Três pontos | Eduardo

busca | avançada
37668 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 10/9/2002
Comentários
Leitores


Três pontos
Luciana,
Primeiro: eu não peguei dois gatos pingados para basear minha pesquisa. Esses e-mails foram pinçados aleatoriamente de uma série extensa deles, incluindo também outros participantes.
Segundo: eu passei tempo suficiente naquela faculdade para presenciar situações assustadoras. Recebo constantemente notícias de amigos e parentes que freqüentam a FFLCH, e, pelo que tenho ouvido, ainda peguei leve.
Terceiro: o meu texto deve ser interpretado como crônica superficial, e não como pesquisa científica. O tom irônico é evidente.
Mas muito obrigado pela sua opiníão, beijos,
Eduardo

[Sobre "Festa na floresta"]

por Eduardo
10/9/2002 às
13h14 200.213.203.180
(+) Eduardo no Digestivo...
 

Querido Eduardo; Eu discordo plenamente do seu artigo, pois você pegou dois gatos pingados e concluio a sua maravilhosa pesquisa sobre a FFLCH, sem averiguar o que realmente acontece por lá. Parabéns pela sua maravilhosa pesquisa, quero um dia ser igual a você. Não vou escrever mais porque eu não quero pertubar alguém tão sábio como você. Um abraço.

[Sobre "Festa na floresta"]

por Luciana
9/9/2002 às
23h19 200.191.76.48
(+) Luciana no Digestivo...
 
Xixi dos anjos
Caro Rogério. Você até que teve presença de espírito com esse amigo seu. Eu fui abordado numa festa por um colega meu de faculdade e não sabia o que dizer. Preferi fazer perguntas para estudar a mentalidade do coitado! Ele tem aulas (não sei bem de quê) com um ex-integrante do exército israelense e se diz "video-terrorista", que é quase uma palavra substituta para video-maker hoje em dia. Falei para ele que o FMI é esquerdista, para ver se ele perguntava o que eu queria dizer com isso, mas ele não entendeu nada. As pessoas são infinitamente mais ignorantes do que se costuma pensar. Um outro colega meu disse que talvez fosse mesmo legal votar no Serra, porque ele baixou os preços dos remédios (ah, se o Henry Hazlitt ouvisse essa...). Só com muita cerveja, pra viver nesse país. Não sei não, mas acho que só a cerveja é capaz de nos salvar da revolução!!!

[Sobre "Festa na floresta"]

por Evandro Ferreira
9/9/2002 às
23h18 200.167.234.227
(+) Evandro Ferreira no Digestivo...
 
Sem comentários...
O texto sobre a festa do Bin na USP está excelente...Dispensa comentários. Primeiro, a indignação. Depois, a resignação. Parabéns, todavia, pela sua virtuosa persistência em expor ao ridículo este tipo de iniciativa. Resta-nos a esperança de que se trata de uma pequena minoria espalhafatosa...

[Sobre "Festa na floresta"]

por Oswaldo C. Neto
9/9/2002 às
22h20 200.231.69.201
(+) Oswaldo C. Neto no Digestivo...
 
É brincadeira
Caro Eduardo, Festa para comemorar o morte de 2.900 pessoas, é só que me faltava. Contra o imperialismo norte-americano, mais uma piada. O tio san não nada lá muito bem das pernas. Se esse povo da USP acha tio Osama uma grande pessoa porque não fazem uma festa para Hitler, Fidel Mao, Perón ou nosssos militares que mataram em nome do povo e do progresso. Então devemos fazer uma festa para eles. Claro camaradas, a vida não vale nada mesmo, principalmente quando sua opinião difere da minha. Pessoal da USP acorda! Cuidado Eduardo você será perseguido pela KGB. Abraços Otávio

[Sobre "Festa na floresta"]

por Otavio
9/9/2002 às
21h54 200.246.210.4
(+) Otavio no Digestivo...
 
Um bêbado e outro bêbado.
Quase todos os dias alguém me pergunta: por que você não faz uma faculdade? A resposta passa por seu texto, Eduardo. Nunca sequer fiz vestibular e sou visto entre meus próximos como um sujeito excêntrico. Recentemente estive numa festa e reencontrei um antigo conhecido, militante empedernido. Ele insitiu para que eu declarasse meu voto nas próximas eleições. Resisti até a terceira cerveja. Respondi que meu voto seria anulado. Ele me chamou de alienado. Disse-lhe que o conceito de alienado não se restringe ao conceito criado pelas esquerdas, aquele que diz ser alienado o sujeito que por não conhecer a realidade não tem o poder de transformá-la. Disse-lhe que o sujeito que vincula o universo inteiro à política partidária é provavelmente o menos conhecedor da realidade. Disse-lhe mais: ele era o alienado ali, pois suas opiniões eram apenas uma réplica das opiniões de seu partido. Disse-me que eu não poderia, dada a conjuntura atual, ficar neutro, votar nulo é perder uma oportunidade de ver um Brasil melhor. Disse-lhe que meu voto nulo não vai impedir que um candidato se eleja. Ele pediu que eu pensasse nos meus filhos e votasse no Lula. Disse-lhe que é por pensar nos meus filhos que vou votar nulo. Não quero ser tido como incoerente quando tiver de dizer a eles que a classe política brasileira não tem a chave do portão do Éden e que na maioria das vezes ela só atrapalha. Disse a meu interlocutor que me acusar de neutralidade é se utilizar da falácia do terceiro excluído, pois escolher o voto nulo é uma tomada de decisão (vocês perceberam que a propaganda do TRE na TV não ensina o cidadão como fazer para anular o voto?) e que não se submeter à política partidária não é se abster do envolvimento que cada um deve ter com política de uma forma geral. Disse-lhe ainda, paciente que sou, que política partidária é somente uma componente da política em geral. Discussão de mesa de bar, como vêem. E espero que para meu interlocutor tenha sido isso apenas, pois sua promessa no final da discussão me deixou assustado: "quando chegarmos lá você é um dos que vai para o paredão". Toda brincadeira tem um naco de verdade. A cerveja é mesmo estimulante. Em outras ocasiões não perderia tempo em tais discussões redondas. Mas festa é festa, né? E em festa, com muita cerveja na cabeça, até um religioso (aliás, duplamente religiosos, pois meu interlocutor se define neo-trotskista e cristão) pode cogitar o fuzilamento de seu oponente.

[Sobre "Festa na floresta"]

por Rogério Macedo
9/9/2002 às
17h18 200.217.219.4
(+) Rogério Macedo no Digestivo...
 
Que tempo bom
O que podemos fazer a respeito eu não sei, o seriado passou e se foi em um curto tempo, as pessoas que realmente estavam em sintonia com a época puderam acompanha um dos melhores seriados que já passou na tv, se ele ira voltar não sei responder essa pergunta, a única coisa que posso dizer que nós somos privilegiados por ter tido a oportunidade de ver algo de bom na tv não apenas uma seria para prender as atenções das crianças na época mais uma seria que tratava uma grande verdade de algumas vidas e que muitos homem e mulheres hoje se espelharam pra poder sem uma boa pessoa sei que existe profissional de alto nível no mercado hoje que diz que o que mais se agradam de lembra de suas juventudes é o grande "Anos Incríveis" eu sou um deles, e o que só posso dizer é. O BRIGADO por ter me dado a chance de assistir esse enorme espetáculo que mudo muitas vidas.

[Sobre "Anos Incríveis"]

por robert
9/9/2002 às
18h05 200.160.248.202
(+) robert no Digestivo...
 
Muito obrigado a todos
Eu também fiquei tremendamente abalado com o conteúdo das cartas, Chico. E não achei graça nenhuma nisso. Só queria revelar o estilo grotesco em que elas foram escritas, com contradições óbvias e cacoetes ridículos. Isto é mesmo assustador, Fred - comunista em 2050. Mas em 2002, você sabe, continua sendo. Anílson: não sei onde você encontrou essa "carga extremada de preconceito" em minhas observações. Eu nem exagerei o vi - tentei retratar com a maior fidelidade possível, e quem frequentou aquele ambiente sabe disso. Eu nem acho que esses analfabetos arrogantes mereçam a morte ou a censura, como eles pretendem condenar todos que não compartilham de suas opiniões. Mas é preciso expor a inconsistência dessa arrogância, antes que mais gente leve essas pessoas a sério. Muito obrigado, Evandro, pela precisa interpretação do que escrevi. E a todos, pela leitura e pelos elogios. Abraços,
Eduardo

[Sobre "Festa na floresta"]

por Eduardo
9/9/2002 às
16h30 200.213.203.180
(+) Eduardo no Digestivo...
 
Notícias de longe
Prezado Eduardo, desde que terminei o curso de graduação tenho me mantido distante de universidades de uma maneira geral. Como em casa fui criado com certa dose de independência intelectual, o clima de "pensamento único" que impera hoje em muitas universidades me é estranho e francamente antipático. A propósito, não faz muitos anos, aqui na PUC do Rio alguns estudantes foram praticamente linchados por, em determinado momento, terem esboçado um começo de resistência à ideologia dominante (em torno de fatos históricos sobejamente comprovados acerca de antecedentes da escravatura africana). Portanto leio sua coluna como a resenha de um lugar distante. Distante e um tanto primitivo, se me permite fazer eco a seu lamento. Você, certamente mais jovem e mais próximo dos acontecimentos, ainda se espanta diante do quadro que vê. Eu, francamente, nem isso... Um abraço.

[Sobre "Festa na floresta"]

por Toni
9/9/2002 às
15h39 200.154.144.165
(+) Toni no Digestivo...
 
Conceitos irônicos
Parabéns pelo ótimo texto, Eduardo! E mais congratulações ainda por não ter feito uso de uma linguagem politicamente correta, que é a mais comum entre aqueles que têm medo de parecerem preconceituosos aos olhos da maioria ultra-sensível. Preconceito é o nome mais comumente atribuido à ironia e agudeza argumentativa.

[Sobre "Festa na floresta"]

por Evandro Ferreira
9/9/2002 às
15h31 200.167.234.227
(+) Evandro Ferreira no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A FALA-A-MENOS
SYLVIA PAIXÃO
NUMEN
(1991)
R$ 290,00



BABINE, O PARVO - LEÃO TOLSTOI (LITERATURA INFANTIL)
LEÃO TOLSTOI
CONTEXTO (LISBOA)
(2018)
R$ 25,00



LUÍS DE CAMÕES - O LÍRICO
HERNÂNI CIDADE
BERTRAND
(1970)
R$ 20,00



CONCEPTION ET CONSTRUCTION DES CHAUSSÉES - TOME 1
G. JEUFFROY
EYROLLES EDITEUR
(1967)
R$ 100,00



A MALDIÇÃO DE JOEL DELANEY
RAMONA STEWART
CÍRCULO DO LIVRO
(1970)
R$ 12,00



LENIN PRÓ E CONTRA O JULGAMENTO DA HISTÓRIA
MARISA PALTRINIERI
MELHORAMENTOS
(1975)
R$ 15,00



THE 100 OS ESCOLHIDOS
KASS MORGAN
GALERA
(2015)
R$ 25,00



GOVERNANÇA CORPORATIVA - SEIS ANOS DE NOTÍCIAS
LUCIANO CARVALHO VENTURA
SAINT PAUL
(2005)
R$ 22,00



DE VOLTA À CAIXA DE DESEJOS
ANA CRISTINA MELO
VERMELHO MARINHO
R$ 13,50



MANUAL DO CANDIDATO - DIREITO INTERNACIONAL (2ª EDIÇÃO)
ALBERTO DO AMARAL JÚNIOR
FUNAG
(2005)
R$ 30,00





busca | avançada
37668 visitas/dia
1,1 milhão/mês