Fuí cautivado nuevamente | Nino Patrone

busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> SESC 24 DE MAIO RECEBE EVENTO DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO ARQUITETOS DA CIDADE
>>> Encomenda De Livro On-Line É Disparo Para Novo Espetáculo Do Grupo Pano
>>> Senac São Paulo abre as portas para atividades voltadas ao protagonismo juvenil
>>> Ribeirão Preto recebe o Teatro Portátil no Dia das Crianças
>>> SHOPPING GRANJA VIANNA INCENTIVA A ARTE NA REGIÃO COM O GRANJA CULTURAL
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Universos paralelos
>>> Deseduquei
>>> Cuidado com a mentira!
>>> E agora? Vai ter pesquisa novamente?
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Apresentação
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Felicidade
>>> Ano novo, vida nova.
>>> 31 de Maio #digestivo10anos
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Como ler mais livros
>>> Apoio: Digestivo Cultural
Mais Recentes
>>> Histórias de tia Nastácia de Monteiro Lobato pela Globinho (2017)
>>> Drogas Hegemonia Do Cinismo de Sergio Dario Sibel ; Maurides De Melo Ribeiro pela Memorial (1997)
>>> Família de Alta Performance: Conceitos Contemporâneos na Educaçã de Içami Tiba pela Integrare (2009)
>>> Verdade tropical de Caetano Veloso pela Companhia das Letras (1997)
>>> Licoes De Private Equity Que Qualquer Empresa Pode Implementar de Hugh Macarthur Orit Gadiesh pela Elsevier (2009)
>>> Dalai Lama. Sobre O Budismo E A Paz De Espirito de Dalai Lama pela Record (2002)
>>> Voar de João Penteado pela Senac São Paulo (2013)
>>> Memórias De Ramses O Grande de Claire Lalouette pela Ediouro (1999)
>>> Ano da Avaliação Psicologia - Textos geradores - Brasília de Conselho Federal de Psicologia. pela Conselhos Regionais de Psicologia (2011)
>>> MICHAELIS: dicionário escolar espanhol. de Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil. pela Melhoramentos (2008)
>>> O Caminho do Samurai de Inazo Nitobe pela Pé da Letra (2019)
>>> Laroiê Exu Veludo de Ademir Barbosa Júnior pela Anubis Editores (2014)
>>> Laroiê Exu Tiriri de Ademir Barbosa Júnior pela Anubis Editores (2014)
>>> A Missão de Allan Kardec de Carlos Imbassahy pela Feb (1988)
>>> Death Note - Black Edition 2 de Tsugumi Ohba & Takeshi Obata pela Jbc (2022)
>>> Death Note - Black Edition I de Tsugumi Ohba & Takeshi Obata pela Jbc (2022)
>>> Batman - A Slight Case of Poison Ivy! de Doug Moench / outros pela Dc Comics (1983)
>>> Compêndio de O Capital de Carlo Cafiero pela Prime (2014)
>>> Mundo Invernal de Chuck Dixon - Jorge Zaffino pela Mythos (2017)
>>> Ela & o Monstro de Mary Shelley & Frankenstein pela Darkside (2020)
>>> Contos de Terror, de Mistério e de Morte de Edgar Allan Poe pela Nova Fronteira (2017)
>>> Bruxa Natural: Guia Completo de Arin Murphy - Hiscock pela Darkside (2021)
>>> Noticias do Planeta Azul de Celso Martins pela Associação Francisco Cândido Xavier (2011)
>>> Naturalmente Bruxa: Desperte a magia que existe em você! de Gabi Violeta pela Planeta (2019)
>>> Bruxas, Bruxos: e o feitiços mais cruéis que se podem imaginar de Joseph Jacobs pela Martin Claret (2011)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 19/11/2002
Comentários
Leitores


Fuí cautivado nuevamente
Caro Alberto ,leí tu texto "Matisse y Picasso lado a lado". Ya conocía la historia .Pero lo que importa siempre en las historias , es la manera como está contada .Fuí cautivado nuevamente por tu narración . Cuando era niño , pedía a mis padres que repitiesen los cuentos, No era otra la intención que la de resuscitar a los personajes y comprobar en definitiva el estilo y la creatividad del narrador .La forma de narrar puede y debe llevarnos , a la esencia de la historia en cuestión .Esto ocurre con tu exelente texto. Muchas gracias ,un gran abrazo NINO

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por Nino Patrone
19/11/2002 às
11h35 200.158.28.228
(+) Nino Patrone no Digestivo...
 
individualidade
Mais uma observação sobre o comentário do Giovanni: também acho que num fórum de discussões todos temos a ganhar com cada colunista exercendo, no limite do possível, a sua individualidade, sem partir e nem chegar numa rotulação de esquerda ou de direita. Não vamos mudar o mundo aqui nessas páginas. Aliás, comecei a ler o Digestivo exatamente buscando esse tipo de texto, de impressões individuais sobre cultura e comportamento. Porém, se você observar a maior parte das colunas que provocaram polêmica, verá que foi justamente porque o articulista iniciou um ataque aos “esquerdistas”, seguiram-se críticas, e aí um grupo (cuja composição não foge muito da lista fornecida pelo Alexandre) passou a elogiar e defender o coleguinha criticado, muitas vezes com bastante agressividade. Então, acho que a definição inicial do Alexandre está correta, quando estabelece uma “identidade” para a direita política aqui no Digestivo e nos outros blogs: todos eles têm determinados mentores, ídolos ou inspiradores, todos eles agem com espírito de grupo, se citando e elogiando mutuamente, todos eles agem em bloco contra qualquer crítica a um dos membros. Uma manifestação de insegurança, talvez. De qualquer maneira, é bom que a direita se manifeste e demonstre ter um programa de idéias, raridade no Brasil. A única coisa esquizofrênica nessa história é o fato do Julio Borges afirmar que não pretende ter um blog ideologicamente fechado – e argumentar que há outras posições – mas os direitistas considerarem o blog como “coisa sua”, e tratarem os esquerdistas como intrusos.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
19/11/2002 às
10h20 200.191.163.58
(+) Helion no Digestivo...
 
Isso (vide acima) é a direita
Giovanni (m. 48), no fórum em que agora debatemos não é verdade que os esquerdistas tenham definido de início o que é a direita. Volte ao topo e você verá que foi o Alexandre quem estabeleceu quem é de direita e que apenas esses são talentosos e inteligentes. Ao longo do debate aqui no fórum, a direita se auto-definiu por duas de suas características: 1, envergonhar-se do que é; 2, argumentar de forma truculenta exibindo preconceito. Em tese, ser liberal não implica necessariamente nisso. Mas, na prática, os liberais uniram-se e unem-se à direita mais rasteira. Como o grande objetivo é “derrotar a esquerda”, tampam o nariz e vão fundo. Nesse fórum, quem pretende usar argumentos – como você, me parece - precisa tolerar a companhia e a adesão de gente encarregada de fazer o “trabalho sujo”. Acho que esta situação define quase que perfeitamente o dilema dos liberais. Algo como abominar a violência física mas ter ao lado um pit-bull solto.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Helion
19/11/2002 às
10h17 200.191.163.58
(+) Helion no Digestivo...
 
o que é "direita"?
Um dos assuntos que mais apareceu nos comentários foi à discussão direita/esquerda, os direitistas sempre saem em desvantagem nessa discussão, já que quem decide o que é o que são sempre os esquerdistas. O ideal seria que no começo da discussão fosse definido o que é direita, já que esquerda já tem seu significado bem conhecido, ou pelo menos nunca vi ninguém discordar da definição de esquerda... Se direita é sinônimo de liberalismo, que seja dito logo, já que depois de dito isso não se pode mais falar em "ditaduras de direita", pois uma ditadura nunca poderia ser liberal. E ainda seria praticamente impossível apontar algum governo atual "de direita"... Se direita é alguma outra coisa que não liberal, então que se defina exatamente o que é essa coisa, para que depois o "direitista" possa verificar se essa definição está de acordo com o que ele "é". A maior vantagem dos esquerdistas está exatamente em não definir quem é quem no começo, e depois ele lista varias coisas do seu lado, e outras no "lado oposto", e assim ele consegue relacionar coisas que sem essa listagem inicial não fariam sentido - como ditadura e liberalismo. Alguns comentários criticaram a atitude de "não assumir o que realmente é", particularmente acho que essa atitude é a mais correta possível: "eu sou o que sou e se quiser inventar um nome para o que sou coloque o meu nome". Eu me considero direitista, apenas por estar do lado oposto da esquerda, acredito no indivíduo, e acho que todos são diferentes entre si e sendo assim qualquer discurso coletivista e "igualitário" perde o sentido, também acho que a única coisa que difere o ser humano dos animais "irracionais" (não que todos seres humanos sejam racionais) é exatamente a sua individualidade. Sou liberal? Acredito que sim, ainda tenho muito o que estudar sobre o assunto, mas se tem uma coisa que com certeza vou demorar para encontrar é um significado ruim para a palavra "liberdade".

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Giovani MacDonald
19/11/2002 à
00h53 200.193.98.221
(+) Giovani MacDonald no Digestivo...
 
Epa, opa
Epa, epa. Nenhuma conotação gay na cabecinha que dói em mim. Achei melhor explicar. Abraços - Alexandre.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Alexandre
18/11/2002 às
23h18 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Exatamente
Exato! E sabe o que é ainda pior? Quando colocam "cabeça" no diminutivo: "ela tem uma cabecinha tão boa...", etc. Não é? Obrigado pela visita, Marcia. Pensava que essas coisas só doíam em mim. E você também, Denise! Voltem sempre.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Alexandre
18/11/2002 às
23h12 200.207.125.11
(+) Alexandre no Digestivo...
 
Vulgaridade estimulante
Caro Alexandre, não contive minha alegria ao ver a seqüência da primeira lista, que já havia sido um "estabelecimento" em termos de vulgaridade. Excelente. Só gostaria de acrescentar algo que me dá calafrios que é o fato de tratarem a cabeça como uma entidade à parte para elogiar alguém, como "fulano tem a cabeça boa", "fulano tem a cabeça excelente", ou melhor ainda... "ele tem uma puta cabeça"... o que é isso? Vida longa à sua lista!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Marcia Espinosa
18/11/2002 às
22h29 200.158.58.182
(+) Marcia Espinosa no Digestivo...
 
furibundo desbunde
Alexandre, já percebeu como o Hélion quer sempre ter a última palavra? Qual é a desse cara? Deve ser uma característica típica de quem venera Castro, Che Guevara, Hugo Chávez... essa ânsia por calar a boca dos oponentes, e sempre poder encerrar a discussão. O mais engraçado é que ele diz nos odiar, e desprezar o que escrevemos, mas não sai de nossas colunas! Que fizemos para merecer tanta fidelidade dessa figura?
Agora duro mesmo é saber que um cara desse é pago com o nosso dinheiro.. pagamos um sujeito desses para desinformar dezenas de alunos por ano, enchendo-lhes de sub-propaganda marxista e ensinando-lhes a usar palavras como "furibundo" (deve ter acabado de aprendê-la no dicionário, eis o porquê da insistência). Com certeza meu dinheiro poderia ser melhor aproveitado se eu o jogasse no lixo. Mas fazer o quê, universidade pública no Brasil é refúgio de gente assim. Emprego mole, mole, pra gente que às 3 da tarde já tá tomando chopinho na beira da praia.
Quanto ao inglês de lanchonete... que diabos isso quer dizer? A expressão é muito, muito fraquinha. E, sinceramente, associar lanchonete com inglês é coisa do século passado, digna da cartilha do Mao Tsé-Tung. Será que você é um daqueles nacionalistas fervorosos que apedreja McDonald's, e quer traduzir o nome dos sanduíches? Ou preferia que as citações fossem en español, la lengua del comandante? Russo ou chinês, quem sabe? Talvez coreano? No dialeto da Coréia do Norte, bem entendido...

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Rafael Azevedo
18/11/2002 às
19h50 137.205.8.2
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
Fui redundante...
Ops. Fui redundante em meu comentário acima. Assino embaixo de tudo que o sr. Sidney Vida (#26) escreveu.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Pablo Cabistani
18/11/2002 às
19h01 200.176.35.29
(+) Pablo Cabistani no Digestivo...
 
Colisões gramaticais
Menina Olga, "batida dolorosa" parece uma ótima expressão para descrever seu encontro com a língua portuguesa (se é que você realmente trombou com ela algum dia). Certamente, foi uma colisão traumática. Só isso pode explicar o fato de você não acertar uma só concordância ("bando de burguêses metido" etc.) e desconhecer regras básicas de pontuação e acentuação. Volte a gritar nas ruas, com a boca cheia do seu "popular" sanduíche de mortadela, porque ler e escrever é tarefa muito além da sua capacidade intelectual. Abraços da Isabel.

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Isabel
18/11/2002 às
19h26 200.221.28.204
(+) Isabel no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Box Conecte História V. 1 - 1º Ano Ensino Médio - Livro do Aluno
Ronaldo Vainfas e Outros
Saraiva
(2014)



O Eterno Namorado - a Pousada 2
Nora Roberts
Arqueiro
(2016)



Modern Business® - Corporation Finance
Jules I. Bogen
Alexander Hamilton Institute
(1954)



Amor Além de Tudo - 1ª Edição
Inácio Ferreira & Wanderlei Oliveira
Dufaux
(2014)



Feng Shui na Prática
Selena Summers
universo dos livros
(2009)



A Reliquia
Eça de Queiroz
Bup
(1963)



Breve História da Arte
Fritz Baumgart
Martins Fontes
(1994)



Educação Em Mészáros: Trabalho, Alienação e Emancipação
Caio Antunes - Coleção Educação Contemporânea
Autores Associados
(2012)



Construindo Consciências 7º Ano
Carmen de Caro e Outros
Scipione
(2009)



O Drama da Criança Bem Dotada
Alice Miller
summus editorial
(1997)





busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês