Vida Nova, de Claudio Lampert | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 3/6/2004
Vida Nova, de Claudio Lampert
Ricardo de Mattos

+ de 5600 Acessos

Diário. Na intimidade, é o registro feito pela pessoa de factos ocorridos e situações vivenciadas no dia ou na semana e que lhe importaram. Muitos do possuidores de certa sanha pela escrita começam pela anotação da jornada. Alguns ficaram famosos, como o de Montaigne em viagem, o de Samuel Peckins, o de Kafka, o de Brecht. Já andei escrevendo um diário, porém com fim próximo ao terapêutico e auto-ministrado. Havia um novelo de pendências de natureza variada e estranhas à jurisdição do padre-confessor, de forma que escrever ajudou-me a resolvê-las. Tanto é que o caderno encontra-se hoje rigorosamente guardado n’uma gaveta e acredito que já esteja na hora de conhecer o fogo.

Dada a particularidade d’esta escrita, não afastada a introspecção que me é característica e cultivada, tenho como atestados de boçalidade estes diários virtuais – blogs – praticados em hodierno. O tom é sempre pessoal, quer referente a fatos pessoais, quer a fatos gerais. A Pitchula escreve sua opinião sobre a Guerra do Iraque, talvez crente de que o Times, o Le Figaro, o excelente New York Times, o Estado ou a Folha de São Paulo publicarão matérias embasados n’ela. Já visitei inúmeros diários e houve época em que acompanhava alguns regularmente. Quem me trouxe à razão foi Paul Valéry, n’uma tarde de sábado. Passei metade do tempo lendo blogs e a outra metade lendo Degas Dança Desenho. A certa altura fechei o volume e pensei: “Como é então que em vez de ler esta maravilha, eu gastei meu tempo com o blog do Jerico”?

Quem entra n’uma sala virtual de bate-papo – “chat” – nota ou uma coluna ou uma barra com os apelidos usados pelos presentes. Alguns d’estes apelidos parecem uma reivindicação pela volta do período da Evolução durante o qual andávamos pelas árvores. Pois bem, como um diarista virtual – vulgo “blogueiro” – relaciona-se com outros da mesma espécie, coloca ao lado de seu texto o link de acesso ao diário do colega. Assim, um conjunto de blogs assemelha-se a um imenso “chat”, com sua coluna de apelidos, textos mal escritos, referências mútuas, brigas e camaradagem. É desanimador. Um adolescente quer mostrar-se familiar às referências literárias e jornalísticas dos mais velhos. Inventa que aos dez anos já acompanhava seu pai a assistir Manhattan Conection e desde então admirava Paulo Francis, mesmo não entendendo sobre o que ele falava, mas tendo a intuição de que ele estava certo. Outro cisma que o melhor da literatura brasileira actual é produzida em blog, talvez querendo justificar a própria adopção do modismo. O silogismo é primário: o melhor da literatura brasileira actual é escrita em blog/eu escrevo em blog/logo, produzo o melhor da literatura brasileira atual. Clarah Averbuck está aí para confirmar.

A devassa do íntimo é uma falha, uma imperfeição superável com o crescimento cultural. Alguns vivem de explorar factos que julgam marcantes em suas longas vidas de vinte anos. Se o leitor perguntar-se à leitura de cada blog “para que eu preciso saber disso?”, o gênero será abandonado em instantes. Não se pode, de forma alguma, dizer que fazem Literatura. Não há de sua parte disposição inventiva que os leve a criar personagens, enredos, ou a realizar as pesquisas necessárias para um texto ficcional ou ensaístico de valor. Quando muito, fantasiam-se conforme convém-lhes e vivem de interpretar alguma figura, assemelhando-se a mímicos de rua ansiosos por atenção. A situação é agravada com a publicação de maus livros, d’entre os quais poucos merecem atenção. Daí o Zitinho é promovido da categoria de arremedo de escritor para a de “escritor principiante”. Sugiro às editoras, pelo bem da leitura de qualidade, o critério de seleção baseado na posse ou não de um blog pelo autor do original candidato à publicação. Se o autor possui um blog, a publicação do original será vetada sumariamente. Se não possui, mas após a eição do livro inaugurar um blog, a editora terá justa causa de rescisão contractual.

Dos poucos a merecerem leitura, encontra-se o livro de crónicas de Claudio Lampert (1.966), portador do dantesco título Vida Nova. É a reunião dos textos escritos o primeiro no final de Novembro de 2.002 e o último em meados de Agosto de 2.003. Como apareceu ainda no ano passado, não esconde o entusiasmo e a pressa de sua publicação. As crónicas são marcadas pela origem: o “eu” observa o mundo e transmite suas opiniões.

Pelo que leio na apresentação, houve um blog denominado Epinion que evoluiu para um sítio literário homónimo, no qual as crónicas eram publicadas às terças-feiras. Caso o volume fosse composto apenas pelas de 2.002, não mereceria um lançar d’olhos. Entretanto, a qualidade do texto cresce conforme a quantidade de palavrões e o esforço pela informalidade decrescem, quando o autor resolve deixar de lado certa familiaridade forçada – que parece típica de escritor fluminense. O resultado é o livro começar mau e atingir aquele ponto no qual o leitor sempre quer “ler mais uma” antes de cerrá-lo. Se Lampert em poucos meses superou seus pares iniciais, poderá avançar muito mais, conforme sua disposição e dedicação, dependendo também do seu objectivo a atingir.

Livro & Música

O Deserto dos Tártaros, de Dino Buzzati (1.906/1.972) foi o melhor livro que li este ano. O jovem tenente Giovani Drogo é nomeado para um posto no velho e inútil forte Bastiani – n’uma fronteira italiana –, construção tendo d’um lado montanhas, e do outro, um deserto. Maior paz não pode haver. Tão pacífico e monótono o local, que os habitantes passam a desejar alguma guerra, alguma batalha, inventam alarmas. Apesar d’isso alguns dos oficiais, inclusive o próprio Drogo, vincularam-se ao local da maneira mais sólida, que é a da aceitação, motivados por uma inexprimível inclinação. Buzzati escreve sobre existências inteiras dedicadas à espera de uma ocorrência que muitas vezes não se dá. Escreve também sobre quem espera, prepara-se, mas é frustrado de algum modo. Pense-se no cientista morto após estudar a vida toda a cura d’uma doença, cura esta descoberta pelo discípulo que retomou seus estudos. Já na velhice, sendo o forte realmente ameaçado, o doente Drogo é enviado à cidade para seu quarto ser utilizado pelas tropas que chegam. O tempo passou, essa passagem era quase tocável. A leitura d’esta obra casa-se muito bem com a audição do famoso Concerto número 2, opus 18, para piano de orquestra, de Rachmaninov, principalmente depois de descoberto um relógio nos graves acordes iniciais.

Para ir além









Ricardo de Mattos
Taubaté, 3/6/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. livros não salvam o mundo. nem as pessoas. de Ítalo Puccini
02. De tinta e fio é feito o homem de Elisa Andrade Buzzo
03. Quero estudar, mas não gosto de ler. #comofaz? de Ana Elisa Ribeiro
04. Meditação sobre São Francisco de Adriana Carvalho
05. O Meu Mundo das Idéias de Daniel Aurelio


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos em 2004
01. A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón - 9/9/2004
02. Equador, de Miguel Sousa Tavares - 29/7/2004
03. O Livro das Cortesãs, de Susan Griffin - 4/3/2004
04. História e Lenda dos Templários - 1/4/2004
05. O Livro Impresso e O Livro Virtual - 26/8/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ADVANCED PHYSICS
TOM DUNCAN
JOHN MURRAY
(2000)
R$ 80,00



CULTURA, DIALÉTICA E HEGEMONIA: PESQUISAS EM EDUCAÇÃO
BERND FICHTNER E OUTROS (ORGS)
EDUFES (VITÓRIA)
(2013)
R$ 28,28



AS VÍTIMAS OCULTAS DA VIOLÊNCIA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
GLÁUCIO ARY DILLON SOARES E OUTROS
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(2006)
R$ 14,00



THE DREAMING ESPECIAL - O GUARDIÃO DO MEU IRMÃO
ALISA KWITNEY; MICHAEL ZULLI
METAL PESADO / VERTIGO
(1999)
R$ 13,41



DICIONÁRIO DA LÍNGUA PORTUGUESA
PORTO
PORTO
(2001)
R$ 11,16



THE ANALECTS
CONFUCIUS
DOVER PUBLICATIONS
(1995)
R$ 20,00



O CÓDIGO DA BÍBLIA I I: CONTAGEM REGRESSIVA - 4ª EDIÇÃO
MICHAEL DROSNIN
CULTRIX
(2013)
R$ 29,90



COMÉRCIO INTERNACIONAL AGRÍCOLA E MEIO AMBIENTE NA AMÉRICA LATINA
PETER H. MAY
FORENSE UNIVERSITÁRIA
(1997)
R$ 4,82



JAVAFX DESENVOLVENDO APLICAÇOES DE INTERNET RICAS
ERIC BRUNO; JIM CLARKE; JIM CONNORS
ELSEVIER/ALTA BOOKS
(2010)
R$ 90,00



SAUDADES DE SÃO PAULO
CLAUDE LÉVI-STRAUSS
COMPANHIA DAS LETRAS
(1996)
R$ 130,00





busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês