Um Bonde Chamado Desejo | Nemo Nox | Digestivo Cultural

busca | avançada
73783 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Crise dos 40
>>> Marcelotas
>>> Para ler no botequim
>>> O blog da Bundas
>>> Introdução à lógica do talento literário
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Nada a comemorar
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> O desafio de formar leitores
>>> O Tigrão vai te ensinar
Mais Recentes
>>> O pensamento vivo de Rui Barbosa de Américo Jacobina Lacombe pela Livraria Martins (1944)
>>> Jornal Pasquim ANO X de 1979- Encadernados de Jornalistas pela Codecri (1979)
>>> Memórias inacabadas de Humberto de Campos pela José Olympio (1935)
>>> O cortiço de Aluis Azevedo pela Circulo do Livro (1991)
>>> Ressurreição de Machado de Assis pela Sociedade Gráfica (1962)
>>> O leopardo de Giuseppe Tomasi Di Lampedusa pela Abril Cultural (1974)
>>> O amigo fritz de Erckmann Chatrian pela Saraiva (1955)
>>> Não Posso Deixar-te de Luciana Peverelii pela Vecchi (1961)
>>> O País das uvas de Fialho D Almeida pela Livraria Clássica (1946)
>>> Literatura Comentada Oswald de Andrade de (Oswald de Andrade) pela Nova Cultural (1988)
>>> Os Dez Dias Que Abalaram o Mundo de John Reed pela Circulo do Livro (1986)
>>> Compêndio da Cambridge sobre Voltaire de Nicholas Cronk (Editor) pela Madras (2010)
>>> O Jornal da Noite de Arthur Hailey pela Record (1990)
>>> As meninas de Lygia Fagundes Telles pela Circulo do Livro (1979)
>>> Um estranho no espelho de Sidney Sheldon pela Circulo do Livro (1976)
>>> O Universo Das Comunicaçoes Humanas - Comunicação de Eneas Machado de Assis pela Mageart (1997)
>>> Literatura Comentada Guimarães Rosa de (Guimarães Rosa) pela Nova Cultural (1988)
>>> O Peregrino de John Bunyan pela Publicações Pão Diário (2020)
>>> O livro de san michele de Axel Munthe pela Círculo Do Livro (1985)
>>> Vargas E A Crise Dos Anos 50 - C. Politica de Org. Angela de Castro Gomes pela Relume (2011)
>>> Noel Rosa (literatura Comentada) de (Noel Rosa) pela Nova Cultural (1981)
>>> A Peregrina de John Bunyan pela Publicações Pão Diário (2020)
>>> Para Falar E Escrever Melhor O Portugues - Linguistica de Adriano Dagamakury pela Nova Fronteira (1989)
>>> O navegante de Morris West pela Circulo do Livro (1980)
>>> Conjunção Dos Verbos Em portugues -Pratico e Eficiente - Linguistica de Maria Aparecida Ryan pela Atica (1995)
COLUNAS

Terça-feira, 22/10/2002
Um Bonde Chamado Desejo
Nemo Nox

+ de 26000 Acessos
+ 4 Comentário(s)

A peça começa com Blanche DuBois chegando em New Orleans para visitar a irmã grávida, Stella, e o cunhado, Stanley Kowalski. Ela precisa pegar o bonde chamado Desejo (Desire, uma rua de New Orleans) e mudar para outro chamado Cemitério (Cemetery), numa clara alusão ao seu percurso na história.

O minúsculo apartamento do casal é importante na trama, pois a falta de espaço acelera e intensifica os confrontos. E confrontos não faltam em Um Bonde Chamado Desejo, com Stanley Kowalski defendendo sua territorialidade, de várias formas e em diversos níveis, contra a cunhada invasora.

Estabelece-se um joguinho de poder, com Stanley tentando intimidar Blanche e mostrar quem manda ali, enquanto ela não se submete e revida brincando (ou talvez não) de seduzir o cunhado. Cada um usa as armas que conhece, e Blanche parece vencer o primeiro round.

Mas Blanche Dubois tem mais de uma mancha em seu passado, e elas não tardam a ser descobertas por Stanley. Primeiro, ela pegou o marido em flagra numa relação homossexual e o pobrezinho, envergonhado, suicidou-se. Depois, ela hipotecou a propriedade da família (sobre a qual Stanley se achava com direitos) e acabou perdendo-a. Em seguida, foi demitida do colégio onde lecionava, acusada de tentar seduzir um aluno. Para completar o quadro, Stanley ainda descobre que Blanche se prostituiu num hotel de baixo nível. (Quem achar que Tenessee Williams e Nelson Rodrigues tinham algo em comum não estará muito longe da verdade.)

Se Blanche Dubois é esse personagem conturbado, Stanley Kowalski não fica muito atrás. Durante toda a peça, o sujeito comporta-se como um verdadeiro animal, e sua defesa do território (com a esposa incluída) tem demonstrações nada sutis, desde atirar um rádio pela janela até bater na esposa grávida. A violência culmina no estupro da cunhada, o que põe um fim nos dois conflitos superpostos: o da disputa pela superioridade e o da sedução.

Stella, apesar de ter um papel secundário na disputa entre a irmã e o marido, acaba por ser o elemento determinante para a compreensão da peça e do ideário de Tennessee Williams. Aceitando, suportando, talvez até apreciando o domínio e o abuso de Stanley, ela forma com ele uma célula familiar coesa e moralista, impermeável a indivíduos de "comportamento alternativo" como Blanche. Mas, ao mesmo tempo, Blanche não pode ser vista simplesmente como vítima do casal, já que é ao menos na mesma medida vítima de sua própria culpa. Revelar seu passado, neste caso, é pedir por uma punição. Ou, num cenário mais otimista, por um perdão. Afinal, como ela mesma diz na memorável passagem, "sempre dependi da bondade de estranhos".

A primeira montagem de Um Bonde Chamado Desejo foi dirigida em New York por Elia Kazan em 1947, com Marlon Brando como Stanley e Jessica Tandy como Blanche. Dois anos depois, Laurence Olivier encenou a peça em Londres, com Vivien Leigh. Quando Kazan dirigiu a versão cinematográfica em 1951, chamou Brando e Leigh para os papéis principais. O filme (que no Brasil se chamou, indesculpavelmente, Uma Rua Chamada Pecado) conquistou os Oscars de melhor atriz (Vivien Leigh), melhor ator coadjuvante (Karl Malden), melhor atriz coadjuvante (Kim Hunter), e direção de arte em preto e branco. Foi também indicado para os prêmios de melhor filme, diretor, ator, roteiro, fotografia, música, figurino e som. No Brasil, Um Bonde Chamado Desejo teve várias encenações de grande porte, sendo as mais lembradas a de 1950, com direção de Ziembinski e Henriette Morineau como Blanche, e a de 1965, com direção de Augusto Boal e Maria Fernanda como Blanche.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Nemo Nox é editor do blog Por um Punhado de Pixels e do site Burburinho, onde este texto foi originalmente publicado.


Nemo Nox
Washington, 22/10/2002


Mais Nemo Nox
Mais Acessadas de Nemo Nox em 2002
01. O apanhador no campo de centeio - 8/7/2002
02. Dilbert - 7/6/2002
03. Um Bonde Chamado Desejo - 22/10/2002
04. Os Impossíveis - 11/9/2002
05. Modelos de beleza - 28/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
28/8/2003
16h49min
Muito interessante ler este resumo, estava procurando algo assim, na verdade estou estudando esta peça, pois vou tentar banca aqui em Curitiba e é dia 15 de setembro, gostaria de mais informações sobre a Blanche seus aspectos, características, jeitos, gestos chamativos, se puderem me ajudar agradeço!
[Leia outros Comentários de Bia Gobbo]
10/9/2003
01h05min
O texto está maravilhoso!Seria bom ter sempre textos sobre grandiosas obras como esta.
[Leia outros Comentários de Patricia Pacheco]
22/11/2003
23h57min
Adorei esta página. Me deu uma boa vista da peça, afinal, tenho que interpretar os papéis de Blanche e Stella (em duas versoes diferentes, obviamente) para poder passar em um curso muito requisitado de teatro. Qualquer estudo, para uma atriz, é sempre de grande ajuda... Sem contar q sou uma grande fã de Tennesee Williams. Adoro "A Margem da Vida"!! Grata!
[Leia outros Comentários de Lika]
21/8/2007
12h07min
Achei muito interessante a abordagem do livro em forma de peça, fico grata que tenha páginas a respeito de literatura e de total apoio cultural. Vocês estão de parabéns, exatamente por que estou fazendo um traballho sobre Tennesee Williams, que adoro. "Obrigada".
[Leia outros Comentários de sonia de oliveira]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Précis Dhistoire Romaine
Marcel Bordet
Armand Colin
(1969)



De Parte de La Princesa Muerta
Kenizé Mourad
Tusquets
(2001)



Poesias - Coleção L-pm Pocket
Fernando Pessoa
L&pm
(2003)



Alaska Trees and Shrubs
Leslie A. Viereck , Jr. Elbert L. Litt
Forest Service U S Departmen
(1972)



Operação Cavalo de Tróia 4 - Nazareth
J. J. Benítez
Mercuryo
(1990)



Os Gnomos do Ipiranga
Shiyozo Tokutake
Atual
(1995)



Life and Works of Renoir
Janice Anderson
Siena
(2002)



Mãe Beata de Yemonja - Guia, Cidadã, Guerreira
Haroldo Costa
Garamond
(2010)



Tudo Que Voce Precisa Saber
Siro Darlan de Oliveira
Dp&a
(2004)



Coaching - Mude seu mindset para o sucesso - volume 2
Jaques Grinberg
Literare Books International
(2019)





busca | avançada
73783 visitas/dia
2,7 milhões/mês