Comentários do IP 200.179.45.130 | Digestivo Cultural

busca | avançada
61431 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Inspirado nas Living Dolls, espetáculo de Dan Nakagawa tem Helena Ignez como atriz convidada
>>> As Caracutás apresentam temporada online de Tecendo Diálogos com bate-papo e oficina
>>> Obra de referência em nutrição de plantas ganha segunda edição revista e ampliada
>>> FAAP promove bate-papo com as atrizes Djin Sganzerla, Zezita Matos e com o diretor Allan Deberton
>>> Elísio Lopes Jr comanda oficina gratuita de dramaturgia nesta sexta-feira (27)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
Colunistas
Últimos Posts
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques
>>> Para você estar passando adiante
>>> Um brasileiro no Uzbequistão (II)
>>> Da História, De Livros e De Bibliotecas
>>> Sultão & Bonifácio, parte II
>>> Ser intelectual dói
>>> Vera Schettino
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> The world has gone blog mad
>>> É, não ser vil, que pena
Mais Recentes
>>> A Vida é Bela no Trabalho de Dominique Glocheux pela Sextante
>>> Eugène Delacroix 1798-1863: O Príncipe do Romantismo de Gilles Néret pela Taschen (2001)
>>> Agora Aqui Ninguém Precisa de Si de Arnaldo Antunes pela Companhia das Letras (2015)
>>> Nu de Botas de Antonio Prata pela Companhia das Letras (2013)
>>> Trilogia Suja de Havana de Pedro Juan Gutiérrez pela Companhia das Letras (1999)
>>> As Religiões no Rio de João do Rio pela Jose Olympio (2015)
>>> A Teoria da Causa Madura no Processo do Trabalho de Ben-hur Silveira Claus pela Ltr (2019)
>>> Pimentas de Raul Lody pela Nacional (2018)
>>> Zen a a Arte de Manutenção de Motocicletas de Robert M. Pirsig pela Paz e Terra (1984)
>>> Monobloco - uma Biografia de Leo Morel pela Azougue (2015)
>>> Lei Antiterror Anotada - Lei 13. 260 de Acácio Miranda Silva Filho, Alex Wilson Ferreira pela Foco (2018)
>>> Marketing de Nichos de Alexandre Luzzi las Casas pela Atlas (2015)
>>> Mundo do Luxo de Mark Tungate pela Seoman (2014)
>>> Ministério do Silêncio de Lucas Figueiredo pela Record (2005)
>>> O Efeito Melão de Fernanda Dutra pela Dvs (2018)
>>> A Síndrome de Otelo de Barry Lenson, Kenneth C. Ruge pela Best Seller (2006)
>>> Sucos e Smoothies de Cinzia Trenchi pela Manole (2016)
>>> Administração Legal de Josiano César de Sousa pela Appris (2016)
>>> Síndromes e Psicologia - Atuação, Prática e Pesquisa de Mafalda Luzia Coelho Madeira da Cruz pela Juruá (2019)
>>> Falando... Lendo... Escrevendo... Português - Professor de Emma Eberlein O. F. Lima, Samira Abirad Iunes pela Epu (1989)
>>> Como Pregar um Botão - e Outras Coisas Úteis Que Sua Avó Sabia Fazer de Erin Bried pela Civilização Brasileira (2011)
>>> A Grande Arte de Se Reinventar de Leo Chaves pela Planeta (2019)
>>> Paixão por Vencer: Winning - A Bíblia do Sucesso de Jack Welch; Suzy Welch pela Campus (2005)
>>> Como Lidar Com Pessoas Difíceis de Ursula Markham pela Mandarim (1999)
>>> Jantar Secreto de Raphael Montes pela Companhia das Letras (2016)
>>> De Repente uma Noite de Paixão de Lisa Kleypas pela Arqueiro (2020)
>>> Minotauro de Benjamin Tammuz pela Radio Londres (2017)
>>> Os subversivos de J. Bernard Hutton pela Artenova
>>> A doença como metáfora social: política e sensibilidade em tempos de pandemia de Michel Zaidan Filho pela Brazil Publishing (2020)
>>> Jaulas Vazias: Encarando o Desafio dos Direitos Animais de Tom Regan pela Lugano (2006)
>>> A disputa em torno de Frantz Fanon: a teoria e a política dos fanonismos contemporâneos de Deivison Mendes Faustino pela Intermeios (2020)
>>> As Etapas Decisivas da Infância de Françoise Dolto pela Martins Fontes (1999)
>>> O Primeiro e o Último Verão de Leticia Wierzchowski pela Globo Livros (2017)
>>> Duzinda de Clotilde Chaparro Rocha pela Thesaurus (2013)
>>> A Princesa Salva a Si Mesma Neste Livro de Amanda Lovelace pela Leya (2017)
>>> Manifesto do nada na terra do nunca de Lobão pela Nova Fronteira (2013)
>>> A Mezuzá nos pés da Madona de Trudy Alexi pela Imago (1994)
>>> A Espada Selvagem de Conan a coleção de Roy Thomas-Barry Windsor Smith-Gil Kane Neal Adams- Jim Starlin- Al Milgrom pela Panini Comics (2020)
>>> Aquaman- A Morte de um Rei de Geoff Johns pela Panini Comics (1500)
>>> Supen Man o que Aconteceu com o Homem de Aço de Disney pela Dc Comics Panini books (2013)
>>> Autoperfeição com Hatha Yoga: Um clássico sobre saúde e qualidade de vida de Hermógenes pela Nova Era (2004)
>>> A Era de Conan de Howard, Niemczyk, Hanna e Keith pela Marvel (2020)
>>> As Aventuras de Pinóquio de Carlos Collodi pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> Mega a Maior Revista em Quadrinhos Disney do Mundo de Abril pela Abril (2020)
>>> História Oficial que Deu Origem ao Jogo- God Of War de Robert E. Vardeman pela Leya (2013)
>>> Direito Civil - Volume 3 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2003)
>>> Gêneros Orais e Escritos na Escola de Bernard Schneuwly; Joaquim Dolz pela Mercado de Letras (2004)
>>> Lições de Direito Processual Civil - Vol.II de Alexandre Freitas Câmara pela Lumens Juris (2005)
>>> Estratégias de Leitura de Isabel Solé pela Penso (1998)
>>> Lições de Direito Processual Civil - Vol.I de Alexandre Freitas Câmara pela Lumens Juris (2004)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quinta-feira, 20/6/2002
Comentários
200.179.45.130


da dissolução dos critérios
E bota dissolução nisso. O sujeito entra numa bienal da vida, vê uma casca de banana no chão e fica sem saber se se trata de lixo ou de um "objeto conceitual". A verdade, quanto à arte contemporânea, é que é tudo muito - mas muito - feio.

[Sobre "O fim da arte como conhecimento"]

por Alexandre Ramos
20/6/2002 às
12h45 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Iam, iam...
Lá vai a dieta pro espaço. Bom, com o xará e o Evandro ajudando... podemos começar com uma bruscheta com bastante alho, e por aí vai. Bom finzinho de domingo para todos. Alexandre

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Alexandre Ramos
9/6/2002 às
21h41 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Então tá então
Os pepinos estão ótimos, obrigado. Um fiozinho de azeite não vai mal. Estou com os romances do Isaias Pessotti aqui ao lado, pensando se vou reler algum deste domingão de sol, mas o problema é que se fala muito em comida nos três, e só coisa italiana boa, aí fica difícil resistir a um pulinho na geladeira para pegar um golinho de vinho, um tiquinho de queijo, sabe como é... Enfim, concordo quanto ao panem et circenses, e há um antecedente ilustre: "Noventa milhões em ação, prá frente Brasil, do meu coração..." Beijo, Alexandre

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Alexandre Ramos
9/6/2002 às
12h47 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Ué...
Gente, entrei aqui só pra dar uma olhada, não imaginava que estava rolando essa tertúlia futebolístico-gastronômica. Por favor, quero os pepinos em fatias finas, longas, só com uma pitada de sal. Quanto a futebol, passo. Tenho uma tradição de assistir somente aos jogos da Seleção, torcer como um celerado e depois do jogo ser incapaz de dizer o nome de quem (eventualmente) fez gol. Sim, acredito em pão e circo, ou sopão e big brother, se preferirem. E um amigo, esquerdista a não mais poder, estava reclamando comigo das perversidades do "neo-liberalismo" jornalisticamente em vigor no Brasil até ficar um pouquinho consolado quando, com meia-dúzia de fatos, desses que estão encostados no nariz, observei que nunca em toda a história deste país tivemos tanta interferência do Estado na vida privada dos cidadãos como hoje. (Agora volto calado pro meu canto: já fiz por merecer os meus pepinos temperados apenas com uma pitada de sal, e é bom que venham logo)

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Alexandre Ramos
9/6/2002 às
09h14 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
"O dinheiro é meu...
... e eu faço o que quiser com ele. Alguma vez eu já quis te ensinar como gastar o seu?". Isso é o que eu gostaria que ouvissem de seus beneficiados aquelas pessoas que dão esmola e dizem que não é para gastar em cachaça. Pois então, minha cara: não é apesar dos problemas que o país pára por causa do futebol: é justamente por causa deles. Alguma alegria nesta vida o pessoal tem que ter. Pragmatismo, ou deixar de dar esmola porque é melhor "ensinar a pescar", ou ainda para acirrar as contradições que inevitavelmente trarão a revolução do proletariado, francamente, essas coisas sequer são humanas. Grande beijo, Alexandre.

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Alexandre Ramos
6/6/2002 às
20h14 200.179.45.130
Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Tudo é possível
Smith, com uma Bíblia na mão dá pra justificar qualquer coisa. A simples noção de ridículo já ajuda, em grande parte, a separar o joio do trigo (por sinal, uma expressão bíblica). Mas para as questões mais sérias, como a da Eucaristia, por exemplo, aí só mesmo um Magistério divinamente instituído, porque nem o conhecimento, nem a sabedoria, nem a santidade e - muitíssimo menos - nem a maioria dos homens podem ser decisivos. Grande abraço.

[Sobre "Harry Potter e o Gladiador"]

por Alexandre Ramos
3/6/2002 às
09h51 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
pragmatismo
Fabio, achei perfeito o racicínio que você desenvolveu para o Nóvoa. Se você desdobrá-lo até suas últimas e mais fundamentais conseqüências, verá que devemos ser contra a legalização do aborto exatamente por causa do direito inalienável à vida que o ser humano tem desde a concepção. Concordo contigo que a natureza humana é isso aí que conhecemos, mas, se pensarmos da maneira que você defende no início do teu texto, porque então não tiramos do Código Penal tantas outras coisas que estão lá, e que vão acontecer de qualquer maneira? Abraço, Alexandre

[Sobre "Regras da Morte"]

por Alexandre Ramos
21/5/2002 às
13h19 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Então tá então
Gustavo, se você pretende mesmo comparar um humano a um animal, aí realmente não há o que fazer. O que me deixou mesmo intrigado foi a sua explicação sobre a acentuação. Você não tem um editor de textos em português? Ou não sabe programar o idioma do teclado no Windows? De fato, esta vida, como diz João Ubaldo Ribeiro, é mesmo muito dura e prenhe de percalços.

[Sobre "Regras da Morte"]

por Alexandre Ramos
20/5/2002 às
10h12 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Falha técnica
Problemas no copy/paste. A frase correta é assim: "... se alguém entender que o Gustavo, por causa de sua raça, religião, credo político ou mesmo por suas dificuldades com acentuação deva ser conduzido a um campo de "reeducação", ninguém poderá protestar contra isso, exceto (talvez) o próprio Gustavo".

[Sobre "Regras da Morte"]

por Alexandre Ramos
19/5/2002 às
12h42 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Quod scripsi, scripsi
Diego, para achar que uma coisa é boa ou ruim, certa ou errada, é preciso um parâmetro, um referencial, né? Então, o meu eu encontro na Revelação Divina confiada à Igreja. E não “cegamente”, como diz você, pois sou católico porque quero. Essa coisa bem brasileira de “quero falar com o chefe” até que tem muito sentido em se tratando de valores: o negócio é buscar mesmo o fundamento último, porque os filósofos, as maiorias, as minorias, as modas e principalmente o politicamente correto levam você de nada para lugar algum. De mais a mais, aquelas idéias que os filmes que analisei defendem, tanto no nível de “patologia social” como naquele mais “light” que você considera aceitável, em existindo Deus estão erradas do mesmo jeito; em Ele não existindo, aí, meu chapa, é uma questão de oportunidade, talento e coragem. Ou tu acha que, neste caso, eu deixaria escapar a Mena Suvari? Gustavo, acho que antes de enviar um e-mail você não deve esquecer de passar um corretor ortográfico e gramatical. Dito isto, achei curiosa a sua idéia de deixar em paz quem pensa diferente de nós quanto a algumas coisas. Diferente, mas não original, porque um político americano - cujo nome não recordo nem sinto falta disso - depois da independência e antes da abolição da escravidão nos EUA, dizia que as pessoas que eram contra a escravidão deviam se limitar a não ter escravos, sem ficar enchendo o saco dos que preferiam tê-los. É possível que você perceba que, levando esse teu, ahn, digamos, “raciocínio” às ultimas conseqüências, se alguém entender que o Gustavo, por causa de sua raça, religião, credo político ou religioso ou mesmo por suas dificuldades com acentuação deva ser devidamente conduzido a um campo de “reeducação”. Tu já viu aquele poema do Brecht em que a cada noite vinha a polícia ao prédio do sujeito e levava os judeus, os comunistas, não sei mas quem, aí o cara ficava na dele e não fazia nada porque não pertencia a nenhum daqueles grupos, até que uma noite, quando a polícia chegou, ele estava sozinho no prédio? É isso aí. Veja, meu caro, que até para dizer essas bobagens que você diz, é preciso primeiro estar vivo. E um ser que, como incrivelmente até você conseguiu perceber, tem a potência para a vida consciente, tem também, rigorosamente, o direito de ter sua vida preservada desde a concepção.

[Sobre "Regras da Morte"]

por Alexandre Ramos
19/5/2002 às
12h01 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Estimo melhoras
Hoje estamos meio fora de forma, hein? Um fim de semana dedicado a um mergulho no contubérnio da esbórnia, ou talvez uma overdose de Casa dos Artistas... Abraço, Alexandre

[Sobre "ajoelhou? tem que rezar"]

por Alexandre Ramos
13/5/2002 às
10h36 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
lembrei! lembrei!
"produtores culturais" e "organizadores da sociedade civil". esses termos me lembraram o que me fugiu (só a foto pesava 8kg) quando falei dos jornalistas comunas. COMISSÁRIOS DO POVO, é esse o nome, é isso que eles querem ser. já pensou o que seria de um site como este, se tivesse que passar pelos olhos (e mãos) de um camarada comissário do povo?

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Alexandre Ramos
30/4/2002 às
13h13 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Não, eles não são suicidas
Também sempre me espantou, caro Fabio, como podem jornalistas - e não poucos - defender a ditadura. A resposta só pode ser uma: o jornalismo é uma atividade provisória, o que eles estão querendo mesmo é um bom cargo público, como o de censor, talvez, ou de diretor de uma unidade de "cultura popular", algo assim. Porque para ser comunista, o sujeito só pode ter vocação para escravo ou para ditador, e não me parece que os bravos rapazes da imprensa queiram ser escravos.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Alexandre Ramos
29/4/2002 às
11h30 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BABBITT
SINCLAIR LEWIS
NOVA CULTURAL
R$ 6,90



OS CAVALEIROS DE JÚPITER
CESAR LEAL
FUNDARPE
(1986)
R$ 18,97



DEBAIXO DAS RODAS
HERMANN HESSE
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1971)
R$ 9,00



CONSTITUIÇÃO DA REPUBLICA FEDERATIVA DE 5 DE OUTUBRO DE 1988
ALEXNDRE DE MORAES (OGR.)
ATLAS
(2013)
R$ 1.487,00



LITERATURA COMENTADA - MÁRIO QUINTANA
REGINA ZILBERMAN
NOVA CULTURAL
(1982)
R$ 5,00



EL BOSQUE DE LOS PIGMEOS
ISABEL ALLENDE
ARETÊ
(2004)
R$ 15,00



11 DE SETEMBRO
NOAM CHOMSKY
BERTRAND BRASIL
(2002)
R$ 15,00



EVANGELHO DOS ANJOS - PRIMEIRO VOLUME
JOÃO BERBEL
FAROL DAS TRÊS COLINAS
(2011)
R$ 9,87



IL BREVIARIO ROMANO
DR. GIOVANNI BRINKTRINE
LITURGICHE
(1946)
R$ 49,16



BERRO DÁGUA: GLÓRIA E DECADÊNCIA DE UMA FAZENDA
GUIOMAR M. RODRIGUES / PAI JOAQUIM
O ARTÍFICE
(2000)
R$ 15,40





busca | avançada
61431 visitas/dia
2,0 milhões/mês