Marina Silva (a terceira via?) | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Coletivo Mani Carimbó é convidado do projeto Terreiros Nômades em escola da zona sul
>>> CCSP recebe Filó Machado e o concerto de pré-lançamento do álbum A Música Negra
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
>>> Projeto Sinos volta a Teresópolis para oferecer aulas gratuitas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 2006, o ano que não aconteceu
>>> Com ventilador, mas sem educação
>>> Nem capitalismo, nem socialismo, nem morte
>>> O blog do Luiz Schwarcz
>>> Do Surrealismo
>>> Fórum das Letras 2007
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Andaime, de Sérgio Roveri
>>> Um lugar para o tempo
>>> A nova queda da Bastilha
Mais Recentes
>>> O processo da educação volume 126 de Jerome bruner pela Companhia Nacional (1987)
>>> Livro Infanto Juvenis E O Palhaço O Que É? Série Arca de Noé de Guto Lins pela Ftd (2007)
>>> Livro Psicologia Liberte Sua Personalidade de Maxwell Maltz pela Best Seller (1971)
>>> As Aventuras De Sherlock Holmes - Contos - Volume 1 de Arthur Conan Doyle ; Leslie S. Klinger pela Zahar (2010)
>>> Quatro gigantes da alma de Mira y Lopez pela Lte
>>> Livro História do Brasil O Regime de Vargas Os Anos Críticos 1934-1938 de Robert Levine pela Nova Fronteira (1980)
>>> Como Confiar Em Si e Viver Melhor de Norman Vincent Peale pela Cultrix (1974)
>>> Livro Infanto Juvenis Lendas Negras de Júlio Emílio Braz, Salmo Dansa pela Ftd (2006)
>>> Livro A Economia Brasileira Em Marcha Forçada de Antonio Barros de Castro e Francisco Eduardo Pires de Souza pela Paz e Terra (1995)
>>> Homens São De Marte, Mulheres São De Vênus: Um Guia Prático Para Melhorar A Comunicação E Conseguir O Que Você Quer Nos Seus Relacionamentos de John Gray pela Rocco (1997)
>>> Livro Linguística Crise na Linguagem a Redação no Vestibular de Maria Thereza Fraga Rocco pela Mestre Jou (1981)
>>> The Battle of Britain - The Jubilee History de Richard Hough, Denis Richards pela Coronet Books (1990)
>>> Morte Invisível de Agnete Friis ; Lene Kaaberbøl pela Arqueiro (2015)
>>> The Traveller guide de Teresa Perez pela Suiça
>>> Gibis O Velho Logan Uma Nova Chance, Um Novo Recomeço... Volume 5 de Marvel pela Panini Comics (2016)
>>> Guia Turismo 10 São Francisco de Dk pela Publifolha (2007)
>>> Psicologia da Conduta de José Bleger pela Artes Médicas (1984)
>>> The Kamikazes - The Incredible Story of Japan's Most Desesperate Wartime Gamble de Edwin P. Hoyt pela Panther Books (1985)
>>> Livro Literatura Estrangeira O Que Toda Criança Gostaria Que Seus Pais Soubessem de Dr. Lee Salk pela Record (1972)
>>> Guia Turismo 10 Roma de Publifolha pela Publifolha (2007)
>>> Pokémon Firered & Leafgreen Vol. 1 de Hidenori Kusaka - Satoshi Yamamoto Ilustração pela Panini Comics (2006)
>>> Hitler's Secret War in South America, 1939-1945 de Stanley E. Hilton pela Ballantine Books (1981)
>>> Os Impostores de Chris Pavone pela Arqueiro (2013)
>>> Livro Infanto Juvenis O Guarda-chuva Do Vovô de Carolina Moreyra pela Dcl (2008)
>>> Eldorado de Michael Pye pela Circulo do Livro (1983)
COLUNAS >>> Especial Eleições 2010

Sexta-feira, 16/7/2010
Marina Silva (a terceira via?)
Rafael Rodrigues
+ de 5800 Acessos
+ 4 Comentário(s)


Marina Silva no traço de Paulo Caruso

Quando se fazem comentários ou previsões sobre uma eventual vitória de Marina Silva nas eleições para a Presidência da República, um dos pontos mais abordados se refere à governabilidade. O escritor Milton Hatoum, ele mesmo um amazonense, e talvez seja por isso que vê com bons olhos a candidatura de uma pessoa verdadeiramente preocupada com o meio-ambiente e com o desenvolvimento sustentável, diz, em um artigo, que "se Marina Silva for eleita, seu primeiro grande desafio será a governabilidade. Como o PV vai obter uma maioria no congresso nacional? Com minoria no congresso, é impossível governar. É nesse momento que a chantagem e a barganha por cargos entram escancaradamente em cena e minam as boas intenções de qualquer Presidente da República".

Lembremos que, em nome da governabilidade, o presidente Lula e o PT fizeram as mais improváveis e escusas alianças políticas já vistas no Brasil. Nunca antes na história desse país, para utilizar um dos bordões do presidente, vimos tantos conchavos até então impossíveis de serem realizados. Foi em nome da governabilidade que o PT apoiou José Sarney, figura sempre envolta nos mais abomináveis fatos e escândalos. Foi em nome da governabilidade que o PT recebeu, de braços abertos, o apoio de Fernando Collor de Mello, aquele nosso ex-presidente que, entre outras coisas, transformou a economia brasileira em um verdadeiro caos.

Tais alianças foram/são defendidas com unhas e dentes por petistas. Segundo eles, foram acordos inevitáveis; caso não fossem feitos, seria muito mais difícil ter a maioria necessária no Congresso para aprovar projetos etc. Daí que o raciocínio lógico, quando se trata de uma eventual vitória de Marina Silva, é mais ou menos o seguinte: se o PT, que é um grande partido, que vem ganhando terreno nas últimas eleições, aumentando o número de prefeitos, governadores e deputados eleitos, tem dificuldades para governar e precisa trocar apoio com José Sarney, Fernando Collor e outros que tais, o PV, pequeno que é, não conseguiria fazer nada, aprovar nada, propor nada. Caso a chapa do PV vença a eleição, o Brasil seria "ingovernável".

Questionada sobre isso em sua mais recente participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, transmitido no dia 14 de junho de 2010, a candidata disse que iria tentar o que nunca antes foi tentado: uma conversa com PT e PSDB, para quem sabe desse diálogo surgir uma coalizão em prol do Brasil. É utópico? É. Mas é impossível? Não.

A eleição de Lula em 2002 foi um acontecimento excepcional, é verdade, mas se comparada com uma eventual vitória de Marina Silva, não seria tão emblemática. Antes de 2002, Lula disputou três vezes a presidência. Em mais de dez anos tentando chegar ao Planalto, não apenas ele, mas também o PT mudou bastante. Deixou de lado certos posicionamentos extremados e foi, de certa forma, se centralizando. Tanto Lula quanto seu partido se distanciaram da esquerda utópica e se aproximaram da esquerda possível. Não foi à toa que, durante a campanha, chamavam o então candidato de "Lulinha paz e amor". Isso é tão visível a olhos nus que a distância entre a esquerda defendida hoje pelo PT e a direita, representada com mais destaque pelo PSDB, não é a mesma de 8 anos atrás.

Quando Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos, em 2008, muita gente comparou o acontecido com a vitória de Lula em 2002. Mas a candidatura que mais tem semelhanças com a de Obama é justamente a de Marina Silva. Primeiro, pela cor da pele. Dizemos que não, mas somos, sim, uma nação preconceituosa. Apesar de nossa população ser composta, em sua maioria, por pessoas negras, o Brasil tem constantemente provado ― e isso volta e meia é noticiado ― que é um país racista. Não tanto como os Estados Unidos são/foram, é verdade, mas um grande número de brasileiros carrega esse preconceito deplorável em suas costas. Segundo porque Obama venceu a eleição na primeira vez em que disputou, o que pode acontecer agora, com Marina. E terceiro porque teríamos no poder uma pessoa preocupada com o desenvolvimento sustentável e com o meio ambiente ― apesar de o presidente norte-americano estar desapontando não apenas sua nação, mas o mundo inteiro, no que se refere às questões ambientais.

É preciso reconhecer que o Brasil progrediu muito nos últimos 8 anos. Não há como negar que o governo Lula fez muitos avanços, mas é preciso também admitir que muito mais poderia ter sido feito. A educação não pode ser tratada como vem sendo, por exemplo ― nem pode ser tratada de maneira pior, como fez o governo anterior; uma ironia, aliás, visto que o ex-presidente é um intelectual que coleciona títulos de doutor honoris causa, conferidos por diversas universidades conceituadas. A saúde pública, no Brasil, merece maiores cuidados, mais investimentos, assim como a segurança pública. Entre os três candidatos à presidência de maior destaque, Marina Silva é provavelmente a que melhores condições tem de lidar com esses assuntos, que deveriam ser "prioridade zero", como diria Lula, mas que não foram assim tratados pelo seu governo.

Mesmo sendo a mais íntegra e equilibrada entre os três principais candidatos, Marina Silva vem sendo constantemente alvo de mal-entendidos e comentários levianos por conta de sua religião. De formação católica, Marina converteu-se ao evangelismo, e sua escolha religiosa não é bem vista por muitas pessoas. Suas declarações sobre questões polêmicas como aborto e casamento entre pessoas do mesmo sexo volta e meia são distorcidas. No Roda Viva ela, mais uma vez, esclareceu sua visão a respeito desses assuntos: quanto ao aborto, prefere que seja feito um plebiscito para as questões não previstas em lei (a legislação brasileira permite o aborto em caso de gravidez consequente de estupro, por exemplo); sobre os homossexuais, ela é contra qualquer tipo de preconceito ― óbvio ― e é a favor da união civil, mas é sincera ao dizer que não é a favor do casamento. São posições muito claras e sinceras, mas ainda há quem tente inventar factóides para prejudicar a candidata. Um jogo sujo e baixo, coisa que infelizmente predomina na política.



Depois da vitória do PT em 2002, criou-se o slogan de que "a esperança venceu o medo". Agora, depois desses 8 anos de governo Lula, talvez o slogan devesse ser outro. "As promessas deram lugar à incompetência", ou algo do tipo. A esperança, a verdadeira esperança, de um país mais justo e mais igual, e não apenas aparentemente igual ― porque, da forma como as coisas foram feitas, a distribuição de riqueza no país continua a mesma e, se falarmos a verdade, não foram as classes mais baixas que foram "promovidas" à classe média, mas sim a classe média que caiu alguns degraus ― renasce agora, na figura de Marina Silva. Uma mulher negra que trabalhou em seringais, foi empregada doméstica, estudou, diplomou-se, elegeu-se senadora por um estado que dizem não existir (o Acre; mas foi de lá que também veio o gênio Armando Nogueira) e que agora tem a chance de chegar à Presidência da República Federativa do Brasil. Sua luta, como já disseram por aí, parece a de um Davi contra não apenas um, mas dois Golias. Ela pode vencê-los? Nós podemos finalmente fazer deste país uma terra mais justa para todos?

Sim, ela pode. Sim, nós podemos.

Nota do Autor
Meus sinceros agradecimentos a Diogo Salles, Guilherme Montana e Rafael Fernandes pelas conversas sobre política, que foram de suma importância para a finalização deste texto.


Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 16/7/2010

Quem leu este, também leu esse(s):
01. 2013: mulheres escritoras e suas artes de Eugenia Zerbini
02. Veja e Cachoeira: relações perigosas de Gian Danton
03. O gato diz adeus de Marcelo Spalding
04. Será que livro é lugar de crônica? de Marcelo Spalding
05. Valeu a espera de Rafael Lima


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2010
01. Meus melhores livros de 2009 - 22/1/2010
02. O altar das montanhas de Minas - 21/5/2010
03. O grande jogo de Billy Phelan - 2/4/2010
04. O petista relutante - 29/10/2010
05. Sobre o preço dos livros 1/2 - 20/8/2010


Mais Especial Eleições 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/7/2010
12h58min
Boa tarde! Excelente e muito oportuno o texto. Acho que estamos vivendo o momento mais importante, até agora, da política nacional. Como foi dito em relação ao nosso FHC, os títulos de mestre, dr. etc. são de suma importância para que o "feitor" possa gerir qualquer "empreendimento ou governo". Conhecimento é fundamental. Mas não é tudo, o que vale mesmo é a índole o, caráter da pessoa. Existe muito "bandido" por aí com título de dr. no exterior... E chega de assistencialismo, resgatar a dignidade do povo brasileiro, sim, é o caminho.
[Leia outros Comentários de Célio José Ramiro]
17/7/2010
13h29min
Com relação ao "nosso planeta", não importa se ganhando Marina ou outro candidato: mudem! É de responsabilidade de todos os cuidados com o meio ambiente, então mude seus maus hábitos. Alguns oportunistas fazem parecer modismo o assunto, mas não é! É urgente, estamos acabando com a vida do "nosso planeta", ou seja, com a nossa própria existência. Não deixem só para os "nossos governantes". Faça já. Pequenas ações podem ser começadas agora.
[Leia outros Comentários de Célio José Ramiro]
19/7/2010
18h52min
Banco Central que não diminui o custo do dinheiro, contribuindo para os grandes investidores/especuladores acumular mais e mais riqueza... Na morte não levam nada. Quando em vida, se ela lhes deu a graça de serem competentes para ganhar dinheiro, que ele seja meritório para atender a quem não tem essa facilidade de saber "fazer" falcatruas e improbidades administrativas. Basta tirar o excesso de uns. Ninguém consegue almoçar mais de um quilo por vez. O resto é mesmo resto. Ganância, simplesmente. Abraços.
[Leia outros Comentários de Cilas Medi]
23/7/2010
08h55min
O problema que nós temos no Brasil é o mesmo que há nos EUA. Os governantes, não importando o partido nem os discursos, são apenas marionetes dos financistas do Estado (vejam e investiguem quem é a elite no Brasil). Essa elite financia todos os partidos, assim nosso poder de voto fica anulado. Nenhum presidente "governa" para o povo, todos "controlam" o povo em prol dos interesses das grandes corporações e seus grandes banqueiros. A pressão exercida pela elite que controla o Estado não dá poder de governabilidade a absolutamente nenhum de seus marionetes. Quem ainda acredita nessa bobagem, que os governantes têm o poder da governabilidade? O poder de voto do cidadão, é influenciado e controlado pela mídia. É esta quem define qual será eleito, e de tal forma, que ilude numa falsa autonomia, ou livre escolha. E por favor, parem de propagandear, que o Brasil é um país racista. Racista é a elite do Brasil e não todo o povo. Marina não será eleita porque a elite tem outros planos para ela.
[Leia outros Comentários de Márcia Zaros]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Os Poetas Romanticos Brasileiros - Gonçalves Dias - 2 Volumes
Gonçalves Dias
Waldré



As Melhores Histórias Americanas
O. Henry; Saroyan; Faulkner; Hemingway
Saga
(1969)



Coleção 5 Livros História de Parana Questão de Honra + Conquista Pacífica de Guarapuava + Glotildes ou Marias Verberação dos Demônios
F. R. Azevedo Macedo; Domingos Pellegrini; Etelvina M. de Castro Trindade
Fundação Cultural; Quem de Direito
(2000)



Marília de Dirceu (Poesia Brasielira)
Tomás Antonio Gonzaga
L&PM
(1998)



Beauty Beleza - A Sua Coleção Definitiva de Beleza
Vários autores
Cedic
(2011)



Livro Literatura Estrangeira Convergente Uma Escolha Vai te Definir Série Divergente III
Veronica Roth
Rocco Jovens Leitores
(2014)



Hierarquias, Raça e Mobilidade Social
Org. Célia Cristina da Silva Tavares, Rogério de Oliveira Ribas
Contra Capa
(2010)



Livro em Box A Mulher Ruiva
Orhan Pamuk
Companhia das Letras / Tag
(2020)



A Dieta do Abdômen
David Zinczenko
Sextante
(2005)



A Chave do Teatro a Porta da Frente 367
Blandina Franco
Sem





busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês