Assunto de Mulher | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
24646 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
Últimos Posts
>>> Diagnóstico falho
>>> Manuscrito
>>> Expectativas
>>> Poros do devir
>>> Quites
>>> Pós-graduação
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Um jantar levantino
>>> Se eu fosse você 2
>>> Sou diabético
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> O Barril
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Quatro Mitos sobre Internet - parte 1
>>> Da capo
>>> Elesbão: escravo, enforcado, esquartejado
>>> 5ª MUMIA em BH
Mais Recentes
>>> A Era do Capital de Eric Hobsbawm pela Paz e Terra (2002)
>>> A Era das Revoluções de Eric Hobsbawm pela Paz e Terra (2001)
>>> Medo, Reverência, Terror - Quatro ensaios de iconografia política de Carlo Ginzburg pela Companhia das letras (2014)
>>> Cinema de Garganta de Ericson Pires pela Azougue (2002)
>>> Criando Meninas de Gisela Preuschoff pela Fundamento (2006)
>>> A Revolução Russa de 1917 de Marc Ferro pela Perspectiva (1980)
>>> A Revolução Russa de 1917 de Marc Ferro pela Perspectiva (1980)
>>> Os Últimos Anos de Bukharin de Roy Medvedev pela Civilização Brasileira (1980)
>>> Os Últimos Anos de Bukharin de Roy Medvedev pela Civilização Brasileira (1980)
>>> A Primeira Reportagem (Vaga- lume) de Sylvio Pereira pela Ática/ SP. (1991)
>>> A Primeira Reportagem (Vaga- lume) de Sylvio Pereira pela Ática/ SP. (1984)
>>> A Primeira Reportagem (Vaga- lume) de Sylvio Pereira pela Ática/ SP. (1984)
>>> A Primeira Reportagem (Vaga- lume) de Sylvio Pereira pela Ática/ SP. (1995)
>>> Lógica da Lógica de Paulo Roberto Melo Volker (org.) pela Fafich/ Fumec (1983)
>>> Diccionario de Psicología (Encadernado) de Howard C. Warren (Compilador) pela Fondo de Cultura/ México (1991)
>>> Nietzsche para Estressados (99 Doses de Filosofia para Despertar a Mente e Combater as Preocupações de Allan Percy pela Sextante (2001)
>>> Nietzsche para Estressados (99 Doses de Filosofia para Despertar a Mente e Combater as Preocupações de Allan Percy pela Sextante (2001)
>>> Os Melhores contos de Natal de Charles Dickens-Jack London- Nathaniel Hawthorne- O. Henry pela Circulo do Livro/ SP. (1990)
>>> Sete Vozes Falam (Sem uso) de Catharose de Petri pela Rosa Cruz Áurea/ Sp. (1982)
>>> Questionamos 2: Psicanálise Institucional e Psicanálise S/ Instituição de Marie Langer: Compilação pela Interlivros (1977)
>>> Por Que Fazer Terapia?/ Capa Dura de Luiz Carlos Teixeira de Freitas pela Circulo do Livro/ SP. (1990)
>>> Um Rosto No computador/ Vaga- lume de Marcos rey pela Ática/ SP. (1992)
>>> Um Rosto No computador/ Vaga- lume de Marcos rey pela Ática/ SP. (1992)
>>> Um Rosto No computador/ Vaga- lume de Marcos rey pela Ática/ SP. (1995)
>>> Um Rosto No computador/ Vaga- lume de Marcos rey pela Ática/ SP. (1999)
>>> Sozinha no Mundo de Marcos Rey pela Ática/ SP. (1984)
>>> Sozinha no Mundo de Marcos Rey pela Ática/ SP. (2004)
>>> Tonic e Carniça/ Vaga- lume de José Rezende Filho/ Assis Brasil pela Ática/ SP. (1989)
>>> Tonic e Carniça/ Vaga- lume de José Rezende Filho/ Assis Brasil pela Ática/ SP. (1982)
>>> Tonic e Carniça/ Vaga- lume de José Rezende Filho/ Assis Brasil pela Ática/ SP. (2002)
>>> O Segredo dos Sinais Mágicos/ Vaga-lume de Sérsi Bardari/ Ilustr.: Edgar Rodrigues pela Ática/ SP. (1993)
>>> O Segredo dos Sinais Mágicos/ Vaga-lume de Sérsi Bardari/ Ilustr.: Edgar Rodrigues pela Ática/ SP. (1993)
>>> Desvendando Mistérios - Chacras, Kundalini, os sete corpos e outros de Osho pela Alaúde (2011)
>>> O Segredo dos Sinais Mágicos/ Vaga-lume de Sérsi Bardari/ Ilustr.: Edgar Rodrigues pela Ática/ SP. (1993)
>>> O Segredo dos Sinais Mágicos/ Vaga-lume de Sérsi Bardari/ Ilustr.: Edgar Rodrigues pela Ática/ SP. (1993)
>>> Tonico de José Rezende Filho pela Ática/ SP. (1978)
>>> Tonico de José Rezende Filho pela Ática/ SP. (1988)
>>> Tonico de José Rezende Filho pela Ática/ SP. (1978)
>>> Por Onde Andou Meu Coração de Maria Helena Cardoso pela Nova Fronteira/ RJ. (1984)
>>> O Brasileiro Perplexo de Rachel de Queiroz pela Edautor (1963)
>>> Se a Memória não Me Falha de Sylvia Orthof/ Ilustrações: Tato pela Nova Fronteira/ RJ. (1987)
>>> João Miguel de Rachel de Queiroz pela Siciliano/ SP. (1992)
>>> Maria Ruth de Ruth Escobar/ Prefácio: Hélio Pellegrino pela Guanabara/ RJ. (1986)
>>> voce Tem Personalidade? de Pedro Bloch pela Bloch editores (1979)
>>> voce Tem Personalidade? de Pedro Bloch pela Bloch editores (1979)
>>> O Menino Mágico de Rachel de Queiroz/ Ilustrações: Gian Calvi pela Livr. José Olympio Edit. (1987)
>>> O Menino Mágico de Rachel de Queiroz/ Ilustrações: Gian Calvi pela Livr. José Olympio Edit. (1982)
>>> Um Nome pra Matar (Prêmio Walmap) de Maria Alice Barroso/ Prefácio: Antonio Olinto pela Bloch editores (1967)
>>> Uma cidade Fora do mapa de Eliane Ganem pela Livr. José Olympio Edit. (1985)
>>> Uma cidade Fora do mapa de Eliane Ganem pela Livr. José Olympio Edit. (1987)
COLUNAS

Quarta-feira, 7/10/2015
Assunto de Mulher
Marilia Mota Silva

+ de 2300 Acessos

Um amigo meu, jovem ainda, disse outro dia que o feminismo atrapalha as mulheres porque "elas eram mais felizes sendo apenas mães e donas-de-casa". Com notável autoridade sobre o assunto, ele se referia a elas, como um bloco único, em que diferenças individuais não contam.

Disse-lhe que feminismo não obriga a mulher a trabalhar fora de casa; apenas defende seu direito de fazer isso. Porque nesse mundo em que o dinheiro é o valor supremo, se ela quiser ter alguma autonomia, ser dona de sua vida, deve ter renda própria e ser capaz de garantir o seu sustento.

Meu amigo fez esse comentário sem malícia, no contexto de um papo sobre casamento e crise de meia-idade.

No entanto, a condescendência de sua opinião sobre o que convém a meio mundo reflete o enraizado sistema de casta em que vivemos e reflete também um movimento que se vem observando ultimamente: o recrudescimento da luta contra as mulheres.

Um relatório das Nações Unidas, de março deste ano, apresentado pelo Secretário Geral Ban Kimoon, fala de de um "alarmante aumento dos níveis de violência física e sexual contra as mulheres". Seria necessário uma ação conjunta das nações do mundo para combater essa forma de epidemia que nos atinge a todos e compromete as gerações futuras.

Mas não vou falar aqui da violência física, de casos emblemáticos como o da jovem paquistanesa que levou um tiro na cabeça por pleitear educação para as meninas; do infanticídio de meninas; da prostituição forçada; a lista de crimes cometidos contra as mulheres é longa e mais ou menos conhecida. Quero falar do combate sutil, da sabotagem diária, das pressões culturais, econômicas e psicológicas que recaem sobre as mulheres, inclusive em países que se consideram civilizados.

Nos Estados Unidos, por exemplo, tem aumentado o número de mulheres altamente qualificadas e bem sucedidas profissionalmente que abandonam tudo para cuidar dos filhos. Essas tem sorte porque, sendo ricas e casadas com homens tão bem sucedidos quanto elas, puderam escolher. No entanto, quando os filhos forem para a faculdade, e elas quiserem retomar a carreira profissional, vão ter que competir com os que estiverem começando, isso se conseguirem emprego.

Já as mulheres menos educadas, com renda média ou baixa, não tem escolha, e enfrentam desafios diários incontornáveis. As escolas aqui costumam ter muitos dias livres (reunião de professores, de atualização) fora os dias de neve e feriados. Onde deixar as crianças nesses dias? Além disso, a presença dos pais é requerida nos múltiplos eventos da escola: teatro, concertos, feiras, assim como sua ajuda 'voluntária' nessas atividades.

De seu lado, os empregadores costumam ignorar a existência de vida fora do trabalho, como se os empregados fossem seres avulsos no mundo, e não existissem famílias, crianças ou pais idosos. Algumas empresas, por exemplo, tem um sistema de turnos: o empregado tem que ficar à disposição, pronto a comparecer quando chamado, muitas vezes em cima da hora. Quem tem criança em casa nem se candidata. Só recentemente, algumas dessas empresas (Abercrombie & Fitch, Williams-Sonoma, Gap, Starbucks) começaram a mudar essa prática.

Em pleno século 21, com todos os avanços da tecnologia, em um país que se orgulha de seus valores, de sua democracia, com uma economia forte e instituições sólidas, as empresas ainda ignoram a existência da família. E a criança ainda é considerada problema da mulher. Ninguém fala se os pais falham nos cuidados com os filhos. É sempre a mulher. Assim como não falam da responsabilidade do homem quando discutem o aborto. Nada a ver com eles! Como se fetos surgissem por geração espontânea.

Acredito que o patriarcalismo arraigado - nas mulheres também, talvez até mais profundamente - e a mentalidade de business people sejam as causas da falta de flexibilidade das empresas e de uma cultura que ignora a vida familiar; família não se mistura com business, família é território das mulheres; em casa elas são mais felizes, diria meu amigo, brasileiro aliás. Afinal, quem vai abrir mão de seus privilégios de casta?

Como disse a escritora Nell Scovell, em um artigo no NYT (aqui) sobre a diminuição acentuada da presença feminina na criação de comédias na tevê:

"A desigualdade entre homem e mulher é como uma infecção bacteriana: o paciente está no segundo dia de antibiótico, os sintomas melhoram, a febre baixa, mas ele não pode se considerar curado. É preciso continuar com o tratamento, senão a doença volta.

"A desigualdade entre gêneros ainda está em nossa corrente sanguínea, e quando nós paramos de combatê-la, a bactéria se multiplica."

Esqueçamos ética, solidariedade, justiça, compaixão, afeto. Falemos de interesse.

Me parece evidente que interessa à sociedade que todas as crianças tenham as melhores condições possíveis para se desenvolver bem, com saúde emocional e física. Elas são nossos melhores recursos, são nosso futuro, os médicos que vão nos atender, os fabricantes de alimentos e remédios, os juízes, artistas, inventores, cientistas, e políticos. Nessa luta para manter o status quo, a criança e o futuro também saem prejudicados. E ainda há quem se espante com o crescente nível de insanidade no mundo.


Marilia Mota Silva
Washington, 7/10/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Mais outro cais de Elisa Andrade Buzzo
02. Nuvem Negra* de Marilia Mota Silva
03. Omissão de Ricardo de Mattos
04. Livrarias de Ricardo de Mattos
05. Ação Social de Ricardo de Mattos


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2015
01. O Velho e Bom Complexo de Inferioridade - 4/2/2015
02. Minha Terra Tem Palmeiras - 15/7/2015
03. Memorial de Berlim - 23/12/2015
04. Pendurados no Pincel - 18/3/2015
05. Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras (2) - 25/2/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MAGIC MOVIE MOMENTS (4117)
TERRY GILLIAM
VIKING STUDIO
(2000)
R$ 70,00



OS BRUXOS DA ADMINISTRAÇÃO ... - 3ª EDIÇÃO
JOHN MICKLETHWAIT & ADRIAN WOOLDRIDGE
CAMPUS
(2001)
R$ 13,00



ESTUDOS DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL 3º VOL.
JOSÉ FERNANDO DA SILVA LOPES (CAPA DURA)
JALOVI
(1983)
R$ 25,00



VIDA: UM ENIGMA, UMA JÓIA PRECIOSA
DAISAKU IKEDA
RECORD
(2003)
R$ 50,00



REFLEXÕES SOBRE A FÉ E O LUCRO
C. WILLIAM POLLARD
LAROUSSE
(2009)
R$ 12,00



LEVANTAMENTO FLORÍSTICO E FITOSSOCIOLÓGICO DA CAATINGA
FRANCISCO WESCLEY ALCÂNTARA DE FREITAS, JANIQUELLE DA SILVA RABELO UND VALSERGIO BARROS DA SILVA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



ESCUTA DO DESEJO: ENSAIOS SOBRE PSICANÁLISE, CINEMA E LITERATURA
DINARA MACHADO GUIMARÃES (ORG.)
CIA DE FREUD
(2014)
R$ 28,90



MATEMÁTICA - VOLUME ÚNICO - ENSINO MÉDIO - 1ª EDIÇÃO
LUIZ ROBERTO DANTE
ÁTICA
(2005)
R$ 15,00



FALANDO COM SEU FILHO SOBRE SEXO- 3ª EDIÇÃO
MARY S. CALDERONE E JAMES W. RAMEY
SUMMUS EDITORIAL
(1986)
R$ 8,00



ALÍVIO PARA O SOFRIMENTO E A DEPRESSÃO
JAMES F. DRANE
PAULUS
(2015)
R$ 28,00
+ frete grátis





busca | avançada
24646 visitas/dia
922 mil/mês