Esperança | Evandro Ferreira

busca | avançada
37504 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 10/5/2002
Comentários
Leitores


Esperança
Primoroso texto. O mais fácil seria fazer todas as afirmações do penúltimo parágrafo, todas elas falsas. O brasileiro precisa aprender a ser empreendedor e essa é uma difícil tarefa, ainda mais na Internet. Mas acredito que a web tem futuro. Mas, se tiver, não será como um prolongamento da mídia impressa, como a TV não foi um prolongamento do cinema, o qual, por sua vez, não foi um prolongamento do teatro. Mas também não serão aulinhas de "hipertexto" na faculdade que vão ensinar aos jornalistas o que é a rede. Acredito que o futuro da web passa pelas opiniões e teorias contrárias às de nossa intelectualidade reinante, só para começar. Tem muita gente competente por aí, querendo dizer coisas que não são "encaixáveis" nas publicações impressas. Além disso, muitas dessas pessoas não têm diploma de jornalista e nem os doutorados e mestrados pré-requeridos para se escrever nos maravilhosos cadernos especializados dos jornais. Mas têm competência para dar e vender, são muito mais eruditos e profundos e suas opiniões não são apenas o reflexo daquilo que os leitores supostamente esperam ler (coisa que os marketeiros tanto gostam de "adivinhar"). E os próprios leitores agradecem, com seus comentários, felizes que ficam com o fato de os colunistas não os menosprezarem. Deposito grandes esperanças neste site e em muitos outros que, tomara, virão. "Talvez um dia possamos fazer algum dinheiro com isso", como já diria Bukowski. Enquanto esse dia não chega, é preciso viver cada dia e fazer cada coisa da forma mais simples e sensata possível.

[Sobre "A internet e o fim do no."]

por Evandro Ferreira
10/5/2002 às
18h22 200.167.234.246
(+) Evandro Ferreira no Digestivo...
 
NÃO PROVOCA!
Você fica provocando, perguntando que livro essa gente escreve, ou que música compôs. Depois reclama porque eles responderam e você precisou correr para a privada! AO ROGÉRIO: Se você visse o que é que se julga elite na minha cidade, já teria pedido asilo em algum consulado.

[Sobre "Quem é essa gente?"]

por Ricardo
10/5/2002 às
16h21 200.191.121.239
(+) Ricardo no Digestivo...
 
Apoio a Artigo e Manifestantes
Alexandre Ramos, por seu excelente artigo, Assunção Medeiros, por sua Ode a Um Sacerdote e Evandro Ferreira, por sua lembrança ao artigo de Olavo de Carvalho, a minha mais sincera manifestação de apoio. Dia 13, segunda-feira, estarei participando em São Paulo de uma reunião, cujo tema é "Imprensa e Política". Espero, na ocasião, contribuir um pouco na busca do bom-senso, tão distante atualmente dos nossos agentes de comunicação, que espalham, com suas escolhas e práticas, uma doutrina venenosa em "n" setores da sociedade, nem sempre devidamente defesos. Avante, todos nós, com esta bandeira!

[Sobre "Por pura obrigação"]

por JOSÉ PEREIRA
10/5/2002 às
14h35 200.161.190.145
(+) JOSÉ PEREIRA no Digestivo...
 
Idéia muito interessante...
Caro Rogério, você sempre tem idéias gentis e oportunas. Sim! A Ilha de Caras deveria ser utilizada como local de testes, não necessariamente testes atômicos. Estive pensando em algo mais cruel e mais exemplar, como: obrigar Giorgia Flemming, Narcisa Tamborindeguy (que nome mais surreal, deve originar de um ancestral artezão de tamborins), Nando Sphinx, Vera Loyola e demais emergentes a dar banhos completos em leprosos africanos. Depois de cada banho dado, seria servida uma deliciosa mousse de châtaignes, cerca de 12 porções para cada um deles. Após toda a mousse ser consumida, novos banhos em leprosos, e novas porções de mousse servidas... Seria uma chance efetiva desse pessoal tomar contato com os piores pesadelos de Dante! Terei exagerado? Terei sido pouco compassivo? Hummm.... acho que não!

[Sobre "Quem é essa gente?"]

por Dennis
10/5/2002 às
14h22 200.226.67.14
(+) Dennis no Digestivo...
 
Pontapé na canela do gigante
Depois de ler o comentário do Otávio, lembrei-me de um caso que se passou comigo: Quem lê meu blog (http://pradomacedo.blogspot.com) sabe que sou um suburbano fresco, pois não gosto de zoada e nem tolero desrespeito à privacidade, atributos caros à maioria dos suburbanos. Apareceu em minha rua, a freqüentar o boteco da esquina (nada contra os botecos) um sujeitinho forjado nas academias de ginástica e munido de uma S-10 acoplada a imensas caixas de som (note que o carro é que estava acoplado às caixas, e não o contrário). Depois de alguns meses, eu achei que não era interessante para minha saúde estar sempre atualizado em relação ao último CD do É o Tcham. Fui ao bar e reclamei com o proprietário. Pedi que ele falasse com seu cliente, pois aquele incômodo já tinha alguns meses, e um incômodo de alguns meses é um senhor incômodo. O dono do bar, que não admitia perder a galinha dos ovos de ouro (sim, pois o canelau da vizinhança, que mal tinha o que vestir, se deslumbrava quando o sujeito chegava e corria para o bar, formando a autêntica festa suburbana de rua, que não seria de todo mal vinda se não tivesse que invadir as casas que estivessem num raio de 200 metros), me respondeu impávido: "se eu fosse você não brincaria com ele, pois o último que reclamou teve que suportar o som na porta de casa... ele é sobrinho de uma juiza do interior"! Sou mesmo um Quixote, Alexandre. Achava que podia algo contra a horda. Mas antes de sair dei ao menos um pontapé na canela do gigante. Disse ao dono do bar: "sobrinho de juíza do interior, hein? Hmmm... se ela tivesse estudado mais um pouquinho talvez viesse a ser juíza na capital". E voltei prá casa.

[Sobre "Quem é essa gente?"]

por Rogério Macedo
10/5/2002 às
11h15 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
Haja força!
Sensacional! Espero que tenhas visto o artigo de Olavo de Carvalho no JT de ontem (quinta-feira). A imprensa brasileira e mundial há muito deixou de ser confiável (se é que algum dia o foi). Prova disso é que a Internet, mesmo sem proporcinar lucro e com todos os seus problemas de confiabilidade, tem-se mostrado um lugar onde é mais fácil encontrar a verdade do que na mídia impressa. O único objetivo realmente claro da mídia hoje - seja impressa ou televisiva - é demolir todas as instituições, exceto o Estado. E as pessoas ainda ficam pensando que a mídia quer demolir o Estado também, já que está sempre criticando o governo. Que ingenuidade! Enquanto isso, o Estado vai ficando tão inchado, que nem mesmo os governos conseguem controlá-lo minimamente. Haja força na Igreja para enfrentar esse gigante...

[Sobre "Por pura obrigação"]

por Evandro Ferreira
10/5/2002 às
11h05 200.167.234.246
(+) Evandro Ferreira no Digestivo...
 
Das axilas para a estante
Alexandre, se não me engano, o colunismo social, essa inequívoca, mas não única, manifestação da estupidez humana, só existe na Terra dos Papagaios. Aqui em Fortaleza (ainda morro de orgulho por essa terra!) a coisa ganha tons picarescos, pois essa provinciazinha esburacada e medonha (que possui concomitantemente a segunda maior frota de carros importados e um dos maiores índices de pobreza do país) tem uma elitezinha econômica analfabeta e meia-boca que mal sabe assinar o nome e que além de casamentos e festinhas de 15 anos, faz fila para receber, em mega-solenidades nos clubes sociais, o autógrafo dos "grandes poetas" da terra, cujas "obras" (haja aspas para descrever as coisas dessa terrinha), quase sempre financiadas pela editora da Universidade Federal do Ceará, fazem somente um percurso na vida: das axilas para a estante. P.S. Aqui no Ceará nós temos (ah! a vaidade) o Príncipe dos Poetas Cearenses! Todo mundo que, por algum motivo, vê coluna social nos jornais daqui, sabe quem é o tal Príncipe. Mas duvido que meio por cento desse pessoal que vai ao lançamento dos livros do tal Príncipe saiba "o que esse cara anda a escrever". Deixando de lado um pouco da compostura: Príncipe dos Poetas é a puta que os pariu, cambada de "bestas sadias"! ... Dennis, que você acharia se a ilha de Caras fosse escolhida para ser o modelo de teste para o lançamento de bombas atômicas em áreas habitadas? Rogério (http://pradomacedo.blogspot.com)

[Sobre "Quem é essa gente?"]

por Rogério Macedo
10/5/2002 às
10h35 200.194.102.154
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
Dúvida
Caro Alexandre, As vezes me pergunto porque a nossa pseudo-elite sempre quando apresantada a reles mortais em falar prazer meu nome é João, diz eu sou João, neto do José, filho do Godofredo e da Janaina e primo distante de alguem muito importante no cenário politico nacional e não mexa comigo porque você não sabe com quem está falando! Será vegonha do primeiro nome ?

[Sobre "Quem é essa gente?"]

por Otavio
10/5/2002 às
10h44 200.161.73.253
(+) Otavio no Digestivo...
 
Leu todinho
Vocês perceberam que a Marilyn está nas últimas páginas do livro?É incrível...ainda se estivesse no comecinho...dava até pra acreditar.

[Sobre "Assim rasteja a humanidade"]

por Andréa Trompczynski
10/5/2002 às
09h49 200.163.194.166
(+) Andréa Trompczynski no Digestivo...
 
DE QUE É FEITO UM HOMEM BOMBA
DE QUE É FEITO UM HOMEM BOMBA ? WALDEMAR ZUSMAN* A maioria das guerras impressiona pela introdução de armas que excedem e ultrapassam velhos trabucos e surrados artifícios estratégicos. Os progressos tecnológicos otimizam o belicismo humano. Foi assim na segunda guerra mundial com as chamadas bombas voadoras, com as quais Hitler reduziu uma boa parte de Londres a escombros. Depois vieram as bombas atômicas lançadas pelos aliados sobre Hiroxima e Nagasaki, destruindo quase toda a população e prédios destas duas cidades, e pondo fim à guerra. Instrumentada pela ciência a destrutividade humana assusta e assombra mais do que envaidece. Na guerra do Oriente Médio, no entanto, o que assusta e assombra não é uma inovação científica, mas um velho e desgraçado tipo de comportamento humano, o de suicidar-se, revestido da aura de heroísmo que dá a quem o pratica um duvidoso salvo conduto para um céu habitado por 70.000 virgens, como apregoam os muçulmanos. A história dos suicídios é tão longa como o é a história da vida. Viver é sempre uma decisão entre existir e desistir, por menor que seja a consciência que se tem da opção que se faz entre uma coisa e outra. Hamlet já o dizia em seu famoso monólogo, perguntando: - Ser ou não Ser ? Qual de nós, na hora das desgraças e dos infortúnios, já não se fez, inúmeras vezes, esta mesma pergunta, posta por Shakespeare na boca do seu famoso personagem ? O suicídio, por mais que possa parecer, jamais foi um ato solitário. Quem se mata, mata dentro de si todos os que habitam o seu mundo interno. A vida mental do suicida é por ele sentida, conscientemente ou não, como povoada por figuras hostis que lhe infringiram decepções e sofrimentos, sentidos como imperdoáveis, a quem ele quer destruir, ainda que pelo preço da própria vida. Salvo em circunstancias repentinas de intolerável sofrimento, ou como tal avaliadas, o suicídio é, via de regra, uma longa e acariciada decisão, tão temida quanto desejada, em diferentes proporções. Há suicidas pacientes, que aguardam por situações justificadoras dos seu gesto tresloucado. Estes são os que primeiro saltam da cobertura de um prédio em chamas, como aconteceu no incêndio do Edifício Joelma. Os que esperaram por auxilio foram resgatados por helicópteros. Há suicidas (pré-suicidas) que optam por profissões ou por esportes de alto risco. Há suicidas que, silenciosamente, fazem doenças auto-agressivas ( auto-imunes) que a medicina começa agora, depois de Freud, a melhor compreender. Entre o desejo de se matar e a coragem de faze-lo há um espaço que é ocupado pela vergonha e pela culpa de perpetrar a destruição de sua vida e de todos os que a concederam.É neste espaço que se insere a propaganda de guerra que fornece ao suicida temas heróicos e promessas mirabolantes como a dos gozos infindáveis das setenta mil virgens. A civilização, que já entendeu o suicídio, em todas as suas formas e modalidades, como sintoma de uma doença mental comumente chamada de Depressão, não pode se deixar iludir pela má fé da exaltação patriótica de um quadro mental, do qual políticos ignorantes e inescrupulosos procuram tirar partido. Homens-bomba são pessoas deprimidas, politicamente manipuladas. Em geral são jovens, que deviam ser encaminhados a tratamentos psicológicos. Mesmo nas guerras há uma ética. Dr. Waldemar Zusman é Psicanalista Didata. e-mail: zusman@esquadro.com.br

[Sobre "O Conflito do Oriente Médio"]

por kalman mayer
10/5/2002 às
04h25 62.128.62.2
(+) kalman mayer no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




APRENDENDO A JOGAR POKER
LEO BELLO
NOVA FRONTEIRA
(2008)
R$ 45,00



PATOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL
STANLEY L. ROBBINS RAMZI S. COTRAN
INTERAMERICANA
(1983)
R$ 68,00



FORÇAS ARMADAS: TUTELA MILITAR E SUBORDINAÇÃO ESTRATÉGICA;
REVISTA TEORIA E POLÍTICA, Nº 11 DE 1989
BRASIL DEBATES
(1989)
R$ 18,82



MEMÓRIAS DO MARQUÊS DE FRONTEIRA E D ALORNA III IV
D. JOSÉ TRAZIMUNDO MASCARENHAS BARRETO
IMPRENSA NACIONAL
(1986)
R$ 27,69



MITO E REALIDADE NA DÍVIDA EXTERNA BRASILEIRA
PAULO NOGUEIRA BATISTA JR.
PAZ E TERRA
(1983)
R$ 29,90



GENTE 2 - LIBRO DEL ALUMNO CON CD AUDIO - B1 (+CD)
ERNESTO MARTÍN PERIS; NEUS SANS BAULENAS
DIFUSION
(2004)
R$ 20,00



CONTABILIDADE AVANÇADA - TEXTOS, EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS RESOLVIDOS
MARCELO CAVALCANTI ALMEIDA
ATLAS
(1997)
R$ 35,00
+ frete grátis



EU FICO LOKO - AS DESVENTURAS DE UM ADOLESCENTE NADA CONVENCIONAL
CHRISTIAN FIGUEIREDO DE CALDAS
NOVAS PÁGINAS
(2015)
R$ 7,11



ELEMENTOS DE ARITHMETICA CURSO SECUNDARIO 5595
FTD
PAULO AZEVEDO
(1922)
R$ 15,00



BÍBLIA EDIÇÃO DE PROMESSAS E HARPA PENTECOSTAL CÂNTICOS E LOUVORES -
DIVERSOS - 6444
KINGS CROSS
(2009)
R$ 25,00





busca | avançada
37504 visitas/dia
1,3 milhão/mês