Bnegão, Rodrigo Campos; e mais | Duanne Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
69585 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Além do mais
>>> Adeus, Orkut
>>> Sabe como é, pode rolar...
>>> Zeitgeist
>>> 9° Festival Internacional do Documentário Musical
>>> Até Faustão apoia os protestos
>>> Zastrozzi
>>> Direita, Esquerda ― Volver!
>>> Como os jornais vão se salvar
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> Freud e a Educação - O Mestre do Impossível de Maria Cristina Kupfer pela Scipione (1997)
>>> Freud Antipedagogo de Catherine Millot pela Jorge Zahar (1987)
>>> Formação de professores indígenas: repensando trajetórias de Luis Donizete Benzi Grupioni (Org.) pela Unesco/Secad (2006)
>>> O Freudismo de Mikhail Bakhtin pela Perspectiva (2001)
>>> De Piaget a Freud - A (Psico)Pedagogia Entre o Conhecimento e o Saber de Leandro de Lajonquière pela Vozes (1998)
>>> Uma Breve História do Mundo de Geofrey Blainey pela Fundamento (2007)
>>> Piaget - O Diálogo com a Criança e o Desenvolvimento do Raciocínio de Maria da Glória Seber pela Scipione (1997)
>>> Cem Anos Com Piaget – Substratum Artes Médicas – Volume 1, Nº 1 de Ana Teberosky e Liliana Tolchinsky pela Artes Médicas (1997)
>>> Você e eu- martin buber, presença palavra de Roberto Bartholo Jr. pela Garamond (2001)
>>> Piaget - Experiências Básicas Para Utilização Pelo Professor de Iris Barbosa Goulart pela Vozes (1998)
>>> Revisitando Piaget de Fernando Becker e Sérgio Roberto K. Franco (Org.) pela Mediação (1998)
>>> Eu e Tu de Martin Buber pela Centauro (2001)
>>> Jean Piaget Sobre a Pedagogia - Textos Inéditos de Silvia Parrat e Anastasia Tryphon (Org.) pela Casa do Psicólogo (1998)
>>> Cinco Estudos de Educação Moral de Jean Piaget, Maria Suzana de Stefano Menin, Ulisses Ferreira de Araújo, Yves de La Taille, Lino de Macedo (Org) pela Casa do Psicólogo (1996)
>>> Percursos Piagetianos de Luci Banks-Leite (Org.) pela Cortez (1997)
>>> Piaget e a Intervenção Psicopedagógica de Maria Luiza Andreozzi da Costa pela Olho D'Água (1997)
>>> Fazer e Compreender de Jean Piaget pela Melhoramentos (1978)
>>> Dicionário do Renascimento Italiano de John R. Hale pela Jorge Zahar (1988)
>>> A Tomada de Consciência de Jean Piaget pela Melhoramentos (1978)
>>> Psicologia e Pedagogia de Jean Piaget pela Forense Universitária (1998)
>>> Dicionário Temático do Ocidente Medieval de Jacques Le Goff & Jean-Claude Schmitt pela Edusc (2002)
>>> Como Orientar a Criança Excepcional - vol. 8 - Curso de Orientação Educacional de Jay Aruda Piza pela Pontes (2020)
>>> O Estruturalismo de Jean Piaget pela Difel (1979)
>>> Higiene Mental das Crianças e Adolescentes- vol. 7 - Curso de Orientação e Educacional de Dep. de Instrução Pública de Genebra pela Ponte (1972)
>>> O Pós-dramático de J. Guinsburg e Silvia Fernandes pela Perspectiva (2009)
>>> Poesia soviética de Lauro Machado Coelho pela Algol (2007)
>>> Pétala Soletrada pelo Vento de Mariayne Nana pela Urutau (2018)
>>> Tomidez e Adolescência vol. 6 - Curso de Orientação Educacional de Jean Lacroix pela Pontes (1972)
>>> Ensaios Reunidos (1946-1971), V. 2 de Otto Maria Carpeaux pela Topbooks (2005)
>>> Como compreender seu Potencial de Myles Munroe pela Koinonia Comunidade (1995)
>>> Louvai a Deus Com Danças de Isabel Coimbra pela Profetizando Vida (2000)
>>> A missão de Interceder de Durvalina B. Bezerra pela Descoberta (2001)
>>> O Contrabandista de Deus de Irmão André. John e Elizabeth Sherrill pela Betânia (2003)
>>> Ensaios Reunidos 1942 - 1978 Vol. 1 de Otto Maria Carpeaux pela Topbooks (1999)
>>> O Dízimo e o Sábado não são Cristãos de Fernando César Roelis Padilha pela Xxxxxxxxxxxx (1995)
>>> Socorro, Temos Filhos! de Dr. Bruce Narramore pela Mundo Cristão (1992)
>>> Fale a verdade consigo mesmo de Willian Backus Marie Chapian pela Betânia (1989)
>>> Como controlar as Tensões no Camento de Bill e Vonette Bright pela Candeia (1990)
>>> Satanás está vivo e Ativo no planeta terra de Hal Lindsey pela Mundo Cristão (1981)
>>> Venha O Teu Reino de David W. Dyer pela Ministério Grão de trigo (1985)
>>> Eu, um Servo? Você está Brincando! de Charles Swindoll pela Betânia (1983)
>>> Que Há Por Trás Da Nova Ordem Mundial? de E. G. White pela Vida Plena (1995)
>>> Cerco de Jericó a caminho da vitoria de Pe. Alberto Gambarini pela Ágape (2005)
>>> Comunicação a Chave para o Seu Camento de H. Norman Wright pela Mundo Cristão (1983)
>>> Princípios de Interpretação da Bíblia de Walter A. Henrichsen pela Mundo Cristão (1983)
>>> Apocalipse versículo por versículo de Severino Pedro da Silva pela Cpad (1985)
>>> Boas Esposas de Louisa May Alcott pela Principis (2020)
>>> O que o Ato Conjugal significa para o Homem de Tim e Beverly LaHaye pela Betânia (2020)
>>> Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski pela Principis (2020)
>>> Satanismo de Daniel e Isabela Mastral pela Xxxxxxxxxxxx (2001)
COLUNAS

Terça-feira, 5/6/2012
Bnegão, Rodrigo Campos; e mais
Duanne Ribeiro

+ de 3400 Acessos

Lançamentos e outras indicações. As músicas são mais importantes do que o que eu escrevi, então nem se preocupa muito em ler, só clica e ouve ;)

Bnegão & os Seletores de Frequência - Sintoniza Lá

O segundo álbum do Bnegão & Seletores de Frequência, Sintoniza Lá, lançado em 2012, nove após Enxugando Gelo, de 2003, mantém, desenvolve as influências da música negra (o funk americano/carioca, o dub, o rap, principalmente), mas com uma mudança importante em relação ao primeiro: as letras abandonam em parte o peso político, crítico-social. A poesia continua com uma cara "filosófica", porém Bnegão parece se preocupar menos com a mensagem e mais com o ritmo, menos com um combate ideológico e mais com a liberdade no som, na dança, na festa.

Os metais ainda possuem a mesma potência melódica. A linha de baixo robusta e o ritmo na guitarra e na percussão continuam lá. Mas Enxugando Gelo tinha Nova Visão, um manifesto contra valores e contextos sociais degenerados; O Opositor, o retrato do indivíduo que contraria esse mundo; A Verdadeira Dança do Patinho, o descrédito da política profissional; Enxugando Gelo, o cotidiano sem alternativa e degradante; e Prioridades, um segundo manifesto, no mesmo sentido, com mais verborragia e contundência. As letras se tornam mais leves em Sintoniza Lá.

O Mundo (Panela de Pressão) também critica esse mesmo estado de coisas.Mas é como se o discurso panfletário, a crítica direta saísse de cena e restasse a ideia de que as condições são ruins mesmo, mas podemos muito mais. É uma depuração. Os versos constatam que "enquanto um chora, outro se apressa pra vender o lenço" - mas alerta para a responsabilidade pessoal "independente disso, faça o que tu acredita, pois o mundo fica mudo a cada alma que abdica de si". Alteração (Éa) se concentra também nessa vida em que a gente anda na corda bamba.

Compare Alteração (Éa) com Pedra e Bala (Os Sertões), na qual Bnegão participa (a faixa é do Cordel do Fogo Encantado) - veja como há alvos bem definidos, há citações históricas, conflito social. Compare Proceder/Caminhar com O Processo, do primeiro CD - na segunda, estamos tentando construir algo, a primeira é só o dia comum. Em Sintoniza Lá, é o indivíduo sozinho, que precisa da esperança de Vamô: "Pode acreditar que a vida é pra ser vivida, pra ser evoluída...".

Agora, Essa é Pra Tocar no Baile, Chega pra Somar no Groove, são de festa. São sobre a música. Subconsciente (um hardcore com um riff que lembra Tourette's, do Nirvana), Na Tranquila, são instrumentais, deixam as rimas de lado. São sutis as diferenças de um álbum para outro, mas são talvez marcas do tempo longo em que o disco foi cozinhado. Um amadurecimento de Bnegão?

Não sei. Ah, minha preferida é Bass do Tambô.

Rodrigo Campos - Bahia Fantástica

Rodrigo Campos estreou em 2009 com o excelente São Mateus Não É Um Lugar Assim Tão Longe. Suas letras, pequenas narrativas, retratos de personagens, uma visão sensível da periferia paulistana; seu instrumental, fundado principalmente no samba, mas com o acréscimo de sonoridades mais etéreas, sopro, eletrônico. Neste ano, Rodrigo lança Bahia Fantástica, um álbum pelo menos tão competente quanto o primeiro, e talvez mais intenso, mais denso, tanto em letra quanto som.

São Mateus... era feito do amor nas tréguas do dia-a-dia ("Quando a estação do trem fechou, foram se amar no chão atrás daquela cancela"); da violência que se justifica, mas não se justifica ("O moleque nem tinha de arder desse jeito. Bate o rancor no peito, não sei argumentar"); do desejo perigoso; do trabalho diário, da vida apesar do trabalho; da infância e da solidão. A que mais me tocou é Rua Três, sua alegria mansa, que se encanta com o velho. "Já fazia tempo, não voltava ali - tinha vinte e nove uma semana atrás. Quase era feliz, não como sonhou...".

O que acontece em Bahia Fantástica é que, digamos, a prosa dá lugar à poesia, no sentido em que vemos essas personagens, essas histórias, de uma forma concisa, com um sabor de simbólico e de mistério. Aninha é o exemplo perfeito:

Ana vai morrer em dez minutos
Sobra pra contar tempo de Ana
Ana vai morrer, não tem problema
Todo fim de tarde, Aninha morre.

Essa é toda a letra. De princípio, a tragédia iminente, e um narrador pragmático, que depois dá um tom de afeto ao seu discurso, chama a moça pelo diminutivo. E o último verso, essa complexidade: que morte é essa que se repete sempre?

Há a mesma urgência em Elias, em que o cantor repete muitas vezes, variando de uma a outra o ênfase: "Elias vem. Elias vai nascer de novo". Que sujeito renovado é esse? Só podemos saber que o que havia não há. Também em Capitão: "General sangrou. Mas tudo bem, general vai viver e sabe morrer. Não crê em Deus, Ogum, nem nada. Vai deixar de ser, vai deixar de estar, desaparecer" - que pode lembrar A Hora e a Vez de Augusto Matraga, de Guimarães Rosa.

Quando se foca menos no tempo e mais no personagem - nos trechos mais próximos de São Mateus... -, Rodrigo fala como se de uma fotografia que pudesse resumir não só o físico, mas o subjetivo também. Um recorte mínimo do cotidiano (não um enredo), flashes, adjetivos certeiros. Jardim Japão, Princesa do Mar, Beco, General Geral são assim. A repetição, a informação pouca faz com que imaginemos, puxemos da própria lembrança, em vez de ouvir simplesmente o que se conta. O que nos remete ao nome do álbum.

O músico paulistano disse nesta entrevista que a Bahia com que lida é "mítica, é o início, o início como metáfora do fim, da morte" e da "perplexidade" quanto a um e outro. Deixando espaço para nossa própria fantasia, é como se nos deixasse em posição de se relacionar também miticamente, também perplexos.

Ouça também:

Hierofante Púrpura, Transe Só (2011) - banda de Mogi das Cruzes, psicodelia e rock. Já disseram deles: "Uma banda nervosa, tensa, suja e muito, muito visceral".

Sunny Day Real Estate, The Rising Tide (2000) - banda de Seattle, herdeira do sucesso do grunge, mas já distante de sua influência, primeira a ser rotulada de emocore, porém diferente de outras sob essa marca. Terminaram em 2000, se reuniram de novo em 2009. Planejam novo CD. The Rising Tide é seu trabalho mais maduro.


Duanne Ribeiro
São Paulo, 5/6/2012


Mais Duanne Ribeiro
Mais Acessadas de Duanne Ribeiro em 2012
01. Diário de Rato, Chocolate em Pó e Cal Virgem - 2/10/2012
02. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge - 14/8/2012
03. Corpo é matéria, corpo é sociedade, corpo é ideia - 4/9/2012
04. Èpa Bàbá Oxalá! na Nota de Real - 3/4/2012
05. Cinco Sugestões a Autores de Ficção Científica - 7/2/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




EVA - WILLIAM P. YOUNG
WILLIAM, P. YOUNG
ARQUEIRO
(2015)
R$ 25,00



MICROECONOMIA
DONALD S WATSON E MARY A HOLMAN
SARAIVA
(1979)
R$ 5,00



RECEITAS DE MACARONS
EDITORA GIRASSOL
GIRASSOL
(2014)
R$ 20,95



MENINOS E MENINAS - SERIE SINAL ABERTO
DOMINGOS PELLEGRINI
ATICA
(1995)
R$ 7,00



TEMAS EM DESTAQUES
FÚLVIA ROSEMBERG
CORTEZ
(1989)
R$ 15,84



DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO ILUSTRADO VEJA LAROUSSE 21
VEJA LAROUSSE
ABRIL
(2006)
R$ 6,90



VINDE ESPÍRITO SANTO - COMISSÃO LITÚRGICA DO GRANDE JUBILEU ANO 2000
PAULINAS
PAULINAS
(1997)
R$ 12,00



GUIA DANUSIA BÁRBARA 2007 - RESTAURANTES DO RIO
DANUSIA BARBARA
SENAC RIO E SEBRAE RJ
(2007)
R$ 25,28



JANELA DE JOHARI
SILVINO JOSE
VOZES
(1986)
R$ 7,90



O DIREITO NO MUNDO GLOBALIZADO: EM DIREÇÃO À BOA GOVERNANÇA
DIREITO, ESTADO E SOCIEDADE Nº 35
PUC RJ
(2009)
R$ 28,28





busca | avançada
69585 visitas/dia
2,2 milhões/mês