A Magia da Pixar, de David A. Price | Digestivo Cultural

busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
>>> Com Rincon Sapiência, Samanta Luz prepara quiche vegana no Sabor & Luz
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As mulheres e o futebol
>>> São Luiz do Paraitinga
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Road Warrior
>>> O crime da torta de morango
>>> PT saudações
>>> Oscar Wilde, dândi imortal
>>> 30 de Novembro #digestivo10anos
>>> Uma história do Jazz
>>> Quando morre uma paixão
Mais Recentes
>>> Dicionário Jurídico Tributário de Eduardo Marcial Ferreira Jardim pela Dialética (2005)
>>> Pão Nosso de Chico Xavier pela Feb (2019)
>>> O caso do hotel Bertram / o misterioso caso de styles de Agatha Christie pela Best Bolso (2010)
>>> Teoria da personalidade na sociedade de massa - A contribuição de Gramsci de Dario Ragazzini pela Autores Associados (2005)
>>> Ética de Spinoza pela Autêntica (2009)
>>> A origem da desigualdade entre os homens de Jean-Jacques Rousseau pela Penguin e Companhia das Letras (2017)
>>> A dominação masculina - a condição feminina e a violência simbólica de Pierre Bourdieu pela Bertrand Brasil (2019)
>>> História da Sexualidade - 1. A vontade de saber de Michel Foucault pela Editora Paz e Terra (2020)
>>> Sociedade do Cansaço de Byung-chul Han pela Editora Vozes (2015)
>>> O mito de Sísifo de Albert Camus pela Edições Bestbolso (2022)
>>> Os sete pilares da sabedoria de T E Lawrence pela Circulo do livro
>>> P.S.: Ainda Amo Você de Jenny Han pela Intrínseca (2016)
>>> Escandalo na sociedade de Harold Robbins pela Circulo do livro
>>> O vale do medo de Arthur Conan Doyle pela Ediouro (2006)
>>> O veu pintado de Somerset Maugham pela Circulo do livro
>>> Se houver amanhã / Nada dura para sempre vira-vira de Sidney Sheldon pela Best Bolso (2010)
>>> Doze anos de escravidão de Solomon Northup pela Penguin Books (2014)
>>> Livro dos sonhos de Jorge Luis Borges pela Circulo do livro
>>> Enterrem meu coração na curva do rio de DeeBrown pela Circulo do livro
>>> Confie em mim de Harlan Coben pela Sextante (2009)
>>> Assassins creed renegado de Oliver Bowden pela Record (2012)
>>> Assassins creed unity de Oliver Bowden pela Record (2015)
>>> Confesso Que Vivi - memórias de Pablo Neruda pela Difel (1974)
>>> A rosa da meia-noite de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2014)
>>> O Poder da Visualização Criativa: Conheça a técnica que mudou a vida de milhares de pessoas em todo o mundo de Elizabeth Mednicoff pela Universo dos Livros (2007)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Além do Mais

Sexta-feira, 22/1/2010
A Magia da Pixar, de David A. Price
Julio Daio Borges

+ de 14600 Acessos




Digestivo nº 450 >>> Steve Jobs virou uma unanimidade. Atualmente, parece o ser humano mais próximo de ter o Toque de Midas. Mas nem sempre foi assim... Quando as histórias de Jobs e da Pixar se cruzaram, no livro de David Price, Steve havia renunciado à sua posição na Apple - o ar se tornara irrespirável na empresa que fundara -, isolava-se num casarão, apenas com um piano e uma moto, e continuava bilionário, mas estava "sem projeto"... A Pixar, por outro lado, não havia "engrenado" no universo da Lucasfilm; George Lucas se separara, sua ex-mulher o havia espoliado e a Pixar, deficitária, tornara-se "um luxo", apesar dos talentos em animação... Jobs, grande negociador, esperou, durante meses, o preço baixar, e arrematou a empresa por US$ 5 milhões. Mas não acertou a estratégia logo de início. Tentou converter a Pixar numa empresa de hardware, imaginando que os softwares de animação seriam tão revolucionários quanto as impressoras o foram, na época dos primeiros computadores Macintosh. Não funcionou... Jobs sustentou a brincadeira por uma década e US$ 50 milhões, quando, farto dos insucessos da Pixar, decidiu colocá-la, de volta, no mercado. Ofereceu... até para a Microsoft. Por sorte, havia um sujeito igualmente teimoso e talentoso - John Lasseter -, que, depois de sonhar acordado durante anos, convenceu a Disney a distribuir um longa de animação produzido na Pixar. Jobs estava no limite, mas aceitou, embora houvesse confiscado todas as ações dos empregados e retomado o controle da empresa - quando Toy Story despontava no horizonte... Foi um sucesso... E Jobs abriu capital, para depender, cada vez menos, da Disney, de seus financiamentos e de sua estrutura. Vieram outros sucessos: Vida de Inseto, Monstros S.A., Procurando Nemo e Os Incríveis... De repente, ficou claro para a Disney - principalmente depois da saída de Michael Eisner e do ultimato de Jobs (que prometera nunca mais negociar com ele) - que a aquisição da Pixar era inevitável. As animações tradicionais da turma do Mickey haviam perdido o viço, e ninguém melhor que Lasseter - um ex-funcionário (!) - para ressuscitar a Walt Disney Company. Tornou-se COO... E como a Pixar foi parcialmente adquirida com ações da Disney - por um valor de US$ 7,4 bilhões em 2006 -; e como Jobs era dono de 49,8% das ações da Pixar, o mesmo sujeito que refundava a Apple nos anos 2000, tornava-se, subitamente, o maior investidor, pessoa física, da Walt Disney Company... Essas e outras histórias, até Carros, até WALL-E, estão contadas no livro de David A. Price. Que, finalmente, mostra que Jobs errou também, porque é humano - mas que contribui, ainda assim, para sua atual consagração e unanimidade.
>>> A Magia da Pixar
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Fernando Pessoa, o Livro das Citações, por José Paulo Cavalcanti Filho (Literatura)
02. Mário de Andrade pela Agir (Literatura)
03. It's the links, stupid (Internet)
04. Alô, alô, responde! (Internet)
05. Trauma a ser evitado (Cinema)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Boa Nova
Chico Xavier
feb
(2010)



Dicionario Ilustrado Ingles-portugues
Tony Wolf
Moderna
(2003)



A Serra do Mar e a Baixada
Samuel Murgel Branco
Moderna
(1992)



O Que é Corpo
Jose A. Gaiarsa
Brasiliense
(1986)



doutor Goebbels
Roger Manvell e Heinrich
madras
(2012)



Divorcio e Separação 2 Volumes 8ª Edição
Yussef Said Cahali
Revista dos Tribunais
(1995)



Paiva Chaves - e as Janelas de Sua Mente
Armando L M de Paiva Chaves
Bibliex
(2010)



Pique
Regis Castro
Cupolo
(1982)



Natureza e Agroquimicos
Samuel Murgel Branco
Moderna
(2012)



OP genter
Tom Clancy
Record
(1997)





busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês