O Velho e Bom Complexo de Inferioridade | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
27782 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> MANU LAFER APRESENTA SHOW NOBODY BUT YOU - TRIBUTO A KIKA SAMPAIO
>>> Sesc Belenzinho recebe a banda E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante
>>> Sesc Belenzinho recebe a atriz e cantora Zezé Motta
>>> Psicólogo lança livro de preparação para concurseiros usando a Terapia Cognitiva-Comportamental
>>> O Sertão na Canção: Guimarães Rosa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
>>> O mês do Cinemão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Natal quase sempre é um problema
>>> O físico que era médico
>>> O historiador das idéias
>>> Maria Antonieta, a última rainha da França
>>> Gentili sobre o 7 a 1
>>> Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana
>>> Uma pirueta, duas piruetas, bravo, bravo!
>>> O petista relutante
>>> Discurso de Isaac B. Singer
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
Mais Recentes
>>> Marca, Imagem e Reputação: a Trajetória de Sucesso de Pessoas e Empresas de Fernanda de Carvalho e Francisco Britto e Richard House pela Da Boa Prosa (2012)
>>> Clarice, uma Biografia de Benjamin Moser pela Cosac Naify (2015)
>>> Um Barril de Risadas, um Vale de Lágrimas de Jules Feiffer pela Cia das Letras (2008)
>>> Inelegibilidades no Direito Brasileiro de Joel J. Cândido pela Edipro (2003)
>>> Recursos em matéria eleitoral de Tito Costa pela Revista dos Tribunais (2004)
>>> Direito Eleitoral & Questões Controvertidas de Antônio Carlos Martins Soares pela Lumen Juris (2008)
>>> Langage et pouvoir symbolique de Pierre Bourdieu pela Editions Fayard (2001)
>>> Les Règles de l'art de Pierre Bourdieu pela Editions du Seuil (1998)
>>> Princípios Estruturantes das Agências Reguladoras e os Mecanismos de Controle de Alexandra da Silva Amaral pela Lumen Juris (2008)
>>> Homo Academicus de Pierre Bourdieu pela Les Editions de Minuit (2005)
>>> A criança e a mídia: imagem, educação, participação de Cecilia Von Feilitzen; Ulla Carlsson pela Cortez (2002)
>>> Circulação internacional e formação intelectual das elites brasileiras de Ana Maria Almeida; Letícia Canêdo, Afrânio Garcia; Agueda Bittencourt pela Unicamp (2019)
>>> Crimes eleitorais de Suzana de Camargo Gomes pela Revista dos Tribunais (2008)
>>> Delegação e Avocação Administrativas de Regis Fernandes de Oliveira pela Revista dos Tribunais (2005)
>>> Probidade administrativa. Comentários à Lei 8.429/92 e legislação complementar de Marcelo Figueiredo pela Malheiros (2004)
>>> Inquérito Policial & Competências e Nulidades de Atos de Polícia Judiciária de Anderson Souza Daura pela Juruá (2008)
>>> Agora e Para Sempre Lara Jean de Jenny Han pela Intrínseca (2017)
>>> Michael Kohlhaas de Heinrich Von Kleist pela Grua (2014)
>>> Perícias judiciais de engenharia. Doutrina. Prática. Jurisprudência de Francisco Maia Neto pela Del Rey (1999)
>>> A Lição do Mestre de Henry James pela Grua (2014)
>>> Chega de Plástico de Varios Autores pela Sextante (2019)
>>> Os Doze Mandamentos de Sidney Sheldon pela Record (2011)
>>> O Outro de Bernhard Schlink pela Record (2009)
>>> Até Eu Te Encontrar de Graciela Mayrink pela Novas Páginas (2013)
>>> Abaixo de Zero de Bret Easton Ellis pela Rocco (1987)
>>> Suítes imperiais de Bret Easton Ellis pela Rocco (2011)
>>> Porto Seguro de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2013)
>>> Ação de Impugnação de Mandato Eletivo de José Rubens Costa pela Del Rey (2004)
>>> O Milagre de Nicholas Sparks pela Agir (2010)
>>> Zona de Perigo de Shirley Palmer pela Best Seller (2003)
>>> Da anulação ex officio do ato administrativo de João Antunes dos Santos Neto pela Fórum (2004)
>>> O Misterioso Caso de Styles de Agatha Christie pela Abril Cultural (1983)
>>> Conexões de Varios Autores pela Abril (2016)
>>> A Quarta Vítima de Théo Iemma pela Scortecci (2005)
>>> Crianças da Noite de Juliano Sasseron pela Novo Século (2011)
>>> Macunaíma de Mário de Andrade pela Ciranda Cultural (2016)
>>> Noite na Taverna de Álvares de Azevedo pela Avenida (2005)
>>> Financiamento de campanhas eleitorais de Denise Goulart Schlickmann pela Juruá (2007)
>>> Terra de Sombras de Alyson Noel pela Intrínseca (2013)
>>> Os Degraus do Pentágono de Norman Mailer pela Expressão e Cultura (1968)
>>> Infinito de Alyson Noel pela Intrínseca (2013)
>>> Serena de Ian McEwan pela Cia das Letras (2012)
>>> Comentáros à Lei de Responsabilidade Fiscal de Ives Gandra da Silva Martins & Carlos Valder do Nascimento & Organizadores pela Saraiva (2009)
>>> Estrela da Noite de Alyson Noel pela Intrínseca (2013)
>>> Reflexo de Antonio José pela Grafica da Bahia (1979)
>>> O Sol da Liberdade de Giselda L. Nicolelis pela Atual (1988)
>>> Procedimento Administrativo nos Tribunais de Contas e Câmaras Municipais de Rodrigo Valgas dos Santos pela Del Rey (2006)
>>> Vito Grandam de Ziraldo pela Melhoramentos (2005)
>>> Lei Eleitoral Comentada (lei 9. 504, de 30 de Setembro de 1997) de Renato Ventura Ribeiro pela Quartier Latin (2006)
>>> Manual de Direito Civil - Vol 3 Contratos e Declarações Unilaterais de Roberto Senise Lisboa pela Revista dos Tribunais (2005)
COLUNAS

Quarta-feira, 4/2/2015
O Velho e Bom Complexo de Inferioridade
Marilia Mota Silva

+ de 3300 Acessos

Se você não viu ainda, procure na rede um desses youtubes com crianças tocando violão, violino, piano com a maestria de velhos virtuoses e a alegria de quem mal saiu do berço. Um fluxo de serotonina inunda nossa mente e nos faz sorrir para a tela, embasbacados e contentes. Faz bem à saúde.

Recomendo porém doses pequenas, para não correr o risco de sofrer estranhamento, quando em contato com o mundo normal, cotidiano. Foi o que me aconteceu outro dia. Fui a um recital na escola das crianças.

O professor de música - jardim-de infância e primeiro-grau - que se dá o prestigioso título de Director of the Performing Arts, promove vários recitais ao ano, a que os pais comparecem religiosamente, pois ninguém se arrisca hoje em dia a causar qualquer dano à auto-estima do infante.

Às cinco da tarde eles, mães e pais, começam a chegar esbaforidos, ainda com pasta, laptop e roupas de trabalho. Já se encontra no salão um profissional a serviço da escola, postado diante da câmera montada no tripé, mas mesmo assim cada um procura o melhor lugar para filmar seu filho, sem perder uma nota.

Dois pianos, um ao lado do outro, sugerem performances em quatro, oito mãos! Ao lado, há cadeiras e stands com pautas, como nas orquestras. Testam-se microfones, fios, cordas. As crianças, vestidas em preto e branco para a ocasião, esperam com suas flautas, violinos, violões.

A frequência dos concertos dispensa formalidades. Após os cumprimentos, a primeira criança é chamada. Silêncio, câmeras. Do mi sol, o menino toca.E repete: do, mi, sol. De novo: do, mi, sol, e mais uma vez do, mi, sol. E finalmente! Do, mi, sol. Nem ao menos um sol mi do pra variar. Levanta-se, agradece e sai sob aplausos.

O professor chama o próximo, um piazinho de uns cinco anos. Ele toca duas notas e vai embora. Aplausos. Um pai chega aflito, atrasado, carregando um violão, enfrenta a barreira de crianças sentadas no chão, com licença, com licença, entrega o violão à filha. Ela e quatro companheiras são chamadas ao palco. Esbarrando em fios, pernas de cadeiras, elas tomam seus lugares diante do tripé onde ficariam as pautas.

O professor as envolve com um sorriso orgulhoso que me inspira confiança. Otimismo, alguém disse, é doença incurável. Enfim, elas e violões se ajeitam, o professor gira o pulso, os dedos juntos como se empunhassem uma batuta, um, dois, três e ... liga o som. Põe um CD pra tocar! As meninas, nos seus nove, dez anos, com um sorriso entre nervoso e constrangido, começam a tocar junto com a música, só com a mão direita, só o blom, blom, blom, marcando a batida. Quase no ritmo!

Duas meninas tocam Frère Jacques no violino, num arranjo original: uma delas começou a peça, a segunda esperou seis compassos e entrou, perseguindo a primeira. O resultado foi atroz! Dante criaria um nicho no primeiro círculo para ofensores desse tipo.

Na plateia, rostos resignados, nenhum sorriso, nem mesmo a troca de olhares solidários, comum nessas ocasiões.

O professor, esse sim, uma nota radiante: braços erguidos, marcando o compasso, a mão dançante, a batuta invisível. Sua filosofia, os pais conhecem e aprovam: ele quer atrair para a música todas as crianças que tiverem interesse em aprender um instrumento. Não quer que um possível preconceito - lições de música seriam elitistas - afaste alguma criança. E, principalmente, não quer que nenhuma delas sinta-se diminuída, sofra arranhões em sua auto-estima. Quem pode ser contra isso? No entanto, há um equívoco evidente, o rei está nu, todos veem, exceto o professor, ao que parece.

A fé no poder da auto-estima, como solução para todos os problemas, desde a gravidez prematura até a violência, surgiu nas últimas décadas e foi ansiosamente adotada por pais, educadores, profissionais da área.

Em 1984, a California chegou a criar uma força-tarefa de auto-estima. Tudo o que pudesse ferir o ego da criança foi extirpado. No futebol não se contavam mais os gols. Ninguém perdia. Todos ganhavam troféus. Críticas foram substituídas por elogios, mesmo imerecidos.

Em uma escola em Massachussetts, na aula de educação física as crianças pulavam corda sem a corda - para evitar vexame, caso tropeçassem.

Acreditava-se que elogio, auto-estima e desempenho subiam juntos ou caíam, na mesma medida. Quinze mil trabalhos acadêmicos foram escritos, entre 1970 e 2000, confirmando essa crença. Mas, como sabemos, a realidade ignora a teoria.

O livro Nurture Shock, de Po Bronson $ Ashley Merryman, 2009, analisa vários estudos e pesquisas sobre o assunto e propõe uma "Nova Maneira de Pensar Sobre As Crianças", como diz seu subtítulo. Alguns pontos interessantes:

- Dizer a uma criança que ela é inteligente, capaz, talentosa, que pode conseguir o que quiser, contribui para que ela tenha uma visão inflada de si mesma, mas não a torna mais capaz, não se traduz em boas notas na escola, nem em realizações profissionais. Não reduz o alcoolismo, nem problemas de interação social. E não diminui a violência. Ao contrário.

- Pessoas altamente agressivas e violentas costumam ter alto conceito de si mesmas, desbancando a teoria segundo a qual as pessoas se tornam agressivas para compensar sua baixa auto-estima.

- O elogio deve ser específico e honesto. Deve-se elogiar o esforço da criança. Se a pessoa foi bem sucedida graças a seu trabalho, isso lhe dá algum controle sobre seu sucesso. É sua ação, empenho e disciplina que lhe dão confiança e auto-estima.

- Aprender a lidar com a frustração é indispensável para o desenvolvimento da criança. Condescendência e super-proteção criam pessoas vulneráveis, incapazes de lidar com a realidade.


A geração que está hoje nos vinte, trinta anos, "geração milênio" criada sob esse mantra do apoio incondicional e reforço constante da auto-estima, é mais uma evidência de que é preciso rever esses conceitos.

O aumento do número de casos de depressão entre jovens adultos e universitários tem alarmado pais e profissionais de saúde. No trabalho, esses jovens esperam aplausos e avanço imediato na carreira, quando fazem o mínimo pelo qual estão sendo pagos. Se isso falha, sentem-se inseguros e ressentidos. Pedem as contas. Muitos voltam para a casa dos pais, incapazes de trabalhar meio-expediente, socializar e cuidar das próprias roupas.

A política do elogio e da proteção da auto-estima criou uma geração dependente, frágil e que se julga com todos os direitos. Nessas circunstâncias, já há quem fale em resgatar das masmorras do passado, o "bom e velho complexo de inferioridade". Extrapolando um pouco, seria como os que, entre nós, desejam a volta dos militares.

Sem ir a extremos, o fato é que, de graça, sem pedir contrapartida, até aplauso é deletério: desconstrói o "beneficiado", exatamente o oposto do que pretenderia o doador bem-intencionado.



Marilia Mota Silva
Washington, 4/2/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras de Elisa Andrade Buzzo
02. Nos escuros dos caminhos noturnos de Elisa Andrade Buzzo
03. T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você) de Renato Alessandro dos Santos
04. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
05. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2015
01. O Velho e Bom Complexo de Inferioridade - 4/2/2015
02. Minha Terra Tem Palmeiras - 15/7/2015
03. Memorial de Berlim - 23/12/2015
04. Pendurados no Pincel - 18/3/2015
05. Viagem a 1968: Tropeços e Desventuras (2) - 25/2/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HISTORIAS PARA LER SEM PRESSA
MAMEDE M. JAROUCHE; ANDRÉS SANDOVAL
GLOBO
(2008)
R$ 10,00



ARMAMENTO E MILITARISMO
DIETER SENGHAAS
SIGLO VEINTUNO
(1974)
R$ 15,82



COMÉRCIO UM MUNDO DE NEGÓCIOS
LUIZ RATTO
SENAC
(2004)
R$ 7,00



OBRAS COMPLETAS DE FERNANDO PESSOA-POEMAS DE ALBERTO CAEIRO
FERNANDO PESSOA
ATICA
R$ 8,00



DO GROTESCO E DO SUBLIME
VICTOR HUGO
PERSPECTIVA
(2004)
R$ 15,00



LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL - GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA AS PREFE
AMIR ANTÔNIO KHAIR
BNDES
(2001)
R$ 9,82



ANTIGUIDADES DE LOS JUDÍOS - TOMO 3
FLAVIO JOSEFO
CLIE
(1986)
R$ 90,00



CRIANDO CLIENTES
DAVID H. BANGS, JR
NOBEL
(1997)
R$ 12,00



VOCÊ PODE ENTEDER A BÍBLIA !
WATCH TOWE BIBLE AND TRACT SOCIETY
WATCH TOWE BIBLE AND TRACT SOC
(2016)
R$ 6,00



O NOVIÇO
MARTINS PENA
EDIOURO
(1999)
R$ 8,64





busca | avançada
27782 visitas/dia
955 mil/mês