Nobel para o Hatoum | Lucas Grosso

busca | avançada
101 mil/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Povo Fulni-ô Encontra Ponto BR
>>> QUEÑUAL
>>> Amilton Godoy Show 70 anos. Participação especial de Proveta
>>> Bacco’s promove evento ao ar livre na Lagoa dos Ingleses, em Alphaville
>>> Vera Athayde é convidada do projeto Terreiros Nômades em ação na EMEF Ana Maria Benetti sobre Cavalo
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
Últimos Posts
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Chico Buarque e o Leite derramado
>>> A favor do voto obrigatório
>>> The Matrix Reloaded
>>> Por que as curitibanas não usam saia?
>>> Jobim: maestro ou compositor?
>>> 7 de Outubro #digestivo10anos
>>> A insignificância perfeita de Leonardo Fróes
>>> Soco no saco
>>> De Siegfried a São Jorge
>>> O Paulinho da Viola de Meu Tempo é Hoje
Mais Recentes
>>> Ao Redor do Mundo de Fernando Dourado Filho pela Fernando Dourado Filho (2000)
>>> O Administrador do Rei - coleção aqui e agora de Aristides Fraga Lima pela Scipione (1991)
>>> Memória do Cinema de Henrique Alves Costa pela Afrontamento (2024)
>>> Os Filhos do Mundo - a face oculta da menoridade (1964-1979) de Gutemberg Alexandrino Rodrigues pela Ibccrim (2001)
>>> Arranca-me a Vida de Angeles Mastretta pela Siciliano (1992)
>>> Globalizacão, Fragmentacão E Reforma Urbana: O Futuro Das Cidades Brasileiras Na Crise de Luiz Cezar de Queiroz Ribeiro; Orlando Alves dos Santos Junior pela Civilização Brasileira (1997)
>>> Movimento dos Trabalhadores e a Nova Ordem Mundial de Clat pela Clat (1993)
>>> Falso Amanhecer: Os Equívocos Do Capitalismo Global de John Gray pela Record (1999)
>>> Os Colegas de Lygia Bojunga pela Casa Lygia Bojunga (1986)
>>> Amazonas um Rio Conta Historias de Sergio D. T. Macedo pela Record (1962)
>>> A História de Editora Sextante pela Sextante (2012)
>>> Villegagnon, Paixaƒo E Guerra Na Guanabara: Romance de Assis Brasil pela Rio Fundo (1991)
>>> A Política de Aristóteles pela Ediouro
>>> A Morte no Paraíso a tragédia de Stefan Zweig de Alberto Dines pela Nova Fronteira (1981)
>>> Rin Tin Tin a vida e a lenda de Susan Orlean pela Valentina (2013)
>>> Estudos Brasileiros de População de Castro Barretto pela Do Autor (1947)
>>> A Origem do Dinheiro de Josef Robert pela Global (1989)
>>> Arquitetos De Sonhos de Ademar Bogo pela Expressão Popular (2024)
>>> Desafio no Pacífico de Robert Leckie pela Globo (1970)
>>> O Menino do DedoVerde de Maurice Druon pela José Olympio (1983)
>>> A Ciencia Da Propaganda de Claude Hopkins pela Cultrix (2005)
>>> Da Matriz Ao Beco E Depois de Flavio Carneiro pela Rocco (1994)
>>> Testemunho de Darcy Ribeiro pela Edições Siciliano (1990)
>>> Tarzan e o Leão de Ouro de Edgar Rice Burroughs pela Record (1982)
>>> Viagem de Graciliano Ramos pela Record (1984)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 6/8/2010
Comentários
Leitores

Nobel para o Hatoum
O que acontece com nossa literatura, em minha opinião, é que nossos autores são muito complexos para uma leitura fora do país. Mesmo a Salvador de Amado, ou o Sul de Verissimo pai, são lugares com características bem próprias - são exóticos até pra nós. Seria algo como Doutor Jivago - é um russo, e só poderia acontecer na Rússia. Paulo Coelho não tem o peso de um Eliot, mas tem a eloquência de um Deepak Chopra, "hot shoot" da autoajuda gringa. Porém, o indiano não é um forte concorrente para o Nobel. O escritor mais próximo de criar um estilo universal (como fez Hemingway ou Joyce) é Milton Hatoum. Seus livros são cada vez mais "Hatounianos". Se eu tivesse de colocar minhas fichas em alguém, seria ele.

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Lucas Grosso
http://asharpias.blogspot.com
6/8/2010 à
01h05 189.100.226.252
(+) Lucas Grosso no Digestivo...
 
Autoajuda: denominação errônea
Apesar de classificarem como autoajuda (já é padrão) essa denominação é errônea, porque o livro se torna um dispositivo para a ajuda, e quem lê não é somente o autor, sendo assim, quem ajuda é o livro enquanto dispositivo desencadeante de uma auto-avaliação. O texto me lembrou mmuito o livro "Quando Nietzsche chorou": ceticismo, resistência (por parte do esntrevistado) e a redenção.

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Lilian Gonçalves
http://liliangoncalves.blogspot.com
6/8/2010 à
00h56 187.117.245.33
(+) Lilian Gonçalves no Digestivo...
 
Paulo Coelho não é problema
O problema não é o que Paulo escrve, nem quem lê Paulo, mas o que isso traduz...

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Paulo Stockler
http://@stockler4
6/8/2010 à
00h52 189.32.19.123
(+) Paulo Stockler no Digestivo...
 
Ser inteiro é...
Carlos, é exatamente assim que eu penso. A dependência exagerada sufoca o outro. Precisamos, sim, de outras pessoas, de alguém em especial... mas não podemos jogar a responsabilidade da nossa felicidade nesse outro. Aí fica muito fácil achar um bode expiatório para tudo que dá errado na minha vida: eu sou infeliz por sua culpa, você não me faz feliz... você, você, você... e nunca eu. A gente tem que assumir a responsabilidade de muita coisa. Claro que alguém pode nos gerar algum sofrimento por determinado período de tempo. Mas não é tudo responsabilidade do outro. Tenho que assumir meus fracassos e frustrações... e até mesmo minhas conquistas e qualidade. Na minha visão, isso é ser inteiro.

[Sobre "Metade da laranja ou tampa da panela?"]

por Débora Carvalho
http://www.debcaroli.wordpress.com
4/8/2010 às
16h38 189.110.209.201
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Integralmente felizes
Débora, pois é justamene isso que faz com que nunca completemos esse jarro. Ganhamos experiências novas, descartamos as de outrora, nos renovamos, somos camaleões, mutações nos acometem a todo momento... O fato é que nossa necessidade dos outros nos é passada desde nossos antepassados. Na realidade, necessitamos do outro apenas quando nossa solidão já nos é um fardo. Mas reconheço que unir forças com alguém é prazeroso e como pessoas sociais que somos vem bem a calhar a presença do outro, desde que este respeite o momento de nossa "solidão". O problema existe quando achamos que dependemos de outras pessoas para nos sentirmos íntegros (acho que é isso que quer dizer com inteiro). Sair dessa cadeia de dependência é mui difícil, mas quando se consegue, enxergamos a vida por um ângulo diferente, e então teimamos em sermos felizes, integralmente felizes!

[Sobre "Metade da laranja ou tampa da panela?"]

por Carlos Patez
http://www.capatez.zip.net
4/8/2010 às
16h26 189.19.67.141
(+) Carlos Patez no Digestivo...
 
Estamos sempre mudando
Carlos, adorei "1+1=2" é melhor que "0,5+0,5=1". Não creio que exista um limite. Amadurecer é algo que não acaba nunca. E, falando sério, a cada experiência que vivemos, algo muda dentro da gente. Eu, por exemplo, a cada ano me sinto diferente, mudo de opinião e até de gosto por comida. Tem coisas que eu não gostava e passo a gostar, e vice-versa. Mudamos os hábitos, as crenças, os sentimentos. Acho que sabemos que somos completos quando não necessitamos que alguém nos faça feliz. É quando estar sozinho não incomoda tanto. É quando eu posso sair para ir à festa só, na boa, mas prefiro ir com você ou te encontrar lá. Se não tiver a sua companhia, posso ter a de uma amiga ou amigo. Acho que é isso. Não vou deixar de ir porque você não vai comigo. E viva a felicidade inteira!!!

[Sobre "Metade da laranja ou tampa da panela?"]

por Débora Carvalho
http://www.debcaroli.wordpress.com
4/8/2010 às
13h46 189.110.209.201
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Troca de experiências
Muito bem escrita essa sua pequena novela. Concordo com essa coisa de pessoas inteiras se "completando". Se sou completo, o que acrescento ao outro o faz incompleto ou podemos ensinar aprendendo, nos tornando inda mais cheios? Acho que somos dependentes das experiências dos outros e temos vontade de passar-lhes as nossas. Esta soma para mim é até matemática 1+1=2 (prefiro esta do que a 0,5+0,5=1). A "troca" de experiências é mais frutífera do que o simples "passar experiência" ao outro. Gostei, mas tive uma reflexão a esse respeito: quando sabe realmente quando está cheio, completo, pronto? Há um limite então para nós?

[Sobre "Metade da laranja ou tampa da panela?"]

por Carlos Patez
http://www.capatez.zip.net
4/8/2010 às
12h27 189.19.67.141
(+) Carlos Patez no Digestivo...
 
Sou pintora "autodidata" e ...
Sou pintora "autodidata" e ja vendi mais de 3.000 quadros e pergunto...o que ficara? Ai me vem `a cabeca uma frase de um critico de arte, nao lembro o nome, "as obras de arte tem valor pelos que as preservaram"...quantas, talvez melhores, nao sobreviveram.A expressao," uma imagem vale por mil palavras" faz com que eu tenha feito mais obras que muitos escritores, mas isso nao significa reconhecimento nem preservacao dos meus trabalhos. O que importa e' fazar, porque se ama o que se faz. O resto fica ao futuro. E isso o Paulo faz.Ama.

[Sobre "O dia em que Paulo Coelho chorou"]

por Maria Anna Machado
http://maria machado
4/8/2010 às
10h30 70.118.124.179
(+) Maria Anna Machado no Digestivo...
 
Parabéns pelo dom da música
A música é terapêutica. Parabéns pelo dom da música. Sem música a vida seria sem sal, amarga e tediosa.

[Sobre "3 perguntas: Voa Viola"]

por Ivone Vebber
2/8/2010 às
14h37 187.23.190.38
(+) Ivone Vebber no Digestivo...
 
Sem mais pudores e insegurança
Minha nossa! E eu tentando terminar um doutorado em geografia, a ponto de desistir por achar meu texto carente de fundamentação... Grata ao autor pelo excelente texto, foi o que eu precisava para, sem mais pudores e inseguranças, terminar mais um capítulo.

[Sobre "Claudia Leitte, articulista..."]

por Márcia Braga
2/8/2010 às
07h38 189.71.60.185
(+) Márcia Braga no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Crânio Sob a Pele
P. D. James
Companhia das Letras
(2010)



Livro Literatura Estrangeira Inacreditáveis Pretty Little Liars Volume 4
Sara Shepard
Rocco
(2011)



Ethical and Professional Standards and Quantitative Methods - 6 Volume
Cfa Program Curriculum
Cfa Institute
(2020)



Viagens Psíquicas - Mistérios do Desconhecido
Russel B. Adams
Abril
(1992)



O Imortal
Paulo Coelho Netto
Melso
(1962)



Livro Literatura Estrangeira A vingança está na moda Tudo o que ela quer é acerta as contas.
Rosalie Ham
Harper Collins
(2016)



Estudios Sobre Técnica Psicoanalitica
Heinrich Racker
Editorial Paidos
(1979)



A Vida tende a dar certo 313
Anna Sharp
Rai
(2014)



Educação, Sujeito e História
Antônio Joaquim Severino
Olho Dagua
(2003)



Rimas da floresta
José Santos
Peirópolis
(2007)





busca | avançada
101 mil/dia
2,4 milhões/mês