Eleições nos Estados Unidos | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 10/8/2016
Eleições nos Estados Unidos
Marilia Mota Silva

+ de 2900 Acessos

Ninguém levou a sério quando Trump anunciou que disputaria a Presidência dos Estados Unidos; nem seu partido, nem os democratas. Com aquele rosto alaranjado (bronzeamento artificial?), o topete de fios dourados armado laboriosamente sobre a testa, careteiro, desaforado, dizendo bobagem a cada vez que abria a boca, ele parecia inofensivo. E mesmo útil. Um personagem assim, disposto a quebrar o verniz do politicamente correto, daria voz ao medo, à raiva, aos preconceitos fortemente censurados pela cultura vigente, mas ainda assim vivos e enraizados na sociedade. Com seu jeito histriônico, de programa de tevê, acrescentaria humor à aridez dos debates.

A midia acolheu com gosto a novidade divertida, só dava Trump nos programas de entrevista, nos jornais, nas redes sociais. Se era publicidade o que queria, publicidade internacional gratuita, ponto pra ele: tinha conseguido.

Aí vieram as convenções do Partido em cada Estado, e Trump se comportou como esperado, ofendendo gratuitamente uns e outros, alienando milhões de eleitores sem pesar as palavras e, mesmo assim, começou a conquistar vitórias. Analistas surpresos se debruçaram sobre o fenômeno. Produziram análises, críticas, conselhos. Trump continuou olímpico, sem mudar estilo ou repertório e liquidou os demais candidatos.

Hoje desorientados líderes republicanos se perguntam o que aconteceu: Como foi que um empresário de imóveis que se gaba de ter declarado falência várias vezes, que exagera, mente e instiga ódio, medo e preconceito, que ameaça o mundo com suas bravatas e ignorância geopolítica, venceu políticos profissionais, senadores, ex-governadores, inclusive um Jeb da dinastia Bush! Falam em quebra do Partido, relutam em endossar um candidato que não representa os valores republicanos.

Que valores seriam esses? Não os mesmos dos tempos de Abraham Lincoln. Um rápido perfil dos outros candidatos dá uma ideia do que ser republicano representa hoje. Recorro aqui, pra resumir o assunto, a um artigo do jornalista Elliot Weinberger que analisou a questão com humor irretocável: Por que escolheram Trump, quando havia tantos candidatos? Como resposta ele apenas cita alguns dados sobre cada candidato.

Rick Santorum, por exemplo, um veterano: concorreu com Mitt Romney nas primárias de 2012. Senador por Pensilvania. Ele se opõe a qualquer método de controle da natalidade, mesmo entre casados. Tem sete filhos e nenhum vai pra escola (são ensinados em casa pela mãe). Diz que educação não é pra ser dada por empregados do governo e sim pela família. Diz que criança gerada num estupro é presente de Deus. Assinou uma declaração escrita por um grupo religioso Family Leader, onde se afirma que a vida dos afro-americanos era melhor sob o regime de escravidão. Diz que a separação entre Igreja e Estado é coisa de comunista. Quando Obama propôs um plano para tornar a universidade mais acessível a todos, ele disse que Obama era um esnobe.

Outro candidato, Rick Perry, ex-governador do Texas. Seu próprio "território de caça de verão" se chama Nigerhead. Nem precisa tradução. Ele diz frases como: "Eu felizmente me agarro com minhas armas e meu Deus, muito embora Presidente Obama, com seu coração elitista, pense que isso é coisa de gente simplória". Ele ia bem nas pesquisas, quando, num debate, disse que eliminaria três agências do governo, mas não conseguiu se lembrar qual seria a terceira.

Outro concorrente era Obby Jindal, ex-governador de Luisiana, que quebrou as finanças do Estado quando cortou drasticamente os impostos sobre os ricos. Para compensar a perda de impostos, ele cortou em 80% o orçamento para a educação. Embora Luisiana seja um dos estados mais pobres do país, ele recusou fundos federais de centenas de milhões de dólares para saúde e educação. Disse que há partes da Europa onde não se deve ir, lugares que estão sob a lei da "Sharia", mas numa entrevista na televisão não soube dar um exemplo de que lugares seriam esses.

Outra forte candidata era Carly Fiorina. Ela foi CEO da Hewlett- Packard, demitiu 30 mil empregados, aumentou o débito da companhia, as ações despencaram na bolsa, e ela foi demitida. Ela ia bem nas pesquisas, mas perdeu pontos quando começou a insistir que tinha visto um video em que membros da Planned Parenthood ( Controle da Natalidade) discutiam a venda de órgãos de fetos: Eu desafio Hillary e Obama a ver um desses videos, ela dizia. Vejam um feto completamente formado sobre a mesa, seu coração batendo, suas pernas chutando, enquanto alguém diz que devem mantê-lo vivo para aproveitar seu cérebro. Nenhum grupo anti-aborto, nem o mais virulento deles, conseguiu encontrar uma cópia do tal video.

Outro: Rand Paul, senador por Kentucky. Rand se opõe a qualquer interferência do governo seja no controle da venda de armas, na saúde, na ajuda aos pobres, na manutenção dos direitos civis, na proteção do meio ambiente. É o libertarianismo total. Exceto....claro, o aborto. Nesse caso, sobre o corpo das mulheres, o governo teria o direito de mandar.

Todos os outros seguem nessa linha, Marco Rubio, Ted Cruz, filhos de cubanos, era de se esperar que fossem mais sensíveis aos imigrantes, aos problemas sociais, mas não, todos a mesma coisa, difícil separar joio do joio.

Nesse contexto, a vitória de Trump faz sentido. Ele apenas interpreta o momento. Como disse George Orwell, não são os líderes que criam os movimentos (sociais), são os movimentos que criam os líderes.

Até há poucos dias, Trump estava forte na corrida, com grandes chances de se tornar Presidente. O que o fez despencar nas pesquisas foi esse namoro com Putin.

Ele ter pedido à Russia para 'hackear" e publicar os emails de Hillary, encorajando outro país a espionar a correspondência da Secretaria de Estado, desanimou, pelo visto, boa parte dos seus admiradores. Por enquanto, o único que conseguiu derrubar Trump foi ele mesmo. Mas as eleições estão longe ainda, e até novembro tudo pode acontecer. Rezemos.


Marilia Mota Silva
Washington, 10/8/2016


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2016
01. Nós o Povo - 6/4/2016
02. Eleições nos Estados Unidos - 10/8/2016
03. Ah!... A Neve - 9/3/2016
04. Preparar Para o Impacto - 16/11/2016
05. E Foram Felizes Para Sempre - 3/2/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESPIANDO O MUNDO PELA FECHADURA
LAÉ DE SOUZA
ECO ARTE
(2008)
R$ 7,80



IMPACTOS ECONOMICOS E FINANCEIROS DA UNESP PARA OS MUNICIPIOS
JOSÉ MURARI BOVO - ORG
UNESP
(2003)
R$ 5,00



A FORÇA DA ORAÇÃO
VARIOS
VOZES
R$ 26,78



HOW TO DEFEAT SADDAM HUSSEIN
COL. TREVOR N. DUPUY
WARNER
(1991)
R$ 4,24



OS MANDARINS DA REPÚBLICA
JOSÉ CARLOS DE ASSIS
PAZ E TERRA
(1984)
R$ 10,00



PRATO FEITO
SONIA HIRSCH
ND
(1993)
R$ 25,90
+ frete grátis



A ARTE MESTIÇA ESCOLA CUSQUENHA DE PINTURA (EDIÇÃO BILÍNGUE)
MANUEL JULIO VERA DEL CARPIO
DIALETO
R$ 60,00



BRIDA - COLEÇÃO PAULO COELHO
PAULO COELHO
GOLD
(2006)
R$ 9,00



GRACE - A PRINCESA DE MÔNACO
JEFFREY ROBINSON
LEYA
(2014)
R$ 31,50



CONTRATOS INTERNACIONAIS DO COMÉRCIO
ESTHER ENGELBERG
ATLAS
(2003)
R$ 19,00





busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês