A volta do quadrinho nacional | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
37300 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 23/8/2002
A volta do quadrinho nacional
Gian Danton

+ de 9200 Acessos

Durante muito tempo, os quadrinhos nacionais passaram por uma fase de hibernação. Depois dos períodos áureos da Grafipar, Vechi (início dos anos 80) e Press (meados dos anos 80) e de esporádicos sopros de vida nos anos 90, a HQ nacional pareceu desaparecer. O lançamento da série Escala Graphic Talents mostrou que o problema não era criativo, mas de oportunidade. A coleção tem colocado nas bancas, de quinze em quinze dias, novas revistas de quadrinho nacional com ótima qualidade gráfica e impressão em policromia.

Quem conhece o mercado de quadrinho sabe que a iniciativa da Escala tem por objetivo suprir o vácuo deixado no mercado pelas grandes editoras, em especial a Abril, que cancelou toda a sua linha de gibis. As revistas da DC Comics (Super-homem, Batman) estão sem editora e as revistas da Marvel Comics (Homem-aranha, X-men) passaram a ser publicadas pela Panini, com acabamento de primeira, mas preços proibitivos. A idéia da Escala é conquistar aquele leitor que está se iniciando na arte sequencial e sai da escola querendo comprar algo que seja divertido e barato. Em tempo: todas as revistas da coleção custam apenas R$ 1,50. Certamente os gibis mais baratos das bancas.

A iniciativa também representa um contrato de risco com os artistas. Cada revista tem apenas uma edição. Se vender o suficiente, a história se estende por uma minissérie de três partes. Se continuar vendendo bem, o título pode virar uma revista de linha.

O resultado, claro, é muito irregular. Mas a idéia é essa mesma: produzir em quantidade para fazer, daí, aparecer a qualidade. É o que acontece com todos os quadrinhos do mundo. Na Europa, Japão e EUA são publicados anualmente inúmeros títulos, muitos deles totalmente irrelevantes. Mas, no meio de muitas revistas, surgem verdadeiras pérolas. Até há pouco tempo eram publicados no Brasil três ou quatro títulos nacionais e os leitores queriam cobrar desses uma qualidade equivalente aos melhores trabalhos gringos.

A Escala acerta ao não limitar os títulos a um só gênero, como o de super-heróis. Há revistas de sátiras, de heróis, de suspense, de ficção-científica e até versões tupiniquins de desenhos animados japoneses. O quadrinho americano entrou num beco sem saída justamente por se especializar demais. Nas décadas anteriores os comics americanos apresentavam títulos para os mais variados tipos de leitores, das meninas que adoravam histórias românticas aos fãs de terror. Na década de 90 o mercado americano se especializou em super-heróis e hoje faz apenas histórias de super-heróis para fãs que acompanham todas as revistas de uma editora. O mercado se torna cada vez menor.

A série Escala Graphic Talents revelou pelo menos uma obra-prima. A revista Carcereiros, de Nestablo Ramos Neto e Eduardo Miranda é uma ótima história de suspense no estilo Arquivo X e Millenium. Quem curte esse tipo de trama vai se espantar com a competência com a qual os autores conseguiram criar um clima sombrio para a HQ e, ao mesmo tempo, surpreender o leitor.

Na linha infantil, o que mais chamou minha atenção foi Gamemon. Como o leitor esperto poderá imaginar, trata-se de uma versão dos desenhos japoneses, como Digimon. É uma revista certamente oportunista, mas, nas mãos de Arthur Garcia, a história ganha uma outra dimensão. Arthur Garcia é um veterano dos quadrinhos e foi responsável, na década de 90, por adaptações de vários vídeo-games para os gibis. Ninguém mais abalizado que ele para criar uma versão nacional dos Digimons, portanto. E, muitas vezes, o que surge como cópia, pode tomar tonalidades muito particulares. Muitos dizem, por exemplo, que A Turma da Mônica era um plágio das histórias do Snoopy. De fato, ambas as histórias têm um menino perdedor, uma menina mandona, um menino sujinho, um cachorro... Mas hoje poucos conseguem perceber a semelhança entre as duas séries. Talvez, se sobreviver e conquistar a preferência dos leitores, os Gamemons tomem uma cara tipicamente nacional.

Outro destaque é a Velta, de Emir Ribeiro. Velta existe há quase trinta anos e nesse período vem sendo publicada, initerruptamente em fanzines e publicações alternativas. Emir Ribeiro fez com super-heróis o que Carlos Zéfiro fez com o erotismo: criar um produto tipicamente nacional. De histórias iniciais calcadas no jeito americano de fazer comics, a personagem evoluiu para tramas que discutem, inclusive, problemas sociais de nosso país. Emir Ribeiro é um desenhista reconhecido no mercado norte-americano, tendo trabalhado, ao lado de Mike Deodato Jr., em publicações como Mulher-maravilha, Vingadores e Thor. Isso dá uma aval e tanto para a revista. O único ponto fraco são os roteiros, que não estão à altura da arte.

A coleção traz ainda diversas outras revistas, no mais variados estilos. Desde histórias sobre caipiras no estilo infantil, como A Turma do Barnabé, até a série Mico-legal, que tem como protagonistas animais. Essa última, inclusive, foi a primeira a passar para a segunda fase do projeto, quando a revista ganha mais três edições.

Mas o quadrinho nacional não está representado só pelo Escala Graphic Talents. A revista A Classe Média Agradece, de André Diniz e Marco, mostra uma ótima história policial ambientada no Rio de Janeiro. Os mais antenados vão se lembrar do seqüestro de um ônibus no Rio de Janeiro que terminou com a morte de uma refém e de um assaltante. A partir desse fato básico, tirado dos noticiários, Diniz constrói uma trama detalhada sobre o submundo do crime. Ao ler A Classe Média Agradece, é fácil perceber porque André Diniz ganhou o prêmio Ângelo Agostini de melhor roteirista de 2000. A revista pode ser pedida gratuitamente através do e-mail: nonaarte@nonaarte.com.br.

André também mantém um site sobre quadrinhos, Nona Arte no qual disponibiliza o gibi eletrônico Pixel, na qual podem ser encontradas histórias de quadrinistas famosos, como Shimmamoto, Antonio Eder e Laudo. Também na Pixel podem ser encontradas histórias deste que vos escreve.


Gian Danton
Macapá, 23/8/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Notas confessionais de um angustiado (Final) de Cassionei Niches Petry
02. Domingão, domingueira de Ana Elisa Ribeiro
03. Paris branca de neve de Renato Alessandro dos Santos
04. De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho de Renato Alessandro dos Santos
05. Nos braços de Tião e de Helena de Renato Alessandro dos Santos


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton em 2002
01. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
02. A teoria do caos - 22/11/2002
03. Público, massa e multidão - 30/8/2002
04. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
05. O filósofo da contracultura - 18/10/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HISTÓRIA DA RIQUEZA DO HOMEM - 19ª EDIÇÃO
LEO HUBERMAN
ZAHAR
(1983)
R$ 23,90



GRAMÁTICA ESSENCIAL
JOSÉ DE NICOLA E ULISSES INFANTE
SCIPIONE
R$ 10,00



IMPOSTO DE RENDA DAS EMPRESAS
EDMAR OLIVEIRA ANDRADE FILHO
ATLAS
(2008)
R$ 40,00



VEJA CARROS VERMELHOS
LAURA GOODRICH
BEST SELLER
(2012)
R$ 38,00



THE MAGICAL CHRISTMAS CAT
LORA LEIGH
BERKLEY
(2008)
R$ 16,30



O HOMEM QUE SABIA JAVANÊS
LIMA BARRETO
ESCALA EDUCACIONAL
(2011)
R$ 14,00



RONDA ESPIRITUAL
ISIDORO DUARTE SANTOS
ESTUDOS PSÍQUICOS DE LISBOA
(1952)
R$ 32,00



O MISTÉRIO DOS SIGNOS
DISNEY
ABRIL
(2013)
R$ 35,00



OS IMPRESSIONISTAS - GAUGUIN (ARTES PLÁSTICAS)
DANIEL WILDENSTEIN/RAYMOND GOGNIAT
TRÊS
(1973)
R$ 12,00



IANELLI OS CAMINHOS DA FIGURAÇÃO
WALDIR SIMÕES DE ASSIS FILHO E KATIA IANELLI
MAB FAAP
(2004)
R$ 50,00





busca | avançada
37300 visitas/dia
1,3 milhão/mês