Os Ensaios, de Montaigne | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Festa na floresta
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Curriculum vitae
Mais Recentes
>>> Sentido e intertextualidade de Emanuel Cardoso Silva pela Unimarco (1997)
>>> Mistérios do Coração de Roberto Shinyashiki pela Gente (1990)
>>> Interrelacionamento das Ciências da Linguagem de Monica Rector Toledo Silva pela Edições Gernasa (1974)
>>> Sociologia e Desenvolvimento de Costa Pinto pela Civilização Brasileira (1963)
>>> O Coronel Chabert e Um Caso Tenebroso de Honoré de Balzac pela Otto Pierre Editores (1978)
>>> O golpe de 68 no Peru: Do caudilhismo ao nacionalismo? de Major Victor Villanueva pela Civilização Brasileira (1969)
>>> Recordações da casa dos mortos de Fiodor Dostoiévski pela Nova Alexandria (2006)
>>> Elric de Melniboné: a traição ao imperador de Michael Moorcock pela Generale (2015)
>>> O Príncipe de Nicolau Maquiavel pela Vozes de Bolso (2018)
>>> Deuses Americanos de Neil Gaiman pela Conrad (2002)
>>> Deus é inocente – a imprensa, não de Carlos Dorneles pela Globo (2003)
>>> Memórias do subsolo de Fiodor Dostoiévski pela 34 (2000)
>>> Songbook - Tom Jobim, Volume 3 de Almir Chediak pela Lumiar (1990)
>>> Comunicação e contra-hegemonia de Eduardo Granja Coutinho (org.) pela EdUFRJ (2008)
>>> Caetano Veloso Songbook V. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Origami a Milenar Arte das Dobraduras de Carlos Genova pela Escrituras (2004)
>>> O vampiro Lestat de Anne Rice pela Rocco (1999)
>>> Nova enciclopédia ilustrada Folha volume 2 de Folha de São Paulo pela Publifolha (1996)
>>> Esperança para a família de Willie e Elaine Oliver pela Cpb (2018)
>>> Leituras do presente de Valdir Prigol pela Argos (2007)
>>> Insight de Daniel C. Luz pela Dvs (2001)
>>> Política e relações internacionais de Marcus Faro de Castro pela UnB (2005)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Infinite Jest de David Foster Wallace pela Back Bay Books (1996)
>>> Nine Dragons de Michael Connelly pela Hieronymus (2009)
>>> The Innocent de Taylor Stevens pela Crown Publishers (2011)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> Filosofia Para Crianças e Adolescentes de Maria Luiza Silveira Teles pela Vozes (2008)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> Vida de São Francisco de Assis de Tomás de Celano pela Vozes (2018)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Astrologia e Fatalismo Magnetismo e Hipnose de Ferni Genevè pela Fase (1983)
>>> Práticas da leitura de Roger Chartier (org.) pela Estação Liberdade (2001)
>>> Universo em Desencanto A Verdadeira Origem da Humanidade Vol 1 de Não Informada pela Mundo Racional
>>> Matemática Financeira de Roberto Zentgraf pela Ztg (2002)
>>> Como Negociar Qualquer Coisa Com Qualquer Pessoa Em Qualquer Lugar do Mundo de Frank L. Acuff pela Senac (1998)
>>> Morte e Vida Severinas: das Ressurreições e Conservações ... Ed. Ltda. de Nelci Tinem e Luizamorim: Organização pela Impre. Univ. J. Pessoa (2012)
>>> Mais Trinta Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura de Luiz Ruffato pela Record (2005)
>>> Príncipe Sidarta A Fuga do Palácio de Patricia Chendi pela Rocco (2000)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Como Criar Filhos Autoconfiantes de Anthony Gunn pela Gente (2011)
>>> Smart Work Why Organizations Full Of Intelligent People ... de Steven A. Stanton pela Do Autor (2016)
>>> Estatística Objetiva de Roberto Zentgraf pela Ztg (2001)
>>> Diários Messiânicos: uma Experiência de Extensão Universitária de Bruno Cesar Euphrasio de Mello pela Univ. Federal Rgs. (2015)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Além do Mais

