Cultural (2003)
>>> Desenhos e Gravuras de Abrahão Sanovicz pela Sesc (2016)
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto pela Objetivo (1995)
>>> Tempo do Desejo: Sociologia e Psicanálise de Heloisa Rodrigues F. e Outros Orgs pela Brasiliense (1989)
>>> Machu Picchu: Cidade Perdida dos Incas de Simone Waisbard pela Hemus
>>> S. Bernardo de Graciliano Ramos pela Record (2008)
>>> Um Minuto para Mim de Dr. Spencer Johnson pela Record (1987)
>>> Libertação Interior - a Escala Definitiva de Dr. Gerald Kushel pela Melhoramentos (1979)
>>> Ms-dos - Microcamp de Microcamp pela Alvear (2010)
>>> A Dieta Campbell de Thomas M. Campbell pela Gente (2015)
>>> Economic Survey Methods de John B. Lansing e Outros pela Isr
>>> 15 Dias de Oração Com Charles de Foucauld de Michel Lafon pela Paulinas (2011)
>>> Cálculo: Funções de uma Variável de Pedro A. Morettin/ Samuel Hazzan/ Wilton O. Bussab pela Métodos Quantitativos (1987)
COLUNAS

Quinta-feira, 7/11/2013
Em busca de cristãos e especiarias
Carla Ceres

+ de 5300 Acessos

Nada como um autor de livros de suspense para nos contar, em detalhes, todos os lances emocionantes de uma aventura que, em suas palavras, "figura ainda hoje entre os dois ou três maiores feitos navais da história da humanidade", a primeira viagem de Vasco da Gama às Índias. Membro da Society for the History of Discoveries, o escritor norte-americano Ronald J. Watkins estava morando em Portugal quando resolveu contribuir para que o mundo moderno reconhecesse o quanto sua formação se deveu ao impressionante feito português. Assim nasceu Por mares nunca dantes navegados: como Vasco da Gama abriu caminho para o Oriente.

A narrativa se inicia com Cristóvão Colombo voltando do descobrimento da América, a bordo de sua semidestroçada caravela, a Niña, e enfrentando uma tremenda tempestade para aportar em Portugal, país onde temia ser assassinado. Se não estivesse a ponto de naufragar, o futuro almirante jamais pensaria em confiar nos inimigos históricos de Castela e contar, primeiramente a eles, sobre sua suposta descoberta: o caminho para as Índias através do Ocidente.

Os temores de Colombo e sua crença sobre haver descoberto a Índia se mostraram infundados. Os Portugueses, que vinham se dedicando, há gerações, à descoberta de um caminho para o Oriente contornando a África, logo desconfiaram que o navegador encontrara terras novas, pois as mercadorias que de lá trouxera não se pareciam em nada com as preciosas especiarias.

Em 2005, Por mares nunca dantes navegados foi eleito o Livro do Ano pela Tribuna Portuguesa (Estados Unidos). Watkins se derrama em merecidos elogios à bravura do povo português e à obstinação de seus reis. Impressiona-se com o fato de um país pobre, cuja população raramente passava de um milhão de habitantes, ter construído o maior e mais duradouro dos impérios.

"Mesmo antes de Vasco da Gama ter chegado a Portugal, Manuel havia modificado seus títulos e acrescentado um globo a seu cetro. O rei, a partir de agora, deveria ser conhecido como 'Dom Manuel, pela graça de Deus rei de Portugal e do Algarve, deste lado do mar, e do outro lado, em África, Senhor da Guiné e da Conquista, da Navegação e do Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia.'"

Watkins ressalta que as naus portuguesas não foram de forma alguma as melhores embarcações da época. Os juncos chineses, por exemplo, eram de cinco e dez vezes maiores. Levavam rebanhos de animais para abate durante as viagens. Sobrava-lhes espaço, também, para o cultivo de ervas e legumes a bordo. Assim reduziam o risco do escorbuto.

Mesmo sabendo que os sintomas da doença se atenuavam com a ingestão de frutas frescas, os portugueses não tinham como conservá-las durante os meses seguidos que precisavam navegar longe do litoral. Em maior ou menor grau, todos os tripulantes adoeceram. Alguns simplesmente caíram mortos após um esforço qualquer. Tão apavorante quanto o escorbuto era o "tratamento" disponível.

"As gengivas dos atingidos pela doença inchavam e cresciam sobre os dentes, e eles ficavam com um hálito fétido. Os marinheiros usavam suas facas para cortar essa carne e então esfregavam urina nas gengivas que sangravam, um tratamento repetido várias vezes, conforme os efeitos da doença aumentavam."

Estima-se que apenas um terço dos tripulantes tenha sobrevivido à viagem. Além das vítimas do escorbuto, muitos morreram em lutas contra os muçulmanos e nativos africanos de outras religiões. Os conflitos com os "mouros", nome que os portugueses davam aos muçulmanos em geral, renderam até uma batalha naval e vários sequestros. Os navios árabes usados no Índico também mereciam respeito. Vasco da Gama e seus homens examinaram um deles. Em termos de mapas e instrumentos de navegação, os mouros nada ficavam a dever aos cristãos e, talvez, até fossem superiores. Uma vantagem inegável era que "transportavam seu suprimento de água em tanques de madeira, um sistema que os portugueses logo viriam a adaptar".

Além de buscar as fontes das especiarias e todas as riquezas advindas de seu comércio, os portugueses procuravam reinos cristãos que os ajudassem em sua luta contra os mouros. Dom Manuel, em carta enviada aos reis da Espanha, Fernão e Isabel, para contar-lhes da descoberta do caminho para as Índias, afirmou: "Haverá uma oportunidade de destruir os mouros daquelas partes".

Cristóvão Colombo acreditou, até o fim da vida, ter descoberto o caminho para a Índia. Já os portugueses, que lá estiveram e se deslumbraram com suas riquezas, acreditaram ter encontrado cristãos simpatizantes no Oriente. Só em viagens posteriores, perceberam que "Krishna" não era uma forma diferente de dizer "Cristo" e que aqueles "cristãos" amistosos eram, na verdade, hindus.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros. http://carlaceres.blogspot.com/


Carla Ceres
Piracicaba, 7/11/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As fezes da esperança de Luís Fernando Amâncio
02. Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg de Jardel Dias Cavalcanti
03. Moro no Morumbi, mas voto em Moema de Julio Daio Borges
04. O bosque inveterado dos oitis de Elisa Andrade Buzzo
05. 4 filmes sobre publicar livros de Ana Elisa Ribeiro


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres em 2013
01. Histórias de gatos - 4/4/2013
02. Um livro canibal - 9/5/2013
03. Em busca de cristãos e especiarias - 7/11/2013
04. Autodidatas e os copistas da vez - 7/2/2013
05. Brasileiros aprendendo em inglês - 17/1/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cozinhas da Itália - Toscana Florença
Vários Autores
Gold
(2011)



Desejo de Pintar e Outros Poemas Em Prosa: de Charles Baudelaire
Charles Baudelaire
Noovha America
(2008)



Livro - O Médico e o Monstro - Clássicos
Robert Louis Stevenson
Penguin / Companhia
(2015)



Desesterro
Sheyla Smanioto
Record
(2015)



Dor de Cabeça - o Que Ela Quer Com Você?
Dr. Mario Peres
Integrare
(2008)



Livro - A Última Viagem - Quando o Barco Atracou, um dos Passageiros...
Charles Martell
Nova Cultural
(1990)



Triste Fim de Policarpo Quaresma - Serie Bom Livro ( 1987)
Lima Barreto
Ática
(1987)



Paz na Terra
Richard Simonetti
ceac
(1998)



Balanced Scorecard e a Gestão Estratégica / 10ª Ed
Emilio Herrero
Elsevier / Campus
(2005)



Porque Não Mais Que Sete?
Lurdes Gonçalvez
Orientação Cultural
(1984)





busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês