Os Livros que me Fizeram Mal na Infância | Lisandro Gaertner | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 15/7/2013
Os Livros que me Fizeram Mal na Infância
Lisandro Gaertner

+ de 3600 Acessos

Um dos rituais que mais me agrada no início do ano é a limpeza das estantes. Confiando na velha máxima "comprar mais livros do que consigo ler é crer na imortalidade", abarroto, todo ano, a minha pequena biblioteca com mais do que ela pode comportar. Com aquele livro que comprei pra falar mal, e nem li; com a biografia daquele sujeito com o qual fiquei obcecado por exatamente 34 horas; ou com os jogos e quadrinhos que readquiri numa tentativa infrutífera de reviver tempos que não passam mais. Acreditem, no final contas, somando aos livros que mereciam ser comprados, não é pouca coisa. Chega uma hora que todo esse suporte emocional de papel começa a causar um peso excessivo nas minhas finanças e na estrutura física da minha casa. Por isso, preventivamente, tiro das minhas estantes tudo aquilo que farei circular pelo mercado de usados. É quase como um cateterismo em que as obstruções das minhas veias de leitor vão parar na lanchonete da esquina para o prazer alheio.

O engraçado é que tem livros já lidos que sempre sobrevivem a essa limpeza. A maioria por utilidade de consulta, desejo de releitura ou simples valor afetivo. Alguns, especialmente alguns infantis, escapam há anos desse ritual por serem, além de tudo, simplesmente meus livros de formação. Ou melhor, má-formação.

Depois de começar a acompanhar o blog da Heliana sobre literatura infantil, comecei a ficar mais atento sobre o tema. O livro que damos para uma criança pode ter um grande impacto sobre quem ela se tornará no futuro. Hoje, acredito, o impacto é ainda maior. Na medida em que todos os outros tipos de mídia são usados à exaustão, e portanto se tornam menos significativos, o momento de leitura, introspectivo e tranquilo, realmente pode pesar ainda mais na formação do futuro adulto.

Mas a principal razão para ter essa impressão é realmente a minha experiência. Todo ano ao limpar a estante e manter nela os mesmos livros da minha infância, consigo ver com mais clareza em mim as características irritantes que eles me educaram a ter. É, acho que boa parte das minhas idiossincrasias e chatices que importunam tanto os outros, mas me deixam muito feliz, vieram desses livros.

A minha crise com autoridade e com a sociedade, por exemplo, vem claramente de A Grande Fuga. O livro, bem hippie, diga-se de passagem, conta a história de um grupo de Crocodilos que são levados quando filhotes para Nova York como bichos de estimação. Quando crescem, os donos os jogam pela privada. Ao invés de morrerem, como esperado, eles formam uma sociedade subterrânea que rouba o que os humanos jogam fora para realizar sua fuga de volta pra Flórida. Alguns dos momentos que sempre ficam na minha memória são a escola subterrânea montada com livros jogados no lixo, o golpe que eles dão no banco para pagar suas passagens e o "sequestro" do avião. Não sei se os editores da época sacaram isso mas A Grande Fuga é quase um manual para futuros revolucionários: educação campesina, expropriação revolucionária e sequestro de aeronaves para crianças de 4 a 7 anos.

Minha cabeça dura, o que realmente incomoda muita gente, vem de Eu sou Construtor. Nesse, um menino tenta construir com blocos um castelo que suba até os céus. É óbvio que ele é frustrado pela irmãzinha, que derruba a sua construção, e por sua própria falta de habilidade, mas nunca desiste. Ele sempre cogita as maneiras usuais de lidar com o fracasso, como chutar os blocos ou reclamar com a mãe, mas sempre prefere continuar. Inclusive o livro termina apenas com a determinação de construir sem responder à questão óbvia: "E aí? Ele conseguiu?". Na verdade, não interessa, ele continuará tentando de qualquer maneira. Afinal, ele é construtor.

Dos nacionais, um dos mais importantes, não só pra mim, mas pra todos que tem mais de 30 anos, é o Menino Maluquinho. Esse livro, é óbvio, lhe reforça a ser autêntico. Onde mais vão te dizer que é bonito ter o olho maior que a barriga, fogo no rabo, vento nos pés, macaquinhos no sotão e tudo mais que faça seu avô lhe chamar de Subversivo? Hoje em dia, quando boa parte das crianças é planejada para o sucesso e não amada, isso não faz muito sentido, mas essas espontaneidade e liberdade transgressoras estavam bastante em voga nos psicanalizados anos 80. Ficou com saudade? O Ziraldo te liberou o livro de graça.

Talvez seja tudo um exagero meu. Pode ser que esses livros tenham sido os guardados por ressoarem à minha personalidade, e não o contrário; mas é interessante notar que os dois primeiros livros estão fora de catálogo e o terceiro virou um pastiche de si mesmo. Ou seja, eles provavelmente eram retratos de uma época mais contestadora e, hoje, não se adequam à formação de nossos futuros pequenos executivos criadores de start ups da Geração Z. Triste mundo em que vivemos.

Esteja eu certo ou não, não custa ter extremo cuidado ao comprar livros para as crianças à sua volta. Eles podem determinar as piores características dos adultos que irão cuidar de vocês na sua velhice. O negócio é tão sério que dá até vontade de escrever as minhas próprias histórias infantis. Se deu certo com o Tolkien...

Ô, pretensão. Será que tem algum livro da minha infância que explique isso?

Nota do Editor:
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog de Lisandro Gaertner.


Lisandro Gaertner
São Paulo, 15/7/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O palhaço no poder de Luís Fernando Amâncio
02. A medida do sucesso de Fabio Gomes
03. Paisagem interna agreste de Elisa Andrade Buzzo
04. Tecnologias e borboletas de Ana Elisa Ribeiro
05. Notas confessionais de um angustiado (Final) de Cassionei Niches Petry


Mais Lisandro Gaertner
Mais Acessadas de Lisandro Gaertner
01. E Viva a Abolição – a peça - 1/6/2006
02. Cuidado: Texto de Humor - 28/7/2006
03. A História das Notas de Rodapé - 3/1/2002
04. Orkut: fim de caso - 10/2/2006
05. Blogueiros vs. Jornalistas? ROTFLOL (-:> - 23/4/2008


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PERTURBAÇÕES SONORAS NAS EDIFICAÇÕES URBANAS
WALDIR DE ARRUDA MIRANDA CARNEIRO
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2004)
R$ 30,00



GUIA HISTÓRICO DO ESPIRITISMO: O CENTENÁRIO DE CHICO XAVIER
EDITORA SAMPA
SAMPA
R$ 20,00



WOLVERINE Nº 97 - MARÇO / 2000 - O RESGATE DO PROFESSOR XAVIER
MARVEL COMICS
ABRIL
(2000)
R$ 7,00



GRANDE ENCICLOPÉDIA PORTUGUESA E BRASILEIRA VOL. 5 LISBO OLP
DIVERSOS AUTORES
EDIÇÕES ZAIROL
(1999)
R$ 45,00



APRENDA A INVESTIR COM SUCESSO EM AÇÕES
GIL ARI DESCHATRE E ARNALDO MAJER
CIÊNCIA MODERNA
(2006)
R$ 39,00



CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS
JOÃO PASSARELLI; EUNIR DE AMORIM BOMFIM
IOB
(2008)
R$ 25,00



PARANÓIA A SÍNDROME DO MEDO
STELLA CARR
FTD
(1993)
R$ 7,11



A MORENINHA
JOAQUIM MANUEL DE MACEDO
ATICA
(1982)
R$ 10,00



ESTILO DE ÉPOCA NA LITERATURA
DOMÍCIO PROENÇA FILHO
LICEU
(1973)
R$ 10,00



ÁTILA, VOCÊ É BÁRBARO
JAGUAR
SESI
(2014)
R$ 12,99





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês