A derrocada de Anita Malfatti | Sílvio Medeiros

busca | avançada
33173 visitas/dia
955 mil/mês
Mais Recentes
>>> Inscrições para processo seletivo da Escola de Atores Wolf Maya começa dia 2 de maio
>>> Palestra faz um panorama da gravura brasileira e norte-americana
>>> MANU LAFER APRESENTA SHOW NOBODY BUT YOU - TRIBUTO A KIKA SAMPAIO
>>> Sesc Belenzinho recebe a banda E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante
>>> Sesc Belenzinho recebe a atriz e cantora Zezé Motta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
Colunistas
Últimos Posts
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
Últimos Posts
>>> Sem palavras
>>> Kleber Mendonça volta a Cannes com 'Bacurau'
>>> Nem só de ilusão vive o Cinema
>>> As Expectativas de um Recrutador e um Desempregado
>>> A Independência Angolana além de Pepetela
>>> Porque dizer adeus?
>>> Direções da véspera IV
>>> Direções da véspera IV
>>> A pílula da felicidade
>>> Dispendioso
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Legião o quê?
>>> Nas redes do sexo
>>> Em defesa dos cursos de Letras
>>> Geração Coca Zero
>>> O Pedaço da Pizza: novidades depois de uma década
>>> O Vendedor de Passados
>>> O Paulinho da Viola de Meu Tempo é Hoje
>>> Dois dedos a menos
>>> Palavra de Honra
>>> Peru com whisky
Mais Recentes
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Nos Passos de Jesus de Edir Macedo pela Universal (2019)
>>> Perdas e Ganhos de Lya Luft pela Record (2004)
>>> Me Traga de Volta - a Superação do Luto Através do Amor de r Rogério H. Leite pela Supergraf (2012)
>>> Constituição da republica federativa do brasil de Saraiva legislação pela Saraiva (1998)
>>> Como Ganhar sua Eleição para Prefeito de Carlos Manhanelli pela Manhanelli Editorial (2019)
>>> Novo codigo civil de Fazenda Brasil pela Manole (2002)
>>> Como Ganhar sua Eleição Para Vereador de Carlos Manhanelli pela Manhanelli Editorial (2019)
>>> A Vida Breve de Juan Carlos Onetti pela Planeta Literário (2009)
>>> Educação dos Filhos de Edição Constancio C. Vigil pela Melhoramentos
>>> A Região Submersa de Tabajara Ruas pela Record (2001)
>>> Casamento: Ternura & Desafio de etor Família/ Cnbb pela Vozes (1993)
>>> A era dos Reformadores - uma História Ilustrada do Cristianismo Vol. 6 de Justo L. Gonzalez pela Vida Nova (1989)
>>> A Filha do Fabricante de Fogos de Artifício de Philip Pullman pela Bertrand Brasil (2007)
>>> O tapete de penélope - O relacionamento entre as espécies e a evolução orgânica de Walter A. Boeger pela Unesp (2009)
>>> Fé e saber de Jürgen Habermas pela Unesp (2013)
>>> Normas da ABNT de Jamil Ibrahim Iskandar pela Juruá (2012)
>>> A rebeldia e a trama da desobediência de Maria Lúcia de Oliveira pela Unesp (2010)
>>> As aventuras do Barão de Munchausen de Rudolf Erich Raspe pela Ilumiuras (2011)
>>> O poço do Visconde - Edição comentada de Monteiro Lobato pela Globo (2010)
>>> Potência, limites e seduções do poder de Marco Aurélio Nogueira pela Unesp (2008)
>>> História da Evangelização do Brasil de Elben M. Lenz César pela Ultimato (2019)
>>> Esperança Diante da Morte de Christine Longaker pela Rocco (1998)
>>> Filosofando Introdução à filosofia - volume único de Maria Lúcia de Arruda Aranha pela Moderna (2009)
>>> A Grande Esperança de Ellen G. White pela Casa publicadora (2011)
>>> Fé e Paixão de Aline Barros pela Thomas Nelson Brasil (2010)
>>> Vocabulário Bíblico de J. J. Von Allmen pela Aste (1972)
>>> Arquiologia nas teraas Bíblicas de John D. Currid pela Cultura Cristã (2003)
>>> Crime e Castigo de Fiódor Dostoiévski pela Abril (2010)
>>> Introdução à exegese Novo Testamento de Udo Schnelle pela Loyola (2004)
>>> Inventamos ou Erramos de Simón Rodriguez pela Autêntica (2016)
>>> Dicionário do Novo testamento Grego de Grego W. C. Taylor pela Juerp (1996)
>>> Dicionário Bíblico Universal de Buckland pela Vida (1981)
>>> Gestão de Projetos - Uma abordagem global plt- 123 anhanguera de Ralph Keelling pela Saraiva (2008)
>>> Arqueologia do Velho Testamento de Merril F. Unger pela Batista regular (2004)
>>> Álgebra Linear - P l t - 195 Anhanguera de Alfredo Steinbruch pela Pearson Anhanguera (2010)
>>> Tranca-Rua das Almas - do real ao sobrenatural de Omolubá pela Cristalis (2007)
>>> Programação Estruturada - Plp - 193 Anhanguera de Victorine Viviane Mizrahi pela Pearson Anhanguera (2010)
>>> As Três Irmãs de Tchecov pela Nova Cultural (1995)
>>> Nêmesis de Philip Roth pela Companhia das Letras (2011)
>>> Cinquenta Tons Mais Escuros de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons de Liberdade de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Cinquenta Tons de Cinza de E. L. James pela Intrínseca (2012)
>>> Campo da Morte de Jack Higgins pela Record (2011)
>>> A Promessa de Richard Paul Evans pela Lua de Papel (2011)
>>> Desterrado de Michelle Paver pela Rocco (2009)
>>> No Rabo do Cometa de Anna Muylaert pela Globo (1996)
>>> Planejamento Urbano e Ativismos Sociais de Marcelo Lopes de Souza e Glauco Bruce Rodrigues pela Unesp (2004)
>>> Sociedade do Cansaço de byung-Chul Han pela Vozes (2019)
COMENTÁRIOS

Domingo, 21/9/2008
Comentários
Leitores


A derrocada de Anita Malfatti
Prezado Jardel D. Cavalcanti, o seu artigo é bastante atraente, creio que ponto de partida para futuros estudos e pesquisas. Eu sempre apostei em Monteito Lobato como o destruidor de Anita. Contudo, os seus argumentos despertaram-me o desejo de aprofundamento com respeito ao tema. Quando Anita foi combatida por Lobato em "Paranóia ou mistificação", de imediato ela foi defendida por Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Di Cavalcanti e outros (sim, isso você mencionou, todavia lançando desconfianças em minhas certezas). Contudo, as datas são preocupantes: 1917, 1922, 1933 — datas nas quais estavam sendo geradas as mais poderosas idelologias do século XX: do totalitarismo nazista ao bolchevique; um tempo obscuro, no qual, penso eu, era extremamente difícil discernir o óbvio do obtuso. Enfim, este tema merece maior atenção, porém, "devagar com o andor", pra não jogar a criança junto com a água do banho.

[Sobre "Quem destruiu Anita Malfatti?"]

por Sílvio Medeiros
http://imprimis.arteblog.com.br
21/9/2008 às
21h30 201.43.158.202
(+) Sílvio Medeiros no Digestivo...
 
Ulisses SuperPop
Prezados Luiz Rebinski e leitores, caso classificássemos os textos literários por meio de tais critérios, isto é, fazendo uso de rótulos, qual deles empregaríamos ao "Ulisses", de James Joyce: SuperPop?! Por ocasião da edição de "Ulisses", a circulação do referido romance foi proibida na Inglaterra, nos E.U.A. e outros países quetais! Joyce já realizava a tal da "cultura pop" desde o início do século XX!

[Sobre "Literatura pop: um gênero que não existe"]

por Sílvio Medeiros
http://imprimis.arteblog.com.br
21/9/2008 às
20h20 201.43.158.202
(+) Sílvio Medeiros no Digestivo...
 
A verdade por trás das coisas
É curioso como sempre podemos encontrar em algum canto alguém capaz de nos mostrar a verdade por trás de todas as coisas, não? Se este filme não trouxesse críticas como a sua, nem poderia, ao meu ver, ser considerado uma obra bem realizada. Obrigado por fazer a coisa toda funcionar.

[Sobre "Império dos Sonhos, de David Lynch"]

por Zé Reinaldo
21/9/2008 às
17h40 189.25.109.244
(+) Zé Reinaldo no Digestivo...
 
Outros caminhos
Acho que blogueiros poderiam aprender a capitalizar seus sites com este Digestivo, que o faz muito bem, diga-se de passagem.

[Sobre "E os blogs viraram mainstream..."]

por Adriano
http://eticapolitica.com/blog/
21/9/2008 às
16h09 201.95.213.142
(+) Adriano no Digestivo...
 
Odir, um exemplo
Eu tenho a felicidade, posso dizer assim, de conhecer um pouco o Odir, sempre nos falamos por telefone sobre seus livros de esporte e seus projetos sobre livros desta área, mas em ocasiões de lançamentos de seus livros acabamos nos encontrando, nos vendo, enfim. Lendo a entrevista ao Julio, reconheci em cada palavra o Odir, que, apesar de ter pouco contato no dia a dia, é o Odir que vejo quando nos encontramos: um homem desprendido de vaidades pessoais e materiais, que recebe de mesma maneira um repórter de um grande veículo de comunicação, como recebe um repórter de uma veículo de comunicação "nanico". E quanto o viver simples é a mais pura verdade, ele faz de momentos simples como um café da tarde em sua casa e um brinde de um bom vinho numa noite de autográfos a mesma coisa, ou seja, coisas importantes, momentos importantes. Só me resta desejar sorte com a nova obra, e torcer para o sucesso editorial do livro, porque o Odir como já é um sucesso.

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Luiz Carlos
http://www.bolaelivros.blogspot.com
20/9/2008 às
20h54 200.153.164.104
(+) Luiz Carlos no Digestivo...
 
falando em literatura pop
O que está em jogo não é classificar ou não um texto como sendo pop. Creio que o ponto crucial é colocar em cena a discussão a respeito de aspectos comuns encontrados nesses textos. Além disso, falar em literatura pop não significa enquadrar escritores de décadas diferentes e apagar qualquer particularidade relativa aos seus textos e contextos. Penso que o rechaço do termo literatura pop pode estar muito mais relacionado com um desejo ainda freqüente de se conferir à literatura um status inquestionável de ALTA cultura, prssupondo uma fronteira intransponível entre o alto e o baixo (a cultura pop). Quanto aos critérios para se considerar algo literatura pop, existem trabalhos acadêmicos (provavelmente ignorados pelos alvos dessas críticas) que os definem de maneira bastante precisa e sistemática.

[Sobre "Literatura pop: um gênero que não existe"]

por Antonio Eduardo
20/9/2008 às
11h41 189.104.89.49
(+) Antonio Eduardo no Digestivo...
 
viver o que se escreve
Belíssima entrevista. Acompanho a "construção" do escritor Odir Cunha desde os primeiros versos, naquelas madrugadas da adolescência e seu crescimento como ser humano foi se revelando, passo a passo, em todas as suas fases como escritor. Acho até que toda a longa e brilhante carreira jornalística foi, na verdade, um preparo para que o escritor Odir pudesse atingir a qualidade almejada e que seus livros pudessem emocionar as pessoas. Para viver de escrever é preciso viver o que se escreve. É isso aí, Odir!

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Marcos Magno
20/9/2008 às
11h07 189.33.12.163
(+) Marcos Magno no Digestivo...
 
nossas nuances próprias
Acho válida, por uma busca de padronização, porém, com toda a certeza continuaremos a ter nuances próprias, personalí­ssimas, como a de Guimarães Rosa [Cuiabá - MT]

[Sobre "Promoção Cartas de Antônio Vieira"]

por eduardo mendes
20/9/2008 às
09h49 201.25.75.168
(+) eduardo mendes no Digestivo...
 
Odir Necessário Cunha
Odir é ótimo. Tenho o privilégio de acompanhar muitas de suas idéias, a partir de livros, artigos e comentários. Não bastassem suas qualidades profissionais, ainda é torcedor do glorioso Santos Futebol Clube, que homenageia, constantemente, seja com seus livros, seja com suas colunas. Odir faz das circunstâncias oportunidades de revigorar princípios essenciais, com retidão e perspicácia. Parabéns, Odir.

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Waldir Santana
20/9/2008 à
00h19 201.27.62.181
(+) Waldir Santana no Digestivo...
 
jornalismo como especialização
Também sou fã do Odir como jornalista, escritor e como pessoa. Parabéns pela entrevista. Porém, como ex-aluna de Jornalismo da ECA, acho escolas de jornalismo uma distorção intelectual: qual é exatamente a área a ser estudada em 4 anos? Creio que outros cursos (Economia, História, Ciências Sociais, Letras etc.) podem formar jornalistas gabaritados a escrever em editorias específicas. No máximo, jornalismo deveria ser um curso de especialização. Isto não quer dizer que não há bons jornalistas formados em escolas de jornalismo. Também exerço uma profissão "vilipendiada": sou atriz e "todo mundo é ator", basta ser modelo, miss etc. Porém, acho a luta sindical mais válida quando ela não impede o acesso à profissão, mas garante condições de trabalho dignas para todos que exercerem o ofício. Enfim, são questões que dão muita discussão. E o legal é que teremos mais um livro do Odir pra ler. Muitos mares para esse BARQUEIRO DE PARATY. E muitos sonhos para todos nós!

[Sobre "Bate-papo com Odir Cunha"]

por Maria da Graça Berma
19/9/2008 às
17h48 201.6.233.194
(+) Maria da Graça Berma no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LITERATURA - UM EXERCÍCIO DE VIDA - (COLEÇÃO PERGUNTE AO JOSÉ)
ANDRÉ CARVALHO E ARY QUINTELLA

(1991)
R$ 9,00



O QUE É INFORMÁTICA 2ª EDIÇÃO
ANGELO DOS SANTOS SOARES
BRASILIENSE (SP)
(1988)
R$ 21,82



ESTILHAÇA-ME
TAHEREH MAFI
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 15,00



O DESPERTAR DA FILOSOFIA GREGA - JOHN BURNET
JOHN BURNET
SICILIANO
(1994)
R$ 25,00



INTRODUCTION À LA PSYCHO-LINGUISTIQUE
HANS HÖRMANN
LAROUSSE UNIVERSITÉ
(1972)
R$ 60,00



MÚLTIPLAS FACES DA PSICANÁLISE
REVISTA BRASILEIRA DE PSICANÁLISE VOL 36 Nº 2
RBP
(2002)
R$ 30,28



METODOLOGIA CIENTÍFICA
AURO DE JESUS RODRIGUES E COAUTORES
GRUPO TIRADENTES
(2011)
R$ 51,00



A CAMA DESFEITA - CAPA DURA
FRANÇOISE SAGAN
CÍRCULO DO LIVRO
(1983)
R$ 7,00



MULHER, QUEM ÉS? QUE PROCURAS?
CARDEAL ARNS
SANTUÁRIO
(1990)
R$ 6,00



DESCOLONIZAÇÃO
THEO SANTIAGO (ORGANIZAÇÃO)
FRANCISCO ALVES (RJ)
(1977)
R$ 9,28





busca | avançada
33173 visitas/dia
955 mil/mês