Dilbert | Nemo Nox | Digestivo Cultural

busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Poeta Ivete Nenflidio lança obra 'Ataque - cale-se agora e para sempre'
>>> Alunos de Ribeirão Preto constroem maquete com trajetória das águas da cidade até o mar
>>> Coletivo oferece eventos de danças angolanas em outubro e novembro
>>> Releitura de Ian Soffredini, O Pequeno Príncipe faz sessões em Santos
>>> 4º Edição Point BlackCultural
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Bréqui Friday
>>> 19 de Outubro #digestivo10anos
>>> Etapas da criação de uma pintura digital * VÍDEO *
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Genealogia da Moral, de Nietzsche
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Lendo no Kindle
>>> 89 FM, o fim da rádio rock
>>> O do contra
Mais Recentes
>>> Livro - Sigma de Saudade de Stamátios Zannis Philippoussis pela São Paulo (2004)
>>> Angola e Brasil Nas Rotas do Atlântico Sul de Selma Pantoja pela Bertrand Brasil (1999)
>>> Festa de criança - para gostar de ler junior de Luis Fernando Verissimo e caulos pela Atica (2022)
>>> Livro - A Construção da Verdade Autoritária de Maria das Graças Andrade Ataíde de Almeida pela Humanitas (2001)
>>> Livro - Programa de Transição - para a Revolução Socialista de Leon Trotsky pela Antidoto (1978)
>>> Box Hush, Hush: Sussurro- 4 volumes de Becca Fitzpatrick pela Intrínseca (2010)
>>> Fidélio - Col. Folha Grandes Óperas Vol. 2 de Beethoven (Autor) pela Folha de S. Paulo (2011)
>>> Livro - Eles Não São Anjos Como Eu - Coleção Veredas de Marcia Kupstas pela Moderna (2004)
>>> Eugene Onegin - 08 - Coleção folha grandes óperas de P. I. Tchaikovky (Autor) pela Folha de S. Paulo (2011)
>>> La Bohème - Col. Folha Grandes Óperas 6 de Giacomo Puccini (Autor) pela Folha de S. Paulo (2011)
>>> Livro - O Cortiço de Aluísio de Azevedo pela Círculo do Livro
>>> Livro - A Obra-Prima de Cada Autor - Manifesto do Partido Comunista de Max e Engels pela Martin Claret (2004)
>>> Livro - Os Pensadores - Nietzsche de Friedrich Nietzsche pela Nova Cultural (1999)
>>> Livro - Judeus sem Dinheiro de Michael Gold, Mário Molina pela Record (1958)
>>> Pão diário vol.22 - Paisagem: Uma meditação para cada dia do ano: Volume 22 de Não informado pela Publicações Pão Diário (2018)
>>> Jesus de Nazaré de Normann J. Bull pela Paulinas (1984)
>>> Livro - Acenos e Afagos de João Gilberto Noll pela Record (2008)
>>> Livro - A Vênus de Quinze Anos - Flossiê - Série Sexo de Guilherme da Silva Braga; Charles Swinburne pela Hedra (2014)
>>> The Ridiculous Race: 26,000 Miles, 2 Guides, 1 Globe, No Airplanes de Steve Hely; Vali chandrassekavan pela Holt Paperbacks; (2008)
>>> Livro - O Pequeno Príncipe - Com Aquarelas do Autor de Antoine de Saint-exupéry pela Agir (1991)
>>> Tudo bem ser diferente de Todd Parr (Autor) pela Panda Books (2013)
>>> Livro - Salmos: Mistérios Revelados de Moacyr Martins pela Empório do Livro (1998)
>>> Livro - Holocausto: o Massacre de 6 Milhões de Ben Abrahan pela Confederação Israelita do Brasil (1976)
>>> Livro - Os Três Monges de Luis Carlos Carneiro pela Lake (1997)
>>> Livro - Passo a Passo - Francês de Charles Berlitz pela Wmf Martins Fontes (2001)
COLUNAS

Sexta-feira, 7/6/2002
Dilbert
Nemo Nox

+ de 38100 Acessos

Scott Adams nasceu em 1957 e levou uma vida obscura até os trinta anos de idade. Depois de estudar Economia, trabalhou sete anos no Crocker National Bank, em San Francisco, e nove anos na Pacific Bell, em San Ramon. Em 1988, desenhou cinqüenta tiras com quadrinhos de Dilbert e Dogbert e as apresentou às grandes empresas do ramo. Foi recusado por quase todas, e algumas chegaram a sugerir que ele fosse aprender a desenhar ou fizesse parceria com alguém que soubesse. A United Media, porém, ofereceu-lhe um contrato, prontamente aceito, e o resto é história.

Dilbert foi inspirado em vários colegas de trabalho de Adams, e as primeiras tiras eram baseadas no seu dia-a-dia no Crocker National Bank e na Pacific Bell. Mostrando funcionários de grandes empresas como vítimas de gerentes incompetentes e colocando-os em situações ridículas e absurdas, a série falou diretamente ao coração de milhares de trabalhadores que se identificavam com Dilbert e seus problemas. O bonequinho sem boca foi incluído em 1996 pela revista People em sua lista das 25 personalidades mais interessantes do país, ao lado do jogador de basquete Dennis Rodman e da popstar Madonna. No ano seguinte, Dilbert apareceu na capa da revista Time, como uma das 25 figuras mais influentes dos EUA.

O sucesso, evidentemente, atraiu também muitas críticas. Dilbert foi acusado de dualidade, de ser ao mesmo tempo mascote dos funcionários e ferramenta de marketing de grandes corporações, que passaram a usá-lo em suas campanhas publicitárias. Vários críticos já apontaram que as tiras fazem humor à custa da imbecilidade dos chefes mas nunca abordam as razões desse comportamento, não dando abertura para um questionamento dos problemas reais das grandes corporações. Fica a dúvida: Dilbert colabora na conscientização dos trabalhadores sobre suas reais condições ou serve como válvula de escape alienante? Adams esquiva-se de responder com interpretações mais profundas e afirma que o objetivo das tiras é simplesmente divertir: "Minha meta não é mudar o mundo, somente ganhar algum dinheiro e fazer com que vocês riam um pouco."

Dilbert é sem dúvida um anti-herói. Mergulhado em burocracia e cercado de incompetência, seu trabalho é como uma tortura inevitável. Em contraste, seu cãozinho Dogbert é um tirano megalômano cujo maior objetivo é dominar o mundo e transformar todos os humanos em seus vassalos. E com qual destes dois personagens os leitores da tira se identificam? Por incrível que possa parecer, com Dilbert. Masoquismo ou catarse?

O universo teórico de Dilbert ultrapassou os quadrinhos pelas mãos do próprio Scott Adams. O ensaio O Princípio Dilbert nasceu como artigo para o Wall Street Journal e transformou-se depois em livro, ocupando o primeiro lugar da lista de best sellers do New York Times. O conceito básico do Princípio Dilbert é que os funcionários mais ineficazes são sistematicamente transferidos para onde podem causar menos danos: a gerência. Isto nada mais é que uma adaptação do velho Princípio de Peter (descrito no livro de mesmo nome, que no Brasil foi batizado como Todo Mundo é Incompetente Inclusive Você, de Laurence Peter), segundo o qual os funcionários capazes iriam sendo promovidos até alcançarem o seu nível de incompetência. A diferença introduzida por Adams está em outro conceito, aqui apresentado nas palavras do próprio criador de Dilbert: "As pessoas são idiotas. Inclusive eu. (...) A única diferença é que somos idiotas em áreas diferentes, em diferentes ocasiões. Por mais esperto que seja, você passa a maior parte do dia agindo feito um idiota. Essa é a premissa básica desta obra tão erudita." E agora? Você prefere ser chamado de incompetente por Peter ou de idiota por Adams?

Criticando, ironizando e satirizando as grandes corporações econômicas, o próprio Scott Adams transformou-se numa corporação. Dilbert é hoje uma marca que vale milhões e aparece em todos os tipos de produtos, de livros a software, passando por miudezas como camisetas e mouse pads. E já foi garoto-propaganda de empresas como Intel, American Airlines e Xerox. Adams admite que faz de tudo para ganhar o máximo possível, e não teme queimar o personagem: "Não dá para ficar queimado sem antes ficar obscenamente rico."

Estandarte dos funcionários oprimidos ou marionete das megacorporações, quanto a uma coisa Dilbert não deixa dúvidas: suas tiras são engraçadas, arrancando gargalhadas dos dois lados do muro. Scott Adams realmente conseguiu criar um microcosmo humorístico que é um divertido espelho do macrocosmo das grandes empresas. E é aí que reside seu valor. Querer encontrar em suas historinhas algo mais profundo que isto é bobagem. Uma bobagem que fará Scott Adams ficar ainda mais rico.

Nota do Editor
Texto getilmente cedido pelo autor. Nemo Nox é editor do blog Por um Punhado de Pixels e do site Burburinho, onde este texto foi originalmente publicado.

Para ir além
The Official Dilbert Website by Scott Adams

Para ir além






Nemo Nox
Washington, 7/6/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Subjuntivo Subiu no Telhado de Marilia Mota Silva


Mais Nemo Nox
Mais Acessadas de Nemo Nox em 2002
01. O apanhador no campo de centeio - 8/7/2002
02. Dilbert - 7/6/2002
03. Um Bonde Chamado Desejo - 22/10/2002
04. Os Impossíveis - 11/9/2002
05. Modelos de beleza - 28/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Molecagem 2ªedição (1988)
Luiz Claudio Cardoso
Scipione
(1988)



Trade Marks e Symbols - 2 Volumes
Yasaburo Kuwayama
Vnr
(1973)



A Bíblia um Diário de Leitura
Luiz Paulo Horta
zahar
(2011)



O Livro Egípcio dos Mortos
E. A. Wallis Budge
Pensamento
(1993)



O Caminho para a Distância
Vinicius de Moraes
cia das letras
(2008)



Capitães do Brasil: A Saga dos Primeiros Colonizadores
Eduardo Bueno
objetiva
(1999)



O Aprendizado da Alegria
Virgínia Cavalcanti
objetiva
(1990)



Os Números Governam Sua Vida
Kaiser Fung
Dvs
(2011)



Que Serei?
Cecília Bueno dos Reis Amoroso
Melhoramentos
(1970)



Stress e Qualidade de Vida no Trabalho - Stress Social - Enfrentamento
Ana Maria Rossi, Pamela L. Perrewe, James A. Meurs
Atlas
(2011)





busca | avançada
62542 visitas/dia
1,7 milhão/mês