Notas confessionais de um angustiado (VI) | Cassionei Niches Petry | Digestivo Cultural

busca | avançada
47592 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Bossa Nova Mall homenageia músicos brasileiros com a programação especial Cantos e Encantos do Brasi
>>> SESC CARMO REALIZA CICLO DE OFICINAS VIRTUAIS SOBRE DIREITOS SOCIAIS E PRIMEIRA INFÂNCIA
>>> Tiras da Niara viram livro
>>> “Relatos da Era Digital”: novo álbum celebra a cultura sound system
>>> Abertas as Inscrições para a Oficina Conteúdo Audiovisual Infantil e Infantojuvenil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho (1947-2022)
>>> Maradona, a série
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Wear Sunscreen
>>> Millôr no IMS Paulista
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> L.S.D.eus
>>> Vida Virtual? Quase 10 anos de Digestivo
>>> Also known as
>>> No line on the horizon, do U2
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> Carteiros do Condado
>>> Amor fati
Mais Recentes
>>> A Revolução Russa - 4ª Edição - Série Discutindo a História de Maurício Tragtenberg pela Atual (1988)
>>> Apostila SESI 9º Ano Ensino Fundamental Anos Finais Caderno 1 de Serviço Social da Industria pela Somos (2020)
>>> O vencedor está só de Paulo Coelho pela Agir (2008)
>>> A Chave do Tesouro de J. Carlos de Assis pela Paz e Terra (1983)
>>> Apostila SESI Ensino Fundamental Ano Finais - Linguagens: Língua Espanhola 1 de Serviço Social da Industria pela Sesi (2020)
>>> Tudo Sobre Meninas para Meninos de Cláudia Felício pela Planeta (2006)
>>> Apostila SESI Ensino Fundamental Ano Finais - Linguagens: Língua Espanhola 3 de Serviço Social da Industria pela Sesi (2021)
>>> Comentários as Súmulas do Tst de Francisco Antonio de Oliveira pela Revista dos Tribunais (2005)
>>> Ecologia Objetiva de Dervile Ariza pela Nobel (1979)
>>> Diário de Um Fantasminha 2 de Adeilson Salles pela Letra Jovem (2018)
>>> Diário de Um Fantasminha 2 de Adeilson Salles pela Letra Jovem (2018)
>>> A Importância de Crer de R R Soares pela Graça (1999)
>>> O Desafio das Emoções Biblioteca Mente e Cérebro de Gláucia Leal Org. pela Duetto (2013)
>>> O Melhor do humor na internet - volume 2 de Netto Augusto M. Costa pela Best Seller (2010)
>>> Apostila SESI Ensino Fundamental Ano Finais - Linguagens: Língua Espanhola 2 de Serviço Social da Industria pela Sesi (2021)
>>> O Resgate - Ele Não Desistiu de Você de Sergio Corrêa pela Unipro (2018)
>>> Sobre a China de Karl Marx e Friedrich Engels pela Publicações Escorpião (1974)
>>> O livreiro de cabul de Asne Seierstad; Grete Skevik pela Record (2006)
>>> O livro do bar de Carlos hauber pela Ediouro (1987)
>>> Ramses v.2 - the eternal temple de Christian Jacq pela Warner Books (1998)
>>> A Travessa Americana de Carlos Eduardo Novaes pela Ática (1985)
>>> Educar sem Culpa - a Gênese da Ética de Tania Zagury pela Record (2003)
>>> A História da Aranha de Berny Stringle (Autor), Jackie Robb (Autor) pela Atica (2004)
>>> O Bichinho Da Maca de Ziraldo pela Melhoramentos (2001)
>>> Mr. Romance de Leisa Rayven pela Globo Alt (2017)
COLUNAS

Quarta-feira, 28/6/2017
Notas confessionais de um angustiado (VI)
Cassionei Niches Petry

+ de 4000 Acessos

(...)

XLIV.

O tema do suicídio começa a ganhar bastante espaço na história, pois se torna uma obsessão de Fred, à medida que começam a aparecer referências sobre o tema em tudo que lê ou a que assiste. Analisei o tema em um dos ensaios na disciplina do mestrado e foi assunto recorrente em outras oportunidades dentro do curso.

Por que inserir temas como esse na narrativa? O cineasta Ingmar Bergman contou em uma entrevista uma história que retrata meu pensamento em relação ao trabalho artístico e à abordagem dos temas:

"Na ilha de Farö, vi certa vez um velho barco. Era muito bonito e havia sido construído um século antes, segundo uma prescrição especial que lhe permitiu atravessar o tempo sem afundar. Sou diretor há 27 anos e o que posso dizer é que também construí um barco como qual navego através de meus problemas como diretor. É um método prático que me permite abordar os temas difíceis que gosto de abordar."

Essa metáfora pode se aplicar àquilo que desejo conhecer. A busca pelo conhecimento me move a escrever sobre determinados assuntos. E a arte, e no meu caso específico a literatura, é uma das formas de conhecimento.

Bergman, em outra entrevista, fala também diretamente sobre o suicídio, pois o tema aparece em muito de seus filmes:

"Como todas as outras crianças, quando era pequeno, decidi um dia passear na floresta sem dizer nada a ninguém, desaparecer, me estender no chão, morto, e pensar então na família que estaria naturalmente extremamente triste! E é bem conhecido que os artistas, em princípio – principalmente se eles são como eu –, conservem durante toda a sua vida certos traços da infância muito marcados. Ou melhor, a criação, o impulso criador, está profundamente associada a um aspecto da infância ou a um vestígio da atitude da criança com relação ao mundo exterior, e creio conservei uma parte desse comportamento."

O tema suicídio, que me persegue há muito tempo, surgiu depois de ter ouvido uma palestra na escola com um numerólogo e psicólogo. Analisando meus dados, como a data de nascimento, por exemplo, concluiu que eu havia sido um suicida em uma de minhas supostas vidas passadas. Como era um jovem inocente, me impressionei com a afirmação. Hoje, sendo cético sobre esses assuntos, o suicídio me desperta curiosidade, principalmente quando aparece em algumas formas de arte, entre elas, a literatura. Dois trechos da entrevista de Bergman são citados por Fred em Os óculos de Paula:

“Quando a presença da religião na minha existência desapareceu completamente, a vida tornou-se imediatamente bem mais fácil de ser vivida.”

“Quando a superestrutura religiosa que pesava sobre mim desabou, os bloqueios que entravavam meu texto desapareceram igualmente.”

[P. S.: Os trechos acabaram sendo suprimidos em umas das revisões do romance.] Há um momento em que o ateísmo deixa de ser tratado por ele e entra o suicídio como uma de suas preocupações.

(...)

L

Mistério ou enigma? “Decifra-me ou te devoro”. Passei por mais uma etapa da minha dissertação com a qualificação do mestrado, que consiste na análise, por parte de outros professores doutores, do projeto e das primeiras páginas da dissertação, que nesse caso são formadas por estas notas e o romance em processo. Um dos professores, que é também escritor, Sérgio Schaefer, fez uma leitura atenta e iniciou questionando o tema, mais precisamente sobre a menção ao mistério da criação. “Se é mistério, não pode ser solucionado”, disse ele. “Que tal enigma?”, propôs.

Conhecer. Esfinge. Quero conhecer o que estou fazendo. Para conhecer, preciso escrever. Para escrever, preciso conhecer. Nesse ponto entram as contribuições da professora e doutora em Letras Eunice Piazza Gai, que frisou a necessidade de adensar mais a parte teórica dessas notas, pois se trata de um trabalho acadêmico, e de dar relevância aos aspectos do conhecimento e da cognição, objetos de pesquisa do mestrado.

O professor Sérgio Schaefer observou também sobre a possibilidade de se trabalhar o suicídio não só numa perspectiva filosófica e literária, mas também na psicológica. "Tornar-me um outro dentro de mim mesmo, eliminar o que antes me dominava”, são perspectivas de tratar do suicídio no romance, o que já está sendo feito.

LI

A notícia de que terei meu primeiro livro publicado me enche de orgulho e me proporciona mais disposição para escrever o romance. A sensação inicial de fracasso, exposta na nota V, afasta-se da minha visão, em que pese um pessimismo crônico que é parte indissociável da minha personalidade. Publicada a obra, posso me considerar um escritor?

(Obs.: Notas escritas em 2012.)


Cassionei Niches Petry
Santa Cruz do Sul, 28/6/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eleição local, disputa nacional? de Vicente Escudero
02. Jornalistossaurus x Monkey Bloggers de Diogo Salles
03. Erudição e humor na ficção de Ruy Castro de Luis Eduardo Matta
04. O brilho da falsidade de Tais Laporta
05. Sim-me-drogo-sou-fútil-rica-e-escrevo-blogs de Marcelo Spalding


Mais Cassionei Niches Petry
Mais Acessadas de Cassionei Niches Petry em 2017
01. Por que HQ não é literatura? - 6/12/2017
02. Super-heróis ou vilões? - 24/5/2017
03. Notas confessionais de um angustiado (VI) - 28/6/2017
04. Quem é mesmo massa de manobra? - 1/3/2017
05. Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso - 13/9/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




130 anos - Em Busca da República
9788551004968
Intrínseca
(2019)



As lutas do povo brasileiro - Do descobrimento a Canudos (História do Brasil)
Júlio José Chiavenato
Moderna
(1988)



Iracema / Ubirajara
José de Alencar
Edigraf



Mensagens Espirituais
Kahlil Gibran
Record



Educação e Reflexão
Pierre Furter
Vozes
(1973)



Das Confusões Desse Mundo de Águas
Adelson José Fontes Santos
Angellara
(1996)



O Fenômeno Humano Vol 16
Pierre Teilhard de Chardin
Tavares Martins
(1970)



Club Penguin - um Dia de Puffle
Disney
Melhoramentos
(2010)



Jango e Eu - Memórias de um Exílio sem Volta
João Vicente Goulart
Civilização Brasileira
(2016)



Vivendo Durante um Cancer
Marie Paule
Edusc
(1999)





busca | avançada
47592 visitas/dia
1,9 milhão/mês