Tudo é possível | Alexandre Ramos

busca | avançada
74271 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Inspirado nas Living Dolls, espetáculo de Dan Nakagawa tem Helena Ignez como atriz convidada
>>> As Caracutás apresentam temporada online de Tecendo Diálogos com bate-papo e oficina
>>> Obra de referência em nutrição de plantas ganha segunda edição revista e ampliada
>>> FAAP promove bate-papo com as atrizes Djin Sganzerla, Zezita Matos e com o diretor Allan Deberton
>>> Elísio Lopes Jr comanda oficina gratuita de dramaturgia nesta sexta-feira (27)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
Colunistas
Últimos Posts
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Show him what he is like
>>> Machado polímata
>>> In the Line of Fire
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> A polêmica dos quadrinhos
>>> Ad Usum Juventutis
>>> Schopenhauer sobre o ofício de escritor
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Últimos Dias, de Gus Van Sant
>>> Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques
Mais Recentes
>>> Passagens – Crises Previsíveis da Vida Adulta de Gail Sheehy pela Francisco Alves (1980)
>>> A Chave da Longevidade de Dr. Hugues Destrem pela Europa-América (1979)
>>> A Força da Saúde de Victor Hugo Belardinelli pela Movimento (2013)
>>> O Envelhecimento de Luiz Eugênio Garcez Leme pela Contexto (1997)
>>> Velhice - Culpada ou Inocente? de Carlos Eduardo Accioly Durgante pela Doravante (2008)
>>> Envelhecimento Bem-Sucedido de Newton Luiz Terra e Beatriz Dornelles (Orgs.) pela Edipucrs (2003)
>>> Naturalmente Mais Jovem de Roxy Dillon pela Sextante (2016)
>>> Direito Administrativo Descomplicado de Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo pela Método (2019)
>>> Tópicos de Matemática Aplicada de Luiz Roberto Dias de Macedo, Nelson Pereira Castanheira e Alex Rocha pela Intersaberes (2018)
>>> Gestão de Custos de Carlos Ubiratan da Costa Schier pela Ibpex (2011)
>>> Ética Empresarial na Prática de Mario Sergio Cunha Alencastro pela Intersaberes (2016)
>>> Gestão Socioambiental no Brasil de Rodrigo Berté pela Intersaberes Dialógica (2013)
>>> Ferramentas Para a Moderna Gestão Empresarial - Teoria, Implementação e Prática de Maria Inês Caserta Scatena pela Intersaberes Dialógica (2012)
>>> O rio do tempo de Hernani Donato pela Círculo do livro (1976)
>>> O menino de areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1986)
>>> Breton/ Trotski - Por uma arte revolucionária independente de Valentim Facioli pela Paz e Terra (1985)
>>> Dize-me com quem andas de Mary McCarthy pela Civilização Brasileira (1967)
>>> Uma vida encantada de Mary McCarthy pela Civilização Brasileira (1967)
>>> Quem vai fazer a chuva parar? de Robert Stone pela Companhia das letras (1988)
>>> Meus amigos de Emmanuel Bove pela Companhia das letras (1987)
>>> Rastro do fogo que se afasta de Luis Goytisolo pela Companhia das letras (1988)
>>> Vista do amanhecer no Trópico de G. Cabrera Infante pela Companhia das letras (1988)
>>> Tebas do meu coração de Nélida Piñon pela José Olympio (1974)
>>> A república dos sonhos de Nélida Piñon pela Francisco Alves (1984)
>>> O caso Morel de Ruben Fonseca pela Artenova (1973)
>>> E do meio do mundo prostituto só amores guardei do meu charuto/História de amor (Box) de Ruben Fonseca pela Companhia das letras (1997)
>>> A marcha Húngara de Henri Coulonges pela Difel (1994)
>>> A mais que branca de José Geraldo Vieira pela Melhoramentos (1975)
>>> Sobras completas de Nelson Motta pela Nova fronteira (1984)
>>> O Amor é a Melhor Estratégia de Tim Sanders pela Sextante (2003)
>>> Seria trágico... se não fosse cômico: Humor e Psicanálise de Abrão Slavutzky; Daniel Kupermann pela Civilização Brasileira (2005)
>>> Dez Coisas que Eu Amo em Você - Trilogia Bevelstoke Livro 3 de Julia Quinn pela Arqueiro (2020)
>>> S.O.S. Dinâmica de Grupo de Albigenor & Rose Militão pela QualityMark (2001)
>>> Constelação Familiar de Divaldo Franco pela Livraria Espírita Alvorada (2009)
>>> Outlander: A Viajante do Tempo - Livro 1 de Diana Gabaldon pela Saída de Emergência (2014)
>>> Investimentos Inteligentes (Para Conquistar e Multiplicar o Seu Primeiro Milhão) de Gustavo Cerbasi pela Thomas Nelson Brasil (2008)
>>> El Cuaderno de Maya de Isabel Allende pela Sudamericana (2011)
>>> A Cama na Varanda: Arejando Nossas Idéias a Respeito de Amor e Sexo de Regina Navarro Lins pela Rocco (2000)
>>> A Vida é Bela no Trabalho de Dominique Glocheux pela Sextante
>>> Eugène Delacroix 1798-1863: O Príncipe do Romantismo de Gilles Néret pela Taschen (2001)
>>> Agora Aqui Ninguém Precisa de Si de Arnaldo Antunes pela Companhia das Letras (2015)
>>> Nu de Botas de Antonio Prata pela Companhia das Letras (2013)
>>> Trilogia Suja de Havana de Pedro Juan Gutiérrez pela Companhia das Letras (1999)
>>> As Religiões no Rio de João do Rio pela Jose Olympio (2015)
>>> A Teoria da Causa Madura no Processo do Trabalho de Ben-hur Silveira Claus pela Ltr (2019)
>>> Pimentas de Raul Lody pela Nacional (2018)
>>> Zen a a Arte de Manutenção de Motocicletas de Robert M. Pirsig pela Paz e Terra (1984)
>>> Monobloco - uma Biografia de Leo Morel pela Azougue (2015)
>>> Lei Antiterror Anotada - Lei 13. 260 de Acácio Miranda Silva Filho, Alex Wilson Ferreira pela Foco (2018)
>>> Marketing de Nichos de Alexandre Luzzi las Casas pela Atlas (2015)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 3/6/2002
Comentários
Leitores


Tudo é possível
Smith, com uma Bíblia na mão dá pra justificar qualquer coisa. A simples noção de ridículo já ajuda, em grande parte, a separar o joio do trigo (por sinal, uma expressão bíblica). Mas para as questões mais sérias, como a da Eucaristia, por exemplo, aí só mesmo um Magistério divinamente instituído, porque nem o conhecimento, nem a sabedoria, nem a santidade e - muitíssimo menos - nem a maioria dos homens podem ser decisivos. Grande abraço.

[Sobre "Harry Potter e o Gladiador"]

por Alexandre Ramos
3/6/2002 às
09h51 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Porcos Endemoniados
Caro Alexandre (sem pseudônimos aqui, né?): São realmente muitas as interpretações dadas ao que nos foi ensinado. Ainda mais sobre a história de um personagem importante como Jesus, que vai sendo encaixada e adaptada para as várias religiões que vão surgindo... Lembro-me de um exemplo deste tipo de coisa que uma professora de história nos deu em sala: um amigo, parente ou algo assim dela era de uma religião, seita, ou algo assim, que não permitia que seus devotos comessem carne de porco. O motivo? "E então os espíritos impuros saíram, entrando nos porcos. Eles então correram violentamente..." - Marcos 5:13 (a tradução pode estar equivocada, estou copiando isso de uma carta de Magic em inglês...). Por causa deste trecho, que segundo minhas nebulosas memórias trata-se de um 'exorcismo', nessa seita acredita-se que os porcos são impuros. Até hoje. Fazer o quê? Acho eu que isso sempre vai acontecer. O importante é saber separar o ridículo e o inventado do que pode realmente ser verídico. Estou certo?

[Sobre "Harry Potter e o Gladiador"]

por Rafael Smith
3/6/2002 à
00h43 200.222.30.167
(+) Rafael Smith no Digestivo...
 
É isso aí
Querido Dennis: concordo, concordo, concordo! E digo mais: concordo!Mas não fique amargurado,porque isso é apenas sinal de que temos muito o que fazer. Arregace as mangas, menino, e faça bem o que quer que seja que você faz melhor. Se for escrever, escreva. Se for cantar, cante. Crie seus filhos, presentes ou futuros, com cuidado e com valores sólidos. Ensine-os a ler com gosto e com entendimento. Seja um exemplo para as pessoas à sua volta. E deixe que os Alulelês de Orubás se comam entre si. Plante uma semente boa para o futuro, e procure solo bom onde plantar. O que for erva daninha, tenha certeza, vai ser jogado no fogo do tempo e será destruído. E quando o trio elétrico estiver dando nos nervos, pegue o walkman e ouça Bach. Beijos da Sue.

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Assunção Medeiros
2/6/2002 às
14h27 200.184.36.97
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Mais malucos do que os japas
Querida Sue, citei São Paulo, é verdade, mas foi como exemplo, apenas... Questão de Matemática, já que São Paulo representa o maior doador de impostos e taxas, entre os Estados brasileiros. Prometo tomar cuidado para não transformar minhas amarguras em bairrismo. Prometo. Mas as amarguras existem; amarguras e indignações, principalmente quando fica claro que "alguns poucos" estão financiando as Micaretas, Pomponetas, Petapetas, Caranamaios, Carnajunhos, Carnajulhos, Carnagostos e inúmeras outras fentanças populares, geralmente comandadas por brasileiros de turbantes, com trajes e colares africanos... brasileiros que acham "lindju" ser filho de "Mama África" e até trocam o nome José e Raimundo por Alulelê de Orubá e Pomaturé de Alaketo. Pra mim, se quer mesmo saber o que penso, essa gente batuqueira é muito mais maluca do que os inventores dos pets tomagoshis. Você não acha, Sue? Ah, testou cheio de ver tanta festa cretina, comemorando porcaria nenhuma. Mas isto é Brasil: uma escritora como Hilda Hilst, com 50 anos de literatura, tendo escrito prosa, poemas, teatro... é jogada de lado... Uma Dona Zélia Gatai, com uma obra literária muitíssimo menos representativa é "imortalizada" pela Academia Brasileira de Letras, porque foi casada com Seu Jorge. Isso dá nos nervos! 1... 2... 3...4... 5... Abraço, Sue.

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Dennis
2/6/2002 às
12h33 200.225.146.170
(+) Dennis no Digestivo...
 
Oi Dennis!
Meu querido, cuidado com o bairrismo. E eu não disse que TODO brasileiro é maluco, assim como o próprio Alexandre não disse que TODO japonês é maluco. Veja o que ele diz: "Sigam-me, pois: pelo menos aqueles que compartilharem um pouquinho do meu prazer em chamar uma nação inteira de maluca. Que é o prazer, claro, de falar uma bobagem, mas com alguma verdade emaranhada nela." É uma bobagem mesmo achar que todo muno em um país é igual, mas nós sabemos como é o perfil do brasileiro como POVO. Eeu duvido que TODO o paulista ou paulistano seja trabalhador, meu querido, assim como sei que o povo carioca também não é TODO ele indolente. Nem os baianos o são. Enfim, não sendo paulista, mas tendo uma porção de coisas para fazer, eu deixo meu beijo para você. Por favor, pode me chamar de Sue mesmo... :o) Fui!

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Assunção Medeiros
2/6/2002 às
10h57 200.184.36.141
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
O Brasil que carrega o Brasil
Caríssima Assunção Medeiros: sim, é fato que existe um Brasil festeiro e safado, indolente e descarado, que descansa até desmanchar. Você só não mencionou que esse Brasil indolente é carregado nas costas do outro Brasil, o Brasil responsável e lutador, que trabalha até quebrar, o nosso Brasil Paulista, por exemplo. Este acorda antes do galo e adormece depois da coruja!!! Abraço do Dennis.

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Dennis
2/6/2002 às
09h28 200.226.197.65
(+) Dennis no Digestivo...
 
Desculpem a falha
Onde se lê "senso de ralidade", favor trocar por "senso de REALIDEDA" ops! RAELIDADE... REDALIDADE... ah, vocês sabem! :o)))

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Assunção Medeiros
2/6/2002 à
00h48 200.184.36.161
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Para Karla
Karla, você mencionou meu nome, então acho que merece uma resposta. Veja bem, eu só mencionei certas coisas porque o Eduardo foi ACUSADO de não poder emitir opinião devido à sua idade e sexo. Então eu quis pular por cima de objeções deste tipo e dizer que me considero pertencente ao grupo mais capacitado para criticar o dito programa, ou seja, parte do público-alvo do mesmo. Não sou? Pois é, e acontece que eu concordo plenamente com o moleque de 22 anos (desculpa aí Eduardo) no que ele diz a respeito do programa. E nada do que você - ou as outras meninas que se enfezaram com ele - disseram mudou minha opinião. No seu primeiro comentário você diz: "Rita Lee (...) até quando não fala nada, é inteligente, interessante, moderna, culta, sábia..." (!!!!!!!!!) Realmente, essa frase dispensa comentários, mas por favor, medite sobre ela. Qualquer pessoa calada pode fazer cara de inteligente, neguinha... e quanto ao sábia, ela deve ser mesmo muito sábia por ter sido presa por porte de drogas e agitação quando estava grávida, de oito meses, se não me engano. Exemplo de sabedoria, se drogar durante a gestação! E eu não vi nenhuma atitude dela desde entã o que justifique o uso da palavra "sábia"!!!! Por favor, pense antes de escrever! Depois você diz que o Eduardo responde os comentários um a um , "como se fosem agressão". Pois eu só vi agressão contra ele, tirando os três primeiros comentários. Eu escrevi um texto aqui no DC, e meu pai quase colocou um comentário elogioso, mas ele é mais velho e experiente que as meninas, e achou que ia pegar mal... mas eu dou o direito das meninas gostarem do que o irmão escreveu e terem vontade de expressar isso. Teria tido muito orgulho em ter um comentário do meu pai no DC. Você não teria? No que isso invalida o comentário delas, ou o dele? E se é infantilidade dizer que a Rita Lee NÃO É um expoente de nossa música bom, tragam minhas jujubas! E se é tã oinfantil discutir aqui, o que faz uma tão madura e sábia mulher por aqui? vá assistir ao saia justa! Um abraço, Sue.

[Sobre "Com a calcinha aparecendo"]

por Assunção Medeiros
2/6/2002 à
00h14 200.184.36.161
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Para Yara, novamente
Cara Yara, desculpe a demora da resposta, mas sabe como é feriado... não olhei o computador até hoje à noite. Bom (suspiro fundo) se eu for responder seu comentário com o cuidado que deveria, o MEU comentário vai ficar imenso. Deixa eu ver, então, o que eu posso fazer num espaço um pouco menor. Primeiro, se quiser ver o site do meu grupo de estudos, vá ao endereço www.brathair.cjb.net e olhe a nossa revista eletrônica. Se você também estuda história antiga e medieval com seriedade, vai gostar. Segundo, eu não tenho o hábito de fazer de conta que não conheço a dita "cultura popular" para me sentir mais elite. A televisão está lá, e invade nossa consciência. O BBB, o Casa dos Artistas, o Gugu, infelizmente são forças verdadeiras, que seria melhor que entendêssemos ao invés de ignorar. Terceiro, se a Rita Lee era responsável pelo lado criativo junto com três outras pessoas, então ela era no máximo 25% do poder criativo da banda. E eu acho que nem isso ela era. Eu não vou abanar o rabo e dizer "maravilhosa!" só porque ela é mulher. Conheço mulheres que são infinitamente superiores como instrumentistas e como compositoras. A Rita Lee é uma música medíocre, e sinto muito se isso ofende sensibilidades femininas. Quarto: quer um exemplo de pensamento de rebanho? Seu comentário "Diga isto às familias das pessoas que morreram e que foram torturadas durante a ditadura militar". Me diz uma coisa: quantas pessoas você acha que morreram durante a dita ditadura militar? E de que lado estavam? E que lado eram esses? Você já foi se INFORMAR a respeito, ou só gosta de repetir os slogans dos líderes do rebanho? Você não estava nem próxima de nascer quando tudo aconteceu, mas eu digo a você que o buraco é bem mais embaixo. Quinto, gostar do programa é direito seu, e acho que ninguém disse aqui que não se podia gostar dele. Eu gosto de jujuba, e sei que faz mal aos dentes e engorda, e tem pouquíssimo valor nutritivo. Mas eu gosto. O que eu estou dizendo é que concordo com o Eduardo quando ele fala "Porque a ignorância – especialmente quando disfarçada - é entediante." E que discordo quando as mocinhas gritam e dizem que ele é machista por falar isso. Você já reparou o quanto os homens se cobram e criticam OBJETIVAMENTE uns aos outros? Vamos largar essa coisa de feminino/masculino e julgar as coisas no seu sentido universal? Ou o programa é bom porque é bom, ou é ruim. Na mesma escala de valores de um programa "masculino" (eca! detesto ter de usar essa separação idiota). Um abraço, Sue. P.S.: Eu ADORO o programa da Ana Maria Braga, tiro receitas INCRÍVEIS de lá. Sua mãe tem bom gosto.

[Sobre "Com a calcinha aparecendo"]

por Assunção Medeiros
1/6/2002 às
23h44 200.184.36.161
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
De médico e de louco...
Esse meu general é mesmo um artista! Parabéns, senhor!Mais uma obra prima de humor, jóia do mais fino witticism. Oscar Wilde bateria palmas de prazer! É um texto que merece centenas de exclamações!!!!! E o pior é que é verdade, mas não só para os japoneses. Se olharmos com um pouco menos de ternura para o nosso país, veremos que abundamos também de psicoses. Apenas somos uns maluquinhos mais divertidos que os japoneses, que não conseguem perder a rigidez de manual nem quando são malucos, coitados. Nós, nós somos malucos-beleza, com forte fixação anal, mais um tanto de necrofilia (veja os jornais do Rio/São Paulo), total ausência de senso de ralidade, e quase que total incapacidade de viver em sociedade. A diferença entre os malucos nipônicos e os malucos tupiniquins é que os primeiros trabalham até quebrar, e os segundos descansam até desmanchar... Beijos da Sue

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Assunção Medeiros
1/6/2002 às
22h11 200.184.36.185
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LENDAS DO FOLCLORE POPULAR
BETO BRITO E TATIANA MÓES
PRAZER DE LER
(2006)
R$ 9,80



O RETORNO DE HOOLIGAN
NORMAN MANEA
AMARILYS
(2012)
R$ 20,00



O POVO MAIS FELIZ DA TERRRA
DEMOS SHAKARIAN - JOHN E ELIZABETH ...
CPAD
(1983)
R$ 7,00



BANZAI: SIX MOIS DE DÉFAITS AMERICAINES DE PEARL HARBOR À MIDWAY
JOHN TOLAND
CALMANN LEVY
(1963)
R$ 26,00



SELECTA LATINI
JOSEPH1
OLISIPONE
(1985)
R$ 45,90



O LABIRINTO ENUNCIATIVO EM MEMORIAL DE AIRES
ADRIANA DA COSTA TELES
ANNABLUME
(2009)
R$ 15,90



ANGULOS
IMENES-JAKUBO-LELLIS
ATUAL
(1992)
R$ 29,90



30 MINUTOS ... PARA REDIGIR UM PLANO DE MARKETING
JOHN WESTWOOD
CLIO
(1997)
R$ 9,90



A MENINA MAIS FRIA DE COLDTOWN
HOLLY BLACK
NOVO CONCEITO
(2014)
R$ 18,00



TO SIR PHILLIP WITH LOVE
LULIA QUINN
AVON BOOKS
(2003)
R$ 20,00





busca | avançada
74271 visitas/dia
2,0 milhões/mês