lembrei! lembrei! | Alexandre Ramos

busca | avançada
71602 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
>>> O futuro da inteligência artificial: romance do escritor paranaense Roger Dörl, radicado em Brasília
>>> Cursos de férias: São Paulo Escola De Dança abre inscrições para extensão cultural
>>> Doc 'Sin Embargo, uma Utopia' maestro Kleber Mazziero em Cuba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Meu cinema em 2010 ― 1/2
>>> Paulo Francis não morreu
>>> Levy Fidelix sobre o LGBT
>>> Adaptação: direito ou dever da criança?
>>> Bienal 2006: fracasso da anti-arte engajada
>>> Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> A quem interessa uma sociedade alienada?
>>> E-mail (devassado) para meu filho
Mais Recentes
>>> Mulher-Maravilha 48 de Mariko Tamaki pela Panini (2021)
>>> Mulher-Maravilha 3/53 de Conrad; Cloonan pela Panini Comics (2022)
>>> Superman - Ano dos Vilões 15 de Brian Michael Bendis pela Panini (2020)
>>> Universo Marvel - O indestrutível Hulk 004 de Mark Waid pela Panini (2013)
>>> A Saga da Mulher Maravilha - Vol. 2 de John Byrne pela Panini Comics (2024)
>>> Batman Especial - Vilões de Gotham de Danny Devito pela Panini Comics (2022)
>>> A Saga da Mulher Maravilha Vol 1 de John Byrne pela Panini (2024)
>>> Perigo no Hospital de Mary Higgins Clark pela Record
>>> Contrato de Risco de Thomas Palmer pela Record (1983)
>>> As Cinco Pessoas Que Voce Encontra No Ceu de Mitch Albom pela Sextante (2004)
>>> A Soma De Todos Os Medos de Tom Clancy pela Record (1993)
>>> Mulheres Que Atraem Os Homens E Mulheres Que Os Afastam de Connell Cowan pela Rocco (1999)
>>> O Meu Pé de Laranja Lima (bolso) de José Mauro de Vasconcelos pela Melhoramentos (1993)
>>> Os Chacras de Peter Rendel pela Ediouro (1987)
>>> Invenção da Cidade: Brasília 2ª edição. de Clemente Luz pela Record (1980)
>>> Merlin. Fogo Da Fúria - Livro 3 de T. A. Barron pela Galera Record (2015)
>>> Merlin. As Sete Canções - Livro 2 de T. A. Barron pela Galera Record (2014)
>>> Merlin: Os Anos Perdidos - Livro 1 de T. A. Barron pela Galera (2013)
>>> A Arte de Educar de Flávio Gikovate pela Nova Didática (2001)
>>> Resgatado Pelo Amor de Nora Roberts pela Bertrand Brasil (2007)
>>> Laços De Fogo - Trilogia Da Fraternidade - Vol. 1 de Nora Roberts pela Bertrand Brasil (2008)
>>> Lacos De Pecado - Trilogia Da Fraternidade - Vol. 3 de Nora Roberts pela Bertrand (2008)
>>> Rosa Negra - Trilogia Das Flores - Vol. 2 de Nora Roberts pela Bertrand (2012)
>>> Resgatado Pelo Amor de Nora Roberts pela Bertrand Brasil (2010)
>>> Dalia Azul - Trilogia Das Flores - Vol. 1 de Nora Roberts pela Bertrand (2012)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 30/4/2002
Comentários
Leitores

lembrei! lembrei!
"produtores culturais" e "organizadores da sociedade civil". esses termos me lembraram o que me fugiu (só a foto pesava 8kg) quando falei dos jornalistas comunas. COMISSÁRIOS DO POVO, é esse o nome, é isso que eles querem ser. já pensou o que seria de um site como este, se tivesse que passar pelos olhos (e mãos) de um camarada comissário do povo?

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Alexandre Ramos
30/4/2002 às
13h13 200.179.45.130
(+) Alexandre Ramos no Digestivo...
 
Helion, seja sincero...
Helion, seja sincero: você é o Coutinho? Perguntar não ofende, foi apenas uma dúvida que me passou agora pela cabeça... Você é o próprio?

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Dennis
30/4/2002 às
13h07 200.204.143.186
(+) Dennis no Digestivo...
 
Caro Helion
Caro Helion, fui muito desajeitado com você. Desculpe-me. Você não merecia aquele meu "pudim de sarcasmo" feito às pressas. Deve ser culpa do carma (seu). Em alguma vida passada você me maltratou e A Roda do Samsara me obrigou a revidar agora. Tenha a certeza de que você foi mais habilidoso e generoso do que eu. Reconheço e assino embaixo. Abração.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Dennis
30/4/2002 às
12h47 200.204.143.186
(+) Dennis no Digestivo...
 
Delirei.
Vixe! Acho que fugi um pouco do assunto...

[Sobre "Ativismo cibernético"]

por Rogério Macedo
30/4/2002 às
13h01 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
a liberdade da censura
"Com a conquista de um regime de efetivas liberdades democráticas, pode-se conceber formas diretas de controle -exercidas tanto pelos próprios produtores culturais quanto pelos organizadores da sociedade civil - sobre a geração dos programas televisivos e sobre a informação em geral." Eis aí apenas um exemplo, tirado do livro Cultura e Sociedade no Brasil, do autoritarismo "disfarçado" do sr. Coutinho. Chamá-lo de acólito da liberdade e da democracia ou é má fé ou completo desconhecimento de sua obra e idéias.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Fabio
30/4/2002 às
12h45 200.183.94.214
(+) Fabio no Digestivo...
 
Mercado não é gente.
O comércio é voraz, a única regra do mercado é multiplicar seus tentáculos. Tal fato , narrado com esses termos (voraz, tentáculos), parece se referir a algo de natureza monstruosa. Mas são atributos de uma economia de mercado a busca pelo lucro e a racionalização dos métodos pelos quais esses lucros podem ser atingidos. Não há fatores emocionais, não há o lado "humanístico" em questões de mercado. Tais atributos, os humanos, parecem residir num plano mais elevado. Claro, algo de humano começa a surgir quando entra o homem. A relação do homem com o mercado, com a sociedade massificada, com a propaganda, tudo isso é somente mais um aspecto do indivíduo. É triste constatar que o aspecto econômico, na forma do consumismo desregrado tem determinado a vida de muitas pessoas, sobretudo nas grandes cidades. Mas é de foro íntimo a decisão de se insurgir contra as anomalias da relação homem X mercado. É óbvio que as iniciativas dos grupos citados devem ser apoiadas. Mas é preciso distinguir sempre o que é decisão pessoal e o que é o reforço de um grupo a tal decisão. Não há como cobrar um capitalismo humano, um mercado bondoso. Humanidade e bondade não fazem parte da natureza do mercado. Mas isso o torna mal? Ora, claro que não. Se a bondade não faz parte da natureza do mercado, a maldade não caberia lá, né? Quando se fortalece a idéia de que o comércio comporta a maldade, logo aparecem uns tantos comunistas querendo queimar aquela incrível lanchonete dos sanduíches sem gosto. A decisão cabe, em última instância, ao sujeito, ao consumidor. Quando a decisão de reagir contra alguns aspectos do mundo deixa de ser do indivíduo, nasce o seguinte paradoxo : "alguém, que não sou eu, me disse prá não ouvir ninguém além de mim". Rogério Macedo

[Sobre "Ativismo cibernético"]

por Rogério Macedo
30/4/2002 às
11h06 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
finalmente a resposta
Caro Dennis, não se preocupe com a tal pesquisa completa. A maneira como você caracterizou fisicamente o Carlos Nelson, o seu alinhamento com Madame Satã e outros, mostram que você faz bem em continuar no terreno da ficção. Leia seu Proust, sim, talvez ele seja muito mais gratificante para você. /// Por sinal, começo a perceber que estive lendo algumas colunas do Digestivo como se fossem comentários sobre a realidade tal qual a conheço, mas me enganava: são ficção também, literatura de capa-e-espada, com mocinhos, bandidos, e sobretudo vilões marcados pela maldade insana. Entendendo essa pretensão literária, saberei também compreender melhor alguns dos comentários que leio./// Complemento: somos todos acólitos anônimos da liberdade e da democracia, inclusive o Coutinho e o Proust.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Helion
30/4/2002 às
10h53 200.154.218.136
(+) Helion no Digestivo...
 
O grande polvo
É Rafael, viramos todos peças de uma propaganda gigantesca. O monstro (?) agora não tem mais os tentáculos de um polvo gigante de seriado dos anos 80. Esses tentáculos, hoje, estão muito mais enraizados (ops!) e nossos bolsos parecem acondicionar a grande raiz ou o cérebro-mãe (para não ser machista, o grande cérebro-pai). O que me preocupa nisso tudo é que a reação a tudo isso, que nos chega através de jornais e tvs, soa como protesto de um grupinho radical de esquerda. Reduz-se a importância da reação pelo estereótipo - infelizmente, alguns desses grupos tomam atitudes tão atabalhoadas, que fica difícil entender. Aí o efeito é inverso: a população fica contra os que protestam e, sem querer (ou às vezes até de forma deliberada), oxigena o grande polvo. "Se eles (os baderneiros) estão brigando contra é porque deve ser bom. Vou consumir!" Achei interessante os exemplos que você citou de reação inteligente (Manifesto Cluetrain, NoLogo.Org, BehindTheLabel e Adbusters). Mas até isso, de certa forma, é inócuo por atingir poucos grãos nesse deserto árido. Pouca gente tem computador com internet e os que têm (maioria, sir) preferem visitar sites pornográficos ou os chats. Concordo com o que escreveu: "Pensar em algo assim lembrando da quantidade de analfabetos, funcionais ou plenos, deste país faz dessa ação algo minúsculo. Os objetivos a serem atingidos por aqui ainda estão naqueles estágio mais básico da redistribuição de renda, educação e saúde básicas, ou seja, metas que democratizem o acesso da população ao conhecimento e aos recursos." O populacho vai continuar a não entender nada e a dita parcela esclarecida continua a dar de ombros. "Vamos ao MCDonalds, crianças?" Grande abraço.

[Sobre "Ativismo cibernético"]

por Bruno Garschagen
30/4/2002 às
07h10 200.176.210.33
(+) Bruno Garschagen no Digestivo...
 
Finalmente, a resposta...
Caro Helion, prometo que farei uma pesquisa completa sobre o sr. Carlos Nelson Coutinho. Entretanto... como estou relendo "No Caminho de Swann", temo não conseguir assimilar os conteúdos literários do sr. Coutinho com a serena imparcialidade que ele merece. Quanto à Madame Satã e Glória Pérez, ambas as criaturas jamais defenderam qualquer modelo socialista, falido, quase falido ou emergente, aqui no Brasil ou lá pelas bandas de Wonderland. Essas personalidades foram mencionadas por um lapso mental meu, um ato falho, ou uma ligação inconsciente com determinados conceitos de decadência e fraude. De qualquer modo, foi extremamente prazeroso unir Chico Buarque, Luiz Inácio, Lucélia Santos... com Madame Satã e Glória Pérez. Todos se dariam muito bem num papinho de fim de noite, regado à rios de cerveja e pulverizado com quilos de torresminhos pururuquentos. Complemento: não sou, nem jamais fui de direita, sou apenas um anônimo acólito dos ritos da Liberdade e da Democracia. Abraço imerso na doce paz do samadhi.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Dennis
30/4/2002 à
00h44 200.158.234.84
(+) Dennis no Digestivo...
 
Caridade
Fábio, vc não tem como me mandar a cena em que aparecem os seios da Mariana? Se puder, valeu mesmo!!!

[Sobre "mariana ximenes nua!"]

por Renato Nery
29/4/2002 às
23h39 200.191.171.147
(+) Renato Nery no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Literatura Estrangeira Revelação
Michael Crichton
Rocco
(1994)



A Bruxa de Portobello 340
Paulo Coelho
Planeta
(2006)



Inocência - Coleção Grandes Obras da Lingua Portuguesa
Visconde de Taunay
Avenida



A Reencarnação - Edição de Bolso
Gabriel Delanne
Feb
(2008)



As Estruturas Antropologicas Do Imaginario
Gilbert Durand
Martins Fontes
(2001)



Leçons de Pedagogie
Lecons de Pedagogie
Presses Universitaires
(1950)



Resenha Esportiva
Nelson Motta
Benvira
(2014)



Memórias Da Transgressão: Momentos Da História Da Mulher Do Século XX
Gloria Steinem
Rosa dos Tempos
(1997)



Emmanuel Swedenborg - Coleção Mestres do Esoterismo Ocidental
Wagner Veneziani Costa; Michael Stanley
Madras
(2007)



Romeo And Juliet
William Shakespeare
Hub
(2011)





busca | avançada
71602 visitas/dia
2,3 milhões/mês