Superdeuses, de Grant Morrison | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
28444 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FÁBRICA DE CALCINHA, PARTE DA MOSTRA CENA SUL, EM TRÊS APRESENTAÇÕES NO SESC BELENZINHO
>>> PROJETO MÚSICA EXTREMA, DO SESC BELENZINHO, TRAZ EM MARÇO A BANDA REFFUGO, DE DEATH METAL
>>> ESPETÁCULO DE DANÇA ENCHENTE, COM DIREÇÃO DE FLAVIA PINHEIRO (PE), EM TRÊS DATAS NO SESC BELENZINHO
>>> EU e MÁRIO DE ANDRADE Livro de Anotações para Viagens Reais e Imagin
>>> Atom Pink Floyd Tribute retorna ao Rio Grande do Sul
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> Domingos de Oliveira (1936-2019)
>>> Latitudes & Longitudes
>>> Renovação
>>> Prefácio
>>> Descendências
>>> Nem mais nem menos
>>> Profissão de fé
>>> Direções da véspera III
>>> Mirante
>>> In Albis
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O fim da revista Bravo!, na editora Abril
>>> Generaciones de blogueros
>>> Os ombros suportam o mundo
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Votos Úteis
>>> A vida como encenação
>>> Proust, rugas e colesterol
>>> A ascensão de um novo faroeste
>>> Trauma paulistano
>>> Terra Papagalli
Mais Recentes
>>> Armadilhas da Sedução - os Romances de M. Delly de Maria Teresa Santos Cunha pela Autêntica (2007)
>>> Machado de a a X - um Dicionário de Citações de Lucia Leite Ribeiro Prado Lopes pela 34 (2001)
>>> Bocage - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril (1980)
>>> A Outra Vida de Catherine Millet pela Agir (2009)
>>> A Vida Sexual de Catherine Millet pela Agir (2003)
>>> A Torre Negra #VII de Stephen King pela Ponto de Leitura (2014)
>>> Quarta-feira de cinzas de Ethan Hawke pela Ediouro (2003)
>>> Lisola del Tesoro (2725) de R. L. Stevenson pela Mursia (1993)
>>> Chew Me Up Slowly (2683) de Mário Quintana pela Globo (1978)
>>> Memorização Leitura Dinâmica Concentração Oratória P/ Iniciantes de Acácio Moraes Garcia (2122) pela Edeme (1995)
>>> Livro de Cânticos Volume III (1855) de Hilaire de Souza pela Life
>>> Lonely Planet: Rio de Janeiro (1756) de Regis St. Louis pela Lonely Planet (2006)
>>> Revista Capixaba de Filosofia e Teologia - A. 6 Nº10 (681) de Diversos pela Iftav/fsv (2008)
>>> Revista Capixaba de Filosofia e Teologia - a 7/ Nº12 (765) de Diversos pela Iftav/fsv (2009)
>>> Estudos Filosóficos Nº 12 (784) de Diversos pela Ufsj (2014)
>>> Superman - o Que Aconteceu ao Homem de Aço ? (4669) de Alan Moore e Curt Swan pela Panini Books (2016)
>>> Senhoras e Senhores (960) de Orlando Brito pela Fiat (1993)
>>> Mosca-varejeira (4622) de Patricia D. Cornwell pela Companhia das Letras (2006)
>>> Cbf Nike (6309) de Aldo Rebelo e Silvio Torres pela Casa Amarela (2001)
>>> Pátria Brasileira (4860) de Antônio Davila pela Difusora Culrural (1967)
>>> A Modernidade da Pintura no Rio Grande do Sul (4002) de Marilene Burler Pieta pela Sagra (1995)
>>> Entre Penas e Pincéis - Manuscritos do Artista Plástico (2298) de Willy Alfredo Zumblick pela Universitária (1998)
>>> O Egoísta (6977) de George Meredith pela Ediouro (1995)
>>> Yoga da Alimentação (3283) de Chiang Sing pela Freitas Bastos (1975)
>>> Eu Sou Ozzy (7216) de Ozzy Osbourne pela Benvirá (2010)
>>> Uma Casa para o Sr. Biswas (1457) de V. S. Naipaul pela Companhia das Letras (1988)
>>> A Deusa: as Vidas Secretas de Marilyn Monroe (4632) de Anthony Summers pela Best Seller (1987)
>>> Cleópatra: uma Biografia (7600) de Stacy Schiff pela Zahar (2011)
>>> De Todo o Meu Ser (7562) de Mônica de Castro pelo Espírito Leonel pela Vida & Consciência (2010)
>>> O Triunfo de Sharpe (7309) de Bernard Cornwell pela Record (2011)
>>> Acelere Seu Metabolismo (7295) de Lyssie Lakatos e Tammy Lakatos Shames pela Best Seller (2010)
>>> História de Santa Catarina (7269) de Oswaldo Rodrigues Cabral pela Ufsc (1968)
>>> Christine (2966) de Stephen King pela Ponto de Leitura (2011)
>>> Laowai: Histórias de uma Repórter Brasileira na China (6739) de Sônia Bridi pela Letras Brasileiras (2008)
>>> A História: a Bíblia Contada Como uma Só História do Começo ao Fim de Zondervan Corporation (6889) pela Sextante (2009)
>>> Goldman Sachs, a Cultura do Sucesso (6330) de Lisa Endlich pela Nobel (2000)
>>> A F. E. B. pelo Seu Comandante (5927) de Marechal J. B. Mascarenhas de Moraes pela Instituto Progresso Editorial (1947)
>>> Educação e Contemporaneidade Revista Faeeba Vol 15 N. 25 (5218) de Obra Coletiva pela Uneb (2006)
>>> Sangue na Neve (3478) de Lisa Gardner pela Novo Conceito (2013)
>>> Vingança Mortal (5236) de Nora Roberts Escrevendo Como J. D. Robb pela Bertrand Brasil (2012)
>>> Dos Açores ao Brasil Meridional: uma Viagem no Tempo (4157) de Vilson Francisco de Farias pela Governo do Estado de Sc (1998)
>>> The Waterworks (5274) de E. L. Doctorow pela Random Hause (1994)
>>> Regras Práticas de Oratória e Discurso de Exaltação (3689) de Vicente Celso Quaglia pela Irmãos Boso
>>> Fósseis do Brasil (6106) de Murilo Rodolfo de Lima pela T. A. Queiroz (1989)
>>> Darwin a Origem das Espécies (4515) de Charles Darwin pela Folha de São Paulo (2010)
>>> Tutte Le Novelle (5392) de Di Giacomo pela Grandi Tascabili Economici New (1991)
>>> Crendices Suas Origens e Classificação (5340) de Getúlio César pela Ministério da Cultura (1975)
>>> Die Dame in Blau Die Klatschmohnfrau das Sonnenblumenmädchen de Noëlle Châtelet (4677) pela Kiwi (2001)
>>> 50 Pensadores Políticos Essenciais da Grécia Antiga aos Dias Atuais de Ian Adams e R. W. Dyson (4777) pela Difel (2006)
>>> Enquanto Eu Te Esquecia (1126) de Jennie Shortridge pela Única (2014)
COLUNAS

Segunda-feira, 3/9/2012
Superdeuses, de Grant Morrison
Gian Danton

+ de 4500 Acessos

Grant Morrison é um dos mais importantes roteiristas de quadrinhos da atualidade. Foi um dos primeiros a experimentar a metalinguagem nos super-heróis, com o Homem-animal. Sua passagem por séries como Liga da Justiça e X-men são tanto memoráveis quanto polêmicas. Polêmicas, aliás, são também algumas de suas atitudes e declarações. Em outras palavras: é uma figura tão interessante quanto os personagens que escreve. Daí que o lançamento do livro Superdeuses (Seoman, 496 páginas) tem chamado tanta atenção.

O volume inicialmente era para ser uma antologia de entrevistas dadas pelo roteirista, mas Peter McGuigan, agente do escritor, sugeriu que o livro ficaria bem mais interessante com textos inéditos e Morrison se viu escrevendo centenas páginas numa mistura de análise do mito dos super-heróis com biografia e críticas lisérgicas sobre filmes, quadrinhos e seriados. Um dos pontos interessantes do livro é a abordagem sobre a criação do mito dos super-heróis. Para ele, esses personagens "falam mais alto e com mais força frente aos nossos grandes medos, nossos desejos mais profundos e nossas maiores aspirações".

Sua análise do surgimento mito, a partir do Super-homem, é um dos momentos mais inspirados do livro. Segundo ele, "O Superman original era uma reação humanista e audaciosa aos temores do período da Grande Depressão, do avanço científico desregrado e da industrialização sem alma (...) Se as perspectivas distópicas da época previam um mundo desumanizado, mecanizado, Superman sugeria outra possibilidade: a imagem de um amanhã decididamente humano, que entregava o espetáculo do individualismo triunfante exercendo sua soberania sobre as forças implacáveis da opressão industrial".

Essa visão é corroborada pelo fato do personagem estar sempre destruindo máquinas, como na primeira aparição do personagem, em que ele aparece na capa de Action Comics segurando um carro sobre a cabeça, pronto a jogá-lo contra uma pedra.

Se Superman merece uma apaixonada análise de sua primeira história, a outra estrela da DC, o soturno Batman, ganha de Morrison uma retrospectiva hilária dos desastres cinematográficos. Não é difícil imaginar o roteirista chapado com algum tipo de droga da moda assistindo a seriados, como os da década de 1940 e se divertindo a valer com seu humor ácido: "O Batmóvel era um conversível brega no qual Batman trocava de roupa no banco de trás enquanto o teto fechava e presto! O roadster facilmente identificável no qual Bruce e Dick tinham acabado de chegar, num piscar de olhos, virava o magnífico Batmóvel! Enquanto Batman se debatia para tirar as roupas e botar a fantasia de morcego, o dito Menino Prodígio assumia o volante ilegalmente e, quando era a vez do devasso Robin revirar-se para entrar nos trajes, Batman fazia as honras na frente. Era uma parceria lendária, afinal de contas".

Um ponto que não poderia ficar de fora de um livro de Morrison é sua antológica briga com Alan Moore, autor de Watchmen, V de Vingança e outras séries de renome. O escocês Morrison é nitidamente fã do trabalho de Alan Moore e tem que fazer um verdadeiro contorcionismo verbal ao elogiá-lo ao mesmo tempo em que o critica: "Alan Moore era autodidata, ambicioso, de uma inteligência feroz e extravagante, e o maior truque no seu arsenal de grandes truques era parecer totalmente inovador, como se não houvesse história dos quadrinhos anterior ao seu surgimento".

A eterna inimizade entre os dois rende alguns dos melhores momentos do livro, como quando Alan Moore diz que a graphic novel Asilo Arkhan, de Morrison, é "cocô embrulhado em ouro" e Morrison afirma que Watchmen é "um poema colegial de 300 páginas". Também vale destacar os trechos com as esquisitices de Morrison, como a fase em que ele praticava magia do caos vestido de travesti. Ou a vez em que ele mascou haxixe e se sentiu abduzido por extraterrestres que lhe revelaram o segredo do universo - segredo que ele, gentilmente, compartilha com os leitores do livro.

Não se espere isenção de Morrison. Ele alfineta desafetos (como Moore), antigos amigos (como Mark Millar) e simplesmente ignora quem é da turma de Alan Moore, como Neil Gaiman, que merece apenas uma pequena menção na obra. Além disso, embora a Marvel rivalize com a DC na criação de mitos, ele se concentra muito mais nos heróis da DC, provavelmente reflexo de sua traumática passagem pelo título X-men.

Um ponto positivo da edição brasileira é que ela é traduzida por Érico Assis, jornalista especializado em quadrinhos, que sabe do que Morrison está falando. Isso evitou, por exemplo, que nomes de personagens fossem traduzidos de maneira diferente da usual no Brasil.

Um ponto negativo é a capa nacional, um assunto que não poderia ser ignorado em qualquer resenha mais séria. A capa original emula uma sequência de quadrinhos, com um planeta sendo destruído, um foguete sendo enviado ao espaço e o pequeno Karl-El sendo achado pelos Kents. O título e o crédito são distribuídos de maneira elegante entre os quadros. A edição nacional deixou a elegância de fora. Ela é dominada por um título que surge de um rasgão, em letras garrafais, lembrando o cartaz do Superman da década de 1970, com um fundo de estrelas. A capa original é lembrada apenas pela parte de baixo, em que aparecem um homem e uma mulher. Sem a sequência é muito difícil deduzir que são Martha e Jonathan Kent e que eles estão achando o superbebê. Espera-se que a capa seja repensada para a próxima edição. Afinal, Superdeuses é leitura obrigatória para fãs de quadrinhos e pessoas que desejam entender o fenômeno de super-heróis.


Gian Danton
Macapá, 3/9/2012


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Que Podemos Desejar; ou: 'Hope' de Duanne Ribeiro
02. 'Hysteria' Revisitada de Duanne Ribeiro
03. E por falar em aposentadoria de Fabio Gomes
04. Fragmentos de Leituras e Sentido de Ricardo de Mattos
05. O regresso, a última viagem de Rimbaud de Eugenia Zerbini


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2012
01. Por que os livros paradidáticos hoje são assim? - 13/2/2012
02. O desenvolvimento dos meios de comunicação - 27/8/2012
03. Contos de imaginação e mistério - 2/7/2012
04. Um conto de duas cidades - 7/5/2012
05. Contos fantásticos no labirinto de Borges - 26/3/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HISTÓRIA DA VIDA PRIVADA - VOLUME 3
PHILIPPE ARIES, ROGES CHARTIER
COMPANHIA DE BOLSO
(2009)
R$ 22,00



PLIM-PLIM: A PELEJA DE BRIZOLA CONTRA A FRAUDE ELEITORAL / 1ª EDIÇÃO
PAULO HENRIQUE AMORIM / MARIA HELENA PASSOS
CONRAD
(2005)
R$ 11,90



15 ANOS DE POLÍTICA EXTERNA - ESPECIAL
POLÍTICA EXTERNA VOL 15 Nº 4 MAR ABRIL MAIO
PAZ E TERRA
(2007)
R$ 26,28



RECURSOS DA NOVA CONSTITUIÇÃO 2ª EDIÇÃO
MARIA STELLA VILLELA SOUTO LOPES RODRIGUES
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(1992)
R$ 21,82



REVISTA COVER GUITARRA ANO 2 Nº 8
MÁRCIO M. ALVES E ANGELO N. DA ROCHA DIR
JAZZ MUSIC
R$ 6,00



CARLOS GARDEL PARA TODOS
AUGUSTO FERNANDEZ CAPA DURA
EDICIONES PORTEÑAS
(1996)
R$ 19,82



O ATEÍSMO CRISTÃO E OUTRAS AMEAÇAS À IGREJA
AUGUSTUS NICODEMUS
MUNDO CRISTÃO
(2011)
R$ 22,00



DUANE MICHALS EXHIBITION - AUTOGRAFADO
DUANE MICHALS
PACIFC PRESS SERVICE
(1998)
R$ 200,00



ANTOLOGIA DA LAPA - VIDA BOÊMIA NO RIO DE ONTEM
GASPARINO DAMATA
CODECRI
(1978)
R$ 25,00



TRÊS ROMANCES (O QUINZE/JOÃO MIGUEL/CAMINHO DAS PEDRAS) RACHEL DE QUEIROZ (LITERATURA BRASILEIRA)
RACHEL DE QUEIROZ
LIVRARIA JOSÉ OLYMPIO
(1948)
R$ 18,00





busca | avançada
28444 visitas/dia
1,1 milhão/mês