Reação | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
35423 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Someone On Your Side
>>> No cotidiano de alguém
>>> A batalha perdida do pastor
>>> Um governo que nasceu morto
>>> Wikia Search
>>> A difícil arte de viver em sociedade
>>> Ações culturais
>>> A história do amor
>>> Além do Mais
>>> Derrotado
Mais Recentes
>>> Arte Contemporânea Em Santa Catarina de João Evangelista de Andrade Fo - Organizador pela Museu de Arte de Santa Catarin (2001)
>>> O Peru Indutivista Temas de Filosofia de Marconi Oliveira da Silva pela Ufpe (2014)
>>> Terceiro Setor: um Estudo Comparado Entre Brasil e Eua de Simone de Castro Tavares Coelho pela Senac (2002)
>>> Celso Ramos - um Perfil Político de Carlos Alberto S. Lenzi pela Terceiro Milênio (1997)
>>> Celso Ramos - um Perfil Político de Carlos Alberto S. Lenzi pela Terceiro Milênio (1997)
>>> Celso Ramos - um Perfil Político de Carlos Alberto S. Lenzi pela Terceiro Milênio (1997)
>>> Dores Ocultas de Juliana Bueno pela Outras Linhas (2012)
>>> Silêncios de Paz e Guerra de Conrrado Balduccini pela Autor (2013)
>>> A Prática da Conversão Pastoral de Heije Faber e Ebel Van Der Schoot pela Sinodal (1973)
>>> Aprendendo a terapia cognitivo-comportamental - um guia ilustrado de Jesse H, Wright, Monica R. Basco, Michael E. Thase pela Artmed (2008)
>>> Crítica da Razão Existencial de João Arthur Fortunato pela Autor (1998)
>>> Liderança e Dinâmica de Grupo de George M. Beal e Outros pela Zahar (1972)
>>> Instituições do Processo Civil - Volumes I -ll - Ill de Francesco Carnelutti pela Classic Book (2000)
>>> Perícia Judicial para Fisioterapeutas de José Ronaldo Veronesi Junior pela Andreoli (2013)
>>> A Cruz e o Punhal de David Wilkerson/ John e Elizabeth Sherrill pela Betânia (1983)
>>> Só para Mulheres de Sonia Hirsch pela Correcotia (2000)
>>> Papai é Pop de Marcos Piangers pela Belas Letras (2015)
>>> Catecismo da Igreja Católica Edição Típica Vaticana de Edições Loyola Jesuítas pela Edições Loyola Jesuítas (2000)
>>> Catecismo da Igreja Católica Edição Revisada de Acordo Com o Texto... de Loyola pela Loyola (1999)
>>> Cem Anos de Solidão de Gabriel Gárcia Marquez pela : Record
>>> Biologia do Desenvolvimento de Scott F. Gilbert pela Sociedade Brasileira de Genéti (1994)
>>> Energia, Ambiente & Mídia - Qual é a Questão de Vânia Mattozo pela Ufsc (2005)
>>> Montando Estórias de Milton Neves pela Ibrasa (1996)
>>> Terra á Vista... e ao Longe de Maria Ignez Silveira Paulilo pela Daufsc (1998)
>>> Conhecendo Sua Coluna - Informações Científicas para o Leigo de Dr. Fernando Schmidt e Dr. Ernani Abreu (org.) pela Conceito (2004)
>>> Modernidade Com Ética de Cristovam Buarque pela Revan (1998)
>>> Metodologia do Ensino de Artes - Filosofia da Arte de Engelmann Ademir Antonio pela Ibpex (2010)
>>> Vocabulário do Charadista - Volume 1 de Sylvio Alves pela Livraria Acadêmica
>>> Dissolução do Casamento de Valdemar P. da Luz pela Conceito (2007)
>>> Filosofia da Arte de Engelmann Ademir Antonio pela Ibpex (2008)
>>> Guia Gladiadores 01 de Claudio Blanc (Editorial) pela On Line
>>> As Origens das Civilizações Arqueologia e História de Ruth Whitehouse John Wilkins pela Folio (2007)
>>> The Mobile Wave de Michael Saylor pela Vanguard Press (2012)
>>> Uma Breve História do Cristianismo de Geoffrey Blaine pela Fundamento (2012)
>>> O Livro dos Evangelhos de Emídio Silva Falcão Brasileiro pela Boa Nova (2006)
>>> Pablo Neruda Antologia General Edición Conmemorativa de Pablo Neruda pela Alfaguara (2010)
>>> A Luz da Vida de Dong Yu Lan pela Árvore da Vida (1999)
>>> VI Seminário de Estudos Mineiros A Revolução de 1930 de Bonifácio de Andrada e Outros pela Ufmg Proed (1987)
>>> O Texto na Sala de Aula de João Wanderley Geraldi e Outros pela Ática (2004)
>>> O Quilombismo de Abdias do Nascimento pela Vozes (1980)
>>> História da Burguesia Brasileira de Nelson Werneck Sodré pela Vozes (1983)
>>> O Método Estruturalista de Claude Lévis Strauss e Outros pela Zahar (1967)
>>> Prestes: Lutas e Autocríticas de Dênis de Moraes Francisco Viana pela Vozes (1982)
>>> Os Ratos de Dyonelio Machado pela Ática (1992)
>>> Os Sindicatos e o PTB Estudo de Um Caso em Minas Gerais de Maria Andréa Loyola pela Vozes (1980)
>>> Raças e Classes Sociais no Brasil de Octavio Ianni pela Civilização Brasileira (1972)
>>> Desenvolvimento das Áreas Marginais Latino Americanas de Dalton Daemon pela Vozes (1974)
>>> O Projeto Jari e os Capitais Estrangeiros na Amazônia de Irene Garrido Filha pela Vozes (1980)
>>> Compreensão e Finitude de Ernildo Stein pela Unijuí (2001)
>>> O Prazer da Produção Científica de Israel Belo de Azevedo pela Unimep (1998)
COLUNAS

Sexta-feira, 15/3/2002
Reação
Alexandre Soares Silva

+ de 5000 Acessos
+ 10 Comentário(s)

Perguntado pela Paris Review, em 1962, se achava correto que o chamassem de reacionário, Evelyn Waugh respondeu:

"Um artista tem que ser reacionário. Tem que se erguer contra a voz do seu tempo e não ir atrás, abanando o rabo; tem que oferecer alguma pequena oposição."
(Os Escritores- As Históricas Entrevistas da Paris Review- Companhia das Letras,1988- Trad. Alberto Alexandre Martins e Beth Vieira)

Essa atitude é certamente mais nobre do que todas essas pessoas que defendem a Revolução (Comunista) "porque ela é inevitável". Essas pessoas não se vêem fazendo oposição a nada, no fundo; se vêem na frente da multidão, dizendo: "Venham mais depressa. Continuem andando na direção em que estão andando, só que mais depressa". Em suma, eles encorajam, não opõem; acentuam tendências que já existem, e não as contrariam. Não contrariam nada, exceto quem contraria a multidão. Acham que tudo está indo muito bem. Se houvesse lemingues progressistas, andariam na frente dos outros, de costas para o precipício, sorrindo e dizendo para os outros não pararem. O lemingue lá atrás, agitando a bengala e resmungando "Suas bestas!", é Evelyn Waugh. O outro, mais atrás ainda, sentado num banquinho e lendo Le Digestif Culturel, sou eu. De vez em quando, levanto e jogo uma pedrinha na multidão. Mas não adianta nada.

Sim, sou um reacionário- pelo menos em algumas coisas. A seguir estão algumas delas. Queria que todas elas voltassem; são pequenos objetos preciosos que foram caindo pelo caminho.

1) Vou começar por algo bem simples e inofensivo: bengalas. Queria que elas voltassem à moda. Não só eram bonitas (as que eram), como eram úteis para defesa- e para apontar coisas, acentuar gestos, e aumentar o impulso de cada passada. Sentado, experimente apoiar o queixo numa bengala. Fala a verdade: fica muito bacana. E, como Chesterton notou uma vez, quando as pessoas usavam bengalas, nunca as esqueciam por aí - ao contrário dos guarda-chuvas (porque guarda-chuvas são meramente utilitários e chatos, mas bengalas têm o fascínio de uma espada).

2) Suíças unidas ao bigode. Nisso estou sozinho, acho; mas não me importo. Acho bonito. Infelizmente, hoje só cantores bregas , com óculos escuros de guarda rodoviário, palito no canto da boca, e camisa vermelha, usam uma coisa dessas (e talvez membros de gangue de motocicleta). Mas houve um tempo em que os homens se orgulhavam de suas "cavalry whiskers". Algum dia deixo crescer, se ganhar coragem.

3) Uniformes de guerra realmente legais. Os de hoje são umas coisas verdes; mas houve época em que os uniformes eram extraordinariamente bonitos- como os das guerras napoleônicas.

4) No boxe, não faço questão das lutas de quinze rounds, mas queria que os lutadores voltassem a usar calções de homem. Como os da década de 70. Também sinto falta das luvas marrons. Mas no fundo o melhor seria voltar à época em que não se usavam luvas. Era mais humano. As luvas não existem para proteger o cérebro, como você sabe, mas para proteger as mãos. Sem luvas, o soco tem que ser mais fraco, ou a mão se quebra. Como era antes, era melhor para o cérebro- mesmo sendo um pouquinho pior para o rosto, que ficava mais marcado pelos ossos das mãos.

5) No tênis, todo mundo volta a usar branco.

6) No futebol, alguém vai negar que as bolas, por volta do início do século XX, eram muito mais bonitas? Os uniformes também eram. E as partidas tinham mais gols- jogos de 10 X 7 eram comuns. Basta voltarem à época em que não havia impedimento. Nunca entendi essa novidade do impedimento.

7) Volta das missas em latim. Proibição da entrada de violões em igrejas.

8) Volta da educação clássica. Isso mesmo: latim e grego. Se tivesse tido uma educação clássica - ao invés de uma meramente tecnológica - Maluf saberia o que é hagiógrafo, por exemplo, e não passaria vexame naquele programa popular de perguntas.

9) Volta de algumas palavras do galaico-português. Se palavras podem ser criadas, podem ser ressuscitadas. Arloton era uma palavra bonita. Lais, no sentido de cantiga. Velida. Jaiam. Fis.

10) Na poesia, a volta de versos de mais de cinco sílabas.
Todo verso
Muderno
É assim;
Nenhum, que eu saiba, é comprido assim.

11) No romance policial, a volta a 1923 (12 de Maio, 9:53 da noite), quando os detetives eram gênios excêntricos, colecionavam orquídeas, e seriam incapazes de nocautear um campeão de pingue-pongue. A tradição do detetive como gênio excêntrico era muito bonita, e correspondia a uma necessidade da mente humana: a adoração do intelecto. O detetive moderno é muitas vezes meramente esforçado, e sua existência corresponde a uma necessidade muito mais baixa da mente humana: a adoração da diligência e do serviço bem-feito.

12) A volta dos duelos. Só por isto: quando havia duelos (não falo da legalidade deles, que foi sempre precária, mas da simples existência) as pessoas pensavam duas vezes antes de xingar um desconhecido na rua. Podia lhes custar as vidas. Hoje, não custa nada, não é? Outro dia desses fui xingado por um cara no trânsito; meu carro estava bloqueado e eu não podia ir atrás dele, se tomasse essa decisão idiota- mas mesmo assim ele me xingou (sorrindo), acelerou e foi embora. Não acho que ele tenha se sentido particularmente desonrado por fazer isso. (Talvez seja porque nunca se sentiu particularmente honrado.)

13) A volta das cores do cinema, como em Rebelde sem Causa. A tecnologia do cinema avança, me dizem. Por quê, então, nenhum filme recente tem as cores de Rebelde sem Causa ou de qualquer filme de Jerry Lewis dirigido por Frank Tashlin?

14) Pela volta de uma teoria econômica chamada Distributivismo. Antes de se tornar personagem da HQ Sandman, o escritor inglês G.K. Chesterton foi o mais famoso e eloqüente defensor dessa teoria. Muito simplesmente, o Distributivismo propõe que o amor à pequena propriedade é algo natural e bom e deve ser cultivado; que a concentração da propriedade nas mãos do estado ou nas mãos de uns poucos milionários é igualmente odiosa. Todos os negócios devem ser pequenos negócios; todas as fazendas devem ser pequenas fazendas. Ao invés de comprar no Carrefour, compre na mercearia da esquina; ao invés de alugar filmes na Blockbuster, vá até uma locadora pequena. As poucas áreas econômicas que só podem ser exploradas por grandes estruturas- como extração de petróleo, por exemplo- devem ser controladas, não pelo estado, e muito menos por uns poucos proprietários, mas por guildas. Isso mesmo, guildas - como na Idade Média. Não tenho a menor idéia se ainda existem Distributivistas no mundo. Bom, eu sou um.

15) Mulheres sem bíceps. Mulheres preguiçosas. Hoje todas as mulheres parecem ser atletas; eu sinto falta das mulheres lânguidas. Onde estão as mulheres lânguidas?


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 15/3/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. As histórias magras de Rubem Fonseca de Cassionei Niches Petry


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva em 2002
01. Polêmicas - 29/11/2002
02. Filhos de Francis - 15/11/2002
03. Quem Não Lê Não É Humano - 3/5/2002
04. Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco - 31/5/2002
05. Grandes Carcamanos da História - 21/6/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
14/3/2002
13h29min
O texto de ALEXANDRE SOARES SILVA nos fala das coisas mais importantes do mundo. Não sem motivo, o autor cita Chesterton, que foi justamente um escritor atento às coisas mais importantes, não é claro - conforme os padrões de avaliação usados pelos jornais ou pelas revistas noticiosas. Gostaria apenas de saber se o nome do autor ( Soares Silva ) é nome mesmo ou pseudônimo. Grato.
[Leia outros Comentários de R. Miscow Filho]
15/3/2002
15h56min
Caro Alexandre. Muito bom o seu texto. Também sou um fervoroso defensor da volta da bengala. E acredito sinceramente que a volta dos duelos minimizaria os pequenos transtornos que insistem em tentar tornar a vida insuportável. Um abraço, Fabio.
[Leia outros Comentários de Fabio ]
17/3/2002
12h36min
Bengalas. Luvas de pelica. Duelos. Menos filhotes de Leminski e mais filhotes de Chatterton (e Chesterton). Cavalheirismo. Ah, que mundo seria, não?
[Leia outros Comentários de Juliana O'Flahertie]
17/3/2002
17h33min
Desculpe a demora. Já havia respondido ao Sr. Miscow Filho em privado, mas não quero parecer que o deixei falando sozinho. Sim, Alexandre Soares Silva é o meu nome de verdade. E, sim, Chesterton sabia bem o que é importante e o que não é. Um abraço.
[Leia outros Comentários de Alexandre Soares]
17/3/2002
17h39min
Fabio: sem contar que eu não falei do prazer de dar bengaladas. A gente podia sair por aí dando bengaladas em funkeiros, por exemplo. Não seria legal? Um abraço e obrigado. Alexandre
[Leia outros Comentários de Alexandre Soares]
17/3/2002
17h44min
Sim, Miss Veen. Cavalheirismo, é verdade. E o corrrespondente damismo, do qual nunca ninguém fala. E monóculos. Espadas carregadas na cintura (as outras armas sempre foram armas de labregos, você não acha?). E, como sei que você é nabokoviana, a volta do Train de Luxe do Mediterrâneo, tal como ele era por volta de 1903... Um abraço. Alexandre Soares.
[Leia outros Comentários de Alexandre Soares]
28/3/2002
19h53min
Mas no futuro mundo dos microchips, poderemos todos dar "review" em todos nossos momentos mais sublimes. E se a tecnologia chegar a sofisticação de permitir uma retrospectiva dos melhores momentos de toda nossa linhagem... Uau!!! Um mundo de memória, sem amnésia.
[Leia outros Comentários de Marisa Moura]
2/4/2002
03h12min
Marisa, esse futuro à la Matrix, não sei não. Me lembra uma história da revista Mad em que o Mandrake fica o tempo todo caído num monturo de lixo, mas se auto-hipnotizando num espelhinho para pensar que está num palácio, vivendo aventuras- " Mandrake faz um gesto hipnótico e...". Como dizia, acho, Michael Curtis, e como repito, tenho certeza, eu: "Me inclua fora disso!". Mas não me inclua fora das suas leituras semanais. Um abraço, Alexandre.
[Leia outros Comentários de Alexandre ]
13/4/2002
15h58min
Não só as missas em Latim, mas também aquelas composições litúrgicas que, paralelamente a um sermão bem proferido, ajudavam a elevar a alma do fiel (Vá ouvir lobo de Mesquita na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, em Ouro Preto, que você entende o que eu falo) Foras os violões! Fora as Ministras de Eucaristia! Fora os leigos que pedem um aparte na liturgia! (Você nunca viu isso? Não sabe o quanto você é feliz ...) Fora os que acompanham o padre no caminho até o altar, com maozinhas cruzadas no peito e olhar de falsa piedade!
[Leia outros Comentários de Ricardo]
13/4/2002
23h56min
Um aparte na liturgia? "O sr. padre me dê licença, mas discordo disso que o senhor disse. A verdade é assim e assim...". É isso mesmo? Acontece? Um abraço- Alexandre Soares
[Leia outros Comentários de Alexandre Soares]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




JEWISH LITERACY: THE MOST IMPORTANT THINGS TO KNOW ABOUT THE JEWISH ..
JOSEPH TELUSHKIN
WILLIAM MORROW AND COMPANY
(1991)
R$ 60,00



SUL
PATRICK MCDONNELL
GIRAFINHA
(2015)
R$ 13,90



SEJA O PROFESSOR QUE VOCÊ GOSTARIA DE TER
SERRANO FREIRE
WAK
(2012)
R$ 20,50



STUDIO D - DEUTSCH ALS FREMDSPRACHE - NIVEAU A1 + CD!
FUNK / KUHN / DEMME
CORNELSEN VERLAG
(2005)
R$ 60,00



LOVE LETTERS OF GREAT MEN
URSULA DOYLE
MACMILLAN
(2008)
R$ 20,00



LOLA E O GAROTO DA CASA AO LADO (ANNA, LOLA E ISLA #2)
STEPHANIE PERKINS
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 12,00



FUNDAMENTOS DA CONTABILIDADE 1º SEMESTRE - MÓDULO 1
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR COC
COC
R$ 11,00



COMÉRCIO EXTERIOR: BUROCRACIA X MODERNIDADE
JOVELINO DE GOMES PIRES
ADUANEIRAS
(1992)
R$ 10,00



O DOCUMENTO R
IRVING WALLACE
RECORD
R$ 10,00



MÚSICA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA COM PARTITURAS MUSICAL E CD
RODOLFO COELHO DE SOUZA
DISCOTECACONEYDACALVARENGA
(2006)
R$ 14,00





busca | avançada
35423 visitas/dia
1,3 milhão/mês