Pendurados no Pincel | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
53064 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Música: Fabiana Cozza se apresenta no Sesc Santo André com repertório que homenageia Dona Ivone Lara
>>> Nos 30 anos, Taanteatro faz reflexão com solos teatro-coreográficos
>>> ‘Salão Paulista de Arte Naïf’ será aberto neste sábado, dia 27, no Museu de Socorro
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
>>> Iecine abre inscrições para a oficina Coprodução Internacional para Cinema
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Agosto, mês augusto
>>> Silêncio e grito
>>> Affirmative action
>>> Cozinhando com mamãe
>>> Conheça Carácolis (parte 1)
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> Mob Flash
>>> A Geração Paissandu
>>> História de um papagaio de papel
>>> Saleté S.A.
Mais Recentes
>>> The Jungle Book de Walt Disney pela Ladybird Books Limit (1996)
>>> Vibrações de Harmonia e Prosperidade de Antônio Carlos Rocha pela Pallas
>>> The Berenstain Bear Scouts and the Terrible Talking Termite de Stan & Jan Berenstain pela Scholastic Books (1996)
>>> Carassotaque de Alfredo Aquino pela Iluminuras (2008)
>>> Prevenção dos Problemas de Aprendizagem no Pré-escolar de Eny Léa Gass pela Enelivros (1994)
>>> Renovando Atitudes de Francisco do Espíto Santo Neto - Espírirto Hammed pela Boa Nova (1997)
>>> Pelos Caminhos da Verdade de Márcio Fiorillo pelo Espírito Madalena pela Lúmen Editorial (2010)
>>> Os Grandes Líderes - Fidel Castro de John J. Vail pela Nova Cultural (1987)
>>> Playboy n60 Angelina Muniz - julho 1980 de Civita pela Abril (1980)
>>> O Zahir de Paulo Coelho pela Rocco (2005)
>>> Olhar Acima do Horizonte de Luiz Alberto Py pela Rocco (2002)
>>> Psicanálises de Ontem e de Hoje - o Poder da Mente Humana 2 de Henri Gratton pela Loyola
>>> A Aparição de José Mauro Silva Dias pela Faer
>>> Nove Meses na Vida de uma Solteirona de Judith Rossner pela Record (1969)
>>> Homens Duas Sátiras e uma Fábula de Marilia Pacheco Fiorillo pela Arx (2004)
>>> Matemática 1 - Versão Beta de Edwaldo Bianchini e Herval Paccola pela Moderna (1995)
>>> Minha História : um Diário para Encontrar Sua Voz de Michelle Obama pela Objetiva (2019)
>>> Assis Brasil - um Diplomata da República Volume I de Alvaro da Costa Franco (org.) pela Fundação Alexandre Gusmão (2006)
>>> Fundamentos Socioantropologicos da Educação de Alexandre Vieira pela Fael (2013)
>>> Revista Guitar Player Janeiro de 2010 de N/d pela Melody
>>> Problemas Penais Concretos de Miguel Reale Júnior pela Malheiros (1997)
>>> Presentes da Natureza de Dione Mendes de Melo pela Do Autor (1998)
>>> Mães Confiantes, Filhos Realizados de Catherine Hickem pela Thomas Nelson Brasil (2010)
>>> Contabilidade para Concursos de Airto Ferronato pela Sagra (1989)
>>> Nações do Mundo - Israel de Vários Autores pela Cidade Cultural (1987)
COLUNAS

Quarta-feira, 18/3/2015
Pendurados no Pincel
Marilia Mota Silva

+ de 3500 Acessos

Um senhor já velho, de cabelos ralos e espinha curvada, entrou decidido na Livraria da Travessa e foi direto ao caixa. Queria saber se a Travessa teria interesse em comprar sua coleção da Enciclopédia Britânica, completa e bem conservada.

O caixa olhou o homem como se o visse em meio ao fog do túnel do tempo. Quando recobrou a fala disse apenas não...não, não interessava. O homem virou as costas, ferido pelo olhar do outro, mas o rapaz recuperou-se em tempo e sugeriu: - A Biblioteca Nacional talvez se interesse; algum colecionador...

Quanto valeria hoje uma boa enciclopédia? Dificilmente valeria alguma coisa já que não há demanda. No entanto, esse era um bem precioso há não muito tempo.

* * *

Ana herdou dos pais a casa em que viveram a vida toda. Junto com a casa, os serviços de prata e porcelana inglesa, móveis de jacarandá, arcas, oratórios, orgulho da família há gerações. Desesperou-se: o que fazer com aquilo?

Tentou empurrar alguma coisa para a filha. A menina não aceitou nem um samovar de prata. - Quem vai manter isso polido? Móveis também não. Sua casa era "Ikea", funcional e simples, e melhor ainda, ela não se importaria de deixar tudo pra trás, quando se mudasse. Aconselhou a mãe a doar a museus a prataria antiga e os móveis, a quem se interessasse. Ana relutava: seria como apagar a memória de seus pais, a tradição e história, a saga da família. Adiou a decisão por alguns anos, até que se desfez de tudo, e foi um alívio! Menos bagagem, mais vida.

