Correção... | Giovani MacDonald

busca | avançada
63818 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
>>> Pauta: E-books de Suspense Grátis na Pandemia!
>>> Hugo França integra a mostra norte-americana “At The Noyes House”
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> Caí na besteira de ler Nietzsche
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Santa Xuxa contra a hipocrisia atual
>>> Há vida inteligente fora da internet?
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Nos porões da ditadura
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> O Pensamento Político De Érico Veríssimo de Daniel Fresnot pela Graal (1977)
>>> Sobre a Literatura de Marcel Proust pela Pontes (1989)
>>> Poemas Sacros de Menotti Del Picchia pela Martins (1992)
>>> O Grotesco Na Criação De Machado De Assis de Maria Eurides Pitombeira de Freitas pela Presença (1981)
>>> Machado De Assis Para Principiantes de Org. Marcos Bagno pela Ática (1998)
>>> A Barca Dos Amantes de Antônio Barreto pela (1989)
>>> O Tao da Respiração Natural de Dennis Lewis pela Pensamento (1997)
>>> O Aprendiz Da Madrugada de Luiz Carlos Lisboa pela Gente (1994)
>>> Vencendo nos Vales da Vida de Ray Conceição pela Holy Bible (1995)
>>> Eça, Discípulo De Machado de Alberto Machado Da Rosa pela Editora Fundo De Cultura (1963)
>>> Perdão A Cura para Todos os Males de Gerald G. Jampolsky pela Cultrix (2006)
>>> Em Quincas Borba De Machado De Assis de Ivan C. Monteiro E Outro pela Livraria Acadêmica (1966)
>>> A Liberação Da Mente Através Do Tantra Yoga de Ananda Marga pela Ananda Marga Publicaçãoes (2002)
>>> O Oráculo Interior de Dick Sutphen pela Nova Era (1994)
>>> Manual Do Terapeuta Profissional De Segundo Grau de David G. Jarrell pela Pensamento (1995)
>>> O Discurso Da Libertação na Sinagoga De Nazaré de org. Leonardo Boff entre outros pela Vozes (1974)
>>> O Pensar Sacramental REB 35 de org. Leonardo Boff entre outros pela Vozes (1975)
>>> Meditações Diárias Para Casais de Dennis e Barbara Rainey pela United Press (1998)
>>> Machado De Assis de org. por Luís Martins pela Iris
>>> Massagem Para Energizar Os Chakras de Marianne Uhl pela Nova Era (2001)
>>> O Mundo Social Do Quincas Borba de Flávio Loureiro Chaves pela Movimento (1974)
>>> Pensamento Diário de Elsa kouber (entre outros) pela Rádio Transmundial (2019)
>>> O Que É Esta Religião? de Ibps do Brasil (org) pela Ibps do Brasil
>>> Meditando a Vida de Padma Samten pela Peirópolis (2001)
>>> O Poder Da Paciência de M. J. Rayan pela Sextante (2006)
>>> Liberdade? Nem Pensar! de Aquino e Bello pela Record (2001)
>>> Desafio Educacional Japonês de Merry Whitte pela Brasiliense (1988)
>>> As Flores Do Mal Nos Jardins De Itabira de Gilda Salem Szklo pela Agir (1995)
>>> A Era Do Inconcebível de Joshua Cooper Ramo pela Companhia Das Lestras (2010)
>>> A Voz e a Série de Flora Süssekind pela Sette Letras (1998)
>>> Cure Seu Corpo de Louise L. Hay pela Best Seller (2004)
>>> História Viva De Um Ideal de Hélio Brandão pela Do autor (1996)
>>> Cure Seu Corpo de Louise L. Hay pela Dag Gráfica
>>> Índice Analítico Do Vocabulário De Os Lusíadas J-Z de Org. por A. G. Cunha pela Instituto Nacional Do Livro (1966)
>>> Sempre Zen Aprender Ensinar E Ser de Monja Coen pela Publifolha (2006)
>>> I Ching O Livro das Mutações de Não Informado pela Hemus (1984)
>>> Via Zen Reflexões Sobre O Instante e O Caminho de Monja Coen pela Publifolha (2004)
>>> Praticando o Poder Do Agora de Eckhart Tolle pela Sextante (2005)
>>> La Théologie De La Foi Chez Bultmann de J. Florkowski pela Du Cerf (1971)
>>> Quatre Vingt Neuf de Georges Lefebvre pela Sociales (1964)
>>> Haikai de Paulo Franchetti (e outros) pela Unicamp (1991)
>>> As Razões Da Inconfidência de Antônio Torres pela Itatiaia (1956)
>>> Estratégias e Máscaras de um Fingidor, Crônicas de Machado De Assis de Dilson F. Cruz Jr pela Nankin editorial (2002)
>>> Anjo Caído de Daniel Silva pela Arqueiro (2013)
>>> A Paz Interior de Joseph Murphy pela Nova Era (2000)
>>> A Pedra e o Rio ( uma interpretação da poesia de João Cabral de Melo Neto) de Lauro Escorel pela Livraria Duas Cidades LTDA. (1973)
>>> Como Utilizar O Seu Poder De Cura de Joseph Murphy pela Nova Era (1997)
>>> Os sete Crimes De Édipo de Pedro Américo Corrêa Netto pela Agir (1987)
>>> Transportes Pelo Olhar de Machado de Assis de Ana Luiza Andrade pela Grifos (1999)
>>> O Poder Da Palavra De Deus de Josué Yrion pela Proclama (2000)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 19/11/2002
Comentários
Leitores


Correção...
Helion (sobre a m.50), o que eu quis dizer não é que a esquerda define o que é direita, eu quis dizer exatamente o contrário (desculpe se não consegui me expressar direito, nunca fui muito bom nisso), a esquerda primeiro define quem é de direita sem nunca definir o que é a direita, para poder, dependendo da situação, somar a ela características na maioria das vezes incompatíveis. Sendo assim, se a pessoa "assume" que é de direita, ela acaba tomando para si características que só passarão a fazer parte "da direita" no meio da discussão. Eu particularmente não tenho medo de assumir, sou de direita, mas sei que sempre que entrar em uma discussão terei primeiro que discutir a definição de "direita", discussão essa que pode durar eternamente...

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Giovani MacDonald
19/11/2002 às
13h59 200.193.98.79
(+) Giovani MacDonald no Digestivo...
 
Torres-Garcia
Para aqueles que não conhecem Nino Patrono,ele é um artista uruguaio, discípulo de Torres-Garcia, o grande teórico e artista, que fez parte da comunidade parisiense da Circle e Carré, revista de arte e ensaios da primeira metade do século XX. Nino dá aulas de técnica de pintura na Escola Panamericana. Grande abraço.AB

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por AlbertoBeuttenmüller
19/11/2002 às
12h26 200.158.28.248
(+) AlbertoBeuttenmüller no Digestivo...
 
um país de preguiçosos
Acho que o Brasil é um país de preguiçosos e de pessoas que se comunicam muito mal. São Paulo uma cidade suja, poluída, descolorida e triste. Acho que a miséria e a pobeza do povo é consequência dessa preguiça à moda Macunaíma. Não me iludo mais com promessas de prefeitos, ou o quem quer que governe o país. Mas acho que essa repugnância que temos pelo povo brasileiro (classe A, B C ou menos) deve nos dar uma lição: Já que vivemos aqui e temos uma visão realista da "coisa" temos que, com pequenos gestos, mudar o rumo dessa história. Não concordo com o fato de ficarmos conformados e tristes de sabermos que "supostamente" a Argentina seja melhor do que o Brasil. Nenhum lugar é melhor do que o outro pelo simples fato de que ninguém é melhor do que ninguém. Lá na Argentina tem muito argentino detestando seu país. Mas a atitude deles é que faz a diferença. A vontade de brigar pelos direitos e de dizer não na hora certa e pagar pelas consequências de seus atos conscientemente. Bem, agora vocês vao me perguntar "quais pequenos gestos que fazem a diferença?" e eu respondo que só o fato de pararmos de jogar lixo nas ruas (por exemplo) já mudaria muita coisa. Um abraço a todos os colunistas. Denise

[Sobre "Uma verdade incômoda"]

por Denise Bacellar
19/11/2002 às
12h09 200.207.13.19
(+) Denise Bacellar no Digestivo...
 
Fuí cautivado nuevamente
Caro Alberto ,leí tu texto "Matisse y Picasso lado a lado". Ya conocía la historia .Pero lo que importa siempre en las historias , es la manera como está contada .Fuí cautivado nuevamente por tu narración . Cuando era niño , pedía a mis padres que repitiesen los cuentos, No era otra la intención que la de resuscitar a los personajes y comprobar en definitiva el estilo y la creatividad del narrador .La forma de narrar puede y debe llevarnos , a la esencia de la historia en cuestión .Esto ocurre con tu exelente texto. Muchas gracias ,un gran abrazo NINO

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por Nino Patrone
19/11/2002 às
11h35 200.158.28.228
(+) Nino Patrone no Digestivo...
 
individualidade
Mais uma observação sobre o comentário do Giovanni: também acho que num fórum de discussões todos temos a ganhar com cada colunista exercendo, no limite do possível, a sua individualidade, sem partir e nem chegar numa rotulação de esquerda ou de direita. Não vamos mudar o mundo aqui nessas páginas. Aliás, comecei a ler o Digestivo exatamente buscando esse tipo de texto, de impressões individuais sobre cultura e comportamento. Porém, se você observar a maior parte das colunas que provocaram polêmica, verá que foi justamente porque o articulista iniciou um ataque aos “esquerdistas”, seguiram-se críticas, e aí um grupo (cuja composição não foge muito da lista fornecida pelo Alexandre) passou a elogiar e defender o coleguinha criticado, muitas vezes com bastante agressividade. Então, acho que a definição inicial do Alexandre está correta, quando estabelece uma “identidade” para a direita política aqui no Digestivo e nos outros blogs: todos eles têm determinados mentores, ídolos ou inspiradores, todos eles agem com espírito de grupo, se citando e elogiando mutuamente, todos eles agem em bloco contra qualquer crítica a um dos membros. Uma manifestação de insegurança, talvez. De qualquer maneira, é bom que a direita se manifeste e demonstre ter um programa de idéias, raridade no Brasil. A única coisa esquizofrênica nessa história é o fato do Julio Borges afirmar que não pretende ter um blog ideologicamente fechado – e argumentar que há outras posições – mas os direitistas considerarem o blog como “coisa sua”, e tratarem os esquerdistas como intrusos.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
19/11/2002 às
10h20 200.191.163.58
(+) Helion no Digestivo...
 
Isso (vide acima) é a direita
Giovanni (m. 48), no fórum em que agora debatemos não é verdade que os esquerdistas tenham definido de início o que é a direita. Volte ao topo e você verá que foi o Alexandre quem estabeleceu quem é de direita e que apenas esses são talentosos e inteligentes. Ao longo do debate aqui no fórum, a direita se auto-definiu por duas de suas características: 1, envergonhar-se do que é; 2, argumentar de forma truculenta exibindo preconceito. Em tese, ser liberal não implica necessariamente nisso. Mas, na prática, os liberais uniram-se e unem-se à direita mais rasteira. Como o grande objetivo é “derrotar a esquerda”, tampam o nariz e vão fundo. Nesse fórum, quem pretende usar argumentos – como você, me parece - precisa tolerar a companhia e a adesão de gente encarregada de fazer o “trabalho sujo”. Acho que esta situação define quase que perfeitamente o dilema dos liberais. Algo como abominar a violência física mas ter ao lado um pit-bull solto.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
19/11/2002 às
10h17 200.191.163.58
(+) Helion no Digestivo...
 
o que é "direita"?
Um dos assuntos que mais apareceu nos comentários foi à discussão direita/esquerda, os direitistas sempre saem em desvantagem nessa discussão, já que quem decide o que é o que são sempre os esquerdistas. O ideal seria que no começo da discussão fosse definido o que é direita, já que esquerda já tem seu significado bem conhecido, ou pelo menos nunca vi ninguém discordar da definição de esquerda... Se direita é sinônimo de liberalismo, que seja dito logo, já que depois de dito isso não se pode mais falar em "ditaduras de direita", pois uma ditadura nunca poderia ser liberal. E ainda seria praticamente impossível apontar algum governo atual "de direita"... Se direita é alguma outra coisa que não liberal, então que se defina exatamente o que é essa coisa, para que depois o "direitista" possa verificar se essa definição está de acordo com o que ele "é". A maior vantagem dos esquerdistas está exatamente em não definir quem é quem no começo, e depois ele lista varias coisas do seu lado, e outras no "lado oposto", e assim ele consegue relacionar coisas que sem essa listagem inicial não fariam sentido - como ditadura e liberalismo. Alguns comentários criticaram a atitude de "não assumir o que realmente é", particularmente acho que essa atitude é a mais correta possível: "eu sou o que sou e se quiser inventar um nome para o que sou coloque o meu nome". Eu me considero direitista, apenas por estar do lado oposto da esquerda, acredito no indivíduo, e acho que todos são diferentes entre si e sendo assim qualquer discurso coletivista e "igualitário" perde o sentido, também acho que a única coisa que difere o ser humano dos animais "irracionais" (não que todos seres humanos sejam racionais) é exatamente a sua individualidade. Sou liberal? Acredito que sim, ainda tenho muito o que estudar sobre o assunto, mas se tem uma coisa que com certeza vou demorar para encontrar é um significado ruim para a palavra "liberdade".

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Giovani MacDonald
19/11/2002 à
00h53 200.193.98.221
(+) Giovani MacDonald no Digestivo...
 
Epa, opa
Epa, epa. Nenhuma conotação gay na cabecinha que dói em mim. Achei melhor explicar. Abraços - Alexandre.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Alexandre
18/11/2002 às
23h18 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Exatamente
Exato! E sabe o que é ainda pior? Quando colocam "cabeça" no diminutivo: "ela tem uma cabecinha tão boa...", etc. Não é? Obrigado pela visita, Marcia. Pensava que essas coisas só doíam em mim. E você também, Denise! Voltem sempre.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Alexandre
18/11/2002 às
23h12 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Vulgaridade estimulante
Caro Alexandre, não contive minha alegria ao ver a seqüência da primeira lista, que já havia sido um "estabelecimento" em termos de vulgaridade. Excelente. Só gostaria de acrescentar algo que me dá calafrios que é o fato de tratarem a cabeça como uma entidade à parte para elogiar alguém, como "fulano tem a cabeça boa", "fulano tem a cabeça excelente", ou melhor ainda... "ele tem uma puta cabeça"... o que é isso? Vida longa à sua lista!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Marcia Espinosa
18/11/2002 às
22h29 200.158.58.182
(+) Marcia Espinosa no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A VIDA E O SAGRADO - 8º ANO
COLEÇÃO A VIDA E O SAGRADO
PAX
(2012)
R$ 12,00



SALUD
JOÃO NUNES MAIA / MIRAMEZ
FONTE VIVA
(1993)
R$ 15,00



OS GRANDES ENIGMAS CIVILIZAÇÕES DESAPARECIDAS II - ILUSTRADO
PAUL ULRICH (APRESENTADOR POR)
OTTO PIERRE, EDITORES
R$ 8,00



O GÊNERO DA MÚSICA - A CONSTRUÇÃO SOCIAL DA VOCAÇÃO
DALILA VASCONCELLOS DE CARVALHO
ALAMEDA
(2012)
R$ 30,00



TEMPO EM BRASÍLIA
ANTONÁDIA BORGES
RELUME DUMARÁ
(2003)
R$ 15,70



CLÁUSULA DE NÃO INDENIZAR
JOSÉ DE AGUIAR DIAS (4ª EDIÇÃO)
FORENSE (RJ)
(1980)
R$ 47,82



A CASA DO HOMEM
BARBARA WARD
ARTENOVA
(1976)
R$ 20,00



ÍTACA, O PELOPONESO E TRÓIA
HEINRICH SCHLIEMANN
ARS POÉTICA
(1992)
R$ 29,80



ANJOS CABALÍSTICOS
MONICA BUONFIGLIO
OFICINA CULTURAL ESOTÉRICA
(1993)
R$ 25,00
+ frete grátis



O ESTRANHO HÁBITO DE VIVER
JOSÉ LOUZEIRO
JOSÉ LOUZEIRO
(1978)
R$ 5,90





busca | avançada
63818 visitas/dia
2,2 milhões/mês