A terra das oportunidades | Marcelo Maroldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Festa na floresta
>>> A crítica musical
>>> 26 de Julho #digestivo10anos
>>> Por que escrevo
>>> História dos Estados Unidos
>>> Meu Telefunken
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O apanhador no campo de centeio
Mais Recentes
>>> Corpo de delito de Patricia Cornwell pela Paralela (2000)
>>> A Arte da guerra de Sun Tzu pela Pé da letra (2016)
>>> O fio do bisturi de Tess Gerritsen pela Harper Collins (2016)
>>> A garota dinamarquesa de Davdid Ebershoff pela Fabrica 231 (2000)
>>> Uma auto biografia de Rita Lee pela Globo livros (2016)
>>> Songbook Caetano Veloso Volume 2 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> A Sentinela de Lya Luft pela Record (2005)
>>> O teorema Katherine de John Green pela Intriseca (2006)
>>> Louco por viver de Roberto Shiyashiki pela Gente (2015)
>>> A ilha dos dissidentes de Barbara Morais pela Gutemberg (2013)
>>> Sentido e intertextualidade de Emanuel Cardoso Silva pela Unimarco (1997)
>>> Mistérios do Coração de Roberto Shinyashiki pela Gente (1990)
>>> Interrelacionamento das Ciências da Linguagem de Monica Rector Toledo Silva pela Edições Gernasa (1974)
>>> Sociologia e Desenvolvimento de Costa Pinto pela Civilização Brasileira (1963)
>>> O Coronel Chabert e Um Caso Tenebroso de Honoré de Balzac pela Otto Pierre Editores (1978)
>>> O golpe de 68 no Peru: Do caudilhismo ao nacionalismo? de Major Victor Villanueva pela Civilização Brasileira (1969)
>>> Recordações da casa dos mortos de Fiodor Dostoiévski pela Nova Alexandria (2006)
>>> Elric de Melniboné: a traição ao imperador de Michael Moorcock pela Generale (2015)
>>> O Príncipe de Nicolau Maquiavel pela Vozes de Bolso (2018)
>>> Deuses Americanos de Neil Gaiman pela Conrad (2002)
>>> Deus é inocente – a imprensa, não de Carlos Dorneles pela Globo (2003)
>>> Memórias do subsolo de Fiodor Dostoiévski pela 34 (2000)
>>> Songbook - Tom Jobim, Volume 3 de Almir Chediak pela Lumiar (1990)
>>> Comunicação e contra-hegemonia de Eduardo Granja Coutinho (org.) pela EdUFRJ (2008)
>>> Caetano Veloso Songbook V. 1 de Almir Chediak pela Lumiar
>>> Origami a Milenar Arte das Dobraduras de Carlos Genova pela Escrituras (2004)
>>> O vampiro Lestat de Anne Rice pela Rocco (1999)
>>> Nova enciclopédia ilustrada Folha volume 2 de Folha de São Paulo pela Publifolha (1996)
>>> Esperança para a família de Willie e Elaine Oliver pela Cpb (2018)
>>> Leituras do presente de Valdir Prigol pela Argos (2007)
>>> Insight de Daniel C. Luz pela Dvs (2001)
>>> Política e relações internacionais de Marcus Faro de Castro pela UnB (2005)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Infinite Jest de David Foster Wallace pela Back Bay Books (1996)
>>> Nine Dragons de Michael Connelly pela Hieronymus (2009)
>>> The Innocent de Taylor Stevens pela Crown Publishers (2011)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> The Watchman de Robert Crais pela Simon & Schuster (2007)
>>> Filosofia Para Crianças e Adolescentes de Maria Luiza Silveira Teles pela Vozes (2008)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> O Caminho da Perfeição de A. C. Bhaktivedanta Swami pela The Bhaktivedanta (2012)
>>> Vida de São Francisco de Assis de Tomás de Celano pela Vozes (2018)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Apóstolo Paulo de Sarah Ruden pela Benvirá (2013)
>>> Astrologia e Fatalismo Magnetismo e Hipnose de Ferni Genevè pela Fase (1983)
>>> Práticas da leitura de Roger Chartier (org.) pela Estação Liberdade (2001)
>>> Universo em Desencanto A Verdadeira Origem da Humanidade Vol 1 de Não Informada pela Mundo Racional
>>> Matemática Financeira de Roberto Zentgraf pela Ztg (2002)
>>> Como Negociar Qualquer Coisa Com Qualquer Pessoa Em Qualquer Lugar do Mundo de Frank L. Acuff pela Senac (1998)
>>> Morte e Vida Severinas: das Ressurreições e Conservações ... Ed. Ltda. de Nelci Tinem e Luizamorim: Organização pela Impre. Univ. J. Pessoa (2012)
COLUNAS

Quinta-feira, 10/8/2006
A terra das oportunidades
Marcelo Maroldi

+ de 5500 Acessos
+ 7 Comentário(s)

A terra das oportunidades. São Paulo é a terra das oportunidades! (Quase) Todo mundo diz isso, não é verdade? Até a televisão diz isso, às vezes. Aliás, ontem mesmo um amigo meu me disse isso. Ele até tinha algo melhor a me dizer, mas optou pelo chavão mesmo, acho que foi mais fácil. Quem diz isso pode nem acreditar nessa afirmação, mas diz. Sempre. E de novo. E mais uma vez. Não está muito bem na metrópole, mas diz. Quer voltar, mas não pode, seria a aceitação da derrota. É aquela sensação inconsciente de que, se eles estão na terra das oportunidades e fracassam (ou não exatamente venceram como gostariam de tê-lo feito), eles jamais deverão passar essa imagem para os outros. É a terra das oportunidades, onde "se vence na vida", portanto, eu também venci. E o que você está esperando que não veio pra cá?

No dia anterior a frase do meu amigo, havia assistido na GNT o programa Me poupe (segunda, 22hs), bastante interessante, aliás. Nele, havia um careca que tinha um excelente emprego em uma multinacional, provavelmente em nível de diretoria, gerência, algo assim, e que decidiu, durante sua lua-de-mel, que não voltaria mais para a empresa. Chega! Lá eu não volto mais. Abriu um café numa região da cidade de que gostava muito e hoje ganha metade do que ganhava na multinacional, mas exibe um sorriso que me deu uma inveja tremenda. Pecaminosamente, invejei aquele careca feliz. O bolso mais vazio, o coração mais cheio. Eu fiquei pensando naquilo, e na bendita terra das oportunidades. Estive pensando em uma coisa que um ex-colunista do Digestivo Cultural certa vez escreveu por aqui, eu lembro. Disse o tal colunista que uma das coisas que ele mais gostava na terra das oportunidades eram os restaurantes, e que ele ia jantar fora de casa pelo menos três vezes por semana. Restaurante chinês, japonês, árabe, coreano, sei lá... Cara de sorte, gasta em jantares o que metade da população não ganha no mês. Terra das oportunidades. É, oportunidades...

Já que eu estava lembrando de todo mundo mesmo e uma coisa puxa a outra, recordei o que me disse neste mesmo dia um outro amigo meu. Disse ele que queria paz, queria uma vida sossegada no interior e que não precisava de dinheiro, não de muito, apenas o suficiente para ter alguns poucos confortos. Terra das oportunidades? Não, obrigado. Eu não preciso de muito, as oportunidades que tenho já me servem.

Que diabos as pessoas entendem por oportunidades? Oportunidade de ter dinheiro?, de ter cultura?, de ir a famosas casas noturnas?, de fazer compras?, de terem maior liberdade sexual sem represália?, de ter o que, afinal? Ou é tudo isso? Ou não é nada disso? Infelizmente, quando falamos de oportunidade nesse país pobre, falamos de uma oportunidade de emprego (e nem precisa ser bom), basicamente. É a isso que se refere a famosa expressão terra das oportunidades. Mas, de modo geral, o que é uma terra de oportunidades? O que se encontra nela? Como ela se torna de oportunidade para uns e para outros não?

Depois disso, descobri que eu não sei o que é uma terra de oportunidades e que todas as oportunidades que apareceram até hoje em minha vida eu mesmo garimpei e sozinho as encontrei, longe de qualquer terra. E que de quase todos os meus amigos que moram na famosa terra das oportunidades, nenhum deles nunca visitou nenhum dos museus da cidade, por exemplo. Creio que eles nem saibam onde eles estão. A terra das oportunidades para eles se tornou o lugar onde se arruma o dinheiro com o qual se compra um bom carro, uma boa casa e te leva pra jantar três vezes por semana. Isso é oportunidade para a grande maioria. Quase que de modo absoluto, a felicidade das pessoas tem uma relação íntima com o dinheiro que elas ganham. É claro que ninguém admite isso, mas assim o é, de fato. Uma pesquisa de uma universidade prestigiada descobriu que, entre uma população pobre, a felicidade tem um fortíssimo relacionamento com o dinheiro, mas que depois que esta população melhora de condição financeira, esta relação começa a ficar estremecida. Isto é, quando se tem pouco dinheiro, tem-se a idéia de que é ele que te trará felicidade, mas quando já se o tem, vê-se que o buraco é mais embaixo.

Uma coisa que todo mundo sempre esquece é da oportunidade de se tornar uma pessoa melhor. Essa é a oportunidade mais desperdiçada em todos os tempos na história humana. A oportunidade de ler mais livros, de assistir mais filmes, de dizer mais obrigados, eu te amo e como vai? A oportunidade de ajudar quem precisa, de se dedicar mais aos estudos, de fazer um trabalho melhor na sua empresa. E para quem acredita em Deus, a oportunidade de se aproximar mais dele. Se São Paulo é o centro econômico do nosso país e que produz riquezas e gera empregos, isso é verdade. Muitos enriquecem aqui? É verdade. Muitos se tornam famosos aqui? É verdade. Muitos adquirem educação e cultura aqui? É verdade... Tudo isso é verdade, senhores. Eu apenas não consigo entender como 90% dos seus habitantes não têm nenhum acesso a nada disso e esta terra ainda continua sendo chamada de a terra das oportunidades.

Marcelo Maroldi
São Carlos, 10/8/2006



Quem leu este, também leu esse(s):
01. Bates Motel, o fim do princípio de Luís Fernando Amâncio
02. A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri de Jardel Dias Cavalcanti
03. A selfie e a obsolescência do humano de Marta Barcellos
04. George Orwell e o alerta contra o totalitarismo de Gian Danton
05. 40 de Julio Daio Borges


Mais Marcelo Maroldi
Mais Acessadas de Marcelo Maroldi em 2006
01. Receita para se esquecer um grande amor - 3/8/2006
02. Dos amores possíveis - 20/3/2006
03. A educação atual de nossas crianças - 27/2/2006
04. A crise dos 28 - 30/1/2006
05. Orkut way of life - 13/2/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
9/8/2006
22h35min
Deu na TV: Sampa e Rio são duas das cidades mais caras do mundo pra se viver. Engraçado ler isso sobre um país em que ainda tem uma galera morrendo de fome. O Lula pode ter feito muuuita m..., mas tava certíssimo quando disse ser um absurdo ter que ter como prioridade que todos os cidadãos possam se alimentar três vezes ao dia. Este é o nosso país de oportunidades. A gente se fala. bjin
[Leia outros Comentários de Ana Claudia]
10/8/2006
11h52min
Marcelo, realmente, quando se fala em oportunidade, se pensa logo em emprego. Ou, melhor dizendo, trabalho. Mas é a situação do país que colocou isso no inconsciente da população. E é a pura verdade, também, que poucos são aqueles que vêem os grandes centros econômicos como grandes centros culturais. E essas são as verdadeiras oportunidades. Uma feira de livro, sessões de filmes clássicos a preços populares, sebos, museus, bibliotecas, teatros, enfim, uma infinidade de coisas. É isso que temos de aproveitar.
[Leia outros Comentários de Rafael Rodrigues]
11/8/2006
15h32min
Oi, Marcelo, talvez fosse melhor completar o título da crônica "A Terra de Caras Oportunidades", um ingresso para visitar o MASP custa 15 reais, será que a maioria da população pode dispor desse dinheiro para aprimorar sua cultura pessoal? Ótimo texto: como de costume, retrata muito dos seus valores e da sua sensibilidade.
[Leia outros Comentários de Iza Sconza]
14/8/2006
18h42min
Marcelo, concordo com a Iza. São Paulo é a terra das oportunidades caras. Eu gosto da cidade, tenho bons amigos lá, mas posso lhe adiantar: boa parte dos meus amigos não têm emprego na “terra das oportunidades”, pelo contrário, vivem de trabalho informal e free (leia-se, jornalistas). É uma cidade com muitas opções culturais, sim, mas para quem pode pagar. Tudo é muito caro e, ao compararmos com o Rio, ainda encontraremos preços bem melhores aqui na cidade nem tanto mais maravilhosa... Agora quanto a ir para o interior e ter uma vidinha simples. É a minha cara! Oportunidade para ser uma pessoa melhor; de dizer mais obrigados; eu te amo e como vai ou até de se aproximar de Deus, só mesmo quando a vida lhe apresenta algum infortúnio. Poucos o fazem naturalmente. Beijins... Elaine Paiva
[Leia outros Comentários de Elaine Paiva]
17/8/2006
13h36min
Marcelo, meus parabéns. Adorei ler isso: "Cara de sorte, gasta em jantares o que metade da população não ganha no mês. Terra das oportunidades. É, oportunidades..." lembro de ter lido algo assim tb. Um beijo, Ana Luiza
[Leia outros Comentários de ana luiza]
24/8/2006
14h17min
Oi, Marcelo! De minha parte eu só quero morar em Florianópolis, de frente para o mar (e nem precisa ser em apartamento de luxo, não; pode ser uma casinha mesmo). Um abraço do Daubi
[Leia outros Comentários de Daubi]
24/8/2006
16h56min
Marcelo, lhe dou nota mil pela sua redação. Oportunidade, para mim, significa o dever que um pais tem de prover aos residentes o direito de adequação social. Sim, São Paulo e Rio oferecem estas oportunidades, e por esta razão muitos artistas mudam pra lá. Porém, há muitas formas de se usufruir das oportunidades já geradas pelos prefeitos municipais, que estao ligadas à educação, arte, pintura, e vários cursos que profissionalizam as pessoas na cidade delas. Vá à Prefeitura de sua cidade e pergunte os cursos grátis que eles têm! É importante ser bom em alguma coisa pra poder vencer. A maioria das poessoas que reclamam não levaram a sério ser bom em alguma coisa. Se você for bom, você será importante. Não cortem o caminho - Parem de sonhar. Use os olhos e veja ao seu redor o que falta, crie idéias, fale delas. Se dedique a um aprendizado mais profissionalizante do que "nada". Há mil oportunidades de se aprender algo, e então dar a você mesmo a oportunidade de ser quem você poderá ser.
[Leia outros Comentários de Milton Laene Araujo]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ÚNICA ESPERANÇA - ENCONTRE O REAL SENTIDO DA VIDA
ALEJANDRO BULLÓN
CPB
(2013)
R$ 10,00



CONTOS GAUCHESCOS E LENDAS DO SUL
SIMÕES LOPES NETO
L&PM
(2012)
R$ 11,00



A VAGA DE CALOR
URBANO TAVARES RODRIGUES
PUBLICAÇÕES EUROPA - AMÉRICA
(1986)
R$ 15,63



O MUNDO DA CRIANCA
DIANE E. PAPALIA & SALLY WENDKOS OLDS
MCGRAW-HILL
(1981)
R$ 16,00



IPI - TEMAS CONSTITUCIONAIS POLÊMICOS
OSWALDO ORTHON DE PONTES E MARCOS AURÉLIO PEREIRA
FÓRUM
(2009)
R$ 9,99



QUÍMICA GERAL - COLEÇÃO SCHAUM
DANIEL SCHAUM; JEROME L. ROSENBERG
MCGRAW-HILL
(1975)
R$ 14,90



O BOM LADRÃO
FERNANDO SABINO
EDITORA ATICA
(1993)
R$ 8,00



MEDIDA CERTA - COMO CHEGAMOS LÁ!
RENATA CERIBELLI - ZECA CAMARGO
GLOBO
(2011)
R$ 8,90



PALAVRAS DE BOCAGE COL. PALAVRAS DE AUTORES PORTUGUESES
JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO GRÁF. FRANC PEDRO LYON
LYON EDIÇÕES
(1997)
R$ 17,70



PELO SENHOR MARCHAMOS SIM
MARIA JOSÉ CORDEIRO DA SILVA
RABONI
(1994)
R$ 7,00





busca | avançada
34554 visitas/dia
1,1 milhão/mês