Caro Helion | Dennis

busca | avançada
50081 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Balé de repertório, D. Quixote estará no Teatro Alfa dia 27/1
>>> Show de Zé Guilherme no Teatro da Rotina marca lançamento do EP ZÉ
>>> Baianas da Vai-Vai são convidadas de roda de conversa no Teatro do Incêndio
>>> Airto Moreira e Flora Purim se despedem dos palcos em duas apresentações no Sesc Belenzinho
>>> Jurema Pessanha apresenta sambas clássicos e contemporâneos no teatro do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho (1947-2022)
>>> Maradona, a série
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A revista Bizz
>>> O elogio da narrativa
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Na minha opinião...
>>> Tempo vida poesia 4/5
>>> Torce, retorce, procuro, mas não vejo...
>>> Lambidinha
>>> Lambidinha
>>> 12 tipos de cliente do revisor de textos
>>> A Grande História da Evolução, de Richard Dawkins
Mais Recentes
>>> Exposta - Apenas Uma Noite - Parte II de Kyra Davis pela Suma das Letras (2015)
>>> O Grande Mentecapto de Fernando Sabino pela Record (1983)
>>> Urbanismo no bRASIL: 1895-1965 de Maria Cristina da Silva Leme pela Fupam (1999)
>>> Estúdio de Televisão de Salvador Francisco Tirlone pela Visual Books (2007)
>>> Designed de Apple in California pela Desconhecido
>>> O Símbolo Perdido de Dan Brown pela Sextante (2009)
>>> Del Cabildo al Shopping de Enrique Pinti pela Sudamiricana (2008)
>>> Scottini Dicionário escolar( Português/Inglês ) de Alfredo Scottini pela Todolivro (2010)
>>> Tutela do Direito de Sigilo da Fonte Jornalística - Doutrina e Jurisprudência de Pedro Luís Piedade Novaes pela Juruá (2012)
>>> Grandes Romances Universais 9 - o Lírio do Vale de H. Balzac pela W. M. Jackson Inc. (1963)
>>> Geração Alpha - Matemática 8º Ano de Felipe Fugita pela Sm (2017)
>>> Grandes Romances Universais 11 - A Tulipa Negra / A Dama das Camélias de Dumas Dumas Filho pela W. M. Jackson Inc. (1963)
>>> Delícias da Kashi: Gastronomia vegana gourmet de Vários autores pela Mauad X (2016)
>>> Você sabe administrar seu Tempo ? de James Manktelow pela Senac (2011)
>>> 360º Sociologia Diálogos Compartilhados de Agnaldo Kupper pela Ftd (2015)
>>> Produção em ciência da motricidade humana de Fernanda B. Heron B. Nilza M. pela Shape (2002)
>>> Grandes Romances Universais 13 - David Copperfield - Vol. 1 de Charles Dickens pela W. M. Jackson Inc. (1963)
>>> Animals in Danger de Andy Hopkins e Joc Potter pela Oxford Bookworms (2008)
>>> A Carne de Júlio Ribeiro pela Ediouro
>>> Hold the Back page! ''Football's tabloid tales'' de Harry Harris pela Know the Score (2006)
>>> Grandes Romances Universais 18 - a Educação Sentimental de Gustave Flaubert pela W M Jakcson (1963)
>>> 360ºLiteratura em Contexto: A Arte Literária Luso- Brasileira - Box Completo de Clenir Bellezi de Oliver pela Ftd (2015)
>>> A Síntese Bíblica do Antigo Testamento - 1ª Parte de Carlo Johansson e Ivan Hellstrom pela Cpad (2013)
>>> Os Fidalgos da Casa Mourisca- Grandes Romances Universais- V-19 de Julio Diniz pela W. M. Jackson Inc. (1964)
>>> Eu, Você e as Estrelas de Álvaro Basile Portughesi pela Fraternidade
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 30/4/2002
Comentários
Leitores


Caro Helion
Caro Helion, fui muito desajeitado com você. Desculpe-me. Você não merecia aquele meu "pudim de sarcasmo" feito às pressas. Deve ser culpa do carma (seu). Em alguma vida passada você me maltratou e A Roda do Samsara me obrigou a revidar agora. Tenha a certeza de que você foi mais habilidoso e generoso do que eu. Reconheço e assino embaixo. Abração.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Dennis
30/4/2002 às
12h47 200.204.143.186
(+) Dennis no Digestivo...
 
Delirei.
Vixe! Acho que fugi um pouco do assunto...

[Sobre "Ativismo cibernético"]

por Rogério Macedo
30/4/2002 às
13h01 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
a liberdade da censura
"Com a conquista de um regime de efetivas liberdades democráticas, pode-se conceber formas diretas de controle -exercidas tanto pelos próprios produtores culturais quanto pelos organizadores da sociedade civil - sobre a geração dos programas televisivos e sobre a informação em geral." Eis aí apenas um exemplo, tirado do livro Cultura e Sociedade no Brasil, do autoritarismo "disfarçado" do sr. Coutinho. Chamá-lo de acólito da liberdade e da democracia ou é má fé ou completo desconhecimento de sua obra e idéias.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Fabio
30/4/2002 às
12h45 200.183.94.214
(+) Fabio no Digestivo...
 
Mercado não é gente.
O comércio é voraz, a única regra do mercado é multiplicar seus tentáculos. Tal fato , narrado com esses termos (voraz, tentáculos), parece se referir a algo de natureza monstruosa. Mas são atributos de uma economia de mercado a busca pelo lucro e a racionalização dos métodos pelos quais esses lucros podem ser atingidos. Não há fatores emocionais, não há o lado "humanístico" em questões de mercado. Tais atributos, os humanos, parecem residir num plano mais elevado. Claro, algo de humano começa a surgir quando entra o homem. A relação do homem com o mercado, com a sociedade massificada, com a propaganda, tudo isso é somente mais um aspecto do indivíduo. É triste constatar que o aspecto econômico, na forma do consumismo desregrado tem determinado a vida de muitas pessoas, sobretudo nas grandes cidades. Mas é de foro íntimo a decisão de se insurgir contra as anomalias da relação homem X mercado. É óbvio que as iniciativas dos grupos citados devem ser apoiadas. Mas é preciso distinguir sempre o que é decisão pessoal e o que é o reforço de um grupo a tal decisão. Não há como cobrar um capitalismo humano, um mercado bondoso. Humanidade e bondade não fazem parte da natureza do mercado. Mas isso o torna mal? Ora, claro que não. Se a bondade não faz parte da natureza do mercado, a maldade não caberia lá, né? Quando se fortalece a idéia de que o comércio comporta a maldade, logo aparecem uns tantos comunistas querendo queimar aquela incrível lanchonete dos sanduíches sem gosto. A decisão cabe, em última instância, ao sujeito, ao consumidor. Quando a decisão de reagir contra alguns aspectos do mundo deixa de ser do indivíduo, nasce o seguinte paradoxo : "alguém, que não sou eu, me disse prá não ouvir ninguém além de mim". Rogério Macedo

[Sobre "Ativismo cibernético"]

por Rogério Macedo
30/4/2002 às
11h06 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
finalmente a resposta
Caro Dennis, não se preocupe com a tal pesquisa completa. A maneira como você caracterizou fisicamente o Carlos Nelson, o seu alinhamento com Madame Satã e outros, mostram que você faz bem em continuar no terreno da ficção. Leia seu Proust, sim, talvez ele seja muito mais gratificante para você. /// Por sinal, começo a perceber que estive lendo algumas colunas do Digestivo como se fossem comentários sobre a realidade tal qual a conheço, mas me enganava: são ficção também, literatura de capa-e-espada, com mocinhos, bandidos, e sobretudo vilões marcados pela maldade insana. Entendendo essa pretensão literária, saberei também compreender melhor alguns dos comentários que leio./// Complemento: somos todos acólitos anônimos da liberdade e da democracia, inclusive o Coutinho e o Proust.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Helion
30/4/2002 às
10h53 200.154.218.136
(+) Helion no Digestivo...
 
O grande polvo
É Rafael, viramos todos peças de uma propaganda gigantesca. O monstro (?) agora não tem mais os tentáculos de um polvo gigante de seriado dos anos 80. Esses tentáculos, hoje, estão muito mais enraizados (ops!) e nossos bolsos parecem acondicionar a grande raiz ou o cérebro-mãe (para não ser machista, o grande cérebro-pai). O que me preocupa nisso tudo é que a reação a tudo isso, que nos chega através de jornais e tvs, soa como protesto de um grupinho radical de esquerda. Reduz-se a importância da reação pelo estereótipo - infelizmente, alguns desses grupos tomam atitudes tão atabalhoadas, que fica difícil entender. Aí o efeito é inverso: a população fica contra os que protestam e, sem querer (ou às vezes até de forma deliberada), oxigena o grande polvo. "Se eles (os baderneiros) estão brigando contra é porque deve ser bom. Vou consumir!" Achei interessante os exemplos que você citou de reação inteligente (Manifesto Cluetrain, NoLogo.Org, BehindTheLabel e Adbusters). Mas até isso, de certa forma, é inócuo por atingir poucos grãos nesse deserto árido. Pouca gente tem computador com internet e os que têm (maioria, sir) preferem visitar sites pornográficos ou os chats. Concordo com o que escreveu: "Pensar em algo assim lembrando da quantidade de analfabetos, funcionais ou plenos, deste país faz dessa ação algo minúsculo. Os objetivos a serem atingidos por aqui ainda estão naqueles estágio mais básico da redistribuição de renda, educação e saúde básicas, ou seja, metas que democratizem o acesso da população ao conhecimento e aos recursos." O populacho vai continuar a não entender nada e a dita parcela esclarecida continua a dar de ombros. "Vamos ao MCDonalds, crianças?" Grande abraço.

[Sobre "Ativismo cibernético"]

por Bruno Garschagen
30/4/2002 às
07h10 200.176.210.33
(+) Bruno Garschagen no Digestivo...
 
Finalmente, a resposta...
Caro Helion, prometo que farei uma pesquisa completa sobre o sr. Carlos Nelson Coutinho. Entretanto... como estou relendo "No Caminho de Swann", temo não conseguir assimilar os conteúdos literários do sr. Coutinho com a serena imparcialidade que ele merece. Quanto à Madame Satã e Glória Pérez, ambas as criaturas jamais defenderam qualquer modelo socialista, falido, quase falido ou emergente, aqui no Brasil ou lá pelas bandas de Wonderland. Essas personalidades foram mencionadas por um lapso mental meu, um ato falho, ou uma ligação inconsciente com determinados conceitos de decadência e fraude. De qualquer modo, foi extremamente prazeroso unir Chico Buarque, Luiz Inácio, Lucélia Santos... com Madame Satã e Glória Pérez. Todos se dariam muito bem num papinho de fim de noite, regado à rios de cerveja e pulverizado com quilos de torresminhos pururuquentos. Complemento: não sou, nem jamais fui de direita, sou apenas um anônimo acólito dos ritos da Liberdade e da Democracia. Abraço imerso na doce paz do samadhi.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Dennis
30/4/2002 à
00h44 200.158.234.84
(+) Dennis no Digestivo...
 
Caridade
Fábio, vc não tem como me mandar a cena em que aparecem os seios da Mariana? Se puder, valeu mesmo!!!

[Sobre "mariana ximenes nua!"]

por Renato Nery
29/4/2002 às
23h39 200.191.171.147
(+) Renato Nery no Digestivo...
 
Herbert Richards
Fábio,"Não podem fazer exame daquele afastado de mim" seria "They can't take that away from me"? hahaha... Que tal sua amiga fazer a tradução de "I've got rhythm"? Abraços.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por André Weiszflog
29/4/2002 às
17h27 200.158.50.230
(+) André Weiszflog no Digestivo...
 
lata e papelão
Dennis, é positivo que você não se incomode em ignorar a mera existência de Carlos Nelson Coutinho. Não podemos conhecer de tudo, não é verdade? Uma rápida visita ao Google resolve esse problema. O próprio Fábio declarou só ter conhecido o autor em função de uma tarefa da faculdade. /// Porém, os seus conhecimentos sobre as posições políticas de Gloria Perez e Madame Satã - “defensores do modelo socialista” – esses não devem estar disponíveis em nenhum sistema de busca do mundo, nem em nenhuma biblioteca. Por mesmo isso, seria interessante que você nos revelasse a fonte dessas informações. Não acredito que seja a leitura do Digestivo Cultural. Se foi em algum manual da direita política, vale a pena você ficar sabendo que já existem algum de melhor qualidade que os que você provavelmente utilizou.

[Sobre "a falsa verdadeira democracia"]

por Helion
29/4/2002 às
12h52 200.154.217.127
(+) Helion no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Contrafação de Patentes
Balmaes vega Garcia
Ltr
(2004)



Os Economistas - Lições de Economia Política
Wicksell
Nova Cultural
(1988)



Um diário no tempo
Eliana Machado Coelho
Lúmen
(2006)



Memórias de um Sargento de Milícias
Manuel Antonio de Almeida
Ática
(1997)



A Construção da Cidade Brasileira
Manuel C. Teixeira (Coord.)
Livros Horizonte
(2004)



Breve História das Religões
Ambrosio Donini
Civilização Brasileira
(1965)



Ilha de Vera Cruz - uma História Com Muitas Histórias
Vários Autores
Vera Cruz



O Paradigma da Educação Continuada (lacrado)
Emilio López-barajas Zayas
Penso
(2012)



Guia Top 10 Berlim
Jurgen Scheunemann
Publifolha
(2011)



Histórias do Pré-modernismo
Afonso Arinos, Hugo de Carvalho, Simões Lopes
Scipione
(2012)





busca | avançada
50081 visitas/dia
1,9 milhão/mês