Eleições nos Estados Unidos | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
73958 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exposição do MAB FAAP conta com novas obras
>>> Projeto Camerata Filarmônica Brasileira apresenta concerto comemorativo no dia 15 de maio em Indaiat
>>> Ação Urgente Contra a Fome - SescSP
>>> 3ª Mostra de Teatro de Heliópolis recebe inscrições até 31 de maio
>>> Minute Media anuncia lançamento da plataforma The Players’ Tribune no Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Irredentismo
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Hitler, de Ian Kershaw, pela Companhia das Letras
>>> Livrarias em tempos modernos
>>> O que é a memética?
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> Sobre o Jabá
>>> Você viveria sua vida de novo?
>>> Suicídio, parte 2
Mais Recentes
>>> Clássicos do Mundo Corporativo de Max Gehringer pela Globo (2008)
>>> Manual do Empregador Doméstico Prático de Eliane Maria Silva De Macedo pela Saraiva (2000)
>>> Cliente Nunca Mais de Telma Teixeira de Oliveira Almeida pela Casa da Qualidade (1997)
>>> A arte de separar-se de Edoardo Giusti pela Nova Fronteira (1987)
>>> Contribuições a uma Teoria de Personalidade de S. Elyseu Jr. pela Alínea (1996)
>>> Feminilidade - Perdida e Reconquistada de Robert A. Johnson pela Mercuryo (1991)
>>> A Espiral em busca do infinito de Glória Kreinz e Crodowaldo Pavan pela Njr (2021)
>>> Anjos Cabalísticos de Monica Buonfiglio pela Própria (1993)
>>> Como a criança pensa de Ruth M. Beard pela Ibrasa (1976)
>>> A Força das Pirâmides de Max Toth e Greg Nielsen pela Record (1976)
>>> Deuses, Espaçonaves e Terra - Provas de Däniken de Erich Von Däniken pela Círculo do livro (1977)
>>> O Erotismo Fantasias e Realidades do Amor e da Sedução de Francesco Alberoni pela Circulo do livro (1992)
>>> Uma nova era para educação da humanidade de Nelson Ruas Santanna pela Caravela (1995)
>>> O Último Olimpiano - Volume 5. Série Percy Jackson e os Olimpianos EAN: 9788580575439 de Rick Riodan pela Intrinseca (2014)
>>> Documento de teresopolis de Vários Autores pela Cbcisc (1968)
>>> Lições de Ciência Política e Teoria do Estado de Espedito Pinheiro de Souza pela Mackenzie (2000)
>>> Bozza del testo della regola de Giuseppini del Murialdo pela Congregazione di san giuseppe (2005)
>>> A Batalha do Labirinto - Volume 4. Série Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riodan pela Intrinseca (2014)
>>> Nero de Alexandre Dumas pela Saraiva (1952)
>>> A Maldição do Titã - Volume 3. Série Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riodan pela Intrinseca (2014)
>>> O Mar de Monstros - Volume 2. Série Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riodan pela Intrinseca (2014)
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift e Cláudia Lopes pela Scipione (1970)
>>> Líderes e Lealdade - as Leis da Lealdade de Dag Heward-mills pela Central Gospel (2011)
>>> Revista Manchete , Nº 1 , 907 - Novembro de 1988 de Varios pela Bloch (1988)
>>> A Droga da Obediência de Pedro Bandeira pela Moderna (1984)
COLUNAS

Quarta-feira, 10/8/2016
Eleições nos Estados Unidos
Marilia Mota Silva

+ de 3400 Acessos

Ninguém levou a sério quando Trump anunciou que disputaria a Presidência dos Estados Unidos; nem seu partido, nem os democratas. Com aquele rosto alaranjado (bronzeamento artificial?), o topete de fios dourados armado laboriosamente sobre a testa, careteiro, desaforado, dizendo bobagem a cada vez que abria a boca, ele parecia inofensivo. E mesmo útil. Um personagem assim, disposto a quebrar o verniz do politicamente correto, daria voz ao medo, à raiva, aos preconceitos fortemente censurados pela cultura vigente, mas ainda assim vivos e enraizados na sociedade. Com seu jeito histriônico, de programa de tevê, acrescentaria humor à aridez dos debates.

A midia acolheu com gosto a novidade divertida, só dava Trump nos programas de entrevista, nos jornais, nas redes sociais. Se era publicidade o que queria, publicidade internacional gratuita, ponto pra ele: tinha conseguido.

Aí vieram as convenções do Partido em cada Estado, e Trump se comportou como esperado, ofendendo gratuitamente uns e outros, alienando milhões de eleitores sem pesar as palavras e, mesmo assim, começou a conquistar vitórias. Analistas surpresos se debruçaram sobre o fenômeno. Produziram análises, críticas, conselhos. Trump continuou olímpico, sem mudar estilo ou repertório e liquidou os demais candidatos.

Hoje desorientados líderes republicanos se perguntam o que aconteceu: Como foi que um empresário de imóveis que se gaba de ter declarado falência várias vezes, que exagera, mente e instiga ódio, medo e preconceito, que ameaça o mundo com suas bravatas e ignorância geopolítica, venceu políticos profissionais, senadores, ex-governadores, inclusive um Jeb da dinastia Bush! Falam em quebra do Partido, relutam em endossar um candidato que não representa os valores republicanos.

Que valores seriam esses? Não os mesmos dos tempos de Abraham Lincoln. Um rápido perfil dos outros candidatos dá uma ideia do que ser republicano representa hoje. Recorro aqui, pra resumir o assunto, a um artigo do jornalista Elliot Weinberger que analisou a questão com humor irretocável: Por que escolheram Trump, quando havia tantos candidatos? Como resposta ele apenas cita alguns dados sobre cada candidato.

Rick Santorum, por exemplo, um veterano: concorreu com Mitt Romney nas primárias de 2012. Senador por Pensilvania. Ele se opõe a qualquer método de controle da natalidade, mesmo entre casados. Tem sete filhos e nenhum vai pra escola (são ensinados em casa pela mãe). Diz que educação não é pra ser dada por empregados do governo e sim pela família. Diz que criança gerada num estupro é presente de Deus. Assinou uma declaração escrita por um grupo religioso Family Leader, onde se afirma que a vida dos afro-americanos era melhor sob o regime de escravidão. Diz que a separação entre Igreja e Estado é coisa de comunista. Quando Obama propôs um plano para tornar a universidade mais acessível a todos, ele disse que Obama era um esnobe.

Outro candidato, Rick Perry, ex-governador do Texas. Seu próprio "território de caça de verão" se chama Nigerhead. Nem precisa tradução. Ele diz frases como: "Eu felizmente me agarro com minhas armas e meu Deus, muito embora Presidente Obama, com seu coração elitista, pense que isso é coisa de gente simplória". Ele ia bem nas pesquisas, quando, num debate, disse que eliminaria três agências do governo, mas não conseguiu se lembrar qual seria a terceira.

Outro concorrente era Obby Jindal, ex-governador de Luisiana, que quebrou as finanças do Estado quando cortou drasticamente os impostos sobre os ricos. Para compensar a perda de impostos, ele cortou em 80% o orçamento para a educação. Embora Luisiana seja um dos estados mais pobres do país, ele recusou fundos federais de centenas de milhões de dólares para saúde e educação. Disse que há partes da Europa onde não se deve ir, lugares que estão sob a lei da "Sharia", mas numa entrevista na televisão não soube dar um exemplo de que lugares seriam esses.

Outra forte candidata era Carly Fiorina. Ela foi CEO da Hewlett- Packard, demitiu 30 mil empregados, aumentou o débito da companhia, as ações despencaram na bolsa, e ela foi demitida. Ela ia bem nas pesquisas, mas perdeu pontos quando começou a insistir que tinha visto um video em que membros da Planned Parenthood ( Controle da Natalidade) discutiam a venda de órgãos de fetos: Eu desafio Hillary e Obama a ver um desses videos, ela dizia. Vejam um feto completamente formado sobre a mesa, seu coração batendo, suas pernas chutando, enquanto alguém diz que devem mantê-lo vivo para aproveitar seu cérebro. Nenhum grupo anti-aborto, nem o mais virulento deles, conseguiu encontrar uma cópia do tal video.

Outro: Rand Paul, senador por Kentucky. Rand se opõe a qualquer interferência do governo seja no controle da venda de armas, na saúde, na ajuda aos pobres, na manutenção dos direitos civis, na proteção do meio ambiente. É o libertarianismo total. Exceto....claro, o aborto. Nesse caso, sobre o corpo das mulheres, o governo teria o direito de mandar.

Todos os outros seguem nessa linha, Marco Rubio, Ted Cruz, filhos de cubanos, era de se esperar que fossem mais sensíveis aos imigrantes, aos problemas sociais, mas não, todos a mesma coisa, difícil separar joio do joio.

Nesse contexto, a vitória de Trump faz sentido. Ele apenas interpreta o momento. Como disse George Orwell, não são os líderes que criam os movimentos (sociais), são os movimentos que criam os líderes.

Até há poucos dias, Trump estava forte na corrida, com grandes chances de se tornar Presidente. O que o fez despencar nas pesquisas foi esse namoro com Putin.

Ele ter pedido à Russia para 'hackear" e publicar os emails de Hillary, encorajando outro país a espionar a correspondência da Secretaria de Estado, desanimou, pelo visto, boa parte dos seus admiradores. Por enquanto, o único que conseguiu derrubar Trump foi ele mesmo. Mas as eleições estão longe ainda, e até novembro tudo pode acontecer. Rezemos.


Marilia Mota Silva
Washington, 10/8/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A situação atual da poesia e seu possível futuro de Luis Dolhnikoff
02. O pai tá on: um ano de paternidade de Luís Fernando Amâncio
03. Nos porões da ditadura de Luís Fernando Amâncio
04. Arte sem limites de Fabio Gomes
05. O palhaço no poder de Luís Fernando Amâncio


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2016
01. Nós o Povo - 6/4/2016
02. Eleições nos Estados Unidos - 10/8/2016
03. Ah!... A Neve - 9/3/2016
04. Preparar Para o Impacto - 16/11/2016
05. E Foram Felizes Para Sempre - 3/2/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Contos de Andresen - Clássicos da Infância
Vários Autores
Círculo do Livro
(1995)



O Bom Negócio do Livro no Século Xix; Panorama do Setor Editorial
Observatório Itaú Cultural, Nº17
Itaú Cultural (sp)
(2014)



Profissional Html Dinamico Serie Ramalho Com Cd
Jose Antonio Alves Ramalho
Berkeley
(2001)



Amazônia: Ecologia e Degradação Social
Argemiro Procópio
Alfa ômega
(1992)



Na Pele de um Dalit
Marc Boulet
Bertrand Brasil
(2009)



Claude Monet Coleção Folha
Folha de São Paulo
Folha
(2007)



Cases on Torts
Edward S. Thurston e Warren Seavey (capa Dura
West Publishing
(1942)



Diário de um Repórter Contestações
Ben Abraham
Sherit Hapleita
(1989)



Guia Gastronômico da Comunidade de Madrid
Turismo Madrid
Comunidad de Madrid
(2010)



New Opportunities Education For Life -intermediate - Students Book
Michael Harris/david Mower
Longman
(2006)





busca | avançada
73958 visitas/dia
2,5 milhões/mês