Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
22858 visitas/dia
708 mil/mês
Mais Recentes
>>> Mulheres detêm o poder do mundo em eletrizante romance de Naomi Alderman
>>> Comédia Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Municipal Paulo Eiró
>>> Ballet Acadêmico da Bahia apresenta STAR DANCE no TCA, dia 07/06 às 20h
>>> Zé Eduardo faz apresentação no Teatro da Rotina, dia 30.05
>>> Revista busca artigos inspirados no trabalho de professores
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
>>> A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel
>>> Primavera para iniciantes
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> De Middangeard à Terra Média
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
>>> Psiu Poético em BH esta semana
Últimos Posts
>>> Greve de caminhoneiros e estupidez econômica
>>> Publicando no Observatório de Alberto Dines
>>> Entre a esperança e a fé
>>> Tom Wolfe
>>> Terra e sonhos
>>> Que comece o espetáculo!
>>> A alforja de minha mãe
>>> Filosofia no colégio
>>> ZERO ABSOLUTO
>>> Go é um jogo mais simples do que imaginávamos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lobato e modernistas: uma história mal-contada
>>> Lobato e modernistas: uma história mal-contada
>>> Dos sentidos secretos de cada coisa
>>> Nobel, novo romance de Jacques Fux
>>> Entrevista da Camille Paglia
>>> Primavera para iniciantes
>>> Batchan, elas são lindas...
>>> Batchan, elas são lindas...
>>> Meu cinema em 2010 ― 2/2
>>> Doente de tanto saber
Mais Recentes
>>> A Escrita da História - Novas Perspectivas
>>> O Pensamento de Farias Brito
>>> O Eneagrama no Amor e no Trabalho
>>> História das Literaturas-História Literária de Portugal Volumes 1 e 2
>>> Dicionário Biográfico Musical
>>> Novo Mundo dos Trópicos
>>> Francis Bacon, Descartes e Spinoza
>>> A Verdade como Regra das Ações
>>> A Grande Aventura Masculina
>>> La Dimension Cachée
>>> Segure o grito!
>>> Onde tem bruxa tem fada....
>>> Os bichos que eu tive
>>> Oo empinador de estrelas
>>> D.E.P. - diplomacia, estrategia politica
>>> Mais respeito, eu sou crianca
>>> Escritos dos 15 anos
>>> Droga de Americana
>>> Cecilia Meireles colecao melhores poemas
>>> As confusoes de aninha
>>> A volta do passaro encantado
>>> Os grandes experimentos cientificos
>>> Noçõeds de direito público e privado
>>> Temas de filosofia
>>> Herança
>>> Terra sonambula
>>> Tarsila e o papagaio Juvenal
>>> Sagarana
>>> Sagarana
>>> Quarto de despejo
>>> Petrus Logus os guardiao do tempo
>>> Poemas Negros
>>> Os sofrimentos do jovem werther
>>> O centauro no Jardim
>>> Historia do cerco de Lisboa
>>> Pequena Filocalia
>>> Antologia poética e inéditos
>>> O processo do tenente Ieláguin
>>> Extraordinario
>>> A teus pes
>>> A Mamãe é Rock
>>> O Papai é Pop 2
>>> Teologia Bíblica do Antigo Testamento. Uma História da Religião de Israel na Perspectiva Bíblico TeológiIca
>>> O terror
>>> Depois da queda
>>> Origem
>>> Os impunes
>>> Mundo dos sonhos realidade e imaginação
>>> A Literatura no Brasil- Volume 4
>>> A Literatura no Brasil- volume 6
COLUNAS >>> Especial O fim dos jornais

Sexta-feira, 5/6/2009
Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana
Julio Daio Borges

+ de 7500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Na época da faculdade, a Gazeta era o jornal de quem queria trabalhar em empresas de consultoria ou bancos. Você ia participar dos processos de seleção e lá estava o exemplar do dia, logo na recepção. Nas entrevistas, todo mundo dizia que lia. Podia até ser mentira, mas conferia sempre algum prestígio. Era antes do ano 2000, não havia Valor Econômico.

Influenciado por esse ambiente, comecei a ler o caderno "Economia", do Estadão. Durou pouco tempo, porque o interesse não era genuíno.

A Gazeta eu fui ler, com mais atenção, quando fiz meu primeiro estágio de verdade, numa empresa de consultoria. Confesso que não lembro, agora, de nada do "hard news" de então, mas lembro bastante do "Caderno Fim de Semana", o caderno de cultura editado pelo Daniel Piza.

A empresa em que eu trabalhava, depois de alguns meses, incorporou um novo sócio, considerado, anos seguidos, o "melhor executivo do Brasil" (pela Exame). No dia do anúncio da nova sociedade - que inclusive mudaria a empresa de nome -, muitos estavam em polvorosa, porque esperavam ser manchete... na Gazeta Mercantil.

Deixei de ser estagiário na tal empresa, mas continuei comprando a Gazeta, na sexta-feira, por causa do "Fim de Semana". Foi ainda como estagiário que li sobre a morte do Paulo Francis na Gazeta Mercantil: um texto do Daniel Piza que acabava com "meu afeto, por você, jamais se encerrará" (evocando o livro de memórias do próprio Francis).

Andava tão emocionado que, naquele mesmo dia, enviei um fax exaltado ao Daniel Piza (o e-mail era incipiente ainda). O Daniel, mais moderno do que eu supus, respondeu com uma mensagem eletrônica amigável e iniciamos uma correspondência a partir dali.

Na primeira vez em que falei, mais longamente, com o Daniel Piza, perguntei sobre o "Caderno Fim de Semana". Como era editar, como era aquela época, por que acabou... Ele me contou de como era diagramar "na mão", das encadernações que estava preparando (para guardar sua coleção) e da tentativa de convertê-lo em revista. O "Caderno Fim de Semana", como era nessa época, acabou no ano 2000.

Lembro também de como reverenciávamos o "Fim de Semana" na pré-história do Digestivo. Eu era um colunista independente ainda, que disparava textos por e-mail, mas já me reunia, no O'Malley's, com dois dos primeiros Colunistas do futuro site. O assunto era, inevitavelmente, a Gazeta - e o Daniel, sem querer, fazia parte das nossas conversas, porque era, justamente, a "ponte" entre aquele nosso mundo de recém-formados e o olimpo do jornalismo cultural, de Paulo Francis, Ivan Lessa, Millôr Fernandes...

Trabalhando em banco, ainda na era pré-Digestivo, me embrenhei, mais uma vez, no terreno do business e quis assinar um jornal de economia. Mas não assinei a Gazeta - apesar de toda a história pregressa com o "Fim de Semana" -, assinei o Valor Econômico, que era novo, mais moderno, e que oferecia todo tipo de promoção no início.

O Valor talvez tenha sido a última grande aposta do jornalismo impresso brasileiro. Era uma joint venture entre Organizações Globo e Grupo Folha, mais ou menos como o UOL tinha sido entre o mesmo Grupo Folha e a Abril. E se o jornalismo impresso teve uma "bolha", aquela foi sua última, porque o Valor não poupou em contratações, encadernando a Economist e a BusinessWeek toda semana e promovendo uma verdadeira campanha para conquistar leitores... da Gazeta.

Em 2002, divulgando um curso de crítica musical do Luís Antônio Giron, relembrei, já aqui no Digestivo, o que era ler "Caderno Fim de Semana" da Gazeta Mercantil. O Giron e o Daniel Piza gostaram muito, mas o pessoal do "Fim de Semana" - que ainda existia (e eu nem sabia direito) -, nem tanto. Encontrei com uma jornalista, que até se tornou próxima depois, e ela, entre rindo e debochando, soltou: "Ah, então foi você quem matou o 'Fim de Semana'?".

Pra você ver como as mortes da Gazeta são como as mortes de Quincas Berro d'Água (e eu não me surpreenderia se ela ressuscitasse, ainda uma vez, para morrer de novo...). Enfim, nessa mesma época (início dos anos 2000), até apareceu um jornalista-blogueiro (e, não, o contrário), desancando a Gazeta - que, desde o fim do milênio passado, era conhecida por atrasar salários e ficar devendo para ex-empregados.

E até eu terminei publicando no "Fim de Semana"... Foi numa época em que emplaquei no Estadão e no Globo (meados dos anos 2000). Fui editado pelo hoje temível Arnaldo Lourençato (atual crítico de gastronomia da Veja São Paulo). Um sujeito que me pareceu afável, quando o conheci numa saída de concerto no teatro Alfa. Era um texto meu sobre o Plínio Marcos. Disposto a fazer a minha lição de casa, até li peças do dramaturgo. Com o "Fim de Semana" já combalido, não me pareceu um grande feito, mesmo na época (muito menos em termos de remuneração), mas era uma espécie de homenagem, que eu prestava, a um caderno que havia me dado muito...

E republicamos antigos textos do "Fim de Semana", aqui no Digestivo. Do Giron e do Ivan Lessa, por exemplo. Fico pensando que, com a interrupção da Gazeta e o fim do InvestNews, talvez o Digestivo Cultural seja o último reduto para esses textos (ou talvez, em alguns casos, o Observatório da Imprensa).

Muita gente hoje me conhece como um ardente defensor da internet, da blogosfera etc. - com uma posição bastante crítica em relação aos jornais impressos e aos velhos jornalistas. Mas eu, obviamente, já li jornais e, inclusive, me formei através deles (antes de haver a internet).

Contudo, vale reforçar que, mesmo evocando saudosamente os bons tempos da Gazeta (ou, ao menos, os tempos em que eu a lia), não retrocedo em nenhum ponto sobre o que disse acerca do "fim dos jornais". A internet evoluiu muito. Não tem mais sentido editar jornais impressos. Mesmo que fosse o "Caderno Fim de Semana", da Gazeta Mercantil...!


Julio Daio Borges
São Paulo, 5/6/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Crônica de Aniversário de Julio Daio Borges
02. A noite do meu bem, de Ruy Castro de Julio Daio Borges
03. Elon Musk de Julio Daio Borges
04. E+ ou: O Estadão tentando ser jovem, mais uma vez de Julio Daio Borges
05. Blockchain Revolution, o livro - ou: blockchain(s) de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2009
01. A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb - 4/12/2009
02. Lendo Dom Quixote - 2/10/2009
03. Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana - 5/6/2009
04. Verdades e mentiras sobre o fim dos jornais - 29/5/2009
05. O Free, de Chris Anderson - 16/10/2009


Mais Especial O fim dos jornais
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/6/2009
20h34min
A internet e a falta de boas estratégias publicitárias pôs fim num dos marcos do jornalismo econômico brasileiro (na forma impressa). Uma pena é que muitas reportagens encontradas no impresso, que eram bem analisadas e com vários textos de profissionais de quilate, se resumiu a três ou quatro parágrafos para serem lidos por leitores apressados no site.
[Leia outros Comentários de Amábile Grillo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COLÔNIA CECÍLIA - RENATA PALLOTTINI (TEATRO ANARQUISTA)
RENATA PALLOTTINI
ACHIAMÉ
(2001)
R$ 10,00



O CURUMIM DOURADO (LITERATURA INFANTO-JUVENIL)
JOSÉ ARRABAL
FTD
(1990)
R$ 4,00



FRANK MILLER RONIN Nº 4
DC COMICS
DC COMICS
R$ 7,00



O DIÁRIO DE
LARISSA MANOELA
NOVA FRONTEIRA
(2016)
R$ 10,00



O NATAL DE POIROT
AGATHA CHRISTIE
RECORD
(1987)
R$ 8,00



CRISTIANÍSMO - SÉRIE CONHECENDO AS RELIGIÕES
VÁRIOS AUTORES
TODOLIVROS / BRASILLEITURA
(2012)
R$ 5,00



MANGÁ VARIANTE REQUIEM FOR THE WORLD Nº 3
IQURA SUGIMOTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2004)
R$ 11,90



A HISTÓRIA DE LULA, O FILHO DO BRASIL
DENISE PARANÁ
OBJETIVA
(2009)
R$ 16,99
+ frete grátis



FALA SÉRIO! VOCÊ TAMBÉM NÃO ESTÁ A FIM DELE
IAN KERNER
BEST SELLER
(2006)
R$ 36,04



ORÁCULO DOS ANJOS
AMBIKA WAUTERS
MADRAS
R$ 30,00





busca | avançada
22858 visitas/dia
708 mil/mês