I-ching-poemas de Bruna Piantino | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
31119 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Inauguração da Spazeo com show do Circuladô de Fulô - 28/07
>>> CONFRARIA COMEDY SE APRESENTA EM OSASCO, NESTE SÁBADO, TRAZENDO DIVERSOS CONVIDADOS
>>> Maite Proença em A MULHER DE BATH
>>> Chico Amaral celebra parcerias de sua carreira
>>> Viralizando reflete sobre as videoaulas como plataforma de ensino pela internet
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Mão única
>>> A passos de peregrinos ll
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES IV
>>> Shomin-Geki, vidas comuns no cinema japonês
>>> Con(fusões)
>>> A passos de peregrinos l
>>> Ocaso
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES I
>>> Sob o mesmo teto
>>> O alívio das vias aéreas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sobre palavras mal ditas
>>> Animismo
>>> Detached
>>> Direita, volver!
>>> Simpatia pelo Demônio, de Bernardo Carvalho
>>> Alguns poemas traduzidos, de Manuel Bandeira
>>> Um Furto
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> Onde os fracos não têm vez, de Joel e Ethan Coen
>>> Mais outro cais
Mais Recentes
>>> A Geometria Maçônica - Rito Escocês Antigo e Aceito
>>> Os Protocolos dos Sábios do Sião - Edições Eliseo
>>> Os Chakras e os Campos de Energia Humanos
>>> São Cipriano - O Legítimo Capa Preta
>>> Inglês para Concursos - uma abordagem prática (6ª ed.)
>>> Projeção do Corpo Astral
>>> Arquétipos da Alma - Um Guia para se Reconhecer a Matriz dos Padrões
>>> O Poder do Pentagrama
>>> O Ciclo de Lunação - Uma chave para a compreensão da personalidade
>>> Radiestesia e Saúde - Como melhorar a sua saúde através da radiestesia
>>> Religião e Ética - Cadernos Ceap
>>> Deutsch Perfekt- revista 5/2012
>>> Psicopedagogia Clínica- caminhos teóricos e práticos
>>> Do luxo ao fardo - Um estudo histórico sobre o tédio
>>> Leyendo a Euclides
>>> Buda - O templo de Jetavana Vol. XIII
>>> Buda- O retorno ao reino de Magadha Vol. XI
>>> Transmissões Cristalinas - Uma Síntese de Luz
>>> Buda- O início da jornada Vol. V
>>> Conceito Rosacruz do Cosmos
>>> Buda- Em Busca da iluminação Vol. IV
>>> Buda - O nascimento de Siddhartha Vol. II
>>> Serial Killers A anatomia do mal
>>> Bom dia Veronica
>>> Millennium 3 A Rainha do castelo de ar
>>> Millennium 2 A menina que brincava com fogo
>>> Deutsch Perfekt- 9/2012- revista
>>> A Época brasileira de Vilém Flusser
>>> Sobre o óbvio
>>> Deutsch Perfekt 4/2012- revista
>>> A Estrutura da Magia
>>> Cultura Escrita, Literatura e História
>>> Animal de estimação 1ª ed.
>>> Os Essênios e os manuscritos do mar morto
>>> Blecaute
>>> Alice - Coleção Clássicos Zahar (livro de Bolso Capa Dura)
>>> Preparados para o fim?
>>> Discipulado
>>> Vem senhor Jesus
>>> Breve História da Maçonaria
>>> Astrologia para Leigos
>>> Mar de Histórias: Antologia do Conto Mundial, 7: Fim de Século
>>> Mar de Histórias: Antologia do Conto Mundial, 6: Caminhos Cruzados
>>> Mar de Histórias: Antologia do Conto Mundial, 5: o Realismo
>>> Mar de Histórias: Antologia do Conto Mundial, 4: do Romantismo ao Realismo
>>> Mar de Histórias: Antologia do Conto Mundial, 3: O Romantismo
>>> A Bíblia Sagrada: Velho e Novo Testamento
>>> Como Conhecer a Deus: um Plano de 5 Dias
>>> De Belém ao Calvário
>>> O Reaparecimento do Cristo
COLUNAS

Terça-feira, 19/5/2015
I-ching-poemas de Bruna Piantino
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 2100 Acessos

A poeta Bruna Piantino fez um livro de cor rosa, com o delicado título de "Biscuit" (BH: Edição do autor, 2014). A poetisa tem um rosto lindo (como se apresenta na contra capa de seu livro), mas não se enganem, no seu rosto vibram olhos insanos (de poeta) e nas páginas cor de rosa de "Biscuit" escorrem, algumas vezes, sangue e desespero.

Imagens perturbadoras aparecem, por exemplo, no poema "O tempo do conflito". Aqui se narra de forma irônica as formas de se matar um elefante. O poema trabalha com a produção de uma narrativa quase tão mecânica quanto a produção fria e desumana dos assassinatos:

"Paquiderme

à sombra da acácia

recém-abatido

posa para câmera

..

Alguns modos de se matar um elefante

1/6

pela mira de Ernest

Hemingway´s 577

Nitro Express Double barreled

on Safari in Africa in 1953

2/6

10 homens esqueléticos

arremessam lanças

arrancadas pela tromba

até que o sangue se esvaia

3/6

50 homens a cavalo

falando árabe

abatem a granadas 89 elefantes

33 em período lácteo, 15 filhotes

4/6

1 helicóptero

aparelhos de visão noturna

silenciadores da caça furtiva

os elefantes nunca esquecem

5/6

mina antitanque, mina AT

pressão mínima 150 kg no disparo

autorizado pelo tratado de Ottawa

utilizada no Zimbabwe, sec. XXI

6/6

cianureto

em poços d´água

mortes indiretas no micro-habitat

efeito de até quarta geração".

Imagens abissais povoam o poema "Abismo sobre abismo/ a água funda jaz em uma ravina", reforçando a ideia de desastre que aparece em vários outros poemas:

"A formiga vive nua/ no banheiro/ insiste em rondar/ o ralo como se logo ali/ abaixo/ estivessem os cem/ ovos gerados por ela/ na primavera/ em meio à tempestade// a mãe atraída pela/ descida/ e obcecada por salvar/ o ovo fecundado no voo/ nupcial/ que larva prometida/ tornar-se-á/ rainha/ alcança o buraco negro// que consumirá em dias/ todo o seu/ exoesqueleto marrom/ rumo ao porão das / águas pardas/ escória debatida/ no purgatório onde/ a alma/ em chamas eterniza".

Nos poemas de Bruna Piantino, a forças se dobram em acidentes, em corpos quebrados, em movimentos que acabam se tornando impossibilidades, como em "Um príncipe oferece tudo ao imperador":

"o primeiro/ rolou pelas escadas após visitar a irmã/ já a senhora/ que estendia roupa no varal/ escorregou abruptamente/ no alpendre de pedra ardósia// (...) o primeiro tombo/ causou fratura em uma das pernas/ o segundo gerou tanto desconforto/ como se fossem trocadas as bandas do corpo/ da espinha dorsal às falanges/ uma torção no cabide dos ossos".

Algo de soturno também perpassa várias das outras páginas cor de rosa do livro, seja a paralisação da ação causada pelo excesso de desejo ou na ideia de que todo dia é noite na cidade, quando se avizinha o perigo e o absurdo, como diz em trecho do poema "Um fogo das profundezas da terra":

"Todo dia é noite/ na cidade/ soturna por seus convidativos/ cruzamentos urbanos/ na iminência/ de um Jack Estripador/ ou da nudez absurda/ in the box/ de uma Kate Moss".

O tempo, inexorável e entediante, marca as horas vazias e dolorosas da vida, como no trecho do poema "Os vermes reproduzidos na tigela":

"Os dias são o pasto/ que se passa/ a sangue-ferro-fogo/ exposto às contusões/ caseiras/ no tédio descoberto/ pelos pequenos enganos/ discreto/ o relógio badala".

Os poemas de Bruna Piantino têm, em geral, a capacidade de evocar paisagens, estados de espírito e situações irremediáveis da existência do homem ou da natureza (que pode funcionar como alegoria da vida humana). Por exemplo, como no trecho do poema "O cruzamento da grande água":

"a onda que da rocha/ se avizinha/ junto dela se debate/ até que a força seja extinta/ deixando marcas fósseis/ na pedra que absorve/ o silêncio/ enquanto o mar/ não se cala."

Mas nem tudo parece perdido, há uma espécie de i-ching no subsolo dos poemas, que lança os dados da sorte sobre a vida humana. Como anuncia o primeiro poema do livro "A capacidade de iniciativa cf. o céu", onde um cão salta na noite para mostrar o caminho naquela escuridão onde a poeta parece estar perdida:

"na escuridão/ nada se via/ as botas encharcadas/ entre as encostas do mar/ e os charcos da planície// o vulto/ do cavalo/ que teria ganas de te possuir/ como todos os homens da vila// a aparição do cachorro/ que te lambia a mão/ para dizer: não estás sozinha/ venha que eu te mostro o caminho// e chovia".

PARA IR ALÉM:

A palavra biscuit, explica a autora, vem do latim (bis) e de coctus: significa dupla cocção, conceito que ela associa à mutação no I Ching.

Bruna está atenta à relação dos homens entre si e com a sociedade, mergulhados nos mistérios da teia da vida. Biscuit foi também editado em braille e será disponibilizado para bibliotecas públicas e entidades voltadas para o atendimento de portadores de deficiência visual.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 19/5/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Querem acabar com as livrarias de Noah Mera
02. 2009 e minhas leituras de Rafael Fernandes
03. A revolução de saber das coisas de Marta Barcellos
04. A crise da pauta de Débora Costa e Silva
05. Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2015
01. Daumier, um caricaturista contra o poder - 24/2/2015
02. Eu matei Marina Abramovic (Conto) - 17/3/2015
03. Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques - 24/11/2015
04. Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte I) - 2/6/2015
05. Gerald Thomas: cidadão do mundo (parte final) - 28/7/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A REVOLUÇÃO DOS BICHOS
GEORGE ORWELL
COMPANHIA DAS LETRAS
(2012)
R$ 30,00



FITA AZUL DE MARIA ANO VII JANEIRO Nº80
FEDERAÇÃO MARIANAS
FEDERAÇÃO MARIANAS
R$ 12,00



LA PIERRE DU ROYAUME, VERSION POUR EUROPÉENS ET BRÉSILIENS DE BON SENS
ARIANO SUASSUNA
METAILIÉ
(1996)
R$ 47,90



A PAIXÃO ENTRE MULHERES
LINDSEY ELDER
LGS
(1998)
R$ 15,00



MANGÁ TARAREBA - CONTOS DE PASSADO E FUTURO
KYO HATSUKI
SAMPA ARTE / LAZER
(2011)
R$ 9,99



OS QUATRO HOMENS JUSTOS
EDGAR WALLACE
CULTRIX
(1969)
R$ 4,90



DIÁRIO DE UM REPÓRTER
FLÁVIO ALCARAZ GOMES
MERCADO ABERTO
(1995)
R$ 8,00



OS FILÓSOFOS E AS MÁQUINAS
PAOLO ROSSI
COMPANHIA DAS LETRAS
(1989)
R$ 80,00



RACISMO EM PORTUGUÊS
JOANA GORJAO HENRIQUES
TINTA DA CHINA
(2017)
R$ 45,00



OS PARTIDOS POLÍTICOS
BRANDÃO MONTEIRO & CARLOS ALBERTO P. DE OLIVEIRA
GLOBAL
(1989)
R$ 10,00





busca | avançada
31119 visitas/dia
1,1 milhão/mês