Dizem que a crítica acabou; só se foi quando o verão chegou | Luís Antônio Giron

busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> El sueño de la razón
>>> Machado de Assis dos folhetins ao Orkut
>>> Super Campeões, trocas culturais de Brasil e Japão
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Curtas e Grossas
>>> Ribamar, de José Castello
>>> Whoopee
>>> Caso Richthofen: uma história de amor
>>> Os Romances de Mainardi
Mais Recentes
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Íntriseca (2013)
>>> O anjo do Adeus de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1995)
>>> Iniciação ao Direito do Trabalho de Amauri Mascaro Nascimento pela LTr (2005)
>>> O verde Violentou o Muro de Ignacio de Loyola Brandão pela Global (1984)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1982)
>>> o Dia em Que Comeram o Ministro de Fausto Wolff pela Codecri/ RJ. (1984)
>>> Nancy Maria Mendes de Apesar do Tempo... pela Scriptum/ Belo Horiznte
>>> Recados da Lua - Amor e Romantismo de Helena Jobim pela Record/ RJ. (2001)
>>> Inovação -A Arte de Steve Jobs de Carmine Gallo pela Lua de Papel (2010)
>>> Machado de Assis de Augusto Meyer pela Globo/ Porto Alegre (1935)
>>> Os Putos de Altino Total pela Livr. Sá daCosta/ Lisboa (1980)
>>> Vinte E Quatro Horas na Vida de uma Mulher e outras Novelas de Stefan Zweig pela Record/ RJ. (1999)
>>> Empresas de ComércioInternacional: Organização e Operacionalidade de Dalton Daemon pela Edit. da FURBE (1993)
>>> Princípios e procedimentos notariais de Odelmir Bilhalva Teixeira pela Russell (2009)
>>> Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdam pela Ediouro/ RJ.
>>> Os Possessos 2 Volumes de Dostoiewsky pela Livraria Progredior Porto
>>> Em Busca da Arca de Noé de Dave Balsiger Charles E. Sellier Jr pela Record (1976)
>>> Noite de Erico Verissimo pela Globo (1954)
>>> O Discípulo de Paulo Bourget pela Irmãos Pongetti (1944)
>>> O mito da neutralidade científica de Hilton japiassu pela Imago (1975)
>>> Curso de direito civil brasileiro 7 volume responsabilidade civil de Maria helena diniz pela Saraiva (2001)
>>> Patrícia Bins de Janela do Sonho pela Nova Fronteira/ RJ. (1986)
>>> Introdução ao estudo do direito de Tercio sampaio ferraz jr pela Atlas (1994)
>>> Themen 2- Lehrwerk Für Deustsch als Fremdsprache - Kursbuch de Hartmut Auderstrabe/ Heikop Bock/ Helmut Müller pela Max Huber/ EPU (1993)
>>> Organon da arte de curar de Samuel hahnemann pela Ihfl (1995)
>>> Noite na taverna de Alvares de azevedo pela Klick
>>> Mini) Reforma Tributária: Reflexões Sobre a Lei N. 10. 637/2002 (... de Fábio Junqueira de Carvalho (...) Coord. pela Mandamentos (2003)
>>> Vademecum do direito de família e sucessões de Márcia Cristina Ananias Neves pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Guida Allo Studio Della Linguistica Storica (i) Profilo Storico... de Benvenuto Terracini pela EdizioneDell Ateneo/ Roma (1948)
>>> Curso de direito civil brasileiro 5 volume direito da família de Maria helena diniz pela Saraiva (2000)
>>> Escola, Estado e sociedade de Bárbara freitag pela Corte (1979)
>>> Las Lenguas y los Pueblos Indoeuropeos - Con Mapas En Colores de P. Kretschmer y B. Hrozný pela Madrid (1934)
>>> La Parola Quale Mezzo D Espressione de Vittorio Bertoldi pela Raffaele Pironte & Figli/ Ital (1946)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini...Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> Archivio Glottologico Italiano (vol. X L - Fascícolo I I) de Benvenuto Terracini/ Bruno Migliorini: Diretto pela Casa Editrice Felice Mounier/ Firenze (1955)
>>> O Abismal de Maria Helena Nóvoa pela Melhoramentos/ Bienal Nestlé (1986)
>>> Prática dos registros públicos de Ozeias J. Santos pela Fapi (2007)
>>> Fordlândia de Eduardo Sguiglia pela Iluminuras (1997)
>>> Não Verás Nenum País Como Este: Um Relato Cronlógico da Violência e do Arbítrio - A Censura, As Negociatas, a Corrupção Impune de Sebastião Pereira da Costa pela Record/ RJ. (1992)
>>> Novo Código civil explicado e aplicado ao processo 2 volumes de Wilson Gianulo pela Jurídica brasileira (2006)
>>> Novo dicionário de economia de Organização; Paulo Sandroni pela Best Seller (1998)
>>> Um Velho Velhaco e Seu Neto Bundão de Lourenço Cazarré pela Atual/ Sp. (1993)
>>> A Vingança do Timão de Carlos Moraes pela Brasiliense/ SP (1982)
>>> Um Herege Vai ao Paraíso: Cosmologia de um Ex- Colono Condenado P/ Inquisição (1680-1744) de Plínio Freire Gomes pela Companhia das Letras/SP. (1997)
>>> Sociedade pós-capitalista de Peter Drucker pela Pioneira (1999)
>>> Um Chute na Rotina: os Quatro Papéis Essenciais do Processo Criativo de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Editores Associados (1998)
>>> Um Toc na Cuca: Técnicas para quem quer Ter Mais Criatividade na Vida de Roger Von Oech/ Ilustr. C. Scatamacchia pela Cultura Ed. Associados (1990)
>>> A filosofia na obra de Machado de Assis de Miguel Reale pela Pioneira (1982)
>>> La Rose du Peuple - La poésie de Carlos Drummond de Andrade de Dionysio Toledo- Wander Mello de Miranda- Celso Libânio (orgs.) pela Ufmg (2019)
>>> Cristianismo e Espiritismo de Léon Denis pela Feb (1994)
ENSAIOS

Segunda-feira, 6/5/2002
Dizem que a crítica acabou; só se foi quando o verão chegou
Luís Antônio Giron

+ de 4300 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Virou bordão quase proclamar que a "grande crítica" musical já acabou, que os jornais já não dão espaço para a "boa" crítica. Esse tipo de afirmação ou é feita com má-fé ou tem origem em alguma frustração de ex-crítico. Não consigo ver o fim da crítica, especialmente em música erudita. Pelo contrário, assisto à insistência tenaz de uma atividade crítica de boa qualidade nos jornais e revistas.

Os nomes dos críticos militantes são muitos, e a nova geração já chegou, fazendo seu papel de propagação e análise. Exemplos, para citar os que atuam na Paulicéia: os dois Coelhos de reverencial erudição – João Marcos e Lauro Machado – , de longas barbas e carreiras, convivem com jovens de fino ouvido, como Arnaldo Lorençato, Irineu Perpétuo, Artur Nestrovski e João Luiz Sampaio. E há Luiz Krausz, Regina Porto, Jota J. de Moraes, eu próprio que não paro de escrever folhetins há vinte anos premido no sanduíche das gerações e agoro leciono crítica... A propósito, que fim levou J.B. Natali que deixou de escrever seus deliciosos textos? Até o inesquecível Ênio Squeff, que virou pintor mas continua melômano, às vezes aparece para dar uma palhinha. Eles estão em todos os concertos, produzindo belos artigos no calor das performances. Nunca se fez tanta crítica. Jamais a crítica distribuiu tantos louros e pontapés! É, como diria nosso antepassado Júlio Reis, pura música de pancadaria.

Claro que não existe mais o rodapé que premiou as trajetórias de medalhões como Oscar Guanabrino, Mário de Andrade ou mesmo Caldeira Filho. Mas o espaço da crônica dos eventos musicais e discos segue forte, espalhado pelas páginas dos cadernos de artes e espetáculos, nas revistas, nos programas de concerto.

Pode-se criticar esta ou aquela leviandade, uma observação infundada, talvez por imaturidade ou hipérbole do zelo. Mas não há como negar que os "folhetinistas" de hoje vão merecer estudos no futuro. Alguns escrevem livros, como importante série sobre a história da ópera de Lauro – e não vou hipocritamente deixar de citar o meu Minoridade Crítica, a sair em agosto pela Editora do Brasil em co-edição com a Edusp... E muitos lançam coletâneas de críticas, de alta importância pelo registro que fazem de um tempo e do gosto do tempo. O pecadilho cometido em boa fé por de um crítico de hoje pode ser a gargalhada da posteridade. Atire a primeira pedra o crítico que não errou. Louvem-se, porém, seus acertos.

A crítica é uma espécie de crônica, na qual se misturam conhecimento, tiradas cômicas, impressões, sentimentos. Ela forma um gênero literário e como tal é o único a ter resistido à massificação castradora dos jornais contemporâneos. Crítica é obra de arte, sim, ainda que tardia e passageira. Seu objeto, como diria Mencken, é outra obra de arte, mas isso só lhe dá especificidade.

A crítica era chamada, até inícios do século XX, de "folhetim teatral". Na época romântica, ela dividia o espaço dos rodapés com os acrósticos e os romances seriados. Curiosamente, hoje todo mundo pensa que "folhetim" só se refere a estes últimos. Isso porque a ficção, mais explicitmente literária, caiu nas graças dos estudos literários da academia. O folhetim teatral, a crítica, apesar de ser literatura, e muitas vezes de primeira água, nunca comoveu os universitários. E é ela, a enjeitada, que persiste mais viva do que nunca.

Perseguir esse mundo perdido da literatura e construir seu cânone tem sido minha mania nos últimos dez anos. Alguns dirão que puxo a brasa para a sardinha de meus antecessores e colegas. Mas vamos convir que a série do folhetim crítico foi até agora menosprezada. É preciso começar a estudá-la com mais atenção. Mesmo porque a crítica atua como uma câmera que fixa a vida musical de uma época. Só porque atacamos esta ou aquela soprano ou instrumentista, passamos a vida recebendo saraivadas de desafetos. Sofremos com as frustrações alheias, passamos corretivos na desafinação e caímos na boca da orquestra. Porque músicos são críticos frustrados – com a honrosa exceção de Júlio Medaglia. Os críticos queremos um lugar, mesmo que modesto, ao sol da cultura. Dizem que a crítica está morta. Só se foi entre novembro e março, no verão, quando não há temporada...

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado na revista Concerto, edição de abril de 2002.


Luís Antônio Giron
São Paulo, 6/5/2002

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meu suplemento inesquecível de Humberto Werneck
02. Nelson Rodrigues e o Vestido de Annita Costa Malufe
03. Lembranças de Nova York de Rubem Fonseca
04. A Trilogia de João Câmara de José Nêumanne
05. São Paulo: veneno antimonotonia de Daniel Piza


Mais Luís Antônio Giron
Mais Acessados de Luís Antônio Giron
01. Paulo Coelho para o Nobel - 21/11/2005
02. Villa-Lobos tinha dias de tirano - 3/11/2003
03. JK, um faraó bossa-nova - 6/2/2006
04. Francisco Alves, o esquecido rei da voz - 5/8/2002
05. A blague do blog - 11/8/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/5/2002
09h48min
O Digestivo Cultural está de parabéns pela série de ensaios. O novo de Giron mostra uma faceta desconhecida da crítica de música. Eu imaginava que ela estivesse morta. Pelo jeito, está mais viva do que nunca. O texto nos leva ao interesse maior pelo assunto. Vou ler mais crítica de música!
[Leia outros Comentários de Silvio Brandão]
7/5/2002
19h37min
É difícil pensar positivamente em torno do ofício dos críticos. Não consigo respeitar a maioria deles (e neles incluo muitos citados pelo Giron no texto acima). Mesmo assim, sou levado a dar um crédito de confiança no articulista. Quem sabe a crítica ainda possa nos surpreender? Duvideodó!
[Leia outros Comentários de Douglas Ribeiro]
23/5/2002
11h48min
Não vejo essa riqueza na crítica atual. Ela costuma atuar sem critério, é burra mesmo. Acho que o Giron está sendo corporativista e excessivamente otimista. Entendo seu instinto de defesa. Mas acho que ele está apertando a mão dos imbecis. Espero que não. O texto é bom, ainda que tendencioso.
[Leia outros Comentários de Mara Souza Ferreira]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS SEGREDOS DOS HOMENS
KEN DRUCK E JAMES SIMMONS
SARAIVA
(1989)
R$ 10,00



A TUMBA DA FAMÍLIA DE JESUS
SIMCHA JACOBOVICI E CHARLES PELLEGRINO
PLANETA
(2007)
R$ 12,00



EL OJO DEL TIGRE
WILBUR SMITH
EMECE
(1975)
R$ 7,50



OS JOGOS NO ENSINO DE CONCEITOS DE GEOMETRIA
LÚCIA HELENA SOARES DE OLIVEIRA UND PATRÍCIA SÁNCHEZ LIZARDI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O ROCHEDO DOS AMANTES (ESPÍRITO ANTÔNIO CARLOS)
VERA LÚCIA MARINZECK DE CARVALHO
LÚMEN
(1995)
R$ 10,00



O LUSTRE CLARICE LISPECTOR
CLARICE LISPECTOR
EDIÇÕES DE OURO
R$ 6,90



A MAIS EFICAZ DAS ORGANIZAÇÕES
ROBERT WATSON / BEN BROWN
VIDA
(2003)
R$ 10,00



CLEÓPATRA - A HISTÓRIA DE UMA RAINHA
EMIL LUDWING
OUTROS
(1943)
R$ 8,64



FAZENDO O QUE IMPORTA
JAMES M. KILTS
CULTRIX
(2009)
R$ 23,90



HOLDINGS E JOINT VENTURES
RASMUSSEN
ADUANEIRAS
(1988)
R$ 21,82





busca | avançada
39766 visitas/dia
1,0 milhão/mês