A grama do vizinho | Adriane Pasa | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Festa na floresta
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
Mais Recentes
>>> Corpo de delito de Patricia Cornwell pela Paralela (2000)
>>> A Arte da guerra de Sun Tzu pela Pé da letra (2016)
>>> O fio do bisturi de Tess Gerritsen pela Harper Collins (2016)
>>> A garota dinamarquesa de Davdid Ebershoff pela Fabrica 231 (2000)
>>> Uma auto biografia de Rita Lee pela Globo livros (2016)
>>> Songbook Caetano Veloso Volume 2 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> A Sentinela de Lya Luft pela Record (2005)
>>> O teorema Katherine de John Green pela Intriseca (2006)
>>> Louco por viver de Roberto Shiyashiki pela Gente (2015)
>>> A ilha dos dissidentes de Barbara Morais pela Gutemberg (2013)
>>> Sentido e intertextualidade de Emanuel Cardoso Silva pela Unimarco (1997)
>>> Mistérios do Coração de Roberto Shinyashiki pela Gente (1990)
>>> Interrelacionamento das Ciências da Linguagem de Monica Rector Toledo Silva pela Edições Gernasa (1974)
>>> Sociologia e Desenvolvimento de Costa Pinto pela Civilização Brasileira (1963)
>>> O Coronel Chabert e Um Caso Tenebroso de Honoré de Balzac pela Otto Pierre Editores (1978)
>>> O golpe de 68 no Peru: Do caudilhismo ao nacionalismo? de Major Victor Villanueva pela Civilização Brasileira (1969)
>>> Recordações da casa dos mortos de Fiodor Dostoiévski pela Nova Alexandria (2006)
>>> Elric de Melniboné: a traição ao imperador de Michael Moorcock pela Generale (2015)
>>> O Príncipe de Nicolau Maquiavel pela Vozes de Bolso (2018)
>>> Deuses Americanos de Neil Gaiman pela Conrad (2002)
>>> Deus é inocente – a imprensa, não de Carlos Dorneles pela Globo (2003)
>>> Memórias do subsolo de Fiodor Dostoiévski pela 34 (2000)
>>> Songbook - Tom Jobim, Volume 3 de Almir Chediak pela Lumiar (1990)
>>> Comunicação e contra-hegemonia de Eduardo Granja Coutinho (org.) pela EdUFRJ (2008)
>>> Caetano Veloso Songbook V. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Origami a Milenar Arte das Dobraduras de Carlos Genova pela Escrituras (2004)
>>> O vampiro Lestat de Anne Rice pela Rocco (1999)
>>> Nova enciclopédia ilustrada Folha volume 2 de Folha de São Paulo pela Publifolha (1996)
>>> Esperança para a família de Willie e Elaine Oliver pela Cpb (2018)
>>> Leituras do presente de Valdir Prigol pela Argos (2007)
>>> Insight de Daniel C. Luz pela Dvs (2001)
>>> Política e relações internacionais de Marcus Faro de Castro pela UnB (2005)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Infinite Jest de David Foster Wallace pela Back Bay Books (1996)
>>> Nine Dragons de Michael Connelly pela Hieronymus (2009)
>>> The Innocent de Taylor Stevens pela Crown Publishers (2011)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> Filosofia Para Crianças e Adolescentes de Maria Luiza Silveira Teles pela Vozes (2008)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> Vida de São Francisco de Assis de Tomás de Celano pela Vozes (2018)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Astrologia e Fatalismo Magnetismo e Hipnose de Ferni Genevè pela Fase (1983)
>>> Práticas da leitura de Roger Chartier (org.) pela Estação Liberdade (2001)
>>> Universo em Desencanto A Verdadeira Origem da Humanidade Vol 1 de Não Informada pela Mundo Racional
>>> Matemática Financeira de Roberto Zentgraf pela Ztg (2002)
>>> Como Negociar Qualquer Coisa Com Qualquer Pessoa Em Qualquer Lugar do Mundo de Frank L. Acuff pela Senac (1998)
>>> Morte e Vida Severinas: das Ressurreições e Conservações ... Ed. Ltda. de Nelci Tinem e Luizamorim: Organização pela Impre. Univ. J. Pessoa (2012)
COLUNAS

Segunda-feira, 23/12/2013
A grama do vizinho
Adriane Pasa

+ de 3500 Acessos

Todo dia eu olhava pra ela. Todo dia. Pela janela da minha cozinha. E era linda. E a cor era muito viva, principalmente em dias de sol. Até que um dia peguei uma lupa e fui até lá. O lance é conferir de perto, porque de longe todo mundo é normal. Dei uma disfarçada e fui em direção à caixa de cartas, depois abri o portão, fingi estar esperando algo, dei alguns passos para o lado e abaixei. E vi. Com a lupa. Vi a minhoca e a larva da minhoca e depois um tatuzinho-bola. E pior. Achei o máximo. Tinha vida e era engraçada, surpreendente como os vídeos em close-up da Discovery Channel. Dei uma analisada na cor, que disso eu entendo. Era de um verde-bandeira brilhante, saturado, nenhuma cor da escala Pantone se parecia com ele e tinha um efeito de glitter. Parecia uma mistura dos verdes das telas de Tarsila. Que raiva. Algumas folhas estavam meio amareladas, ok, mas faziam uma boa composição. Em tempos de copa do mundo, fica até bacana. E estava toda aparadinha, simétrica, um mini Maracanã. Aí resolvi cheirar e cheguei mais perto, a pontinha da folha me fez cócegas por dentro do nariz. Dei um espirro, desses que saem em partes e a gente fica com cara de idiota. Tinha um cheiro de chuva, mas chuva engarrafada, tipo essas colônias pós-banho. Quando passei a mão, uma aguinha ficou entre meus dedos. Uma coisa fresca, geladinha. De fato, era o máximo. Não havia dúvidas.

Antes que eu pudesse disfarçar e sair de fininho, a família chegou. As crianças saíram do carro correndo e com suas galochas de chuva pisaram grosseiramente na grama. Aquelas galochas cujas solas têm um desenho geométrico parecido com marcas de pneu. Faziam carimbos. A mãe, meio azeda, dizia aos berros, "vão pela calçada!". Havia alguma coisa estranha nelas, uma agressividade exacerbada, mesmo sorrindo e pulando se empurravam com força. O pai, com uma cara de cansado e com a testa cheia de rugas de final de dia pegava as compras no porta-malas. Deixou cair uma sacola que tinha não sei o que e quebrou e o líquido escorreu pelo verde-bandeira. Acho que era refrigerante, porque fez uma espuminha. A mãe reclamou. E aí veio o cachorro e cagou bem no lugar onde estavam as minhocas e o tatu-bola. Depois que todos entraram, as folhinhas pareciam meio amassadas e um pouco de terra havia se soltado, espalhando alguns torrões por cima de tudo. Como anoitecia, a cor tinha outro tom. As vozes foram ficando longe e eu ouvi a porta bater, com força. Pareceu-me um recado. A essas alturas eu já estava em frente ao meu portão, fingindo chegar da rua. Acho que ninguém reparou que eu estive ali observando e cobiçando, com uma solidão própria dos quadros de Hopper. Olhei em volta. Todos os jardins estavam com um aspecto estranho e perturbador, como na cena de Veludo Azul em que o rapaz encontra uma orelha cortada no meio de um matinho em um terreno baldio. Bizarro. O que antes era Walt Disney, de repente virou David Lynch.

Entrei em casa e o silêncio chegava a incomodar. Lembrei do Daniel. Um amigo escritor muito talentoso e que tinha uma risada divertida com gosto de infância. Daniel nunca estava em silêncio. Era muito generoso para isso. Há alguns dias ele havia me enviado uns textos lindos, que despertaram em mim um sentimento meio confuso. Aquelas coisas que a gente admira, acha genial, mas gostaria mesmo é que fossem nossas. Fui para o computador. Escrevi um troço estranho, totalmente diferente do que eu costumava escrever. Quis imitar o jardim perfeito dos textos de Daniel. Aí me deu uma sede e lembrei que só tinha água da torneira. Fui até a cozinha. Uns dias atrás tinha lido uma matéria sobre o cloro na água, dizia que ele mata em torno de 75% das bactérias. Mas será que também mata a gente, aos poucos? Lembrei que na casa ao lado, como tem crianças, nunca devia faltar água mineral. E refrigerante. Bebi um copo d'água da torneira num golão. Voltei para o computador e fiquei olhando para a tela um pouco. Corrigi alguns errinhos, mudei algumas palavras, pra parecer mais elaborado e inteligente. Em seguida mandei meu texto por e-mail para o Daniel. E disse a ele, na cara dura: "Hoje tentei fazer um texto parecido com os teus, veja aí". Senti um pouco de vergonha, mas aí a mensagem já tinha ido. Depois pensei que quando somos íntimos de alguém amigo jamais devemos ter vergonha de nada. A gente não precisa fingir que não está admirando e tentando imitar. Num terreno de liberdade, a cobiça nunca é anônima. É sempre declarada, explícita. Depois de alguns minutos ele respondeu dizendo "mas não tem nada a ver com o que você escreve!". A inveja é assim.


Adriane Pasa
Curitiba, 23/12/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cidades do Algarve de Elisa Andrade Buzzo
02. Mais outro cais de Elisa Andrade Buzzo
03. Casa Arrumada de Ricardo de Mattos
04. Omissão de Ricardo de Mattos
05. Ação Social de Ricardo de Mattos


Mais Adriane Pasa
Mais Acessadas de Adriane Pasa em 2013
01. Um Lugar para Fugir Antes de Morrer - 15/5/2013
02. Cego, surdo e engraçado - 19/4/2013
03. Dooois ou um? - 28/10/2013
04. A grama do vizinho - 23/12/2013
05. A verdade somente a verdade? - 26/8/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LOS LATINOS AMERICANOS EN UNA PERSPECTIVA GLOBAL-HEMISFÉRICA
IBERO AMERICANA Nº 17 DE MARZO 2005
IBEROAMERICANA (MADRID)
(2005)
R$ 17,82



PENSANDO A FORMAÇÃO - ESCRITOS DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO
PEDRO HUSSAK
NAU
(2010)
R$ 29,00



ESTÓRIAS E LENDAS DO NORTE E NORDESTE
PAULO DANTAS - SELEÇÃO
EDIGRAF
R$ 6,00



PENSAMENTOS PODEROSOS
LOUISE L. HAY
SEXTANTE
(2009)
R$ 69,90



AMOR VERDADEIRO
DEBRA K. FILETA
THOMAS NELSON BRASIL
(2012)
R$ 14,90



INCENTIVOS PARA REALIZAÇÃO DO PGRCC
CRISTIANE BOCHENEK
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 230,00



ECONOMIA E MERCADOS UM CURSO DE INTRODUÇÃO À ECONOMIA
ADELPHINO TEIXEIRA DA SILVA
ED. ATLAS
(1993)
R$ 5,90



A PERÍFRASE ANDARE A + INFINITO EM DISCURSOS POLÍTICOS DA ATUALIDADE
FELIPE NICOLAO RODRIGUES GOMES
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



UM DEUS PASSEANDO PELA BRISA DA TARDE
MÁRIO DE CARVALHO
CAMINHO
(1994)
R$ 47,79



1889: COMO UM IMPERADOR CANSADO, UM MARECHAL VAIDOSO E UM PROFESSOR INJUSTIÇADO CONTRIBUÍRAM PARA O FIM DA MONARQUIA E A PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA NO BRASIL
LAURENTINO GOMES
GLOBO
(2013)
R$ 22,90





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês