Por que você escreve? | Sérgio Rodrigues

busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Geza Vermes, biógrafo de Jesus Cristo
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os olhos brancos de Deus
>>> Alívios diamantinos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Ser intelectual dói
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
>>> Distribua você também em 2008
>>> A proposta libertária
Mais Recentes
>>> Fbi--43--o grande golpe--105--41--67 de Monterrey pela Monterrey
>>> Hh--epopeias de guerra--375--furia e odio--6--160--146--153--158-- 23--141 de Peter kapra pela Monterrey
>>> Rpg--29--anjos e demonios--58--temporada de caça. de Trama pela Trama
>>> Egw--100--call of duty--black ops de Tambor pela Tambor
>>> A Saga dos Cristãos Novos de Joseph Eskenazi Pernidji pela Imago (2005)
>>> Uma Técnica de Viver de Leonard A. Bullen pela Pensamento (1988)
>>> Avaliação de Programas - Concepções e Práticas de Blaine R. Worthen, James R. Sanders e Jody L. Fitzpatrick pela Gente (2004)
>>> Concentração de Mouni Sadhu pela Pensamento (1984)
>>> O Melhor Livro Sobre Nada de Jerry Seinfeld pela Frente (2000)
>>> A República de Platão pela Nova Cultural (2000)
>>> Condenados da Terra de Frantz Fanon pela Edição Popular (1961)
>>> Com Olhos de Criança de Francesco Tonucci pela Instituto Piaget (1988)
>>> Revista Neuro Educação – Nº 4 – Dormir Bem Para Aprender Melhor de Vários Autores pela Segmento (2015)
>>> de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2018)
>>> Revista Ciência & Vida Psique – Ano 1 – Nº 2 – Psicopedagogia Pra Que? de Vários Autores pela Escala
>>> Revista Crescer em Família – Ano 7 – Nº 74 - Primeiro Ano do Bebê de Vários Autores pela Globo (2000)
>>> Revista Mente e Cérebro – Ano XVI – Nº 197 – As 5 Idades do Cérebro de Vários Autores pela Duetto (2009)
>>> Poder, Política e Partido de A. Gramsci pela Brasiliense (1992)
>>> Gramsci : Cem anos de um pensamento vivo - coleção P&T de J. Luiz Marques e Luiz Pilla Vares (Orgs.) pela Palmarica (1991)
>>> Memórias da Resistência de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2019)
>>> Supercapitalismo Como o capitalismo tem transformado os negócios, a democracia e o cotidiano de Robert B. Reich pela Campus (2008)
>>> Marx Engels - História -Coleção Grandes Cientistas Sociais 36 de Florestan Fernandes (Org.) pela Ática (1983)
>>> Começo de Conversa – Orientação Sexual de Osny Telles Marcondes Machado pela Saraiva (1996)
>>> Ciclos de Formação Proposta Político-Pedagógica da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 9 de Vários Autores pela SmedPoA (1999)
>>> Ciclos de Formação Proposta Político-Pedagógica da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 9 de Vários Autores pela SmedPoA (1996)
>>> A dieta dos 17 dias Um método simples para perder barriga de Mike Moreno pela Sextante (2011)
>>> O Especialista em Educação na Perspectiva da Escola Cidadã - Cadernos Pedagógicos 10 de Vários Autores pela SmedPoA (1996)
>>> Dez Leis Para Ser Feliz - Ferramentas par se apaixonar pela vida de Augusto Cury pela Sextante (2008)
>>> Projeto Revista de Educação – Nº 1 - Ano 1 de Vário Autores pela Projeto (1999)
>>> O Carvalho de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Dicionário do Pensamento Marxista de Tom Bottomore - Editor pela Jorge Zahar (2001)
>>> Um tango para 5 Rainhas de Jony Wolff pela Edição do autor (2018)
>>> O Carvalho de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Os Clássicos da Política vol. 1- Mquiavel-Hobbes-Montesquieu- Rousseau de Francisco C. Welfort (Org.) pela Ática (2006)
>>> Nacionalismos - O estado nacional e o nacionalismo no século XX de Montserrat Guibernau pela Jorge Zahar (1997)
>>> Bibliografia Estudos Sobre Violência Sexual Contra a Mulher:1984-2003 de Kátia Soares Braga - Elise Nacimento (Orgs.) pela Letras Livres - UNB (2004)
>>> O reino de James T. harman pela Restauração (2013)
>>> A importancia da cobertura de Lance Lambert pela Classicos (2013)
>>> O Reino Entre Nós de Não Informado pela O Lutador
>>> Como Realizar a Aprendizagem de Robert M. Gagné pela Mec (1974)
>>> Yoga para a Saúde do Ciclo Menstrual de Linda Sparrowe/ Patrícia Walden pela Pensamento (2004)
>>> Pequenos Segredos da Arte de Escrever de Luiz A. P. Victoria pela Ouro (1972)
>>> Deus Cristo e Caridade Reformador Revista de Espiritismo Cristão de Federação Espírita pela Federação Espírita (1988)
>>> Deus Cristo e Caridade Reformador Revista de Espiritismo Cristão de Federação Espírita pela Federação Espírita (1989)
>>> Paca, Tatú...Contos Infantis de Malba Tahan pela Cruzada da Boa Imprensa (1939)
>>> A Marquesa de Reval de May Logan pela Anchieta (1944)
>>> Camilo Compreendido Tomo 1 e 2 de Gondim da Fonseca pela Martins (1953)
>>> Técnicas de Yoga de Dr.M.L.Gharote pela Phorte (2007)
>>> A Essência da Alma de Sônia Tozzi (psicografia) pela Lúmen (2006)
>>> Minutos de Oração de Legrand (coord) pela Soler (2007)
ENSAIOS

Segunda-feira, 2/3/2009
Por que você escreve?
Sérgio Rodrigues

+ de 6200 Acessos
+ 16 Comentário(s)

Ele perguntou a ela por que ela escrevia e ela respondeu que escrevia porque tinha vontade, e ele falou, muita gente tem vontade, vontade não basta, e ela disse mas então você está me perguntando como eu consigo escrever, é isso?, e ele ficou em dúvida e ela, eu achei que você tinha perguntado por que eu escrevo e não como eu faço para escrever o que eu escrevo, aí ele ficou um tempo em silêncio e depois riu e disse tá certo, touché, então ela olhou para baixo e notou que ele estava se assanhando outra vez, ah, a juventude, tocou nele e disse, como se fosse um eco na caverna, touché, e pronto, começaram tudo de novo, e só bem mais tarde, de madrugada, o apartamento já quase sem provisões, quando estavam bebendo o vinho velho que ela tinha separado para cozinhar e sorvendo por um buraco na lata o leite condensado encontrado por milagre no fundo da despensa, aquela mistura sensacional de caldo ultradoce e vinho avinagrado, mas um bom vinho avinagrado, chileno, só então ela disse, com os olhos bem encaixados nos dele, eu escrevo porque isso faz homens bonitos e gostosos que nem você gostarem de mim, quererem me comer, aí cruzou os olhos, língua roxa, e falou me come, e ele até que tentou, tentou bastante, mas tinha acabado a pilha.

* * *

O repórter, um garoto espigado, um Clark Kent mais moreno, quase mulato, óculos redondos, beiços fartos, perguntou de gravador estendido por que ele escrevia. Era a mais tolinha das perguntas do manual, mas o velho escritor famoso olhou para o garoto em silêncio, e continuou olhando até ele desviar os olhos e começar a suar no buço. Então pegou o gravador da mão dele, desligou-o e, após devolvê-lo, disse:

― Eu escrevo porque tenho um monstro dentro de mim que, se eu não escrever, vai pular em cima de todos os meninos tesudos feito você que cruzarem o meu caminho, e aí já viu. Para acalmar a fera só tem duas coisas: escribir y joder, ou melhor, ser jodido.

E o jovem repórter ficou respirando forte e olhando para o escritor um tempão. Aí guardou o gravador na bolsa e disse:

― Vamos?

* * *

Em Parati:

― Escrevo porque sou testemunha. Escrevo para dar voz a quem não tem voz. Escrevo porque meu país está aprendendo a ler ― respondeu um baixinho grisalho, provavelmente comunista.

― Escrevo porque não sei tocar saxofone ― disse o quarentão barrigudo que estava ficando careca, mas ainda tentava disfarçar. Provavelmente brocha.

― Não tenho the slightest fucking idea! ― gritou a jovem paulistana de roupa fashion e cabelos picotados. Provavelmente idiota.

― Engraçado, nunca ninguém me fez essa pergunta ― rosnou o gringo entediado. ― Acho que escrevo porque sou muito bom nisso. ― Certamente babaca.

― Escrevo porque escrevo porque escrevo porque escrevo ― mas isso ela já nem lembra quem falou, porque a essa altura desistiu de impressionar seu novo namorado intelectual e partiu sozinha para Trindade numa traineira que tinha o seu nome, Anna O., até a inicial era a mesma, e por dois ou três meses não teve vontade de escrever nem bilhetinho para colar na geladeira.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no blog Todoprosa, de Sérgio Rodrigues, que integra o portal iG.


Sérgio Rodrigues
Rio de Janeiro, 2/3/2009

Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Verão de 1968 de Ruy Castro


Mais Sérgio Rodrigues
Mais Acessados de Sérgio Rodrigues
01. A blogueira e o estruturalista - 29/3/2010
02. Por que você escreve? - 2/3/2009
03. Do tamanho dos textos - 15/9/2008
04. O estranho caso do Wiki-Machado - 24/5/2010
05. Diálogo com pastinha de hadoque - 26/4/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
4/3/2009
11h36min
Fiquei sem palavras para escrever. Mas tenho várias respostas: uma, escrevo para desabafar, dar vasão a minhas angústias; para receber elogios de outras pessoas e me sentir orgulhosa. A escrita para mim é uma forma de desligar de tudo que me faz triste, é sair voando sem asas e vivendo vidas que não são minhas, é ser diferente, é ser eu de verdade, chegaria a dizer. Gosto de escrever e isto me faz feliz.
[Leia outros Comentários de Solange Boy]
5/3/2009
10h42min
Existem dois tipos de escritores: os pensadores, os que escrevem porque têm ideias e as querem compartilhar; e os sentimentais, sem qualquer ideia acerca do mundo em que vivem, que escrevem para afastar ou compartilhar tristezas inventadas. Pelo visto, o pessoal aqui pertence, em massa, à segunda categoria. É uma pena...
[Leia outros Comentários de Felipe]
5/3/2009
13h00min
E como é? Você é que escreve para agradar outros (se não é vaidade, é...?) e sou eu quem não pensa? Pelo visto você já se encaixou bem em uma das categorias ali em cima...
[Leia outros Comentários de Felipe]
5/3/2009
15h52min
Não me interessa muito saber o que pensam de escritores como eu. Apenas escrevo, mesmo que escreva, amasse e joque no lixo meus "escritos". Penso que tudo que faço por prazer é válido, portanto, se sou ou não boa no que faço, problema! E daí...
[Leia outros Comentários de Solange Boy]
5/3/2009
20h47min
Por pensadores leia escritores cujas obras têm um cunho social, como Dickens: seus livros são um retrato perfeito da era Vitoriana, e também uma crítica... É claro que não falta sensibilidade à obra de pensadores, mas não é o foco. Já os sentimentais se contentam apenas em escrever seus "sofrimentos". Um choro eterno e idiota sobre a vida. Assim como Oscar Wilde, que você citou: escritor pobre e fresco. E o bom escritor não escreve para agradar os outros, nem para desagradar: escreve para agradar a si mesmo.
[Leia outros Comentários de Felipe]
5/3/2009
21h42min
Escrever, para mim, é uma arte. Minha habilidade com a palavra escrita compensa minha timidez e minha falta de tato para relações interpessoais. Além disso, consigo expor meus medos, minhas angústias, minha imaginação e até mesmo experiências não vividas. Escrever me traz uma paz, uma plenitude, me acalma a alma. Quando escrevo não penso em agradar e/ou conquistar leitor algum. Quero apenas deixar fluir as mais profundas prospecções a respeito da vida, do amor, pessoas, fatos e meu eu. Além disso, grande parte do que escrevo mantenho guardado, em sigilo, a sete chaves, até que a coragem me faça compartilhá-los com alguém ou publicá-los.
[Leia outros Comentários de Edi Kersting]
19/3/2009
10h36min
... é uma das poucas coisas que faço medianamente bem na vida - junto com nadar e cozinhar.
[Leia outros Comentários de Adriana Baggio]
19/3/2009
11h59min
Escrever é uma arte, um dom que nem todos possuem. É coisa séria e com coisa séria não se brinca.
[Leia outros Comentários de Arnaldo]
19/3/2009
12h55min
Perguntar o que leva alguém a escrever equivale a querer saber se Capitu traiu Bentinho...
[Leia outros Comentários de jeanette rozsas]
20/3/2009
23h05min
Simples: palavras que voam escritas permanecem. Quer mais motivo? Ao escrever sinto-me realizado ao ver meu pensamento (uma abstração) materializar-se na escrita.
[Leia outros Comentários de Helio Araujo]
26/3/2009
23h14min
Eu escrevia para fazer xacota de pessoas que nem a Solange. Afinal, ela parece ser muito gente boa pra se sacanear na cara: eu me sentiria culpado. Sou de manteiga... por isso, preciso me dar o trabalho de criar um personagem em que ela possa, vagamente, se reconhecer, mas que, da distancia da ficção, me permita nao sentir muita culpa. (ela sabe o que ta acontecendo - nao é boba - eu sei que ela sabe, mas ninguem pode culpar ninguém.) Ah, tb escrevia para sacanear pessoas que nem o Felipe. Isso pq, em geral, eu sou muito covarde para enfrentar esses babacas convencidos assim de frente. Eles ficam bravinhos e berram que sao especiais! (medo) Já que estou soltando a franga, la vai: Edi, não acredito que voce acredita que escrever é uma arte! E eu achando que era uma modinha passageira... mas que bom que te faz bem. Eu, por ex, parei de escrever pq me fazia um mal danado. Só, às vezes, que eu nao aguento e descarrego tudo num comentário agressivo (e mentiroso e evasivo) neste site.
[Leia outros Comentários de Dan]
29/3/2009
19h12min
Escrevo por uma necessidade dialética. O que leio, o que sinto, o que vejo, o que percebo dentro e fora de mim estimula o meu exercício de escrever. É reação, é catarse, pode ser um grito ou um muchocho - é apenas uma outra forma de falar usando caracteres ao invés de sons...
[Leia outros Comentários de Luiz Tarciso]
29/3/2009
23h30min
Escrevo porque tenho horror à nossa dissolução sem solução, apavora-me a nossa frágil condição de meros mortais, cujo destino é a cova profunda. Oxalá eu consiga ao menos deixar alguns dos meus rabiscos como herança para, com isso, não me afogar no rio do esquecimento.
[Leia outros Comentários de Sílvio Medeiros]
8/4/2009
01h27min
Achei interessante a discussão entre Felipe e Willian sobre o escritor pensador e o sentimental. Penso que os bons escritores são pensadores natos e o sentimento não está separado. Digo "sentimento" no sentido de enxergar além das convenções, levando, assim, à reflexão, ao pensamento, não importando a temática explorada. Valeu.
[Leia outros Comentários de Marcos Plata]
11/5/2009
09h04min
- Para que o poeta escreve?/ - Para não esquecer./ - Para que então ele publica?/ - Para esquecer (Rubens Rodrigues Torres Filho)
[Leia outros Comentários de Tiago Pavan]
11/5/2009
09h24min
Consta que Molière teria dito: "Writing is like prostitution. First you do it for love, and then for a few close friends, and then for money." Como a citação é apócrifa, fica em inglês que é fácil encontrar.
[Leia outros Comentários de Felipe Pait]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO USAR O JORNAL NA SALA DE AULA
MARIA ALICE FARIA
CONTEXTO
(1996)
R$ 18,00



O GAÚCHO
JOSÉ DE ALENCAR
EDIGRAF
R$ 8,75



O SOL TAMBÉM SE LEVANTA
ERNEST HEMINGWAY
ABRIL CULTURAL
(1981)
R$ 10,02



ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA
SCOTT TUROW
RECORD
(1987)
R$ 6,90



O HOMEM SADIO: UMA NOVA VISÃO
VÁRIOS AUTORES
FONTE VIVA
(1992)
R$ 8,90



HQ BATMAN MESTRE DO FUTURO + SÉRIE TÚNEL DO TEMPO
BRIAN AUGUSTYN & EDUARDO BARRETO
ABRIL JOVEM
(1992)
R$ 16,50
+ frete grátis



DIÁRIO DE INVERNO
PAUL AUSTER
COMPANHIA DAS LETRAS
(1990)
R$ 15,00



MULHERES LIDERAM MELHOR QUE HOMENS
LOIS P. FRANKEL
GENTE
(2007)
R$ 12,00



CONTOS & CRÔNICAS
FERNANDO SABINO
O DIA
R$ 9,80



TEORIA Z: COMO AS EMPRESAS PODEM ENFRENTAR O DESAFIO JAPONÊS
WILLIAM OUCHI
FUNDO EDUCATIVO BRASILEIRO
(1982)
R$ 5,00





busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês