Comentários do IP 201.6.178.11 | Digestivo Cultural

busca | avançada
111 mil/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> TODAS AS CRIANÇAS NA RODA: CONVERSAS SOBRE O BRINCAR
>>> Receitas com carne suína para o Dia dos Pais
>>> Selo Anonimato Records chega ao mercado fonográfico em agosto
>>> Última semana! Peça “O Cão de Kafka” fica em cartaz até 1º de agosto
>>> Projetonave e Caco Pontes lançam temporada de espetáculos online
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
Últimos Posts
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
>>> 1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Chá das Cinco com o Vampiro, de Miguel Sanches Neto
>>> Reflexões sobre um século esquecido (1901-2000), por Tony Judt
>>> Desvirtualização no Itaú Cultural
>>> David Foster Wallace e Infinite Jest
>>> Stabat Mater, de Giovanni Battista Pergolesi
>>> Você é rico?
>>> VTEX e Black & Decker sobre transformação digital
>>> Daniel Frazão e a cidade sitiada
>>> Aquele apoio
>>> Argos, o ET de 100 olhos
Mais Recentes
>>> Pertinho do Céu de Álvaro Basile Portughesi pela Clareion (1999)
>>> Matemática : volume único de Gelson Iezzi et al pela Atual (2007)
>>> Minna no Nihongo 1 de Vários Autores pela 3a Corporation
>>> BTS: A Ascensão Do Bangtan de Harpercollins pela Harpercollins (2021)
>>> Orixá Reiki - Conexão Divina de Rodrigo Romo pela Shanthar (2011)
>>> Orixá Reiki - Conexão Divina de Rodrigo Romo pela Shanthar (2011)
>>> Orixá Reiki - Conexão Divina de Rodrigo Romo pela Shanthar (2011)
>>> Isso é o que nossos sábios fizeram de Empregos de estudantes pela Organização sionista
>>> Matemática Hoje é feita assim de Antonio José Lopes Bigode pela Ftd (2000)
>>> Batalha Dos Dinossauros , A de Pé da Letra pela Pé da Letra (2021)
>>> Matemática fundamental : uma nova abordagem : ensino médio : volume único de José Ruy Giovanni, José Roberto Bonjorno, José Ruy Giovanni Jr pela Ftd (2002)
>>> Manual do Viajante de Equipe EBRAC pela English Tour
>>> Beco Da Ilusão de Mundo Uno pela Mundo Uno (2021)
>>> Girl Power! de Spice Girls pela Trip (1998)
>>> Beijos De Vampiro - Volume 1. Coleção Vampire Kisses de Moderna pela Moderna (2021)
>>> Todo Santo Dia de Andreza Carício pela Literare Books (2020)
>>> Revanche Erzählungen de Gerd Gaiser pela Reclam (1956)
>>> A conquista da matemática, 4 de José Ruy Giovanni pela Ftd (1989)
>>> Bela Adormecida, A - Coleção Clássicos Das Virtudes de Pé da Letra pela Pé da Letra (2021)
>>> Torquato Tasso de J. W. Goethe pela Reclam (1958)
>>> Word Division Supplement to Government Printing Office Style Manual de Superintendent of Documents pela Superintendent of Documents (1962)
>>> Belém, Belém de Empíreo pela Empíreo (2021)
>>> A conquista da matemática : a + novinha 3a série de Giovanni, Giovanni Jr pela Ftd (2005)
>>> A ´Única Mulher de Planeta pela Planeta (2021)
>>> A Verdadeira Essência da Iluminação de Cultrix pela Cultrix (2021)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 9/4/2008
Comentários
201.6.178.11


o papel ficará na lembrança
O novo substituirá o velho! Tudo se transforma, nada se cria, e isso já dizia o Lavoisier, o cientista morto pelo louco, o esquizofrênico Robespierre. Há pouco mais de 120 anos, temos a luz elétrica, antes era só candeeiro, era um atraso danado! Há menos de 20 anos poucos conseguiam escrever em máquinas de escrever (isso não é redundância, é a pura verdade). Agora já escrevemos no computador e ficamos todos metidos e profetas. Tudo muda, e o jornalismo mudará também para a Internet, o jornal de papel ficará na lembrança, mas as empresas jornalísticas aumentarão a divulgação na rede e ficarão mais ricas. Entretanto, aniquilarão com 99% dos bloguinhos de hoje. Blog não é jornalismo, muito menos editor da boa literatura. Também passará. E o livros de papel nunca terão fim; ler na tela deixa cego, vesgo, bobo e beocizado; é só ver o que se escreve por aí, pensando que são escritores... Nada como ler um livro, folha por folha, sossegado, embaixo de uma árvore frondosa, sem neura digital.

[Sobre "Blog precisa ser jornalismo?"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
9/4/2008 às
09h25 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Não dá para pensar em livros!
Livro no sul do planeta é luxo, amigo escritor! Países onde a cultura é péssima, a saúde é intolerável, a educação é terrível... onde o povo almeja ascender a uma nova classe social só para comprar uma TV fininha, dessas bonitonas com tela plana, um aparelho que toca CD, ir às lojas populares e empapuçar-se de móveis de gosto discutível e pagá-los em 120 prestações mensais... Não dá para pensar em livros! O povo não tem hábito para a literatura, nem quem o incentive. O negócio é Big Amigos, é programa onde as bundas abundam, é revistinha de sacanagem. Lógico, esses são os países da bola, da pinga, da favela, da criança que rouba e mata, da criança que morre desaverganhadamente, do carnaval, da bunda abundando; pelo menos é o que divulgam por aí! Depois, já viram o preço do livro? É coisa de luxo, amigo escritor! Se o povo comprar livros a esses preços, não sobra para pagar as 120 prestações da TV fininha, a bonitona com tela plana! Que tal um incentivo dos órgãos culturais?

[Sobre "A mídia e os escritores"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
7/4/2008 às
09h11 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Deixem Deus quieto!
Mesmo que não existisse, de tanto que se fala em Deus ultimamente, ele passaria a existir. É, mais ou menos, como Papai Noel, sabemos que o velho não existe, mas é como se existisse; ficou impregnado no subconsciente, se tornou uma pessoa conhecida... gente nossa! Agora, ficar dissertando sobre Deus não nos leva a nada. Será, por muito tempo ainda, só filosofia, e filosofia é a arte de especular. Como entendê-lo se ninguém sabe se é O ou A. Acreditamos que não tenha gênero, nem número e muito menos grau. -Ah! E não é branquinho de olhos verdes como querem alguns... Somos demasiadamente pequenos e involuídos para querermos entendê-lo(a). Quanto mais se fala, mais se arruma encrenca com o defensor do indefensável. E se alguém o matou, não foi Nietzsche e nenhum outro filósofo, foi, de fato, o Darwin, quando enunciou que viemos do símio sem rabo, passando pela linda ameba ancestral... Deixemo-lo(a) quieto(a), até porque Ele(a) tem ódio mortal de quem fica enchendo o seu sagrado saco.

[Sobre "Deus 3.0"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
2/4/2008 às
12h41 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
apaixonados, bobinhos, melosos
Ser poeta é ser um SER iluminado! Isso não é redundância, é a constatação da verdade, pelo menos a minha. Entretanto, não sou o dono da verdade, gostaria de ser, mas passo longe dela. Por isso, não há necessidade de comentarem a respeito e de me esculacharem; já que é isso o que acontece na Internet. Se a verdade não for a que comungamos, já metemos o pau no que disse a sua verdade. E isso também é so a constatação da pura realidade. Agora, poeta mesmo são poucos; têm que ser iluminado, tudo bem? Poetas quase todos já fomos, principalmente quando somos jovens, apaixonados, bobinhos, melosos e donos da verdade! Quase todos os estudantes de letras, de comunicação, são "poetas"; escrevem os dramas por quais passam e nos contam os sentimentos que passarão um dia. Muitas poesias perdem a razão de ser, por isso! Quem não fez um poeminha para a namorada? Quem não escreveu um monte de versos, os que estão nas gavetas, esperando a boa vontade de algum editor? Mas poetas mesmo são poucos.

[Sobre "Sóbrio, discreto e cauto"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
20/3/2008 às
14h07 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Teoria da evolução religiosa
É! Ultimamente todos queremos discutir sobre religião, principalmente aqui no Digestivo Cultural! Que bom! Mas por que alguém discutiria os textos bíblicos, se religião não se discute? Por que comentar sobre a divindade? Por que? -perguntariam. Ora, porque religião deve, sim, ser discutida, deve ser até atualizada, senão, os ensinamentos escritos em épocas de pouca informação cultural, moral e de ética, deixarão de ser bons e escravizarão os seguidores ao-pé-da-letra e continuarão a transmitir ensinamentos que atrapalham a evolução lógica da humanidade. Religião e política escravizam mesmo o humano, como dizia o Nietzsche, quando muitos entenderam que ele queria matar Deus. Deus deve, sim, ser o nosso criador, mas começou pela ameba, nossa ancestral. O melhor que temos a fazer é não continuar uma ameba! Ecumenismo é o melhor que há! Um Deus só e os profetas como ajudantes. Mas cuidemos-nos, passamos de espíritas para agnósticos e depois para ateus. É a evolução! Evoluímos sempre!

[Sobre "Sobre o Caminho e o Fim"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
20/3/2008 às
11h41 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Por que, hein?
Chega a ser deprimente, desagradável, mas precisamos concordar com a Jurema Finamour, quando ela afirma em "Pablo e Don Pablo", como nos ensina o colunista Daniel Lopes: "Estamos cansados de oportunistas fantasiados de santos." Nossa, como existem falsos heróis, falsos santos, falsos profetas, falsos humanos! E, cada vez mais, quanto mais lemos e vivemos, mais nos deprimimos com o que vemos e ouvimos. Não queria dizer isso, mas o meio literário, mais que outros meios culturais, é repleto de vaidosos egocêntricos e com as máscaras referidas pela Jurema. Ninguém ajuda ninguém, cada um cuida do seu, muitas vezes execra o colega pretenso escritor, divide as oportunidades e sempre puxa a sardinha para o seu braseiro! Salvo raras exceções. Por que é assim, hein? E o que vemos de verborragia sobre os outros, não é brincadeira, alguns apoderam-se das incorporações literárias e nos inundam, também, com os seus falsos-fecundos conhecimentos. Principalmente pela Internet! Por que, hein?

[Sobre "Neruda, oportunista fantasiado de santo"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
18/3/2008 às
11h34 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
medo da superioridade feminina
Primeiro, a fêmea nunca foi o segundo sexo! Segundo, isso é a própria caracterização do machismo inferior. Filósofos, sociólogos, psicólogos, antropólogos, já falaram sobre a mulher. E em muitos comentários utilizaram uma verborragia filosófica inútil... diríamos até que se parece mais com uma diarréia filosófica! Quantas besteiras falaram e falam das fêmeas superiores! Porque a mulher era subjugada, era a dona do lar, era incapaz, enfim, era nada! Infelizmente, os autores e colunistas que se dedicaram a prosar e prosear sobre as fêmeas, sempre acentuaram a inferioridade feminina inventada. Tudo por medo da sua superioridade! Criou-se, assim, uma falsa impressão da fêmea, falou-se tanto da coitadinha que o conceito se arraigou no subconsciente dos machos retrógrados e de algumas fêmeas masculinizadas; agora está difícil para ela tirar esses estigmas das costas. Ficar falando nas diferenças de gênero é concordar com o preconceito e afirmar a ignorância do conceituador...

[Sobre "A verdade que as mulheres contam"]

por I. Boris Vinha
http://www.sitedoslivros.com
17/3/2008 às
09h38 201.6.178.11
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Livro dos Amuletos
Gabriela Erbetta e Michelle Seddig Jorge
Publifolha
(2004)



Vantagem Competitiva - 35ª Edição - Criando e Sustentando um Desemp...
Michael E. Porter
Campus
(1989)



Vladslav Ostrov, Príncipe Do Juruena
Maria José De Queiroz
Record
(1999)



Coelho Criação Caseira
Irineu Fabichak
Nobel
(2004)



Teoria da Legitimidade do Direito e do Estado
Antonio Carlos de Almeida Diniz
Landy
(2006)



Heróis À Lutar ( os Cadetes da Revolução de 1964 )
Ivan Henrique da Silva
Ñ Informado



Jornal de um Homem de Marketing
Francisco Gracioso
Cultrix
(1995)



Um Amor Como Nunca Se Viu
Frank Slaughter
Circulo do Livro
(1995)



Ser Protagonista Química 2ºano Ensino Medio
Julio Cesar Foschini Lisboa
Sm Didático
(2014)



A Consciência de Zeno
Italo Svevo
O Globo
(2003)





busca | avançada
111 mil/dia
2,4 milhões/mês