Comentários de Célio José Ramiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
45069 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto cultural leva cinema até paradas de descanso de caminhoneiros
>>> HOMENS NO DIVÃ Ano XV
>>> Paulo Goulart Filho é S. Francisco de Assis na peça de Dario Fo
>>> Momo e o Senhor do Tempo estreia dia 15 de janeiro
>>> Rafa Castro leva canções de Teletransportar ao palco do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Museu dos brinquedos
>>> O engano do homem que matou Lennon
>>> 1º de Novembro de 2014
>>> Overmanos e Overminas do Brasil, uni-vos!
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> BDRs, um guia
>>> Papai Noel Existe
>>> Viva a revolução
>>> Blogs: uma ficção
>>> Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques
Mais Recentes
>>> Sociedade Anônima de Minas Kuyumjian Neto pela Clip (1987)
>>> O Jovem Mandela de Jeosafá Fernandez Gonçalves pela Nova Alexandria (2013)
>>> Lawyers and Other Reptiles de Jess M. Brallier pela Contemporary (1992)
>>> Dictionary of Obstetrics and Gynecology de Vários autores pela Gruyter (2022)
>>> Curas Mediúnicas - Argumentos que Esclarecem, Fatos que Comprovam de Expedito de Miranda e Silva pela Ab (2013)
>>> Mba Compacto - Planejamento de Negócios para o Crescimento de Philip Walcoff pela Campus (2003)
>>> Pode beijar a noiva de Patricia Cabot; Sulamita Pen pela Essencia (2011)
>>> Lava Jato - o Juiz Sérgio Moro e os Bastidores da Operação Que Abalou de Vladimir Netto pela Primeira Pessoa (2016)
>>> A Empresa Pensante de Moshe F Rubinstein; Iris R Firstenberg pela Futura (2000)
>>> Mal Secreto de Zuenir Ventura pela Objetiva (1988)
>>> As 100+: O guia de estilo que toda mulher fashion deve ter de Nina Garcia pela BestSeller (2009)
>>> Caderno de Rabiscos Para Adultos Entediados no Trabalho de Claire Faÿ pela Intrínseca (2008)
>>> Filha, Mãe, Avó e Puta: A história de uma mulher que decidiu ser prostituta de Gabriela Leite pela Objetiva (2009)
>>> O Filme Perfeito: picture perfect de Jodi Picoult pela Planeta (2009)
>>> Lealdade E-loyalty de Ellen Reid Smith pela Campus (2001)
>>> Histórias Amareladas de Sonia Rosa pela Rovelle (2015)
>>> Os Judeus Povo Ou Religião? de Francisco Corrêa Neto pela Francisco Corrêa Neto (1987)
>>> Gerenciando Pessoas de Idalberto Chiavenato pela Makron Books (1992)
>>> Santinho de Luis Fernando Verissimo pela Cia Das Letrinhas (2017)
>>> Tudo Pode Mudar de Jonathan Tropper pela Arqueiro (2012)
>>> Álgebra Linear de Plinio Barbieri Filho; Isabel Cristina de Oliveira; Laura Maria da Cunha pela Autores
>>> Poesia Numa Hora Dessas? de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2002)
>>> Longe é um lugar que não existe de Richard Bach; A. B. Pinheiro De Lemos; H. Lee Shapiro pela Record (1990)
>>> Cidadão Turner de Robert Goldberg e Gerald Jay Goldberg pela Record (1997)
>>> Planos de Marketing - Como Preparar - Como Usar de Malcolm H. B. Mcdonald pela Gráfica e Jb (1993)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Terça-feira, 5/4/2011
Comentários
Célio José Ramiro


Não dá para comparar
Boa noite! Em outro comentário que fiz, neste mesmo local, já se discutia a preocupação de certas pessoas, com relação as dúvidas quanto a sobrevivência dos jornais convencionais. No entanto me lembro da indignação de alguns. Não têm como ignorar os fatos relatados no texto, são verdadeiros e têm ajudado muito no mundo em que vivemos hoje. Isso é evolução de tecnologia, e o que é melhor, para o acesso de todos, não tendo espaço para discriminações, ainda ocorre, é claro, mas os indivíduos colocam os seus pontos de vista "sem censura". Obviamente que temos que ter bom senso e responsabilidade nos compartilhamentos de relações. Existem os babacas, é claro. Mas atente a uma coisa: é a liberdade de expressão, que aliada a responsabilidade, tem ajudado muita gente e aberto os olhos de muitas pessoas, e povos inteiros. Agora sim, sem restrições com acesso a informações numa velocidade fantástica. Gosto dos jornais escritos, tanto é que os leio, mas não dá para comparar...

[Sobre "E a internet está, de novo, mudando o mundo... no Egito, na Líbia..."]

por Célio José Ramiro
5/4/2011 às
23h27 189.72.184.90
 
Não soframos pelos jornais
Olha, pessoal, tem coisas e fatos que são inevitáveis. A vida tem me ensinado que esperar algo acontecer, sem sofrer, quando não podemos evitar, é mais sábio. Toda vez que tiram algo da gente (nesse caso, de muita gente) nos entristece. (Mas toda atividade do ser humano impacta o meio ambiente, existem impactos positivos e negativos). Será que acabar com jornais vai funcionar? Gosto muito de ler jornais, mas a velocidade das informações atropelaram esse meio. Então se a "modernidade" nos sugere ferramentas de informação virtual, vamos a elas. Se só nos restar saudades, não soframos com isso. As novas gerações, mais ou menos cultas que outras, estão aí e cedo ou tarde tomarão as rédeas. Portanto, vivamos em comunhão. Sem perder o foco, é claro. Também não acho esse processo bom. Acho até que o homem vem atropelando a si mesmo há várias décadas. Tudo passa, tudo passa, menos o tempo de cada um.

[Sobre "João Moreira Salles e o fim"]

por Célio
27/8/2010 às
23h52 187.52.93.201
 
Nem machista nem feminista
Não sei se devo, ou se posso falar diretamente com a Débora, mas vou mandar. Débora, boa noite! Achei excelente o diálogo que teve com a sua irmã caçula, porém farei alguns questionamentos. Quantas mulheres, como você, têm essa compreensão e convicção de qual é o seu real papel "nessa laranjada"? Já lhe ocorreu que muitas pessoas estão nessa situação por aceitarem o que nos foi ensinado e até imposto pelas gerações anteriores? E você também não acha que várias pessoas estão nesta condição por pura conveniência? Bem! De uma forma ou de outra, independente da escolha de cada um, quero lhe dar os parabéns, não só pelo texto, mas também por você estar passando esse pensamento que, com todo respeito, e se você me permitir, compartilho nesse momento. Não sou machista nem feminista, mesmo porque acho que esses dois rótulos não são necessários para um bom relacionamento entre homens e mulheres (salvaguardando e respeitando as pessoas com outras escolhas de relacionamentos), não é competição...

[Sobre "Metade da laranja ou tampa da panela?"]

por Célio José Ramiro
31/7/2010 às
23h01 187.52.93.201
 
Se preparem, vem mais por aí
Particularmente, na minha visão de pequeno empresário, acho que a crise americana foi e está sendo a crise americana. No Brasil, os reflexos vieram é dar um "UP" na economia. Não reaproveitar, não reciclar, não economizar e desperdiçar são passos largos para o colapso de qualquer povo. Acho até que demorou... Não é pessimismo, mas vem mais por aí.

[Sobre "A Economia das Crises, por Nouriel Roubini e Stephen Mihm"]

por Célio José Ramiro
17/7/2010 às
14h53 189.63.33.1
 
A grande sacada de Roubini
Sinceramente, desculpe a minha ignorância. Estou falando sério, mesmo, me desculpe. Mas o guru Roubini, o qual confesso que não saber nada a respeito, por isso nem me atrevo a comentar, mas com todo respeito, a crise era inevitável e clara, tal como quem gasta mais do que ganha. Talvez a grande sacada fosse saber quando ela iria ocorrer. Aí está a grande sacada.

[Sobre "A Economia das Crises, por Nouriel Roubini e Stephen Mihm"]

por Célio José Ramiro
17/7/2010 às
14h44 189.63.33.1
 
Pequenas ações, já!
Com relação ao "nosso planeta", não importa se ganhando Marina ou outro candidato: mudem! É de responsabilidade de todos os cuidados com o meio ambiente, então mude seus maus hábitos. Alguns oportunistas fazem parecer modismo o assunto, mas não é! É urgente, estamos acabando com a vida do "nosso planeta", ou seja, com a nossa própria existência. Não deixem só para os "nossos governantes". Faça já. Pequenas ações podem ser começadas agora.

[Sobre "Marina Silva (a terceira via?)"]

por Célio José Ramiro
17/7/2010 às
13h29 189.63.33.1
 
Momento político importante
Boa tarde! Excelente e muito oportuno o texto. Acho que estamos vivendo o momento mais importante, até agora, da política nacional. Como foi dito em relação ao nosso FHC, os títulos de mestre, dr. etc. são de suma importância para que o "feitor" possa gerir qualquer "empreendimento ou governo". Conhecimento é fundamental. Mas não é tudo, o que vale mesmo é a índole o, caráter da pessoa. Existe muito "bandido" por aí com título de dr. no exterior... E chega de assistencialismo, resgatar a dignidade do povo brasileiro, sim, é o caminho.

[Sobre "Marina Silva (a terceira via?)"]

por Célio José Ramiro
17/7/2010 às
12h58 189.63.33.1
 
Mudar é vital
Texto sincero e verdadeiro, gostei! Sou engenheiro civil (um pouco de influência e também escolha própria), mas a insatisfação veio pelo envoltório (corrupção, jeitinho brasileiro, falta de ética etc.). Quero mudar, mas estou sem forças para buscar. Somos cobrados pela sociedade, pelos filhos, enfim, por todos, mas acho que aí é que está a força das pessoas que têm coragem de mudar, em que mares navegar. Ainda não descobri esta força, mas acho que estou no caminho, pois já penso em mudar. Lendo os comentários acima, parece tudo muito fácil, mas sei que não é. Tenho que admitir que preciso de ajuda. Me aguardem: um dia desses ainda farei um comentário (ou até depoimento). Não é tão simples mudar, mas analisando tudo que li e que já vivi é vital a mudança, para que possamos ser pelo memos um pouco feliz.

[Sobre "A ousadia de mudar de profissão"]

por Célio José Ramiro
25/2/2008 às
23h40 200.140.64.251
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Sempre é Tempo
Wanda A. Canutti
Eme
(2007)



Lucíola
José de Alencar
Melhoramentos
(2012)



The Lost Language of Cranes
David Leavitt
Bantam Music
(1987)



Problemas de Redação
Alcir Pécora
Martins Fontes
(2012)



In Search of a Missing Friend
Maureen Simpson
Hub
(2011)



Atos de Paulo e Tecla
Cláudio da Chaga Soares
Fonte Editorial
(2017)
+ frete grátis



Ponto de Inflexão
Flávio Augusto
Buzz
(2018)



Construindo a Educação Inclusiva - Teoria e Prática (lacrado)
Maria Leonor Borges, Cláudia Luisa
Papa-letras
(2020)



Para Gostar de Ler Volume 8 - Contos
Graciliano Ramos; Outros
Atica
(1994)



O Guardião Invisível
Dolores Redondo
Record
(2014)





busca | avançada
45069 visitas/dia
1,9 milhão/mês