Dilbert | Nemo Nox | Digestivo Cultural

busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Concisão e sensibilidade
>>> Blog do Reinaldo Azevedo
>>> Alerta aos que vão chegar
>>> Cultura e Patrocínio
>>> Deus, um delírio, de Richard Dawkins
>>> O delfim, de José Cardoso Pires
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Thor
>>> Das Kunstwerk der Zukunft
Mais Recentes
>>> As 100 Melhores Histórias Eróticas da Literatura Universal de Flávio Moreira da Costa pela Ediouro (2020)
>>> As 100 Melhores Histórias Eróticas da Literatura Universal de Flávio Moreira da Costa pela Ediouro (2020)
>>> Mahatma Gandhi - Politik und Gewaltlosigkeit de Otto Wolff pela Musterschimidt-Verlag (1963)
>>> Marionetes Populares de Yvonne Jean pela Din (1955)
>>> As Bacanas = Plauto de Newton Belleza pela Emebê (1977)
>>> Trinta Toques de Rogério Viana pela Engenho da Letra (1999)
>>> O Teatro de Cervantes de José Carlos Lisboa pela Os Cadernos de Cultura (1952)
>>> O Teatro de Oraci Gemba de José Plínio pela Do autor (1994)
>>> Teatro Moderno = O Anúncio feito a Maria de Paul Claudel pela Agir (1968)
>>> O Palco dos Outros de Sérgio Brito pela Rocco (1993)
>>> Importe-se o Bastante para Confrontar de David Augsburger pela Cristã Unida (1996)
>>> Mais de Nogueira Salton pela Do autor (2009)
>>> Minha Mente, Meu Mundo de Walter Barcelos pela Didier (2001)
>>> Marketing Pessoal do Personal Trainer. Estratégias Práticas Para o Sucesso - 5D de Cauê Vazquez la Scala Teixeira pela Phorte (2013)
>>> Fortaleza digital - 5D de Dan Brown pela Arqueiro (2015)
>>> Arquivologia e Ciência da Informação - 5D de Maria Odila Kahl Fonseca pela Fgv (2008)
>>> Aristofanes Las Nubes Lisistrata Dinero de Elsa García Novo pela Alianza Editorial (1987)
>>> Fisiologia do exercício - 8C de Marília dos Santos Andrade pela Manole (2016)
>>> Musculação Funcional. Ampliando os Limites da Prescrição Tradicional - 8C de Cauê Vazquez la Scala Teixeira pela Phorte (2016)
>>> Personal Trainer. Uma Abordagem Prática do Treinamento Personalizado - 8C de Fabiano Pinheiro Peres pela Phorte (2013)
>>> Temas Fundamentais De Criminalistica - 3D de Jose Lopez Zarzuela pela Sagra luzzatto (1995)
>>> As sete leis espirituais do sucesso - 3D de Deepak Chopra pela Best Seller (2009)
>>> A Escolha - 3D de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2015)
>>> Ser Elegante É… - 3D de Candace Simpson-Giles pela Sextante (2014)
>>> Seu Sexto Sentido. Ativando Seu - 3D de Belleruth Naparstek pela Rocco (1999)
>>> História geral das Civilizações Volume 1 - O oriente e a Grécia Antiga de Maurice Crouzet pela Bertrand Brasil (1993)
>>> O Diário de Anne Frank de Ane Frank pela Pé da Letra (2019)
>>> A sombra do poder: Martinho de Melo e Castro e a administração da Capitania De Minas Gerais (1770-1795) de Virgínia Maria Trindade Valadares pela Hucitec
>>> A Revolta da Vacina de Sevcenko, Nicolau pela UNESP
>>> A quebra da mola real das sociedades: A crise política do antigo regime Português na província do Grão-Pará (1821-1825) de André Roberto Arruda Machado pela Hucitec
>>> A paz das senzalas: Famílias Escravas e Tráfico Atlântico C.1790- C.1850 de Florentino, Manolo pela UNESP
>>> A outra Independência: O Federalismo Pernambucano de 1817 a 1824 de Mello, Evaldo Cabral de pela 34
>>> A História do Brazil de Frei Vicente do Salvador. História e Política no Império Português do Século XVII de Maria Lêda Oliveira pela Versal
>>> A experiência do tempo: Conceitos e narrativas na formação nacional brasileira (1831-1845) de Araújo, Valdei Lopes de pela Hucitec
>>> A Educação Pela Noite de Antônio Candido pela Ouro sobre Azul
>>> A Diplomacia na Construção do Brasil. 1750-2016 de Rubens Ricupero pela Versal
>>> A Corte na Aldeia de Vários Autores pela Verbo
>>> A Companhia de Jesus na América por Seus Colégios e Fazendas de Márcia Amantino and Carlos Engemann pela Garamond Universitaria
>>> A carne e o sangue: A Imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos de Priore, Mary de pela Rocco
>>> 1889: Como um imperador cansado, um marechal vaidoso e um professor injustiçado contribuíram para o fim da Monarquia e a de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1822: Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram dom Pedro a criar o Brasil - um de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1808: Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 130 Anos: Em Busca Da República de Lessa, Renato; Wehling, Arno; Franco, Gustavo; Tavares Guerreiro, José Alexa pela Editora Intrínseca
>>> Arte de Gramática da Língua Mais Usada na Costa do Brasil de José de Anchieta pela EdUFBA (2014)
>>> Inglorious Revolution de William R. Summerhill pela Yale University Press (2015)
>>> O governo das conquistas do Norte de Fabiano Vilaça dos Santos pela Annablume (2011)
>>> O sol e a sombra de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (2006)
>>> Amazon Frontier - the defeat of the Brazilian Indians de John Hemming pela Papermac (1995)
>>> International Law de Malcolm Evans (edited by) pela Oxford University Press (2014)
>>> Complete International Law: Text, Cases, and Materials de Ademola Abass pela Oxford University Press (2014)
COLUNAS

Sexta-feira, 7/6/2002
Dilbert
Nemo Nox

+ de 35500 Acessos

Scott Adams nasceu em 1957 e levou uma vida obscura até os trinta anos de idade. Depois de estudar Economia, trabalhou sete anos no Crocker National Bank, em San Francisco, e nove anos na Pacific Bell, em San Ramon. Em 1988, desenhou cinqüenta tiras com quadrinhos de Dilbert e Dogbert e as apresentou às grandes empresas do ramo. Foi recusado por quase todas, e algumas chegaram a sugerir que ele fosse aprender a desenhar ou fizesse parceria com alguém que soubesse. A United Media, porém, ofereceu-lhe um contrato, prontamente aceito, e o resto é história.

Dilbert foi inspirado em vários colegas de trabalho de Adams, e as primeiras tiras eram baseadas no seu dia-a-dia no Crocker National Bank e na Pacific Bell. Mostrando funcionários de grandes empresas como vítimas de gerentes incompetentes e colocando-os em situações ridículas e absurdas, a série falou diretamente ao coração de milhares de trabalhadores que se identificavam com Dilbert e seus problemas. O bonequinho sem boca foi incluído em 1996 pela revista People em sua lista das 25 personalidades mais interessantes do país, ao lado do jogador de basquete Dennis Rodman e da popstar Madonna. No ano seguinte, Dilbert apareceu na capa da revista Time, como uma das 25 figuras mais influentes dos EUA.

O sucesso, evidentemente, atraiu também muitas críticas. Dilbert foi acusado de dualidade, de ser ao mesmo tempo mascote dos funcionários e ferramenta de marketing de grandes corporações, que passaram a usá-lo em suas campanhas publicitárias. Vários críticos já apontaram que as tiras fazem humor à custa da imbecilidade dos chefes mas nunca abordam as razões desse comportamento, não dando abertura para um questionamento dos problemas reais das grandes corporações. Fica a dúvida: Dilbert colabora na conscientização dos trabalhadores sobre suas reais condições ou serve como válvula de escape alienante? Adams esquiva-se de responder com interpretações mais profundas e afirma que o objetivo das tiras é simplesmente divertir: "Minha meta não é mudar o mundo, somente ganhar algum dinheiro e fazer com que vocês riam um pouco."

Dilbert é sem dúvida um anti-herói. Mergulhado em burocracia e cercado de incompetência, seu trabalho é como uma tortura inevitável. Em contraste, seu cãozinho Dogbert é um tirano megalômano cujo maior objetivo é dominar o mundo e transformar todos os humanos em seus vassalos. E com qual destes dois personagens os leitores da tira se identificam? Por incrível que possa parecer, com Dilbert. Masoquismo ou catarse?

O universo teórico de Dilbert ultrapassou os quadrinhos pelas mãos do próprio Scott Adams. O ensaio O Princípio Dilbert nasceu como artigo para o Wall Street Journal e transformou-se depois em livro, ocupando o primeiro lugar da lista de best sellers do New York Times. O conceito básico do Princípio Dilbert é que os funcionários mais ineficazes são sistematicamente transferidos para onde podem causar menos danos: a gerência. Isto nada mais é que uma adaptação do velho Princípio de Peter (descrito no livro de mesmo nome, que no Brasil foi batizado como Todo Mundo é Incompetente Inclusive Você, de Laurence Peter), segundo o qual os funcionários capazes iriam sendo promovidos até alcançarem o seu nível de incompetência. A diferença introduzida por Adams está em outro conceito, aqui apresentado nas palavras do próprio criador de Dilbert: "As pessoas são idiotas. Inclusive eu. (...) A única diferença é que somos idiotas em áreas diferentes, em diferentes ocasiões. Por mais esperto que seja, você passa a maior parte do dia agindo feito um idiota. Essa é a premissa básica desta obra tão erudita." E agora? Você prefere ser chamado de incompetente por Peter ou de idiota por Adams?

Criticando, ironizando e satirizando as grandes corporações econômicas, o próprio Scott Adams transformou-se numa corporação. Dilbert é hoje uma marca que vale milhões e aparece em todos os tipos de produtos, de livros a software, passando por miudezas como camisetas e mouse pads. E já foi garoto-propaganda de empresas como Intel, American Airlines e Xerox. Adams admite que faz de tudo para ganhar o máximo possível, e não teme queimar o personagem: "Não dá para ficar queimado sem antes ficar obscenamente rico."

Estandarte dos funcionários oprimidos ou marionete das megacorporações, quanto a uma coisa Dilbert não deixa dúvidas: suas tiras são engraçadas, arrancando gargalhadas dos dois lados do muro. Scott Adams realmente conseguiu criar um microcosmo humorístico que é um divertido espelho do macrocosmo das grandes empresas. E é aí que reside seu valor. Querer encontrar em suas historinhas algo mais profundo que isto é bobagem. Uma bobagem que fará Scott Adams ficar ainda mais rico.

Nota do Editor
Texto getilmente cedido pelo autor. Nemo Nox é editor do blog Por um Punhado de Pixels e do site Burburinho, onde este texto foi originalmente publicado.

Para ir além
The Official Dilbert Website by Scott Adams

Para ir além






Nemo Nox
Washington, 7/6/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Treliças bem trançadas de Ana Elisa Ribeiro
02. Antes que seque de Guilherme Pontes Coelho
03. 'As vantagens do pessimismo', de Roger Scruton de Celso A. Uequed Pitol
04. A Mão Invisível de Marilia Mota Silva
05. O PSDB e o ensino superior de Gian Danton


Mais Nemo Nox
Mais Acessadas de Nemo Nox em 2002
01. O apanhador no campo de centeio - 8/7/2002
02. Dilbert - 7/6/2002
03. Um Bonde Chamado Desejo - 22/10/2002
04. Os Impossíveis - 11/9/2002
05. Modelos de beleza - 28/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SÉRIE REENCONTRO - OS INOCENTES
HENRY JAMES / CLÁUDIA LOPES
SCIPIONE
(1996)
R$ 5,00



007 ENCONTRO EM BERLIM
IAN FLEMING
BLOCH
(1966)
R$ 90,00



MOTIVOS JAPONESES DE DESIGN
FERNANDO B. XIMENES (ADP)
EDIOURO
(1983)
R$ 60,00



DUBLINERS
JAMES JPYCE
DOVER
(1991)
R$ 35,00



MANUAL DE ENGENHARIA INDUSTRIAL 2º VOL. TOMO II
ALADAR HITTIG
GLOBAL
(1984)
R$ 30,00



DEIXA QUE EU CONTO
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE E OUTROS
ÁTICA
(2008)
R$ 14,16



QUANDO O AMOR FALA MAIS ALTO
AMILCAR DEL CHIARO FILHO
C. E. BEZERRA DE MENEZES
(1993)
R$ 10,00



JOÃO CÂMARA 1986
MARIO TAKEYA
SEBO VERMELHO
(2016)
R$ 50,00



O QUE É PASTORAL SOCIAL
SETOR PASTORIA SOCIAL CNBB
LOYOLA
(2001)
R$ 6,88



PORTUGUÊS DIALOGANDO COM TEXTO 8º ANO 7ª SÉRIE
BEATRIZ MARCONDES/ PAULO PARISI E LENIRA BUSCATO
ED. POSITIVO
(2007)
R$ 20,00





busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês