Dez Anos que Encolheram o Mundo, de Daniel Piza | Digestivo Cultural

busca | avançada
38231 visitas/dia
947 mil/mês
Mais Recentes
>>> Companhia de Danças de Diadema leva "por+vir" ao palco do Teatro Clara Nunes
>>> 38ª Edição da Feira da Comunidade acontece no domingo, 29 de outubro, na A Hebraica
>>> Alex Flemming inaugura intervenção "Anaconda" na Casa-Museu Ema Klabin
>>> Fundação Ema Klabin abre Festival Internacional de Música Judaica
>>> Projeto Jardim Imaginário inaugura a instalação "Penetra" de Marcius Galan
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Manchester à beira-mar, um filme para se guardar
>>> Noel Rosa
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> Vegetativo
>>> Açaí com granola
>>> Em suspenso
>>> Nesse mundo de anjos e demônios
>>> A lâmpada
>>> Irredentismo
>>> Tabela periódica
>>> Insone
>>> Entre Súcubos e Íncubos
>>> Aonde eu quero chegar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Prevendo o previsível
>>> O do contra
>>> Adiós, muchachos
>>> Bang bang: tiroteio de clichês
>>> absolutamente
>>> Estrangeirismos, empréstimos ou neocolonialismo?
>>> Verão Poesia Internacional BH
>>> Felicidade: reflexões de Eduardo Giannetti
>>> O grande livro do jornalismo
>>> Olga e a história que não deve ser esquecida
Mais Recentes
>>> No Começo Eram os Deuses
>>> Avenida Nievski e Notas de Petersburgo de 1836
>>> O Universo em suas Mãos
>>> Antonio Nobre Correspondência autores portugueses
>>> O Mistério de Cygnus - Desvendando o antigo segredo das origens da vida no universo
>>> Dobras no tempo
>>> Administração De Marketing
>>> Meus Enigmas Favoritos
>>> Manual de Reanimação Neonatal
>>> O Enviado
>>> Ovnis S.O.S. à Humanidade
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil
>>> Patologia do Trato Genital Iferior
>>> Kris lundaard ( o mal que habita em mim )
>>> Os Astronautas de Yaveh
>>> Doenças Hepaticas e do Sistema Biliar em Crianças
>>> O Ovni de Bélem
>>> Mentes Perigosas
>>> Existiu Outra Humanidade
>>> Lesões Traumaticas em Dentes Deciduos-Tratamento e controle
>>> Truques da Mente
>>> Terapia Periodontal Não-Cirurgica-Periodontologia 2000 - 9
>>> Como Passar em Concursos ESAF - 3000 Questões Comentadas
>>> Como Passar Em Concursos da Cespe - 6800 Questões Comentadas
>>> Tudo é Possível
>>> Cirurgia Estetica Avançada
>>> Como se tornar um Líder Servidor
>>> Como Passar Em Concursos Fcc - 5800 Questões Comentadas
>>> Grande Outra Vez
>>> Molecular and Cellular Exercise Physiology
>>> Por Dentro do Priorado de Sião
>>> A Dama, Seu Amado E Seu Senhor
>>> Uma Exposição dos Sete Eras da Igreja
>>> George Lucas: Skywalking A Vida e a Obra do Criador de Star Wars
>>> Star Wars - Sombras do Império
>>> Star Wars - Troopers da Morte
>>> Star Wars - Herdeiro do Império - Vol. 1
>>> Star Wars - Provação
>>> Star Wars - Marcas da Guerra Livro 01
>>> Einstein O Campo Unificado
>>> Dez Lições de Sociologia
>>> Manual do paulistano moderno e descolado
>>> Amor e solidão
>>> Grammar Practice for Intermediate Students
>>> Sombra Errante- a perceptora na narrativa inglesa do século XIX
>>> A mecânica das águas
>>> Judy Moody salva o mundo!
>>> O nascimento do prazer
>>> Cálculo Volume 2
>>> Engenharia de Controle Moderno
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Quarta-feira, 4/4/2012
Dez Anos que Encolheram o Mundo, de Daniel Piza
Julio Daio Borges

+ de 10400 Acessos




Digestivo nº 487 >>> Dez Anos que Encolheram o Mundo (2011) foi o último livro de Daniel Piza. Dando continuidade a seu bom relacionamento com a editora Leya, a ideia era fazer uma retrospectiva da primeira década dos anos 2000. Assim, Daniel dividiu a tarefa em cinco partes, ou assuntos: Política & Economia, Cultura & Comportamento, Ciência & Tecnologia, Meio Ambiente & Metrópoles e Esportes. No programa Pânico, onde foi para fazer a divulgação (quem diria...), alguém fez a piada de que ele "já tinha o livro pronto", "antes de a década haver terminado". E, de fato, um balanço, em 2011, era mesmo precoce. Mas como Daniel Piza foi precoce em tudo... Infelizmente, porém, seu último livro não é seu melhor livro. Talvez por excessiva influência do jornalismo diário ― Daniel Piza foi editor-executivo do jornal O Estado de S. Paulo ― , a retrospectiva de Dez Anos que Encolheram o Mundo soa um tanto quanto burocrática, como um clipping, onde o desejo de informar prejudica a reflexão, e o pensamento original (uma das marcas registradas de Daniel Piza). A divulgação, aliás, que passou por outros programas inusitados (onde Daniel nunca havia estado, como o de Otavio Mesquita), revela, igualmente, um desejo de mais público. Juntando as peças, Dez Anos que Encolheram o Mundo foi planejado para ser um best-seller, por isso, talvez, as concessões. Para que se tenha uma ideia de como Daniel sacrificou a originalidade, o título, que parece um conceito novo, na realidade deriva do insight de Thomas Friedman, em seu livro O Mundo é Plano, de 2005. Ambos se inspiram na globalização, uma palavra que tinha mais força nos anos 90 (o auge de Daniel na Gazeta Mercantil), e na expressão, quase aposentada hoje, "aldeia global". Ainda assim, Dez Anos... tem bons momentos, como a parte de "Esportes", a melhor de todas ― não à toa uma das editorias às quais Daniel mais se dedicou, nos últimos anos, como colunista e comentarista de futebol. Na parte de "Política & Economia" se destacam os capítulos dedicados a Barack Obama e à era Lula. Na de "Cultura & Comportamento" (outra das especialidades de Daniel) se destaca o capítulo "Literatura Minguante". E na de "Esportes" (já citada), os capítulos "O Negócio do Espetáculo" e "Ídolos, Recordes e Polêmicas". E Daniel Piza, claro, erra, como não poderia deixar de ser (ao abranger um escopo tão grande)... Apesar de "economia" ser um "adendo" da primeira parte, como muitos outros jornalistas brasileiros antes dele, Daniel se atrapalha ao tentar explicar a crise de 2008 e o subprime, quando diz que "dívidas eram repassadas adiante por instituições sem capacidade de lastreá-las" (pág. 22). Na realidade, as instituições que faziam a "originação" (em economês) dessas dívidas não eram necessariamente obrigadas a lastreá-las. Quem deveria "lastreá-las" eram os devedores, mas como não tinham nem renda, nem emprego, nem ativos ("nijas")... O erro, portanto, não foi de lastro, foi de avaliação de risco. Mais adiante (pág. 35), quando fala do WikiLeaks, chama Julian Assange de "jornalista australiano". Assange nunca foi jornalista e, inclusive, menosprezada a inteligência dos jornalistas (como conta seu ex-associado "Daniel Schmitt"). Por fim, na página 60, ao falar de animação, classifica a Pixar como "produtora" e diz que foi batizada assim, em 1986, por Steve Jobs. Bem, primeiro que a Pixar não é uma produtora, é um estudio. Depois, Steve Jobs não a batizou, o nome surgiu num brainstorm com os fundadores da Pixar (Jobs não era orignalmente fundador), que gostavam do verbo "pixer" (a partir de pixel), convertendo-o para o espanhol, "pixar". Enfim: Daniel se ressentia com aqueles que apontavam "pequenos erros" em seus livros, qualificando-os como "bobagens" ― mas, dependendo do erro, pode até não ser "pequeno" e pode estar em jogo a credibilidade de todo o livro. Mas essa é outra discussão... E por falar em discussão, aliás, surpreende que Daniel Piza tenha dado tanto crédito à internet no capítulo "Google, Facebook e a web 2.0" (sendo que criticou a grande rede duramente ao longo dos anos 2000): "Poucas coisas definiram tão bem a década quanto a expansão e a consolidação da internet no dia a dia de pessoas no mundo todo". Continuando: "(...)não foi apenas uma mudança no cotidiano dos consumidores: foi uma transformação profunda, e ainda por ser inteiramente compreendida". Dez Anos que Encolheram o Mundo, agora, serve aos leitores que desejam matar a saudade dos textos de Daniel Piza. Tanto de seus acertos quanto de seus erros, quanto de suas reviravoltas ;-)
>>> Dez Anos que Encolheram o Mundo
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Fernando Pessoa, o Livro das Citações, por José Paulo Cavalcanti Filho (Literatura)
02. A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone (Internet)
03. A Different Kind of Truth, by Van Halen (Música)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MARKETING HACKER: A REVOLUÇÃO DOS MERCADOS
HERNANI DIMANTAS
GARAMOND
(2003)
R$ 3,90



NO FIM, O INÍCIO
JURGEN MOLTMANN
LOYOLA
(2007)
R$ 23,00



THE WALKING DEAD - A ASCENÇÃO DO GOVERNADOR
ROBERT KIRKMAN & JAY BONANSINGA
GALERA
(2013)
R$ 15,00



FÍSICA EM SEIS LIÇÕES
RICHARD P. FEYNMAN
EDIOURO
(2001)
R$ 18,00



DAVID COPPERFIELD VOL. 2 - COLÉGIO OBJETIVO
CHARLES DICKENS
SOL
(1997)
R$ 6,00



A CONSTRUÇÃO DO PROJETO DE VIDA E A ESCOLHA PROFISSIONAL -2ª ED
LEO FRAIMAN
ESFERA
(2012)
R$ 23,00



CAMINHOS DA REALIZAÇÃO
HEAN YVES LELOUP
VOZES
(1996)
R$ 17,90



FATOS DO ESPÍRITO HUMANO
D.J. GONÇALVES DE MAGALHAES
VOZES
(2004)
R$ 28,00



AS FORMAS DO FALSO
WALNICE NOGUEIRA GALVÃO
PERSPECTIVA
(1972)
R$ 24,00



O ENREDO
SAMIRA NAHID DE MESQUITA
ÁTICA
(1986)
R$ 10,00
+ frete grátis





busca | avançada
38231 visitas/dia
947 mil/mês