Livros para um cruzeiro | Eugenia Zerbini | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 30/1/2014
Livros para um cruzeiro
Eugenia Zerbini

+ de 4500 Acessos

Que livro levar para um cruzeiro? Sendo a questão proposta no calor paulistano desse mês de janeiro, a resposta sugerida automaticamente é em favor de algo refrescante. Como a brisa mais fresca que irá soprar todas as noites no convés do navio, com rumo previsto para o sul do continente.

A primeira ideia recai sobre A guerra do sorvete, de William Boyd (1952 - ). Nós vamos derreter como sorvete no Sol, vaticinavam os comandantes dos exércitos inglês e alemão, combatendo por territórios na África Oriental (regiões correspondendo ao Quênia e à Tanzânia), durante a 1ª Guerra Mundial. As maiores baixas eram tributárias à insolação, desidratação, infecção intestinal e pesadas fardas européias. Uma guerra que foi além do armistício porque se esqueceram de avisar Nairobi de que a guerra havia terminado. Boyd foi o escolhido para dar continuação às aventuras de James Bond, agente secreto a serviço de Sua Majestade, saído da pena de Ian Fleming (1908-1964). Cumprindo essa missão Mr. Boyd deu seu recado através de Solo, publicado na Inglaterra e nos Estados Unidos no ano passado. Mas foi A Guerra do sorvete que rendeu a seu autor, em 1982, o John Llewelyn Rhys Memorial Prize e o colocou entre os finalistas do Man Booker Prize no mesmo ano.

Mas, não. A atmosfera de férias em alto mar se chocaria - quem sabe como o Titanic contra o iceberg, sabe-se lá - com as recordações da Grande Guerra (cujo início este ano completa um século). Há a possibilidade de reler Uma mulher pintada, de Françoise Sagan (1935-2004), uma vez que toda trama concentra-se em um cruzeiro no Mediterrâneo, no final do verão europeu. Os passageiros correspondem a certos clichês. A grande diva da ópera que envelhece e está em vias de perder a voz. Ela se faz acompanhar na viagem por um de seus jovens admiradores. Um jogador que ganha a vida nos cassinos do mundo. Uma mulher rica às voltas com um marido que a ridiculariza sempre que pode. Talvez por isso mesmo ela se esconda atrás de uma máscara de maquiagem pesada. Daí o título do livro. Uma mulher extremamente maquiada.

Fui admiradora da obra de Françoise Sagan, que descobri por meio do hoje clássico Bom dia tristeza. O livro, publicado em 1954, quando a autora tinha 18 anos, tornou-se sucesso imediato, na Europa e nos Estados Unidos. Em 1958 virou filme, dirigido por Otto Preminger (1905-1986) (que tinha o condão de tornar suas atrizes sempre mais bonitas). A estrela foi a linda Jean Seberg (1938-1979). Muito jovem, muito magra, muito loira, cabelos muito curtos, muito inconsequente. Tantos "muito", que me apaixonei. De Bonjour tristesse para os outros livros, foi um pulo. Através de sebos e bibliotecas consegui dois textos teatrais de Sagan, Castelo na Suécia e O vestido lilás de Valentina, e seus outros romances: Um certo sorriso; Você gosta de Brahms? (que, em 1961, também foi transposto para as telas, com Ingrid Bergman, Anthony Perkins e Yves Montand nos papéis principais); As nuvens que passam; Dentro de um mês dentro de um ano; O guardador de meus amores; A chamada(Chamade, que inspirou o perfume homônimo da Guerlain); Um pouco de Sol na água fria; O leito desfeito; A coleira; Fundo musical, entre outros. Françoise Sagan foi escritora profícua. Não obstante, em todos os seus títulos, ouve-se os ecos da uma mesma história, iniciada em Bom dia tristeza. Passeios em automóveis esportes na Riviera Francesa, conversas espirituosas regadas a vinho, algum jazz como música de fundo.

Por essas e outras fantasias correrem o risco de entrarem em confronto explícito ao que se espera de um cruzeiro hoje (passeio marítimo cada vez mais sem glamour, com a possibilidade de até um prosaico funk à beira da piscina do navio), decidi poupar o que me resta de encanto pelos livros de Madame Sagan. Afinal, a mesma, embora nascida Françoise Quoirez, para compor seu nom de plume emprestou o Sagan de um personagem do Em busca do tempo perdido, de Marcel Proust (1871-1922): a princesa de Sagan.

Qual a razão, contudo, de perder tanto tempo na escolha de um simples livro para ler durante uma viagem? Livros e viagens têm que ser harmonizados, como os vinhos em uma refeição. Para um giro pela Grécia, Teogonia, de Hesíodo (Iluminuras, 1991, em tradução direta do grego de J.A.A.Torrano). Para uma semana em Veneza, durante o Carnaval (matéria de sonho, bailes com valsas e mazurcas, à luz de velas, em palácios debruçados no canal, com direito a passeios de gôndola à meia-noite), Lord Byron e seu Beppo, uma história veneziana. Em viagem pelo mar, caberia reler mais uma vez O senador e a sereia, de Tomasi de Lampedusa (1896-1957), e encantar-se de novo com a história do culto senador italiano que, quando moço, passou um verão de paixão com uma sereia, enquanto se preparava para os exames de grego. Outra opção, ler Moby Dick, de Herman Melville (1819-1891), na bem cuidada edição da Cosac Naify, em que a formatação desigual da abertura dos capítulos faz referência ao movimento das ondas.

Meu olhar carinhoso, entretanto, passa pelas lombadas dos meus livros, uns emparelhados em prateleiras, outros empilhados ou abertos sobre minha mesa. Pois bem, dentro da mala desta vez irá um compacto Kindle, substituindo os volumes que costumava carregar. Sei que na estante menor do meu quarto, descansa um dos meus xodós: Hernani, a primeira peça de Victor Hugo (1802-1885), em edição ilustrada de 1843. Presente que ganhei de meu pai, quando conclui meu primeiro mestrado, no Rio de Janeiro.

A questão relevante não é mais que livro levarei ou deixarei de levar; ou aquele que baixarei em minha pequena máquina de ler. Frente ao meu Hernani de folhas douradas e capa de couro vermelho, o que se coloca é se, em época de Kindles, Kobos e IPads, sobreviverá a possibilidade de presentear alguém desse modo.


Eugenia Zerbini
São Paulo, 30/1/2014


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Paris branca de neve de Renato Alessandro dos Santos
02. Apontamentos de inverno de Elisa Andrade Buzzo
03. Ah!... A Neve de Marilia Mota Silva
04. Inimigos da política de Celso A. Uequed Pitol
05. Você é África, Você é Linda: abaixo o preconceito! de Fabio Gomes


Mais Eugenia Zerbini
Mais Acessadas de Eugenia Zerbini em 2014
01. Bonecas russas, de Eliana Cardoso - 21/8/2014
02. Ossos, mulheres e lobos - 4/12/2014
03. O pródigo e o consumo - 11/9/2014
04. Jackie O., editora - 20/3/2014
05. Tons por detrás do rei de amarelo - 26/6/2014


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PERTURBAÇÕES SONORAS NAS EDIFICAÇÕES URBANAS
WALDIR DE ARRUDA MIRANDA CARNEIRO
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(2004)
R$ 30,00



GUIA HISTÓRICO DO ESPIRITISMO: O CENTENÁRIO DE CHICO XAVIER
EDITORA SAMPA
SAMPA
R$ 20,00



WOLVERINE Nº 97 - MARÇO / 2000 - O RESGATE DO PROFESSOR XAVIER
MARVEL COMICS
ABRIL
(2000)
R$ 7,00



GRANDE ENCICLOPÉDIA PORTUGUESA E BRASILEIRA VOL. 5 LISBO OLP
DIVERSOS AUTORES
EDIÇÕES ZAIROL
(1999)
R$ 45,00



APRENDA A INVESTIR COM SUCESSO EM AÇÕES
GIL ARI DESCHATRE E ARNALDO MAJER
CIÊNCIA MODERNA
(2006)
R$ 39,00



CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS
JOÃO PASSARELLI; EUNIR DE AMORIM BOMFIM
IOB
(2008)
R$ 25,00



PARANÓIA A SÍNDROME DO MEDO
STELLA CARR
FTD
(1993)
R$ 7,11



A MORENINHA
JOAQUIM MANUEL DE MACEDO
ATICA
(1982)
R$ 10,00



ESTILO DE ÉPOCA NA LITERATURA
DOMÍCIO PROENÇA FILHO
LICEU
(1973)
R$ 10,00



ÁTILA, VOCÊ É BÁRBARO
JAGUAR
SESI
(2014)
R$ 12,99





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês