Jornalismo e os mitos | Bruno Garschagen | Digestivo Cultural

busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 22/1/2002
Jornalismo e os mitos
Bruno Garschagen

+ de 2700 Acessos

A ampulheta (olha lá revisão) está se esvaziando para a imprensa escrita. Não dá mais para continuar no esquema de destacar o fato e deixar a interpretação de lado. Dizer no dia seguinte o que a tevê mostrou no dia anterior é o mesmo que casar duas vezes com a mesma mulher (ou marido, como preferirem).

Falta, na maioria dos casos, aquele insight, aquele olhar mais profundo sobre a superficialidade que a correria do dia-a-dia nos impinge. Textos criativos sobre assuntos banais são raros, como carne moída em pastel de queijo. Aí, a responsabilidade é do repórter. Se achar que manual de redação e pauta são cabrestos vai acabar puxando carroça. Ou nem isso. Aliás, têm vários assim empregados. Perdoem-me, há reflexões contraditórias por natureza.

E nem quero saber dessa história inventada por algum mágico dos Estados Unidosvenceremos, de que notícia é o homem morder o cachorro — do contrário, seria um fato corriqueiro. A perda da sensibilidade, para o jornalista, é defeito tão grave quanto se achar tão importante quanto a fonte (bem, tomando por base algumas fontes o pecado não é tão grave assim).

Uma outra falácia sobre o jornalismo é a tal e absurda história de quarto poder. Qualquer jornalista que se preze deveria rechaçar essa balela. Jornalismo é antipoder. Senão não vinga, igual bezerro de vaca louca.

Outro mito refere-se à isenção da imprensa. Nenhum jornalismo, por princípio, é imparcial. Porque nenhuma informação é neutra: pode glorificar uns e demonizar outros. Cada órgão e cada jornalista defende uma posição — nem que seja aquela em benefício do bem-comum. E o mal comum, onde fica? Discriminação das brabas, não? Jornalista deve ser ético. Não usar da imprensa para se dar (ops!) bem.

Jornalismo é a arte de separar o joio do trigo — e publicar o joio, no que concordo com o jornalista e escritor Karl Kraus. O resto é cevada, choca. E eu prefiro uísque.

Imprensada
Estive no final de dezembro no Rio Babilônia Kátia Flávia de Janeiro num simpósio sobre ética no jornalismo. Só feras. Duas observações do Zuenir Ventura me chamaram a atenção. Uma, a da necessidade de fazer com que as críticas da imprensa sobre a imprensa não se transformem em auto-flagelação. Penso que, pior ainda, é servir de justificativa à mediocridade e falhas perfeitamente sanáveis. Outra do Zuenir: “é preciso acabar com a arrogância da imprensa”. Jornalista, a não ser depois de décadas de um trabalho bem feito, anda com o nome do jornal. E só.

Imprensada (II)
Na sublime palestra do Marco Sá Corrêa, uma observação interessantíssima. Disse o editor do site No. que um fato curioso do jornalismo é a tendência que os profissionais têm de admirar princípios abstratos e, na prática, freqüentemente, gostar de comportamentos que desmentem ou, pelo menos, colocam interrogações pesadas quanto a essa tendência.

Para ilustrar a afirmação, Corrêa deu como exemplo o princípio ético da isenção. "Achamos que um dos princípios éticos profissionais do jornalista é a isenção e é claro que isso é importante. Tendemos, porém, a admirar jornalistas que se envolveram colossalmente com seus pontos de vista, com seus assuntos, com seus interesses pessoais. Isso pega qualquer espectro: vai de Marx a Carlos Lacerda, a John Reed.... São jornalistas que desistiram de contar a história para fazer a história e isso afeta, sim, o nosso comportamento desde sempre". Faltou falar de outros como Émile Zola, H. L. Mencken, Edmund Wilson, I. F. Stone, Rubem Braga, Paulo Francis etc., mas não foi por falta de conhecimento, mas do curto tempo de cada palestra.


Bruno Garschagen
Cachoeiro de Itapemirim, 22/1/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Lançamentos de literatura fantástica (1) de Luís Fernando Amâncio
02. O Digestivo e o texto do Francisco Escorsim de Julio Daio Borges
03. Minha finada TV analógica de Elisa Andrade Buzzo
04. Quem é mesmo massa de manobra? de Cassionei Niches Petry
05. A selfie e a obsolescência do humano de Marta Barcellos


Mais Bruno Garschagen
Mais Acessadas de Bruno Garschagen em 2002
01. O romance da desilusão - 6/8/2002
02. Eu quero é rosetar - 12/2/2002
03. Niilismo e iconoclastia em Thomas Bernhard - 26/2/2002
04. Paz é conto da Carochinha - 28/5/2002
05. Chopin não viu, mas deve ter gostado - 14/5/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ADORÁVEL HEROÍNA
MICHAEL HINGSON; SUSY FLORY; MAURICIO TAMBONI
UNIVERSO DOS LIVROS
(2012)
R$ 15,00



SOBRE A CHINA
HENRY KISSINGER
OBJETIVA
(2011)
R$ 50,00



AS ORIGENS DA CANÇÃO URBANA
JOSÉ RAMOS TINHORÃO
34
(2011)
R$ 41,90



O HOLANDÊS
ANA BANDEIRA DE CARVALHO
DO AUTOR (RJ)
(2008)
R$ 16,82



METAL SEM HÚMUS
DÉRCIO BRAÚNA
7 LETRAS
(2006)
R$ 9,80



CINCO CONVERSAS COM ALVARO CUNHAL
ALVARO CUNHAL
CAMPO DAS LETRAS
(1999)
R$ 43,70



PSICOFÁRMACOS: CONSULTA RÁPIDA
ARISTIDES VOLPATO CORDIOLI
ARTES MEDICAS
(1997)
R$ 35,00



DETALLES GRÁFICOS PARA ARQUITECTOS
CARL KEMMERICH
GUSTAVO GILLI
(1997)
R$ 45,00



UPPS, DIREITOS E JUSTIÇA
FABIANA LUCI
FGV
(2012)
R$ 24,90



RETRATO DE FAMÍLIA
ADELINA CLARA HESS DE SOUZA
NOVA LETRA
(2010)
R$ 10,00





busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês