Simplicidade ou você quer dormir brigado? | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
29267 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 31/5/2010
Simplicidade ou você quer dormir brigado?
Daniel Bushatsky

+ de 5800 Acessos
+ 6 Comentário(s)

Há uma falsidade no ar! Estão me enganando. Sorriem para mim (ora, mas eu nem o conheço). Estou um pouco abalado, apreensivo, talvez. Com certeza, uma depressãozinha, aquela sadia, que todos devem ter um dia.

Está frio! Isso piora a sensação. Devemos ser felizes? Devemos nos dar bem com todos? Vejo pessoas na rua desagasalhadas. Se eu fosse realmente bom, tiraria o meu melhor casaco e daria para ela?

Meus pensamentos começaram no teatro. A peça A grande volta, com Fúlvio Stefanini e Rodrigo Lombardi, discute a relação de um pai, ator malsucedido, com o filho, publicitário, recém-demitido ― logo eles, que vendem a felicidade. Nunca haviam se falado de verdade. Tido intimidade! Lá às tantas, Fúlvio diz que não precisa sempre falar coisas inteligentes ao comentar como a lua estava bonita.

Fiquei pensando se isso não era a causa da minha tristeza. Cansei de sempre termos que falar coisas bonitas, complexas, profundas. É tão gostoso sentir o cheiro da manhã, tomar um café à tardezinha, ler o jornal despretensiosamente, admitir que gosta de Zorra Total (tá bom, exagerei).

A sociedade parece sempre estar fingindo. Devemos ter os sentimentos certos, o gosto correto, a roupa adequada. Quantas obrigações. Haja sofisticação...

Como estou cansado de fingir, o bonito é aquele casal de velhinhos conversando em uma praça, de mãos dadas. Quantos conseguem atingir isso? Poucos: as estatísticas demonstram que a maioria dos casais se separa antes dos três anos de casamento.

Por que isso acontece? Provavelmente porque estamos em uma era de individualismo. Não se divide mais nada. O que é meu é meu! Não dou ou empresto. Todos querem muito. Como um casamento, que prega justamente o contrário, pode continuar e prosperar?

Talvez seja a sociedade: competitiva e predatória. Talvez, e pior, porque impossível mudar, seja a natureza humana. Nos unimos para vencermos, mas e quando vencemos sem nos unirmos? Separamos!

Falando em casamento, fui há um muito bonito no sábado passado. O pai do noivo era também o pastor. Na prédica, a simplicidade. Nada de discutir política mundial, macroeconomia ou tentar fazer os ouvintes terem uma epifania.

Pelo contrário: ele ensinou aos noivos o básico, mas algo que todos esquecem ou querem esquecer com o passar do tempo. Para o noivo, disse que toda a mulher gosta de pequenas surpresas, um chocolate, uma rosa, uma valsa e até mesmo, pasmem, um pequeno elogio. Um reconhecimento. Lembrou-o, também, que mulheres, em geral, são mais emotivas e gostam de ver as estrelas, a lua e o céu.

Para a noiva, disse que todo homem é mais prático. Não tem o sexto sentido. Porém gostam de uma comida caseira feita especialmente para ele, de ver a esposa bonita e bem arrumada, fidelidade e, também, pasmem, um pequeno elogio. Um reconhecimento.

Para os dois, advertiu: nunca durmam brigados. É a pior atitude que vocês podem ter.

Fiquei emocionado. Um discurso despretensioso, mas profundo, que todos comentaram durante e após a festa. Alguns tirando sarro da esposa, pela falta da comida gostosa, mas todos sabiam o principal daquela mensagem: a paz.

Se não a paz mundial, pelo menos a paz familiar. Os ensinamentos do pai-pastor fizeram com que todos refletissem se o que perseguimos é real. O que é a felicidade? Como você define a felicidade?

Os filmes nos mostram uma utópica. Os romances, idem. Eu sonho com um dia na praia, coqueiros, céu azul, sem nuvens de preferência, com uma linda mulher e uvas sendo colocadas na minha boca. Acho difícil que aconteça, mas quem sabe.

Tudo é tão pretensioso. Tudo deve ser tão sofisticado. Nunca estamos satisfeitos com o que temos. Aposto que se eu estivesse na praia, com os coqueiros, um lindo dia e uma linda mulher, ainda me faltaria a sombra.

Por isso gostei da prédica. Nada de dinheiro, casas, carros e viagens. Muito menos aqueles discursos bíblicos ininteligíveis. Falava sobre a simplicidade. Como podemos agradar um ao outro sem prepotência e fingimento.

Na peça, pai e filho se aproximam após uma boa e sincera conversa. Simples, não?

Mas não é só. Minha única mudança no discurso seria acrescentar que podemos fazer o mesmo com nossos filhos, irmão, amigos e colegas de trabalho. Podemos ser mais sinceros. Falar a verdade.

Temos tantos problemas inventados pela sociedade, que merecemos descomplicar o complicado. Bucólico? Não! Simplesmente mais tranquilo e menos pretensioso. Não precisamos voltar à vida campestre, mas chega de perseguirmos o inatingível ― antes que me critiquem, não estou coibindo o sonho, só chega da palavra "falta". Sonhem com algo possível, menos material, mais espiritual.

Ou você quer dormir brigado?


Daniel Bushatsky
São Paulo, 31/5/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Viena expõe obra radical de Egon Schiele de Jardel Dias Cavalcanti
02. Srta Peregrine e suas crianças peculiares de Ricardo de Mattos
03. Transformação de Lúcifer, obra de Egas Francisco de Jardel Dias Cavalcanti
04. Abdominal terceirizado - a fronteira de Marta Barcellos
05. Apresentação: Ficção e Sociedade de Heloisa Pait


Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2010
01. Big Brother da Palmada - 9/8/2010
02. Simplicidade ou você quer dormir brigado? - 31/5/2010
03. A interpretação dos chatos - 1/3/2010
04. Simplesmente tive sorte - 8/2/2010
05. Dilma e o Big Mac - 1/11/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
25/5/2010
18h10min
Concordo em número, gênero e grau. A conversa, o diálogo, serve para qualquer relação humana. Qualquer. E é imprescidível para o bom andamento das coisas.
[Leia outros Comentários de Hellen ]
26/5/2010
19h33min
A pior coisa do mundo é você conviver com alguém quardando uma mágoa desta pessoa. É essencial que exista diálogo entre as pessoas, principalmente com as que moram conosco; o esposo ou a esposa, principalmente. Nós nos sentimos muito melhores sabendo que estamos bem com todos ao nosso redor - e eles também.
[Leia outros Comentários de Maíra Barbosa]
7/6/2010
15h05min
simplesmente sofisticado Assim mesmo sem vírgula nem ponto e nem mesmo caixa alta. Essência, pura e simples. Infeliz daquele que, diante desse texto, diante das pessoas que praticam o que o texto simplesmente retrata, não for cordato. Temos aqueles que por falta de atitude, postura, caráter ou dignidade trocam o diálogo por silêncio calunioso, não querem se comprometer com o entendimento do mais simples, pois lhes exigirá o rogo da prática. Obrigado por seu texto, querido escritor.
[Leia outros Comentários de Fredh Hoss]
14/6/2010
17h12min
Um texto complicado para falar da simplicidade. Lembrou-me o "samba do crioulo doido". Mas não vamos dormir brigados: conversemos!
[Leia outros Comentários de José Frid]
18/6/2010
18h54min
Daniel, gratidão por esse texto. Me descomplicou, me aliviou. Que bom que profissionais da mídia tenham essa visão mais espiritual, mais equânime, menos inatingível! Esse lugar não existe, é um grande clichê que liga o nada a lugar nenhum. Que bom que há luz e discernimento na caverna de Platão.
[Leia outros Comentários de Paula Ribas]
16/10/2013
07h04min
Adorei o texto, professor. Sua coluna ganhou uma fã.
[Leia outros Comentários de Mariana]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




POEMAS DE ALVARO DE CAMPOS
FERNANDO PESSOA
ESCALA
(2008)
R$ 6,00



SALVE O PLANETA - QUALIDADE DE VIDA 1990
LESTER R. BROWN (ORG.)
GLOBO
(1990)
R$ 17,00



QUESTÕES CRIMINAIS CONTROVERTIDAS
HUGO NIGRO MAZZILLI
SARAIVA
(1999)
R$ 13,94



A MORENINHA
JOAQUIM MANUEL DE MACEDO
ESCALA
R$ 5,00



UM JOGO INTEIRAMENTE DIFERENTE!
AIDAN HAMILTON
CASTROL
(1998)
R$ 14,00



PSICANÁLISE E JUDAISMO: RESSONÂNCIAS
RENATO MEZAN
ESCUTA
(1987)
R$ 15,00



COMUNICAÇÃO ESSENCIAL
REINALDO PASSADORI
GENTE
(2003)
R$ 9,90



LIBERDADE NO LAR - PROBLEMAS DA FAMÍLIA
A. S. NEILL
IBRASA
(1969)
R$ 17,00



O ANALISTA DE BAGÉ
LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO
CIRCULO DO LIVRO
R$ 5,00



MISSA DE LIBERTAÇÃO
PE MARCELO ROSSI
VOZES
(1998)
R$ 4,00





busca | avançada
29267 visitas/dia
1,1 milhão/mês