Sultão & Bonifácio, parte IV | Guilherme Pontes Coelho | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
Mais Recentes
>>> O Ponto de Mutação de Fritjof Capra pela Círculo do Livro (1990)
>>> Plexus de Henry Miller pela Record (1967)
>>> Uma Questão de Fé de Jodi Picoult pela Planeta (2008)
>>> Vivendo seu Amor de Carolyn Rathbun Sutton e Ardis Dick Stenbakken (compilação) pela Casa Publicadora Brasileira (2017)
>>> O Significado da Astrologia de Elizabeth Teissier pela Bertrand (1979)
>>> Um amor de gato de Glenn Dromgoole pela Publifolha (2002)
>>> Origami & Artesanato em Papel de Paul Jackson & Angela A'Court pela Edelbra (1995)
>>> Gestão de Pessoas de Idalberto Chiavenato pela Campus (2010)
>>> Album de família de Danielle Stell pela Record
>>> Passageiros da ilusão de Danielle Stell pela Record (1988)
>>> Casa forte de Danielle Stell pela Record
>>> Segredo de uma promessa de Danielle Stell pela Record
>>> Enquanto o amor não vem de Iyanla Vanzant pela Sextante (1999)
>>> Relembrança de Danielle Stell pela Record
>>> O Egypto de Eça de Queiroz pela Porto (1926)
>>> Momentos de paixão de Danielle Stell pela Record
>>> Um desconhecido de Danielle Stell pela Record
>>> Uma vez só na vida de Danielle Stell pela Record
>>> O apelo do amor de Danielle Stell pela Record (1983)
>>> Agora e sempre de Danielle Stell pela Record (1985)
>>> O Princípio Constitucional da Igualdade e o Direito do Consumidor de Adriana Carvalho Pinto Vieira pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Histórias Anunciadas de Djalma França pela Decálogo/ belo Horizonte (2003)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Senado Federal pela Senado Federal (2006)
>>> Eterna Sabedoria de Ergos pela Fraternidade Branca Universal do Arcanjo Mickael (1974)
>>> Leasing Agrário e Arrendamento Rural como Opção de Compra de Lucas Abreu Barroso pela Del Rey/ Belo Horizonte (2001)
>>> Contratos Internacionais de Seguros de Antonio Marcio da Cunha Guimarães pela Revista dos Tribunais (2002)
>>> Amor de Perdição / Eurico, o Presbítero de Camilo Castelo Branco / Alexandre Herculano pela Círculo do livro (1978)
>>> Carajás de Paulo Pinheiro pela Casa Publicadora Brasileira (2007)
>>> Menopausa de Diversos pela Nova Cultural (2003)
>>> Guia de Dietas de Diversos pela Nova Cultural (2001)
>>> Seguros: Uma Questão Atual de Coordenado pela EPM/ IBDS pela Max Limonard (2001)
>>> O Significado dos Sonhos de Diversos pela Nova Cultural (2002)
>>> A Dieta do Tipo Sanguíneo - A B O AB de Peter J. D'Adamo pela Campus (2005)
>>> Cem Noites - Tapuias de Ofélia e Narbal Fontes pela Ática (1982)
>>> Direito do Trabalho ao Alcance de Todos de José Alberto Couto Maciel pela Ltr (1980)
>>> Manon Lescaut de Abade Prévost pela Ediouro (1980)
>>> A Reta e a Curva: Reflexões Sobre o Nosso Tempo de Riccardo Campa (com) O. Niemeyer (...) pela Max Limonard (1986)
>>> Introdução às Dificuldades de Aprendizagem de Vítor da Fonseca pela Artes Médicas (1995)
>>> Dos Crimes Contra a Propriedade Intelectual: Violação... de Eduardo S. Pimenta/ Autografado pela Revista dos Tribunais (1994)
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Ática (1988)
>>> A Voz do Mestre de Kahlil Gibran pela Círculo do livro (1973)
>>> O Jovem e seus Assuntos de David Wilkerson pela Betânia (1979)
>>> Emília no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1978)
>>> The Art Direction Handbook for Film de Michael Rizzo pela Focal Press (2005)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Melhoramentos (1963)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (1983)
>>> Filosofia do Espírito de Jerome A. Shaffer pela Zahar (1980)
>>> Muito Além das Estrelas de Álvaro Cardoso Gomes pela Moderna (1997)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2011)
>>> É Fácil Jogar Xadrez de Cássio de Luna Freire pela Ediouro (1972)
COLUNAS

Quarta-feira, 27/3/2013
Sultão & Bonifácio, parte IV
Guilherme Pontes Coelho

+ de 2900 Acessos

(Parte I, Parte II e Parte III)

Se o gato de Brás Cubas, Sultão, é um nome mencionado apenas uma vez em todo o romance Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, Bonifácio, o gato de Afonso da Maia, é um dos personagens integrantes da narrativa de Os Maias, de Eça de Queiroz. O gato é o fiel companheiro do patriarca Afonso, é querido por Carlos da Maia, João da Ega e por todos os frequentadores do Ramalhete, o casarão dos Maias em Lisboa, do qual o gato é um dos integrantes perpétuo, um lugar de debates, jogos e leituras, com almoços e jantares preparados por chefs franceses.

Já vimos como Bonifácio vive no Ramalhete. À época da história do romance, a partir de 1875, o gato já é o Reverendo Bonifácio, um gato gordo e dorminhoco, comilão e lento, inseparável de Afonso. Já o vimos curtindo suas sestas ao sol, sobre sua pele de urso, após os almoços lendários, dos quais fazia parte. Já o vimos, sempre ao colo de Afonso, entre os homens nas rodas de conversa, das quais participavam o conde Steinbroken, o Dom Diogo, o general Siqueira, o inglês Craft, o procurador Vilaça, o marquês de Souzelas, o músico Cruges, o sempre incrível João da Ega, o principesco Carlos da Maia, o poeta Alencar e, às vezes, o idiota do Damaso. Uma cena, agora inteira, do Reverendo Bonifácio entre seus pares:
A essa hora Ega acordava no bilhar, ainda estirado na poltrona onde o cansaço o prostrara. Bocejando, estremunhado, arrastou os passos até ao escritório de Afonso. Aí ardia um lume alegre, a que o Reverendo Bonifácio se deixava torrar, enrolado sobre a pele de urso. Afonso fazia a partida de whist com Steinbroken e com o Villaça: mas tão distraído, tão confuso, que já duas vezes D. Diogo, infeliz e irritado, rosnara que se a dor de cabeça assim o estonteava melhor seria findarem!

Já o vimos nas conversas iniciais entre os apaixonados Carlos Eduardo e Maria Eduarda, ela, começando a conhecer a intimidade do enamorado, imaginando, a partir das palavras de Carlos, entre outras coisas, as excentricidades do Ega, as paisagens de Santa Olávia e, é claro, o próprio Reverendo Bonifácio.

O gato só voltará a estar na mesma página que Maria Eduarda muito depois. Quando estiveram juntos sobre o papel pela primeira vez, Maria estava no início de seu enamoramento por Carlos, enamoramento recíproco. Ela era "mulher" de Castro Gomes, um brasileiro rico, e tinha uma filha, com o cafonérrimo nome de Rosicler, mas tratada por Rosa. O primeiro contato de fato entre Carlos e Maria se deu por conta de Rosa, que adoeceu, e por isso Carlos, que era médico, foi chamado. A doença da menina era o que ambos precisavam, o argumento legítimo para o solteiro Carlos poder frequentar os Castro Gomes. Depois, com Rosa já curada, era a vez da governanta inglesa, Sara, que cuidava de Rosa, adoecer. Carlos não sairia mais de perto de Maria. Tudo caminhava para o que já estava anunciado desde o momento em que os Castro Gomes apareceram na história, ou, a depender do ângulo sob o qual se olhe, desde que Carlos e Maria nasceram.

Os Maias é dividido em duas partes. A primeira é a biografia do clã, e narra uma série de "episódios da vida romântica", subtítulo do romance, a começar pela desgraça de Pedro da Maia, filho de Afonso, que se mata quando sua mulher, Maria Monforte, foge com um italiano, levando consigo a filha do casal e deixando para Pedro o caçula ainda bebê, Carlos. Com a mãe foragida e o pai morto, Carlos é criado em Santa Olávia (mesmo lugar onde nasceu Bonifácio) e educado à inglesa, muito exercício físico e pouca religião, da maneira como Afonso gostaria de ter educado seu filho Pedro. Carlos cresceu forte e foi para Lisboa estudar medicina. Conheceu na universidade seu melhor amigo, João da Ega (que é por meio de quem Bonifácio e Maria Eduarda voltarão a se encontrar na narrativa). Os demais "episódios românticos" da primeira parte do romance envolvem amores, sandices e caprichos dos lisboetas de espírito provinciano, muitos deles titulares do grupo do Ramalhete, outros não tanto, como o banqueiro Cohen e sua mulher, Raquel, o conde e a condessa de Gouvarinho, o miserável Eusébio, Damaso Salcede.

A segunda parte do romance é o amor entre Carlos e Maria, cuja tragédia já vem anunciada lá na primeira parte pelo inexcedível João da Ega, que dizia a Carlos:
Tu és extraordinário, menino!... Mas o teu caso é simples, é o caso de D. Juan. D. Juan também tinha essas alternações de chama e cinza. Andava à busca do seu ideal, da sua mulher, procurando-a principalmente, como de justiça, entre as mulheres dos outros. E après avoir couché, declarava que se tinha enganado, que não era aquela. Pedia desculpa e retirava-se. Em Espanha experimentou assim mil e três. Tu és simplesmente, como ele, um devasso; e hás de vir a acabar desgraçadamente como ele, numa tragédia infernal!

Ega estava certo. Ele, embora louco varrido, ou justamente por causa do desprendimento da loucura varrida, é quem, além de previsões certeiras, dará conselhos seguros a Carlos quanto à maneira de conduzir seu amor por Maria Eduarda. Ega é dândi malcriado, eterno estudante, eterno escritor de um único livro, intitulado Memórias de um átomo, também amante de mulher casada, a judia Raquel.

Dentre os conselhos de Ega a Carlos, dois precisam ser detalhados, para mostrar o quão responsável Ega pode ser - responsabilidade esta que, mais tarde, o gabaritará para ficar frente a frente com Maria Eduarda, ocasião em que pronunciará o nome do Reverendo Bonifácio.

Parte V (em breve)


Guilherme Pontes Coelho
Brasília, 27/3/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eu me pergunto para onde vai a imprensa... de Adriana Carvalho
02. Como começar uma carreira em qualquer coisa de Ram Rajagopal


Mais Guilherme Pontes Coelho
Mais Acessadas de Guilherme Pontes Coelho em 2013
01. Dreadlocks - 2/1/2013
02. Sultão & Bonifácio, parte I - 27/2/2013
03. Superficiais - 30/1/2013
04. Sultão & Bonifácio, parte IV - 27/3/2013
05. Sultão & Bonifácio, parte II - 13/3/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O INCRÍVEL TESTAMENTO DE DOM AGAPITO
HÉLDER MOURA
CHIADO
(2012)
R$ 27,00



L´HOMME DE LONDRES
GEORGES SIMENON
PRESSES DE LA CITÉ
(2004)
R$ 40,00
+ frete grátis



MAYA
JOSTEIN GAARDER
COMPANHIA DAS LETRAS
(2000)
R$ 12,00



PRODUÇÃO DE TEXTOS E USOS DA LINGUAGEM - CURSO DE REDAÇÃO
SAMIRA YOUSSEFF CAMPEDELLI E JESUS BARBOSA SOUZA
SARAIVA
(1999)
R$ 6,95



GÊMEOS NÃO SE AMAM
ROBERT LUDLUM
RECORD
(1976)
R$ 4,00



SELEÇÕES DO READERS DIGEST DE JUNHO DE 1964
TITO LEITE (REDATOR CHEFE)
YPIRANGA
(1964)
R$ 7,00



A CRIANÇA ALUCINADA
RENÉ JEAN CLOT
PAZ E TERRA
(1989)
R$ 21,82



A ARANHA, A DOR DE CABEÇA E OUTRAS MALES QUE ASSOLAM O MUNDO
FERNANDA LOPES DE ALMEIDA
ÁTICA
(2005)
R$ 8,70



BALAS DE ESTALO E CRITICA
MACHADO DE ASSIS
GLOBO
R$ 5,00



THE GREEN CITY INDEX: A SUMMARY OF THE GREEN CITY INDEX RESEARCH SERIE
SIEMENS AIG
SIEMENS
(2012)
R$ 25,82





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês