amar, sem demasia | Montserrat Montes

busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sessão Única com Jogo de Escape Game e debate do filme 'Os Bravos Nunca se Calam' em SP
>>> OBRAS INSPIRADAS DURANTE A PANDEMIA GANHAM DESTAQUE NO INSTITUTO CERVANTES, EM SÃO PAULO
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Direita, Esquerda ― Volver!
>>> O menino mais bonito do mundo
>>> iPad
>>> iPad
>>> iPad
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> poeta del vacío existencial
>>> Croft & Kidman
>>> Histórias de gatos
>>> Whitesnake, 1987
Mais Recentes
>>> O principe de Maquiavel pela Martin Claret (2010)
>>> Apanhador no campo de centeio de J D Salinger pela Não consta
>>> Raizes do Brasil 1 de Sergio Buarque de Holanda pela Jose Olympio (1975)
>>> The Black cat and other stories de Edgar Allan Poe pela Penguin (1991)
>>> Negociador de John Grishan pela Rocco (2009)
>>> Aprenda a velejar de João G Schimidt pela Ediouro (1979)
>>> Fundamentos da Mecânica dos Fluidos de Bruce R. Munson; Donald F. Young; Theodore H pela Blucher (2014)
>>> O livro dos nomes de Maria Esther Maciel pela Companhia Das Letras (2008)
>>> A Máquina de Fazer Espanhóis de Valter Hugo Mãe pela Cosacnaify (2013)
>>> Um perfil na sombra de Edgar Wallace pela Francisco Alves (1980)
>>> Estranheirismo de Zack Magiezi pela Bertrand Brasil (2020)
>>> Manifesto comunista em quadrinhos de Karl Max e Friedrich Engels pela Versus (1979)
>>> A Deusa Branca de Robert Graves pela Bertrand Brasil (2003)
>>> Comte - Os Pensadores de Auguste Comte pela Abril (1983)
>>> Introdução à Psicologia Fenomenológica de Ernest Keen pela Interamericana (1979)
>>> Teologia moral para seglares volume 1 de Antonio Royo Marin pela Biblioteca de Autores Cristianos BAC (1973)
>>> Espinosa - Os Pensadores de Benedito de Espinosa pela Abril (1983)
>>> Quarup de Antonio Calado pela Circulo do livro
>>> Revista Marco 3 de Varios Autores pela INstituto de Ciencias São Marcos (1979)
>>> Panorama do romance americano de Não consta pela Fundo de cultura (1966)
>>> Eslovênia de Carla Kinzo pela Megamini (2016)
>>> Direitos Reais de Guilherme Calmon Nogueira da Gama pela Atlas (2011)
>>> A Religiosa de Denis Diderot pela Abril (1980)
>>> Os Segredos Das Pessoas Que Nunca Ficam Doentes de Gene Stone pela Lua de Papel (2012)
>>> Viajaram Mais Cedo de Francisco Cândido Xavier pela Geem (2010)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 18/6/2008
Comentários
Leitores


amar, sem demasia
Claro. Nós, seres humanos, somos dotados de inteligência e precisamos usufruir dessa dádiva. Portanto, devemos saber dosar todos os sentimentos para poder chegar a um patamar válido. Devemos amar, sem demasia, para não sofrer, sabendo encarar os problemas que aparecem com o tempo, com calma. Devemos saber tirar do envolvimento pessoal a felicidade dos momentos, pois, na vida, tudo é momento. [Santo André - SP]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Montserrat Montes
18/6/2008 às
13h00 201.75.185.4
(+) Montserrat Montes no Digestivo...
 
Ito agradece
Muito boa entrevista! Abraço, Eric!!! E obrigado!

[Sobre "Bate-papo com Eric Maréchal"]

por Paulo Ito
http://www.flickr.com/photos/pauloito
18/6/2008 às
11h19 189.100.55.60
(+) Paulo Ito no Digestivo...
 
companheirismo e afeto
O amor, quando correspondido, nos leva a descobrir sentimentos diversos e nos indica o caminho da felicidade através do companheirismo e do afeto. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Célio Marcos
18/6/2008 às
11h05 189.100.157.16
(+) Célio Marcos no Digestivo...
 
um problema dos piores
Se amar é se sentir completo ao estar ao lado de quem se ama, diria que sim. Porém, se quem se ama não está correspodendo temporal e espacialmente a você, taí um problema dos piores, não se é feliz. Mas a verdade é que amar é viver de eternos momentos felizes, pois mesmo quando perdemos o objeto amado, lembraremos tristemente daqueles momentos em que fomos felizes. A felicidade não está no sucesso do amor, mas sim no sentimento em si. Se é possível amar e ser feliz eu não sei. Contudo, tenho certeza que é impossí­vel ser feliz sem amar. [Maceió - AL]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Jhonathan Wilker
18/6/2008 às
11h03 201.36.158.52
(+) Jhonathan Wilker no Digestivo...
 
talvez seja inconformismo
Vivemos numa sociedade corrompida pelo descaso... Acredito que o Geraldo Vandré tenha lá seus motivos para não querer aparecer... O que é uma pena...

[Sobre "Geraldo Vandré, 70 anos"]

por Bento Bezerra
18/6/2008 às
09h30 200.140.178.82
(+) Bento Bezerra no Digestivo...
 
o que há de transitório
Amar e ser feliz é uma crença que você pode alimentar ou não. Mas, afinal, o que quer dizer "ser feliz"? Seria melhor dizermos "estou feliz", pois assim preservamos o que há de transitório e de imprevisível no viver. [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Alexandre Bueno
18/6/2008 às
08h55 201.37.95.126
(+) Alexandre Bueno no Digestivo...
 
a arte sob o véu da insensatez
Prezado Luis Eduardo Matta: Já tinha te escrito antes pelo teu site. Sou seu leitor de longa data, desde a publicação de "Ira Implacável" e leio sempre seus ótimos ensaios no Digestivo Cultural. Esse último que você publicou falando da arte contemporânea é, sem dúvida, um dos melhores. Aliás, você escreveu um dos melhores textos que já li sobre o tema. O Affonso Romano de Sant'Anna é outro que tem atacado essa ditadura da mediocridade na arte e acho que você e ele são as duas vozes mais respeitáveis nesse campo das idéias aqui no Brasil hoje. Como seu leitor, estou aguardando com ansiedade a publicação do "Véu". O diálogo que você colocou no artigo e a maneira como você descreveu o tema já dão uma boa pista de que o livro é fantástico. Você é um dos melhores contadores de histórias do Brasil hoje. Continue e os leitores agradecem.

[Sobre "A arte contemporânea refém da insensatez"]

por Marcelo Rezende
17/6/2008 às
20h53 201.19.59.207
(+) Marcelo Rezende no Digestivo...
 
Bela matéria!
Gostei muito da entrevista. O cara realmente é fascinante, principalmente pelo fato de ser um forte apoiador da arte de rua, do graffiti, que é algo tão especial e tão discriminado nos dias de hoje. Parabéns ao repórter também; seu comentário sobre o Baudelaire com certeza foi essencial para a naturalidade da entrevista. Abs

[Sobre "Bate-papo com Eric Maréchal"]

por Murilo de Souza
17/6/2008 às
19h08 189.46.25.65
(+) Murilo de Souza no Digestivo...
 
Leitora induzida
Como sempre, suas resenhas fazem mais que informar. Induzem (no bom sentido) a ler o referido livro. Muito interessante o verme narrador. O tema é mais que atual e discutível. Entra para a lista. Parabéns! Quanto ao fotógrafo, difícil separar a curiosidade mórbida sensacionalista da arte de fotografar o sentimento. Beijo.

[Sobre "Cenas de um país machista"]

por Dai
http://www.carva1.wordpress.com
17/6/2008 às
19h07 189.60.148.35
(+) Dai no Digestivo...
 
Seja feliz para amar
Sim. Amor e Felicidade não são coisas concretas para entrar em conflito com a lei da fí­sica que impede dois corpos ocuparem o mesmo espaço. Dois sentimentos estanques, podem fazer parte de uma só vida. Ligar o Amor à Felicidade é querer sofrer, e aí­ está o erro crasso da humanidade. Seja feliz para amar, em vez de procurar amar para ser feliz. [Curitiba - PR]

[Sobre "Promoção Nada te Turbe"]

por Olinto Alves
17/6/2008 às
18h04 200.147.232.53
(+) Olinto Alves no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Um Novo Mundo - O Despertar de uma Nova Consciência
Eckhart Tolle
sextante
(2007)



Geografia Sociedade e Cotidiano Volume Unico 1ªed(2010)
F. Bigotto, Dada Martins, Marcio Vitiello
Escala Educacional
(2010)



A vida de Francisco - o papa do povo
Evangelina Himitian
objetiva
(2013)



Cultura e Poder
Estevão C. de Rezende Martins
saraiva
(2007)



Ele Veio do Céu Dentro de um Chapéu
Carlos Okawati
Midiograf



Tudo Sôbre Filtros - Enciclopédia Fotográfica Vol 4 - 2ªed
F. L. Wanderley
Iris
(1960)



Metodologia e Filosofia da Ciência
Ricardo Feijó
atlas
(2003)



As idéias de Reich
Charles Rycroft
Cultrix
(1971)



Os 55 Maiores Jogos das Copas do Mundo
Paulo Vinicius Coelho
Panda Books
(2010)



A Hora da Verdade - o Clássico Sobre Liderança Que Revolucionou A....
Jan Carlzon
Sextante
(2005)





busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês