Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
67107 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O fim da inocêcia blogueira
>>> Allen Stewart Konigsberg
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse
>>> Escrevendo com o inimigo
>>> FLAP! Uma bofetada na indiferença*
>>> Eles – os artistas medíocres
>>> Meu beijo gay
>>> A história de Rogério Xavier e da SPX (2023)
>>> Waldstein por Andsnes
Mais Recentes
>>> Livro Revista Jurídica De Jure VOL 12 nº 21 de Vários pela Del Rey / Ministério Público (2013)
>>> Livro Energia. As Razões Da Crise E Como Sair Dela de Ernesto Moreira Guedes Filho, Jose Marcio. Camargo, Juan Gabriel Perez Ferres pela Gente (2002)
>>> Livro Água Salobra de Bernadette Lyra pela Cousa (2017)
>>> Livro Sonata Ao Amor - Romance Esírita de Christina Nunes pelo Espírito Iohan pela Lumen (2012)
>>> Pra cima e pra baixo de Carla Irusta pela Palavras projetos (2021)
>>> Pelos olhos de minha mãe: Diários, memórias e outras lembranças de Laura Huzak Andreato pela Palavras projetos (2021)
>>> Para onde me levam os meus pés? de Cibele Lopresti Costa pela Palavras projetos (2021)
>>> Oswaldo Treinador Esportivo de Fernando A. Pires pela Palavras projetos (2023)
>>> Oswaaaaaldo! de Fernando A. Pires pela Palavras projetos (2023)
>>> Os pães de ouro da velhinha de Annamaria Gozzi pela Palavras projetos (2024)
>>> Ooobbaaaa! de pela Palavras projetos (2019)
>>> O Reciclador de Palavras de Barbara Parente pela Palavras projetos (2021)
>>> O gato que não parava de crescer de Fernando A. Pires pela Palavras projetos (2023)
>>> O dragão da Maldade e a Donzela Guerreira de Marco Haurélio pela Palavras projetos (2022)
>>> O almanaque de Lia de Luís Dill pela Palavras projetos (2022)
>>> No Museu de Susanna Mattiangeli pela Palavras projetos (2023)
>>> Nig-Nig de Andréia Vieira pela Palavras projetos (2023)
>>> Li M'in: uma criança de Chimel de Dante Rigoberta; Liano pela Palavras projetos (2018)
>>> Lábaro: O enigma da bandeira brasileira de Elifas Andreato pela Palavras projetos (2022)
>>> 80 Degraus de Luís Dill pela Palavras projetos (2018)
>>> Estamos Todas Bem de Ana Penyas pela Palavras projetos (2022)
>>> Duas asas de Cristina Bellemo pela Palavras projetos (2024)
>>> Divisão Azul: Um agente infiltrado de Fran Jaraba pela Palavras projetos (2021)
>>> Campos de concentração de Narcís Molins i Fábrega pela Palavras projetos (2023)
>>> Ave do Paraíso de Georgina martins pela Palavras projetos (2018)
COLUNAS >>> Especial O fim dos jornais

Sexta-feira, 5/6/2009
Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana
Julio Daio Borges
+ de 12100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Na época da faculdade, a Gazeta era o jornal de quem queria trabalhar em empresas de consultoria ou bancos. Você ia participar dos processos de seleção e lá estava o exemplar do dia, logo na recepção. Nas entrevistas, todo mundo dizia que lia. Podia até ser mentira, mas conferia sempre algum prestígio. Era antes do ano 2000, não havia Valor Econômico.

Influenciado por esse ambiente, comecei a ler o caderno "Economia", do Estadão. Durou pouco tempo, porque o interesse não era genuíno.

A Gazeta eu fui ler, com mais atenção, quando fiz meu primeiro estágio de verdade, numa empresa de consultoria. Confesso que não lembro, agora, de nada do "hard news" de então, mas lembro bastante do "Caderno Fim de Semana", o caderno de cultura editado pelo Daniel Piza.

A empresa em que eu trabalhava, depois de alguns meses, incorporou um novo sócio, considerado, anos seguidos, o "melhor executivo do Brasil" (pela Exame). No dia do anúncio da nova sociedade - que inclusive mudaria a empresa de nome -, muitos estavam em polvorosa, porque esperavam ser manchete... na Gazeta Mercantil.

Deixei de ser estagiário na tal empresa, mas continuei comprando a Gazeta, na sexta-feira, por causa do "Fim de Semana". Foi ainda como estagiário que li sobre a morte do Paulo Francis na Gazeta Mercantil: um texto do Daniel Piza que acabava com "meu afeto, por você, jamais se encerrará" (evocando o livro de memórias do próprio Francis).

Andava tão emocionado que, naquele mesmo dia, enviei um fax exaltado ao Daniel Piza (o e-mail era incipiente ainda). O Daniel, mais moderno do que eu supus, respondeu com uma mensagem eletrônica amigável e iniciamos uma correspondência a partir dali.

Na primeira vez em que falei, mais longamente, com o Daniel Piza, perguntei sobre o "Caderno Fim de Semana". Como era editar, como era aquela época, por que acabou... Ele me contou de como era diagramar "na mão", das encadernações que estava preparando (para guardar sua coleção) e da tentativa de convertê-lo em revista. O "Caderno Fim de Semana", como era nessa época, acabou no ano 2000.

Lembro também de como reverenciávamos o "Fim de Semana" na pré-história do Digestivo. Eu era um colunista independente ainda, que disparava textos por e-mail, mas já me reunia, no O'Malley's, com dois dos primeiros Colunistas do futuro site. O assunto era, inevitavelmente, a Gazeta - e o Daniel, sem querer, fazia parte das nossas conversas, porque era, justamente, a "ponte" entre aquele nosso mundo de recém-formados e o olimpo do jornalismo cultural, de Paulo Francis, Ivan Lessa, Millôr Fernandes...

Trabalhando em banco, ainda na era pré-Digestivo, me embrenhei, mais uma vez, no terreno do business e quis assinar um jornal de economia. Mas não assinei a Gazeta - apesar de toda a história pregressa com o "Fim de Semana" -, assinei o Valor Econômico, que era novo, mais moderno, e que oferecia todo tipo de promoção no início.

O Valor talvez tenha sido a última grande aposta do jornalismo impresso brasileiro. Era uma joint venture entre Organizações Globo e Grupo Folha, mais ou menos como o UOL tinha sido entre o mesmo Grupo Folha e a Abril. E se o jornalismo impresso teve uma "bolha", aquela foi sua última, porque o Valor não poupou em contratações, encadernando a Economist e a BusinessWeek toda semana e promovendo uma verdadeira campanha para conquistar leitores... da Gazeta.

Em 2002, divulgando um curso de crítica musical do Luís Antônio Giron, relembrei, já aqui no Digestivo, o que era ler "Caderno Fim de Semana" da Gazeta Mercantil. O Giron e o Daniel Piza gostaram muito, mas o pessoal do "Fim de Semana" - que ainda existia (e eu nem sabia direito) -, nem tanto. Encontrei com uma jornalista, que até se tornou próxima depois, e ela, entre rindo e debochando, soltou: "Ah, então foi você quem matou o 'Fim de Semana'?".

Pra você ver como as mortes da Gazeta são como as mortes de Quincas Berro d'Água (e eu não me surpreenderia se ela ressuscitasse, ainda uma vez, para morrer de novo...). Enfim, nessa mesma época (início dos anos 2000), até apareceu um jornalista-blogueiro (e, não, o contrário), desancando a Gazeta - que, desde o fim do milênio passado, era conhecida por atrasar salários e ficar devendo para ex-empregados.

E até eu terminei publicando no "Fim de Semana"... Foi numa época em que emplaquei no Estadão e no Globo (meados dos anos 2000). Fui editado pelo hoje temível Arnaldo Lourençato (atual crítico de gastronomia da Veja São Paulo). Um sujeito que me pareceu afável, quando o conheci numa saída de concerto no teatro Alfa. Era um texto meu sobre o Plínio Marcos. Disposto a fazer a minha lição de casa, até li peças do dramaturgo. Com o "Fim de Semana" já combalido, não me pareceu um grande feito, mesmo na época (muito menos em termos de remuneração), mas era uma espécie de homenagem, que eu prestava, a um caderno que havia me dado muito...

E republicamos antigos textos do "Fim de Semana", aqui no Digestivo. Do Giron e do Ivan Lessa, por exemplo. Fico pensando que, com a interrupção da Gazeta e o fim do InvestNews, talvez o Digestivo Cultural seja o último reduto para esses textos (ou talvez, em alguns casos, o Observatório da Imprensa).

Muita gente hoje me conhece como um ardente defensor da internet, da blogosfera etc. - com uma posição bastante crítica em relação aos jornais impressos e aos velhos jornalistas. Mas eu, obviamente, já li jornais e, inclusive, me formei através deles (antes de haver a internet).

Contudo, vale reforçar que, mesmo evocando saudosamente os bons tempos da Gazeta (ou, ao menos, os tempos em que eu a lia), não retrocedo em nenhum ponto sobre o que disse acerca do "fim dos jornais". A internet evoluiu muito. Não tem mais sentido editar jornais impressos. Mesmo que fosse o "Caderno Fim de Semana", da Gazeta Mercantil...!


Julio Daio Borges
São Paulo, 5/6/2009

Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2009
01. Lendo Dom Quixote - 2/10/2009
02. A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb - 4/12/2009
03. Convivendo com a Gazeta e o Fim de Semana - 5/6/2009
04. Verdades e mentiras sobre o fim dos jornais - 29/5/2009
05. Considerações sobre Michael Jackson - 7/8/2009


Mais Especial O fim dos jornais
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/6/2009
20h34min
A internet e a falta de boas estratégias publicitárias pôs fim num dos marcos do jornalismo econômico brasileiro (na forma impressa). Uma pena é que muitas reportagens encontradas no impresso, que eram bem analisadas e com vários textos de profissionais de quilate, se resumiu a três ou quatro parágrafos para serem lidos por leitores apressados no site.
[Leia outros Comentários de Amábile Grillo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Quando Escolheram Por Mim
Lauren Miller
Pavana



O Jovem Francisco
Camilo E. Luquim
Loyola
(1982)



Prosperidade- Fazendo Amizade Com o Dinheiro
Lair Ribeiro
Objetiva
(1992)



Tutameia
Joao Guimarães Rosa
Nova Fronteira
(1985)



A Divina Comédia
Dante Alighieri
L&pm Pocket
(2021)



Prioridade e o Volume 3
Senador Ney Maranhão
Brasília
(1989)



O Corpo Erógeno
Serge Leclaire
Escuta
(1992)



História de Garopaba
Manoel Valentim
Autor
(2007)



Promíscuo Ser de Partitura Finita
Cris Coelho
Pandorga
(2017)



Parole Cantate. Le Mie Canzoni
Dalla Lucio
Newton Compton Editori
(1993)





busca | avançada
67107 visitas/dia
2,1 milhões/mês