Quarta-feira, 28/3/2012
Os Ensaios, de Montaigne
Julio Daio Borges

+ de 11800 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 486 >>> Todo mundo que aprecia uma leitura de fôlego já ouviu falar da forma "ensaio". Tantos escritores e pensadores lançaram seus livros de "ensaios" que parece um formato tão antigo quanto, sei lá, as diferenças entre "poesia" e "prosa". Mas o fato é que o "ensaio" foi inventado por um sujeito chamado Michel Eyquem, nascido em 1533, que chegou a ser prefeito de Bordeaux (na França), que não era nobre, mas que detinha posse de terras, e que, nos seus escritos, usou a alcunha de "Michel [Seigneur] de Montaigne". Reza a lenda que em 1569 sofreu uma queda de cavalho séria, que o fez contemplar a possibilidade da própria morte e, assim, nasceu um projeto autobiografico, o dos Ensaios. Também reza a lenda que Montaigne utilizou a palavra "ensaio" porque, na sua abordagem de temas, fazia "tentativas", não tinha a pretensão de ser definitivo e admitia que estava muito longe dos sábios da antiguidade, em quem se inspirava. Foi criado primeiro em latim, por determinação de seu pai, depois em francês. De modo que dominar os clássicos fazia parte do seu dia a dia, não era nenhuma coisa de outro mundo. Justamente por não ser um especialista, apesar de conhecer bastante, Montaigne se revela, no final das contas, um dos sábios mais humildes de toda a História. Dialoga, principalmente, com Sêneca e Plutarco, mas cita desde Sócrates, Platão e Aristóteles até Alexandre, César e Virgílio. Cronologicamente, está próximo da descoberta da América, tendo, aliás, escrito um ensaio mencionando o canibalismo (mas com muito respeito às culturas pré-colombianas). Apesar de ser considerado de fé cristã, praticamente não cita a Bíblia ou nenhum dos Doutores da Igreja. Como bom renascentista, sente-se mais à vontade entre autores gregos e romanos do que entre a literatura da Idade Média. Ainda que esteja, por exemplo, relativamente próximo do Dom Quixote (1605), toda a mitologia de príncipes e princesas, reis e rainhas não está presente na obra de Montaigne, a não ser para desconstruí-la (ocupa-se, insistentemente, com o lado humano, e menos nobre, da coisa toda). É assim, por exemplo, que apresenta seus Ensaios: "Quero que me vejam aqui em meu modo simples, natural e coerente, sem pose nem artifício: pois é a mim que retrato". Mais adiante, define seu projeto: "É um registro de ocorrências diversas e mutáveis, de ideias indecisas, e se calhar, contrárias". Contrariando Maquiavel, aliás, declara: "Mesmo se pudesse me fazer temido, gostaria mais ainda de me fazer amado". Fechando com: "Quem impõe seu discurso como um desafio e um comando mostra que sua razão é fraca". Montaigne varre praticamente todo o escopo de preocupações humanas (a edição original, dos Ensaios, abarca três volumes), tendo se tornado mais conhecido por capítulos como "Que filosofar é aprender a morrer" (uma constatação de Cícero), onde arremeda os estoicos: "Não há nenhum mal na vida para aquele que bem compreendeu que a privação da vida não é um mal". Fala, também, de estética: "É descortês e inoportuno criticar tudo o que não é de nosso gosto". Pondera sobre os limites do conhecimento: "É uma ousadia perigosa de grande consequência desprezar o que não compreendemos". E, citando Heráclides do Ponto, define-se mais um pouco: "Não sei arte nem ciência, mas sou filósofo". Reconhece, aliás, que a filosofia não está mais em alta: "É espantoso que as coisas tenham chegado, em nosso século, ao ponto de a filosofia ser até para as pessoas inteligentes algo vão e fantástico, considerado de nenhuma utilidade e de nenhum valor tanto para a opinião geral como para a prática". Contudo, quando necessário, soa igualmente pragmático: "É obrigado a agir mal no varejo quem quiser agir bem no atacado, e a cometer injustiça nas pequenas coisas quem quiser fazer justiça nas grandes". A nova edição dos Ensaios, lançada na coleção de clássicos da Penguin Companhia, é perfeita para quem deseja adentrar no universo de Montaigne, comprometendo-se, inicialmente, com um volume apenas. A introdução de Erich Auerbach, situando Montaigne na história da literatura, é primorosa. A tradução é fluida e as notas de rodapé são oportunas sem prejudicar a leitura. Conhecer Montaigne, para quem deseja fazer "amizade com a sabedoria" (sentido original da palavra "filosofia"), é, muito mais que uma obrigação, um indescritível prazer. Afinal, como Montaigne, mais uma vez, nos ensina: "Não há nada tão belo e legítmo quanto agir como um homem deve agir, nem ciência tão árdua como saber viver esta vida".
>>> Os Ensaios
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. O Twitter de Bill Gross (Além do Mais)
02. Os Estados Unidos versus John Lennon, por Leaf e Scheinfeld (Música)
03. Steve Jobs e Bill Gates juntos, no All Things Digital (Internet)
04. O tal Baile do Simonal, em DVD (Música)
05. Salvador (Puig Antich), de Manuel Huerga (Cinema)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/5/2012
13h42min
Caro Julio e leitores, A observação de Montaigne - "É espantoso que as coisas tenham chegado, em nosso século, ao ponto de a filosofia ser até para as pessoas inteligentes algo vão e fantástico, considerado de nenhuma utilidade e de nenhum valor tanto para a opinião geral como para a prática" - continua a ter validade, acho que até maior, nos nossos dias. Abraço,
[Leia outros Comentários de Cesar Barroso]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O TURISTA ACIDENTAL
ANNE TYLER
IMAGO
(1987)
R$ 6,00



VIDA DE MODELO
ANGÉLICA LOPES
ROCCO
(2006)
R$ 8,82



SINTESIS 2
IVAN MARTIN
ATICA
R$ 10,00



JESUS, O HOMEM MAIS SÁBIO QUE JÁ EXISTIU
STEVEN K. SCOTT
SEXTANTE
(2010)
R$ 9,80



ONE LOVE ONE DIRECTION
BARBARA BECKAM
VERUS
(2015)
R$ 9,00



COMUNICAÇÃO COM OS ANJOS E OS DEVAS - 1ª EDIÇÃO
DOROTHY MACLEAN
PENSAMENTO
(2001)
R$ 25,95



A PALAVRA MODERNISTA: VANGUARDA E MANIFESTO
PEDRO DUARTE
CASA DA PALAVRA
(2016)
R$ 15,90



O GRUMETE - ROMANCE HISTÓRICO MEDIÚNICO
LUIZ CARLOS CARNEIRO / ESP. AMÉDÉE ACHARD
LÚMEN
(1996)
R$ 7,60



HISTÓRIA DA ARTE - DO SIMBOLISMO AO SURREALISMO
VÁRIOS AUTORES
FOLIO
(2008)
R$ 14,00



LOG IN TO ENGLISH 1
RICHMOND
MODERNA
(2013)
R$ 9,39





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês