Um livro canibal | Carla Ceres | Digestivo Cultural

busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Carma & darma
>>> Sultão & Bonifácio, parte II
>>> Ensaio autobiográfico, de Jorge Luis Borges
>>> O código dos gênios
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Blogs roubam audiência
>>> O enigma da 21ª letra
>>> Crise dos 40
>>> Marcelotas
Mais Recentes
>>> Livro A Maldição do Titã de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> Livro Se Eu Ficar de Gayle Forman pela Novo Conceito (2019)
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2013)
>>> Saudável aos 100 Anos de John Robbins pela Fontanar (2009)
>>> Chico Buarque Letra e Música - 2 Volumes de Chico Buarque de Hollanda pela Companhia das Letras (1989)
>>> Songbook Caetano Veloso - Vol. 2 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Songbook Bossa Nova - Vol. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Médio Dicionário Aurélio de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira pela Nova Fronteira (1980)
>>> Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa de Antônio Geraldo da Cunha pela Nova Fronteira (1982)
>>> Dolce Casa - Manuale Di Sopravvivenza Domestica de Grazia Dominici pela La Spiga (1984)
>>> Meu Mundo Caiu. a Bossa e a Fossa de Maysa. a Bossa e a Fossa de Maysa de Eduardo Logullo pela Novo Século (2007)
>>> Haroldo Costa de Vários Autores pela Rio (2003)
>>> Cancioneiro Popular Português e Brasileiro de Nuno Ctharino Cardoso pela Portugal-brasil Ltda (1921)
>>> Retratos - Dadá Cardoso de Dada Cardoso pela Avatar (1999)
>>> A Informação no Rádio de Gisela Swetlana Ortriwano pela Summus Editorial (1985)
>>> Yes, nos Temos Bananas - História e Receitas de Heloisa de Freitas Valle; Márcia Masca pela Senac São Paulo (2003)
>>> Manual de Modelismo de Albert Jackson; David Day pela Hermann Blume (1981)
>>> Madeira-mamoré. Patrimônio da Humanidade de Hércules Góes pela Ecoturismo (2005)
>>> Uma História de Agendas de João Rothschild pela Ernesto Rothschild (1990)
>>> Estética. La Cuestion del Arte de Elena Oliveras pela Aemecé (2007)
>>> Conheça o Pantanal de Nicia Wendel de Magalhães pela Terragraph (1992)
>>> Corpo de Baile de João Guimarães Rosa pela José Olympio (1956)
>>> Línguas de Fogo. Ensaio Sobre Clarice Lispector de Claire Varin pela Limiar (2002)
>>> Pedagogia Diferemciada : das Intenções à Ação de Philippe Perrenoud pela Artmed (2000)
>>> Um General na Biblioteca de Italo Calvino pela Companhia das Letras (2007)
COLUNAS

Quinta-feira, 9/5/2013
Um livro canibal
Carla Ceres

+ de 6300 Acessos

Quem se interessa por cinema e literatura contemporânea já deve ter se encantado com As Aventuras de Pi (Life of Pi) em forma de filme e/ou do livro que lhe deu origem. Os mais curiosos também leram Max e os Felinos, novela de Moacyr Scliar da qual o escritor Yann Martel se alimentou para escrever seu romance. Ainda assim, deixo aqui um aviso: este texto está infestado de spoilers.

Nenhuma das discussões sobre plágio ou não plágio pode se pretender mais conclusiva do que a admirável atitude de Moacyr Scliar sobre o assunto. O escritor gaúcho agiu com dignidade, enquanto Martel, por arrogância, manchou o próprio nome. O que importa agora é fazer justiça ao livro de Martel, uma obra grandiosa a despeito da desonestidade intelectual de seu criador. Sim, As aventuras de Pi é um romance canibal que se alimenta de inúmeras outras obras como a Bíblia; o Bhagavad Gita; O Relato de Arthur Gordon Pym, de Edgar Allan Poe; Moby Dick, de Herman Melville, livros de filosofia, misticismo e muitas outras fontes exaustivamente pesquisadas nas áreas de navegação e biologia, com especial ênfase à etologia que, como diz o Michaelis, é uma "parte da ecologia que trata dos hábitos dos animais e da acomodação dos seres vivos às condições do ambiente".

Yann Martel estava se afogando em um mar de influências desconexas, algo muito fácil de acontecer a um escritor culto e viajado que se interessa por filosofia e religiões. Ele não conseguia transformar seus conhecimentos em uma embarcação capaz de salvá-lo da falta de ideias originais, as únicas aptas a flutuar e sobressair-se diante da mesmice editorial. Por sorte, deparou-se com um escaler vindo de um país exótico. A pequena embarcação em forma de novela abrigava um jovem náufrago chamado Max e um jaguar. Martel agarrou-se a ela e transformou-a em um transatlântico através de trabalho árduo de pesquisa e composição.

As Aventuras de Pi é um belo ecossistema literário, semelhante à ilha carnívora onde Pi e Richard Parker se abrigam por um tempo, mas de onde acabam por fugir. Sua originalidade está na seleção e composição de influências e empréstimos. O próprio nome de Richrd Parker é um exemplo disso. O autor confirma que encontrou esse nome em outras três histórias de canibalismo no mar. Em O relato de Arthur Gordon Pym (The Narrative of Arthur Gordon Pym of Nantucket, 1838), romance de Edgar Allan Poe que influenciou Herman Melville a escrever Moby Dick, Richard Parker é o nome de um dos marinheiros amotinados que estão sob a liderança do malévolo cozinheiro do navio. (Pois é, um cozinheiro sanguinário como o cozinheiro do Tsimtsum, navio que afunda com a família de Pi.) Arthur Gordon Pi, quero dizer Pym, seus dois amigos e seu cachorro chamado Tigre vencem o cozinheiro e aceitam Richard Parker em seu grupo que agora se encontra sem comida, no meio do mar. À beira da morte, Parker sugere que os quatro sobreviventes façam um sorteio para decidir quem deveria morrer para servir de alimento aos demais. Pym/Pi se horroriza com a ideia, mas os outros o convencem. Parker se dá mal no sorteio e termina devorado.

Martel admite que se inspirou em Poe, mas salienta que O relato de Arthur Gordon Pym está longe de ser uma obra-prima. Atitude semelhante à que tomou em relação a Moacyr Scliar, lamentando que "uma ideia tão boa" como a da parte central de Max e os felinos "tivesse sido estragada por um escritor menor". Essa arrogância é típica dos grandes arranjadores de ideias alheias. Mas voltemos a Richard Parker.

Em 1884, a vida real se encarregou de plagiar Poe. O iate Mignonette afundou deixando quatro tripulantes à deriva num bote salva-vidas. Entre eles estava um jovem camareiro órfão chamado Richard Parker. O rapaz bebera água do mar a despeito das recomendações em contrário e estava passando muito mal. Todos estavam sem água e comida há muitos dias. Alguém teve a ideia de fazer um sorteio para decidir quem seria sacrificado. A sugestão não foi aceita. Dois dos marinheiros decidiram matar Parker e assim o fizeram enquanto o náufrago que se opôs a esse crime virou o rosto para não ver. Na manhã do dia seguinte, enquanto estavam todos "tomando o café da manhã", os sobreviventes foram salvos por um navio e levados a julgamento por assassinato e canibalismo.

Em 1846, antes do caso do Mignonette, o nome Richard Parker já aparece relacionado a um naufrágio real, talvez seguido de canibalismo. O navio Francis Spaight afunda e os sobreviventes devoram o aprendiz Richard Parker. Martel reparou nas coincidências e assim escolheu o nome de seu tigre. Alguém já disse que copiar uma obra de arte é plágio, mas copiar muitas é talento. Yann Martel não é tolo a ponto de copiar literalmente, mas tem o talento de construir um belo panteão sob a influência de suas musas menosprezadas.

Nota do Editor
Carla Ceres mantém o blog Algo além dos Livros.


Carla Ceres
Piracicaba, 9/5/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O regresso, a última viagem de Rimbaud de Eugenia Zerbini
02. Televisão versus Internet: a disputa desnecessária de Marcelo Maroldi
03. Cinema brasileiro em debate de Daniela Castilho
04. De volta aos primórdios da imprensa no Brasil de Aline Pereira
05. Manet no Rio de Janeiro de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Carla Ceres
Mais Acessadas de Carla Ceres em 2013
01. Histórias de gatos - 4/4/2013
02. Um livro canibal - 9/5/2013
03. Em busca de cristãos e especiarias - 7/11/2013
04. Autodidatas e os copistas da vez - 7/2/2013
05. Brasileiros aprendendo em inglês - 17/1/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Pesquisa Sobre Evolução dos Aluguéis
Neurb; Puc Rj
Neurb; Puc Rj
(1978)



El Dominio Maritimo del Estado Sobre La Zona Economica Exclusiva
D. José Luis de Azcarraga y Bustamante
Real Academia de Jurisprudenci
(1983)



Vamos para Casa: uma História de Amor
Maria do Carmo Lima de Rezende (dedicatória)
7letras
(2004)



O Projeto Dragão
Rubens Teixeira Scavone
Scipione
(1988)



Spain & Portugal (glovebox Atlas)
Automobile Association
Automobile Association
(1998)



Os 350 Melhores Restaurantes do Rio de Janeiro: Guia Gastronômico
André Luiz Pereira da Silva (capa Dura)
Caras
(2003)



El Concepto de Clases Sociales de Marx a Nuestros Dias
Georges Gurvitchi
Nueva Vision
(1957)



Manual de Termos Técnicos do Comércio Exterior e Transportes Marítimos
Abinael Morais Leal
Tempo
(1996)



O Nascimento da Terra
Roselis Von Sass
Ordem do Graal na Terra
(1990)



Praga Judia
Marie Vitochová, Jindrich Kejr e Miloslav Husek
Jitka Kejrová (praga)
(2004)





busca | avançada
87666 visitas/dia
2,7 milhões/mês