* * *

A casa própria sempre foi a pedra fundamental do sonho americano. Os últimos anos, no entanto, registram uma queda consistente no interesse dos jovens pela casa própria. Preferem alugar o imóvel a fazer um financiamento que os manterá na coleira dos bancos por décadas a fio.

* * *

Outra tendência que vem ganhando momento: morar em casas bem pequenas. As casas espaçosas de subúrbio vem perdendo posições no interesse do americano. Com menos espaço para guardar coisas, compra-se menos, o aquecimento e refrigeração não custam tanto, a vida fica melhor, mais simples, dizem os que fizeram essa escolha.

* * *

A taxa de casamentos tem diminuido e a dos divórcios aumentado. Estudiosos tentam definir que tipo de contrato poderia ser feito para um casal que quisesse formar família. Tempo de duração, tarefas, direitos e responsabilidades. O róseo romantismo agoniza. Requiescat in pace.

* * *

Quase metade (47%) das mulheres americanas, em idade de reproduzir, não tem filhos. Parte delas decidiu que não quer ser mãe, ponto. Outra parte congelou os óvulos para a eventualidade de desejarem procriar depois da menopausa. E o terceiro grupo, as mais jovens, ainda tem tempo para pensar no assunto.

* * *

Por todo lado, há sinais de que o mundo, como o conhecemos, desaparece sob nossos pés, como as calotas polares, nesse longo verão de nosso descontentamento.

Essa lista poderia seguir por várias páginas, que os exemplos são muitos. Vou lembrar só mais um:

O Estado Nacional, que marcou o começo da Idade Moderna, está enfraquecendo como contraste em fotografias velhas. As fronteiras se diluem, formam-se blocos de países, mas não é só isso.

Uma superestrutura abraçou o globo, sem fazer alarde. Dessa vez, os bárbaros é que fomos invadidos, e sem catapulta ou drone, sem um tiro:

Google, Apple, Facebook, Amazon, Alibaba, Uber, Netflix, Airbnb, Coursera, sem falar no capital financeiro, ignoram fronteiras; seu mercado é o planeta. E esse processo está apenas começando.

No Brasil colonial, D. João, o Astuto, proibia a construção de estradas entre as províncias. Impedindo a comunicação, o pequeno Portugal pôde manter seu domínio sobre um país incontáveis vezes maior que ele.

Hoje estradas virtuais conectam cada canto do planeta. E nas nuvens de Sillicon Valley está o olho que tudo vê e tudo sabe: hábitos, interesses, dados pessoais, o local em que cada um se encontra. Nunca antes na história desse planeta o poder se concentrou de tal maneira e em tão poucas mãos. E sem armas, sem industria bélica.

Estamos como nesses filmes-catástrofe em que o chão se parte sob nossos pés, o vulcão explode, o mar se eleva e, como se não bastasse, nuvens compactas de insetos escurecem o sol.

Ou como nos cartoons, quando a casa treme, a escada cai e o gato continua no ar, pendurado no pincel, segundos antes de se despencar.

Fases de transição: Quem se arrisca a sugerir como estaremos em vinte anos? Ou mesmo dez.



Marilia Mota Silva
Washington, 18/3/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Ficção e previsões para um futuro qualquer de Ana Elisa Ribeiro
02. A cidade e o que se espera dela de Luís Fernando Amâncio
03. Senhor Amadeu de Ana Elisa Ribeiro
04. Lola de Elisa Andrade Buzzo
05. Carmela morreu. de Ricardo de Mattos


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2015
01. Memorial de Berlim - 23/12/2015
02. O Velho e Bom Complexo de Inferioridade - 4/2/2015
03. Minha Terra Tem Palmeiras - 15/7/2015
04. Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras (2) - 25/2/2015
05. Pendurados no Pincel - 18/3/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Enciclopédia Badem Vol. 8 A-z
Orlando Vicente
Iracema



Retrospectiva Yuri Gorbachev (Pintura)
Beatrice Booth (Curadora)
Conjunto Caixa Cultural
(2004)



Aqui e Agora
Robert Cohen
Best Seller
(2001)



A Antecipação do Adjetivo em A Morte de Lindóia, Fragmento de O Uruguai
Renira Lisboa de Moura Lima e Outros
Edufal
(2006)



Medição e Serviço Social - 8ª Edição - Obra Revista e Ampliada
Reinaldo Nobre Pontes
Cortez
(2016)



Concursos Públicos Matemática
Sérgio Ramos
Gold
(2011)



Gossip Girl, V. 9 - Vai Sonhando
Cecily Von Ziegesar
Galera Record
(2008)



Os Escravos
Castro Alves
Klick
(1997)



Noções de Direito Constitucional Canônico
Edson Luiz Sampel
Santuário
(2020)



Bíblia Sagrada e.p - Maltese
Tradução Padre Antonio Pereira De Figueiredo
Maltese





busca | avançada
53064 visitas/dia
2,2 milhões/mês