A mulher madura | Affonso Romano de Sant'Anna

busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dias 06,13, 20 e 27 de março terão apresentações circenses virtuais da Arca de Vandé
>>> Obra clássica sobre a economia política de Marx é lançada no Brasil
>>> Estreia de Pantanal A Boa Inocência de Nossas Origens
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o quarto episódio do Desafinados Entrevista
>>> Unil oferece curso sobre preparação e revisão de texto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Em Busca da Terra do Nunca... e Johnny Depp
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Tom Zé por Giron
>>> Solte o Timóteo
>>> As cores de Pamuk
>>> O que mata o prazer de ler?
>>> Ex-míope ou ficção científica?
>>> Cidades do Algarve
>>> Tralha
>>> Cameron Frye: o rapaz que se cansou de sentir medo
Mais Recentes
>>> Dossiê Gabeira - o Filme Que Nunca foi Feito de Geneton Moraes Neto pela Globo (2009)
>>> A Lei da Conexão - Como Melhorar sua Capacidade de se Comunicar na Vida Pessoal e no Trabalho de Michael J. Losier pela Ediouro (2010)
>>> Minidicionário Rideel - Espanhol - Português - Espanhol de Rideel pela Rideel (2003)
>>> Kunhangue Mba'e Kua: As trajetórias das mulheres Cacicas Guarani Mbya de Santa Catarina de Francine Pereira Rebelo pela Brazil Publishing (2021)
>>> Revista Brasileira de Estudos Políticos Julho/Dezembro 109 2004 de Orlando Magalhães Carvalho (Fundador) pela Ufmg
>>> Além do óbvio de Edson Teixeira pela Brazil Publishing (2021)
>>> Minidicionário Rideel - Espanhol - Português - Espanhol de Rideel pela Rideel (2003)
>>> Ativando a Biblioteca Escolar de Maria Antonieta Rodrigues Simão pela Sagra-dc Luzzatto (1993)
>>> Tabela Pha de Heloísa de Almeida Prado pela Tao (1995)
>>> Organização e Administração e Bibliotecas de Heloísa de Almeida Prado pela Tao (1992)
>>> Minidicionário Rideel - Espanhol - Português - Espanhol de Rideel pela Rideel (2003)
>>> Educar em Revista Número Especial 2006 de Carlos Augusto Moreira Júnior (Reitor) pela Ufpr
>>> Reflexões Sobre a A Arte de Alfredo Bosi pela Ática (1991)
>>> O Patinho Feio - Col. Meus Contos de Fadas Favoritos de Editora Todolivro pela Todolivro (2012)
>>> O Caçador de Pipas de Khaled Hosseini pela Nova Fronteira (2005)
>>> A Mão e a Luva de Machado de Assis pela Garnier (1988)
>>> Minidicionário Rideel - Espanhol - Português - Espanhol de Rideel pela Rideel (2003)
>>> Caminho - Os passos que damos nos levam a abundancia que merecemos - Lucia Pacheco de Lucia Pacheco pela Enepress
>>> Um Certo Jaques Netan de Carlos Nejar pela Aché (1991)
>>> A Lei da Conexão - Como Melhorar sua Capacidade de se Comunicar na Vida Pessoal e no Trabalho de Michael J. Losier pela Ediouro (2010)
>>> The City Experiment de Theo Walker pela Cambridge (2014)
>>> Nosso amigo Chico Xavier -Luciano da Costa e Silva de Luciano da Costa e Silva pela EME
>>> Conan Doyle - Memórias e Aventuras - Autobiografia de Sir Arthur Conan Doyle pela Marco Zero (1993)
>>> A Lei da Conexão - Como Melhorar sua Capacidade de se Comunicar na Vida Pessoal e no Trabalho de Michael J. Losier pela Ediouro (2010)
>>> Conan Doyle - Memórias e Aventuras - Autobiografia de Sir Arthur Conan Doyle pela Marco Zero (1993)
ENSAIOS

Segunda-feira, 14/12/2009
A mulher madura
Affonso Romano de Sant'Anna

+ de 13400 Acessos
+ 1 Comentário(s)


Flamenco Woman Painting, de Richard Young

O rosto da mulher madura entrou na moldura de meus olhos.

De repente, a surpreendo num banco olhando de soslaio, aguardando sua vez no balcão. Outras vezes ela passa por mim na rua entre os camelôs. Vezes outras a entrevejo no espelho de uma joalheria. A mulher madura, com seu rosto denso esculpido como o de uma atriz grega, tem qualquer coisa de Melina Mercouri ou de Anouke Aimé.

Há uma serenidade nos seus gestos, longe dos desperdícios da adolescência, quando se esbanjam pernas, braços e bocas ruidosamente. A adolescente não sabe ainda os limites de seu corpo e vai florescendo estabanada. É como um nadador principiante, faz muito barulho, joga muita água para os lados. Enfim, desborda.

A mulher madura nada no tempo e flui com a serenidade de um peixe. O silêncio em torno de seus gestos tem algo do repouso da garça sobre o lago. Seu olhar sobre os objetos não é de gula ou de concupiscência. Seus olhos não violam as coisas, mas as envolvem ternamente. Sabem a distância entre seu corpo e o mundo.

A mulher madura é assim: tem algo de orquídea que brota exclusiva de um tronco, inteira. Não é um canteiro de margaridas jovens tagarelando nas manhãs.

A adolescente, com o brilho de seus cabelos, com essa irradiação que vem dos dentes e dos olhos, nos extasia. Mas a mulher madura tem um som de adágio em suas formas. E até no gozo ela soa com a profundidade de um violoncelo e a sutileza de um oboé sobre a campina do leito.

A boca da mulher madura tem uma indizível sabedoria. Ela chorou na madrugada e abriu-se em opaco espanto. Ela conheceu a traição e ela mesma saiu sozinha para se deixar invadir pela dimensão de outros corpos. Por isto as suas mãos são líricas no drama e repõem no seu corpo um aprendizado da macia paina de setembro e abril.

O corpo da mulher madura é um corpo que já tem história. Inscrições se fizeram em sua superfície. Seu corpo não é como na adolescência uma pura e agreste possibilidade. Ela conhece seus mecanismos, apalpa suas mensagens, decodifica as ameaças numa intimidade respeitosa.

Sei que falo de uma certa mulher madura localizada numa classe social, e os mais politizados têm que ter condescendência e me entender. A maturidade também vem à mulher pobre, mas vem com tal violência que o verde se perverte e sobre os casebres e corpos tudo se reveste de uma marrom tristeza.

Na verdade, talvez a mulher madura não se saiba assim inteira ante seu olho interior. Talvez a sua aura se inscreva melhor no olho exterior, que a maturidade é também algo que o outro nos confere, complementarmente. Maturidade é essa coisa dupla: um jogo de espelhos revelador.

Cada idade tem seu esplendor. É um equívoco pensá-lo apenas como um relâmpago de juventude, um brilho de raquetes e pernas sobre as praias do tempo. Cada idade tem seu brilho e é preciso que cada um descubra o fulgor do próprio corpo.

A mulher madura está pronta para algo definitivo.

Merece, por exemplo, sentar-se naquela praça de Siena à tarde acompanhando com o complacente olhar o vôo das andorinhas e as crianças a brincar. A mulher madura tem esse ar de que, enfim, está pronta para ir à Grécia. Descolou-se da superfície das coisas. Merece profundidades. Por isto, pode-se dizer que a mulher madura não ostenta jóias. As jóias brotaram de seu tronco, incorporaram-se naturalmente ao seu rosto, como se fossem prendas do tempo.

A mulher madura é um ser luminoso, repousante às quatro horas da tarde, quando as sereias se banham e saem discretamente perfumadas com seus filhos pelos parques do dia. Pena que seu marido não note, perdido que está nos escritórios e mesquinhas ações nos múltiplos mercados dos gestos. Ele não sabe, mas deveria voltar para casa tão maduro quanto Yves Montand e Paul Newman, quando nos seus filmes.

Sobretudo, o primeiro namorado ou o primeiro marido não sabem o que perderam em não esperá-la madurar. Ali está uma mulher madura, mais que nunca pronta para quem a souber amar.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no livro A mulher madura. Leia também "É preciso aprender a ser mulher".


Affonso Romano de Sant'Anna
Rio de Janeiro, 14/12/2009

Quem leu este, também leu esse(s):
01. As Marcas do Tempo de Ryoki Inoue


Mais Affonso Romano de Sant'Anna
Mais Acessados de Affonso Romano de Sant'Anna
01. A mulher madura - 14/12/2009
02. Duchamp e o Dadá - 20/2/2006
03. Morreu Vinicius de Moraes - 3/8/2009
04. Obras-primas recusadas - 19/3/2007
05. Situação da poesia hoje - 8/9/2008


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/12/2009
17h55min
ARS é o pinguim na geladeira da literatura brasileira.
[Leia outros Comentários de Guilherme]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Prestes Lutas e Autocríticas
Dênis de Moraes - Francisco Viana
Vozes
(1982)
R$ 5,00



Os Maias - Série Ouro
Eça de Queirós
Martin Claret
(2006)
R$ 12,00



Mitologia Cubana
Samuel Feijoo
Letras Cubanas
(1996)
R$ 15,00



Breakable - Contornos do Coração 2
Tammara Webber
Verus
(2014)
R$ 9,80



Seda (Em espanhol)
Alessandro Baricco
Norma
(1998)
R$ 48,00



Psicologia General Desde El Punto de Vista Personalistico 2 Vols
William Stern
Paidos
R$ 172,50



Mais Com Mais Dá Menos
Bartolomeu Campos de Queirós
Rhj
(2011)
R$ 6,00



Abertura Ruy Lopez
Danilo Soares Marques
Clube de Autores
(2020)
R$ 44,04



As Memórias de Cleópatra 3 - o Beijo da Serpente
Margaret George
Geração Ed
(2001)
R$ 15,00



Desgarrados
Eda Nagayama
Cosac Naify
(2015)
R$ 30,00





busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês