Sultao & Bonifacio, parte II | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
81512 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
>>> Clássicos da Literatura Unesp ganha mais cinco títulos
>>> Bertolt Brecht inspira ÉPICO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Desligando o Cartoon Network
>>> Simonal e O Pasquim: nem vem que não tem
>>> O Free, de Chris Anderson
>>> Cioran e a arte da provocação
>>> A man in full
>>> Maultaschen no Bier & Mais
>>> Sobre o caso Idelber Avelar
>>> O desconhecido do MSN
>>> Pizzaria São Paulo
>>> Mais jornais morrendo
Mais Recentes
>>> Sobre Direçao de Cinema de David Mamet pela Civilização Brasileira (2010)
>>> O Cinema e a Encenação de Jacques Aumont pela Texto & Grafia (2008)
>>> Técnicas de Edição para Cinema e Vídeo de Ken Dancyger pela Campus (2003)
>>> Num Piscar de Olhos de Walter Murch pela Zahar (2004)
>>> Produção de Imagem e Som de Jan Roberts Breslin pela Campus (2009)
>>> A Verdade de Cada Um de Amir Labaki (org.) pela Cosac & Naif (2015)
>>> Introdução ao Documentário de Bill Nichols pela Papirus (2007)
>>> Projeto Presente - Língua Portuguesa 4º Ano de Vaz, Elody Nunes Moraes & Rosângela Veliago pela Moderna (2015)
>>> Projeto Presente - História 4º Ano de Ricardo Dreguer & Cássia Marconi pela Moderna (2015)
>>> Projeto Presente - Geografia 4º Ano de Neuza Sanchez Guelli & Cíntia Nigro pela Moderna (2015)
>>> Assassinato sem Memória de Sérgio Bandeira de Mello pela Razão Cultural (2000)
>>> O Fado de Rudi de Jair Lisboa pela Jl (2016)
>>> Recordes do Homem - 101 Recordes de Mônica Sánches Peréz pela Ciranda Cultural (2014)
>>> 11 in Campo - Racconti Di Calcio Brasiliano de Roberta Fregonese e Paola Vallerga Traduzione pela E/o (1998)
>>> Projeto Presente - Matemática 4º Ano de Luiz Márcio Imenes, Marcelo Lellis & Estela Milani pela Moderna (2015)
>>> Alex Rider Contra Stormbreaker de Anthony Horowitz pela Publifolha (2003)
>>> Meia Culpa de Leda Miranda Huhne pela Uapê (1999)
>>> A Queima Roupa de Greg Rucka pela Landscape (2003)
>>> Histórias para Contar, Amigos para Encontrar 1950 - 1979 de Ana Paula Soares pela Aeita (2012)
>>> Anjo da Morte - Horas Em Suspense de James Anderson pela Francisco Alves (1979)
>>> O Último Verão de Copacabana de Sonia Coutinho pela José Olympio (1985)
>>> O Gerente e o Estresse - Faça o Estresse Trabalhar para Você de Karl Albrecht pela Zahar (1988)
>>> Clube de Matemática: Jogos Educativos 1 de Mônica Soltau da Silva pela Papirus (2010)
>>> Gertrudes e Cláudio de John Updike pela Companhia das Letras (2001)
>>> Retrato de um Casamento - Com Ilustrações de Nigel Nicolson pela Nova Fronteira (1973)
>>> Projeto Presente - Ciências Naturais 4º Ano de Lilian Bacich, Célia R. Carone & Edilson A. Pichiliani pela Moderna (2015)
>>> Mulheres Poderosas no Trabalho de Elizabeth Hilts pela Academia (2013)
>>> Contos Brasileiros 2 - para Gostar de Ler 9 de Clarice Lispector e Outros pela Ática (2005)
>>> Fogo-fátuo de Patrícia Melo pela Rocco (2014)
>>> A Matemática Através de Brincadeiras e Jogos de Ivana V. D. Aranão pela Papirus (2004)
>>> Matemágica - Historia, Aplicações e Jogos de Fausto Arnald Sampaio pela Papirus (2005)
>>> Plano de ataque de Ivan Sant pela Objetiva (2021)
>>> A seta do tempo de Martin amis pela Rocco (1991)
>>> Abraçou-o e o Cobriu de Beijos - Lectio divina sobre a parábola do pai misericordioso de Marko Ivan Rupnik pela Paulinas (2005)
>>> Le Guide des Égarés de Moïse Maïmonide pela Rieder (1930)
>>> Primeiros Passos 126 - O Que é Aborto de Danda Prado pela Brasiliense (1991)
>>> Revista arquitetura & construçao--fevereiro de 2005--telhado sem erro. de Abril pela Abril (2005)
>>> Arquitetura & construçao--fevereiro de 2007--65 opçoes de pisos. de Abril pela Abril (2007)
>>> Revista arquitetura & construçao--junho de 2007--luxo & basico de Abril pela Abril (2007)
>>> Revista arquitetura & construçao--outubro de 2006--estrutura de madeira. de Abril pela Abril (2006)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2012--reformas 32+20 de Abril pela Abril (2012)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2007--morar em apartamento. de Abril pela Abril (2007)
>>> Arquitetura & construçao--junho de 2006--telhas de Abril pela Abril (2006)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2005--piso de madeira de Abril pela Abril (2005)
>>> Revista arquitetura & construçao--janeiro de 2006--casas pequenas de Abril pela Abril (2006)
>>> Coleção Grandes Impérios e Civilizações - 17 Volumes de Del Prado pela Del Prado
>>> Coleção História em Revista - 25 Volumes (COMPLETA) de Time Life e Abril Livros pela Time Life
>>> Álgebra Linear de Alfredo Steinbruch - Paulo Winterle pela Makron (1987)
>>> Um Curso de Cálculo 1 de Hamilton Luiz Guidorizzi pela Ltc (1995)
>>> Marketing Ambiental de Reinaldo Dias pela Atlas (2007)
COLUNAS

Quarta-feira, 13/3/2013
Sultão & Bonifácio, parte II
Guilherme Pontes Coelho

+ de 3000 Acessos

(Parte I)

Sultão é o gato de estimação de Brás Cubas. Ele leva o dono no dorso primeiro à origem e depois ao final dos séculos, galopando à velocidade da luz. Não é exatamente Sultão a cavalgadura, é um hipopótamo. É Sultão transfigurado em hipopótamo, porque a tal viagem é um delírio do acamado Cubas, doente e moribundo. Esta é a única aparição do felino no romance Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis. Sempre me pergunto por que Sultão, sendo bicho de estimação, não aparece em nenhum outro episódio das memórias do defunto autor.

Para tentar entender, ou pelo menos explicitar, ou mesmo escancarar esta ausência, vejamos este outro gato literário, de outro herói literário.

Ele se chamava Bonifácio. Teve outros apelidos, carimbados nele de acordo com as fases vividas naturalmente por um gato burguês e bem nutrido. Bonifácio era um gato angorá, uma raça doméstica nascida na Turquia, obviamente na capital Ancara. Uma raça bonita, de pelagem branca, com alta incidência de heterocromia (olhos de cores diferentes). Bonifácio era português, nascido na região norte de Portugal, mais especificamente em Santa Olávia, uma quinta (fictícia, se não me engano) do seu proprietário às margens do Douro. Aqui está a primeira menção à sua pessoa:

Este pesado e enorme angorá, branco com malhas louras, era agora (desde a morte de Tobias, o soberbo cão de S. Bernardo) o fiel companheiro de Afonso. Tinha nascido em Santa Olávia, e recebera então o nome de Bonifácio: depois, ao chegar à idade do amor e da caça, fora-lhe dado o apelido mais cavalheiresco de D. Bonifacio de Calatrava: agora, dorminhoco e obeso, entrara definitivamente no remanso das dignidades eclesiásticas, e era o Reverendo Bonifácio...

O Afonso mencionado é ninguém menos que um dos maiores personagens já criados pela literatura universal, o colossal Afonso da Maia, patriarca da família Maia, do romance Os Maias, de Eça de Queiroz, publicado em 1888. Ao contrário do Sultão de Cubas, o Bonifácio de Afonso é uma das dramatis personae do romance. Se, por algum acaso, um copidesque perverso alterasse a redação do romance de Machado de Assis, Sultão poderia não fazer falta. A letra original diz:

"(...) o hipopótamo que ali me trouxera, e que aliás começou a diminuir, a diminuir, a diminuir, até ficar do tamanho de um gato. Era efetivamente um gato. Encarei-o bem; era o meu gato Sultão, que brincava à porta da alcova, com uma bola de papel..."

Mas poderia dizer: "Era efetivamente um gato, que brincava à porta da alcova, com uma bola de papel...", e não haveria mais Sultão, nem falha alguma no romance. O mesmo não se poderia fazer com Bonifácio. Em termos de importância e de exposição, a pessoa de Sultão é menor que, digamos, às de Rosenkrantz e Guildenstern, em Hamlet, bem menor; mas a infeliz dupla dinamarquesa, por sua vez, não é nada, nos mesmos termos, perto de Bonifácio.

Eu não me aborreço com Machado de Assis por ter usado Sultão como artifício para fechar o delírio do qual seu personagem estava saindo. O hipopótamo é um animal visualmente histriônico e grotesco, perfeito para servir de montaria a um Cubas delirante, mas a transfiguração do hipopótamo num gato, que brincava com uma prosaica bolinha de papel, é uma manobra de continuísmo literário. Só que eu não me aborreço com Machado de Assis por isso. O que me deixa intrigado é Brás Cubas ter ocultado sua relação com o gato. Por que isso?

Voltemos ao contraexemplo.

A primeira aparição de Bonifácio no romance Os Maias é quando conhecemos o monumental Afonso da Maia, nos pés de quem Bonifácio costumava ficar enrolado, enquanto o Afonso lia, ao ar livre, gente como Voltaire e Rousseau. Bonifácio é o "fiel companheiro" do viúvo Afonso, e é como se um só tivesse ao outro. Pedro da Maia, o filho, está morto. Carlos Eduardo, o neto, estudando e curtindo a vida em Lisboa, ao lado de João da Ega. Vilaça, o procurador dos Maias (faz-tudo), é um empregado, que vai a todo canto. O gato faz parte de Santa Olávia, a quinta-refúgio da família e fará parte do Ramalhete, o trágico e "sombrio casarão de paredes severas" que "os Maias vieram habitar em Lisboa, no outono de 1875".

Havia, no Ramalhete, vários eventos, dos quais o gato fazia parte. Mr. Theodore é o chef francês do Ramalhete. Afonso era exigente com as refeições, e os almoços em família eram eventos demorados e requintados, dos quais o gato participava, à sua maneira:

O reverendo Bonifácio, que desde que se tornara dignitário da Igreja comia com os senhores, lá estava já, majestosamente sentado sobre a alvura nevada da toalha, à sombra de algum grande ramo. Era ali, no aroma das rosas, que o venerável gato gostava de lamber, com o seu vagar estúpido, as sopas de leite servidas num covilhete de Strasburgo, depois agachava-se, traçava por diante do peito a fofa pluma da sua cauda, e, de olhos cerrados, os bigodes tesos, todo ele uma bola entufada de pelo branco malhado de ouro, gozava de leve uma sesta macia.

A propósito das sestas, Bonifácio era como um mestre na arte:

"Numa facha oblíqua de sol, sobre o tapete, o Reverendo Bonifácio, enorme e fofo, dormia de leve a sua sesta."

Outra cena:

"Aí [no escritório de Afonso] ardia um lume alegre, a que o reverendo Bonifácio se deixava torrar, enrolado sobre a pele de urso."

Mais outra:

"...as peles de urso onde o Reverendo Bonifácio, espapado, torrava ao calor, ronronava de gozo."

Que vida este gato teve!

(Parte III)


Guilherme Pontes Coelho
Águas Claras/Brasília, 13/3/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Soluções geniais para a escola e a educação de Ana Elisa Ribeiro
02. Filosofia de boteco de Adriana Baggio


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2013
01. Dreadlocks - 2/1/2013
02. Sultão & Bonifácio, parte I - 27/2/2013
03. Superficiais - 30/1/2013
04. Sultão & Bonifácio, parte IV - 27/3/2013
05. Sultão & Bonifácio, parte II - 13/3/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS SABORES DA BORGONHA
EMMANUEL BASSLEIL
SENAC
(2007)
R$ 10,00



INSTRUÇÕES PSICOFÔNICA
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
FEB
R$ 10,00



O NEGOCIADOR
FREDERICK FORSYTH
RECORD
(1989)
R$ 10,00



CRISE DO ESTADO E RETOMADA DO DESENVOLVIMENTO
J.P. REIS VELLOSO
JOSÉ OLYMPIO
(1992)
R$ 10,00



PERESTROIKA NOVAS IDÉIAS PARA O MEU PAÍS E O MUNDO
MIKHAIL GORBACHEV
BEST SELLER
(1987)
R$ 10,00



ASCENSÃO E QUEDA DO III REICH VOL. 4 - 10407
WILLIAM L. SHIRER
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1962)
R$ 10,00



AS ORDENANÇAS DE CRISTO NAS CARTAS PASTORAIS
ELINALDO RENOVATO DE LIMA
CPAD
(2015)
R$ 10,00



UMA ÚLTIMA VEZ - 2465
JOHN EDWARD
EDIOURO
(2001)
R$ 10,00



RESPOSTAS MILENARES PARA OS TEMPOS MODERNOS
SRILA ATULANANDA ACHARYA
SEVA
(2013)
R$ 10,00



CHICO BUARQUE DE HOLLANDA LITERATURA COMENTADA
ADÉLIA BEZERRA DE MENESES BOLLE
ABRIL EDUCAÇÃO
(1980)
R$ 10,00





busca | avançada
81512 visitas/dia
2,4 milhões/mês