Sábios conselhos aos mais jovens | Vicente Tardin | Digestivo Cultural

busca | avançada
51839 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Cia Triptal celebra a obra de Jorge Andrade no centenário do autor
>>> Sesc Santana apresenta SCinestesia com a Companhia de Danças de Diadema
>>> “É Hora de Arte” realiza oficinas gratuitas de circo, grafite, teatro e dança
>>> MOSTRA DO MAB FAAP GANHA NOVAS OBRAS A PARTIR DE JUNHO
>>> Ibevar e Fia-Labfin.Provar realizam uma live sobre Oportunidades de Carreira no Mercado de Capitais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (I)
>>> A primeira ofensa recebida sobre algo que escrevi
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Procissão
>>> Mais espetáculo que arte
>>> teu filho, teu brilho
>>> O Medium e o retorno do conteúdo
>>> A Poli... - 10 anos (e algumas reflexões) depois
>>> Web-based Finance Application
>>> Pensando sozinho
Mais Recentes
>>> Local, Global de Heloisa Buarque de Almeida pela Berlendis & Vertecch (2013)
>>> A Ordem Negra de James Rollins pela Ediouro (2007)
>>> Geometria Analítica Plana de Steinbruch Basso pela Makron Books (1991)
>>> Plano de Negócios de Egoy Walter Wildauer pela Intersaberes (2012)
>>> A Rendeira Borralheira de Socorro Acioli; Alexandre Camanho pela Positivo Livros (2009)
>>> How to Launch a Brazilian Depositary Receipts (bdrs) Program de Vários Autores pela Pwc
>>> Amanhã é outro dia de J.m. Simmel pela Nova Fronteira (1978)
>>> Tempo Bom, Tempo Ruim de Jean Wyllys pela Paralela (2014)
>>> O Fantasma de Canterville de Oscar Wide pela Scpione (2006)
>>> não vi enão gastei - O fenômeno do Prenconceito de Renato da Siva Queiroz pela Moderna (1997)
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2016)
>>> Giocondo Dias - a Vida de Revolucionario de João Falçãqo pela Agir (1993)
>>> Passenger to Frankfurt de Agatha Christie pela Harpercollins Uk (2017)
>>> Por Que Sonhei Com Isso? de Evelyn Kay Massaro; Lauri Quinn Lowenberg pela Best Seller (2017)
>>> Born Montoneros - 9 Meses En las Entranãs de Montoneros de María Odonnell pela Sudamericana (2015)
>>> Mesa para Dois de Nora Roberts pela Harlequin Books Br (2007)
>>> Controle o Estresse de Augusto Cury pela Gold
>>> Schwert, Das de Daniel Easterman pela Aufbau Tb (2009)
>>> English in Formation 3rd Edition 8 Teacher Book de Wilson Liberato pela Standfor (2016)
>>> Metade de uma Rosa de Jonas Ribeiro pela Do Brasil (2007)
>>> Alarde Poético de Vários pela Não consta (2006)
>>> Perfume Derramado de Denise Seixas pela Bolabooks (2016)
>>> Evangelho Eterno e Orações Prodigiosas de Osvaldo Polidoro pela Do Autor (2009)
>>> Nao Pergunte Se Ele Estudou de Renato Alves pela Humano (2011)
>>> Habermas e a Dialética de David Igram pela Edunb (1993)
COLUNAS

Segunda-feira, 13/5/2002
Sábios conselhos aos mais jovens
Vicente Tardin

+ de 2000 Acessos

Que dicas os mais experientes dariam para os que estão chegando agora na internet? A pergunta foi feita a muitos profissionais, de variados perfis, e algumas respostas podem ser úteis a todo mundo.

De todas as listas de discussão que acompanho, gosto mais da Radinho de Pilha, organizada pelo René de Paula Jr. Tem um pessoal mais ligado a agências e produtoras que sabe muito e lá aparecem também muitos dos nossos amigos aqui do Webinsider, como o Michel, o Fernand, o Oggh, o Fábio Fernandes, Cavallini, Leonardo e Kujawski. Os assuntos variam bastante e sempre há uma surpresa, além de observações femininas, com a visão que às vezes falta nesse mundo um pouco nerd e masculino.

Tudo isso para dizer que o René de vez em quando lança um questão para animar o debate e render idéias interessantes. No dia 1º de abril ele colocou uma pergunta no ar: Se cada um de nós pudesse dar dicas para iniciantes no nosso métier, quais seriam? As respostas mereceram uma compilação. O conjunto completo pode ser visto no site Usina.com. A seguir, um resumo algumas opiniões, a seqüência completa você pode ver lá...

Rene de Paula Jr
1. Antes de pôr a mão na massa, mapeie, esquematize, desenhe.
2. Nada é mais importante do que funcionalidade.
3. Se o usuário não entender, a culpa é de quem fez.

Ricardo Cavallini
1. Não acredite em tudo o que você lê em listas ou sites que dão dicas.

Gustavo Cerochi
1. Concentre-se no negócio e procure saber como a web pode ajudar, se puder.
2. Saiba pelo menos o mínimo de sistemas, infra-estrutura. Sem isso nada na web é verdade.
3. Faça a coisa simples.

Marcelo Godoy
1. Aprenda html básico (válido para atendimentos).
2. Leia revistas de tecnologia de publicidade e de economia, tenha insights sozinho, tente sentir para onde estamos indo.
3. Seja realista. Procure somente se envolver com projetos de fácil entendimento e que visem lucro para seu cliente ou para você. Não esqueça: tempo é dinheiro e alguém no final, vai ter que pagar a conta.

Natalia Yudenitsch
1. Antes de criar serviços e produtos mirabolantes, responda honestamente: - o que facilitaria a vida do seu consumidor-alvo a tal ponto que ele pagaria de bom grado para ter sempre?
2. Na hora de desenvolver um site/projeto/business internético pergunte obsessivamente: para que vamos colocar essas features exatamente? Qual o objetivo desse e daquele detalhe? Por que temos que fazer desse jeito?
3. Teste tudo várias vezes, mas com pessoas da vida real. E nunca acredite que você é um "usuário (arght, a palavrinha de novo) típico";

Oggh
1. Não execute, pense.
2. Não ache, estude.
3. Carpe diem.

Marcelo Siqueira
1. Você está fazendo hoje a web de amanhã.
2. Pense como seu trabalho será em relação ao futuro.
3. O usuário é leigo mas não é idiota.
4. Dados demoram a ser transmitidos pela web.

TheSoulSurfer at Thunder
1. Se você tiver que optar entre duas idéias, sempre fique com a mais simples.
2. Explique a sua idéia para uma criança, se ela entender, provavelmente seu cliente também vai.
3. Comunicação não é o que você fala, mas o que o outro entende.

Leonardo Oliveira
1. Evite modelos consagrados.
2. Foco primeiro no 'para que fazer', não no 'como fazer'.
3. Útil e simples (necessariamente nesta ordem)

Michel Lent Schwartzman
1. Não saberia botar três regrinhas douradas que já não tenham sido ditas, mas tem uma citação de uma resposta de pesquisas sobre uso da internet, que para mim diz tudo. Quando perguntado se navegava na internet, o pesquisado respondeu: "Navegar na internet? Naaa. Navego não. Só uso a internet pra ir ao banco, e-mails e ler as notícias". O que está errado não é a internet, mas a imagem que fizemos dela. Mea culpa. Mea culpa geral. Agora é questão de desconstruir e fazer tudo de novo. Certo.

Jota
1. Business Plan.
2. Foco no usuário (Arquitetura de Info, Design, Usabilidade, etc.).
3. I want my money back...

Anita Schlosser
1. A partir do objetivo claro do projeto, pegue referências com o cliente que te contratou.
2. Nada facilita mais o andamento do trabalho do que a parceria do cliente; Se ele se sentir parte importante do projeto de arquitetura/navegação e design do site, isso não desmerece em nada o seu trabalho, só facilita. Aliás, ele deve conhecer melhor o cliente dele, que é para quem você está criando, do que você.
3. Não use um projeto comprado como base de teste de alguma nova tecnologia, por mais sensacional que ela seja. Hoje as tecnologias são mais simples do que ontem? Existem mais pessoas com Flash instalado e com browsers mais avançados, mas não deixe de ter aqueles dois dias de crash test antes da entrega. Performance é metade do segredo.
4. Caso o seu projeto não seja promocional, crie pensando que aquilo deverá ser adaptável a ampliações de conteúdo e alterações de prioridades. O comportamento dos internautas surpreende, clientes lançam produtos e isso altera a estrutura dos bons projetos.
4. Não se esqueça de "detalhes" como: onde o projeto vai ser hospedado? Como e quando vai ser promovido? Como os acessos serão medidos? Sempre, sempre, combine antes!

Alfredo Reikdal
1. É importante não olhar para o próprio umbigo, atividade típica dos publicitários.
2. Não acreditar que a web é o futuro, pois estamos hoje construindo o futuro.
3. Desvincular a web de um terminal de computador.

Alexandre - AlexJ
1. Escute quem já está no mercado há mais tempo. E aprenda com as experiências dos outros, principalmente se em áreas relacionadas e não diretamente em web (publicidade, comunicação, cinema, etc.).
2. Busque referências, leia, estude. Vá ao cinema, veja fotos em papel.
3. Internet não é emulador de mundo. A web é só o meio, as relações humanas, a troca de informações, os sentimentos, a vida, são tão reais aqui quanto 'lá fora'. (essa eu descaradamente roubei do blog da Ale Picoli, redatora da Salles).

Luana Azeredo
2. Pense na internet como uma forma de se relacionar com os usuários e público alvo da marca em questão.
3. Ouça o usuário, atenda o usuário, dê respaldos no mundo offline.

Adriano Saran
1. Entenda muito do negócio do cliente para poder direcionar o lado criativo.
2. Faça sempre um benchmarking da concorrência, avaliando as brechas deixadas por eles e proponha visualmente algo superior, envolvendo design e usabilidade.

Miguel Genovese
1. Uma boa idéia vale mais do que mil tecnologias.
2. Uma boa idéia sem planejamento não vale nada.
3. Uma boa idéia sem divulgação é entregar o ouro para os bandidos.

Ricardo Castelo
1. Para que serve mesmo isso? Mantenha o foco, o objetivo. Não se preocupe se vai ser um site, um CD-ROM ou uma aplicação WAP, pense na funcionalidade. Se vai ser em Java, C++ ou em TXT, isso é para depois. Se o digital estiver mais confuso do que como é feito anteriormente no papel, refaça!
2. Inove, mas com bom senso. A "coisa digital" não está formatada, tem muito campo para "alucinar", mas não precisa usar todas as tecnologias e plug-ins do momento. O usuário só tolera se o conteúdo for sensacional. Só use a tecnologia da moda se for mesmo necessário.
3. Conteste e teste. Nem sempre o cliente tem razão. Mesmo que ele insista, pense primeiro em quem vai usar o que você está desenvolvendo. Afinal, ele te contrata para isso, né não?
4. E outra: não vale testar internamente o que você faz. Você não é "parâmetro de usuário" para nada que cria.

Mr. White
1, Na internet boas idéias, com certeza, valem menos que o salário que você ganha.

Luiz Telles (luigi)
1. Descubra o seu talento, a sua historia, a sua competência. Isso vai fazer você desenvolver um design, um trabalho que tenha a sua cara.
2. Descubra a melhor maneira de se alimentar de informação. O melhor canal. E se alimente constantemente. Tudo muda muito rápido nesse mercado.
3. Tenha um diário de imagens. Um caderno onde você possa colocar as coisas que importam para você. Isso vai compor o seu repertório, que, junto com a sua história, vai te dar personalidade na hora de executar seus projetos.

Nota do Editor
Vicente Tardin é editor do Webinsider, onde este texto foi originalmente publicado.


Vicente Tardin
Rio de Janeiro, 13/5/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques de Jardel Dias Cavalcanti
02. A ostra, o Algarve e o vento de Elisa Andrade Buzzo
03. Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas de Cassionei Niches Petry
04. 20 contos sobre a pandemia de 2020 de Luís Fernando Amâncio
05. LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo de Renato Alessandro dos Santos


Mais Vicente Tardin
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Esboços de Sermões
Luis Roberto Silvado
A. D Santos
(2012)



Outras do Analista de Bagé
Luis Fernando Veríssimo
L pm
(2022)



Boas Maneiras e Sucesso nos Negócios
Celia Ribeiro
L&pm
(1993)



O Perito
Robert Finn
Publicações Europa-américa
(2009)



Au Arquitetura & Urbanismo Nº 155
Pini
Pini



O Estudante
Adelaide Carraro
Global
(2001)



Comunicacao Modernizacao e Difusao de Inovacoes no Brasil
Jose Marques de Melo
Vozes
(1978)



Inteligência - Perspectivas Teóricas
Leandro S. Almeida, Aristides Ferreira
Almedina
(2009)



Wireless Java With J2me - Sams Teach Yourself - in 21 Days.
Michael Morrison
Sams



Historias da Vo Cotinha Vivencias e Virtudes
Lucia Nobrega
Rideel
(2010)





busca | avançada
51839 visitas/dia
1,8 milhão/mês